Lateralidade
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Lateralidade

on

  • 9,864 views

 

Statistics

Views

Total Views
9,864
Views on SlideShare
8,664
Embed Views
1,200

Actions

Likes
0
Downloads
69
Comments
0

4 Embeds 1,200

http://psicomotricidadehoje.blogspot.com.br 1069
http://psicomotricidadehoje.blogspot.com 61
http://psicomotricidadehoje.blogspot.pt 52
http://www.psicomotricidadehoje.blogspot.com.br 18

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Lateralidade Presentation Transcript

  • 1. LATERALIDADE
  • 2. Lateralidade é sinônimo de diferenciação e organização.
  • 3. termos sensório-motores  termos perceptivos e simbólicos
  • 4. Ótima maturação  lateralidade
  • 5. Por volta dos 4 anos: - 50% - destros; - 10% - sinistros; - 40% - ambidestros ou mal lateralizados.
  • 6. - 18 meses – 60% (lápis na mão direita); - 2 anos – 92% destras; - 6-7 anos – definição da lateralidade.
  • 7. Hipóteses para a lateralidade: - seleção natural dos destros; - hereditariedade; - papel social; - dominância cerebral.
  • 8. Tipos de lateralidade: - Lateralidade homogênea; - Lateralidade cruzada; - Ambidestria.
  • 9. Lateralidade  conhecimento da direita-esquerda
  • 10. Reversibilidade 
  • 11.
    • Distúrbios psicomotores relacionados à lateralidade; - Lateralidade cruzada.
  • 12. Histórico: - Privilégio sagrado da mão direita; - Transcendências mitológicas e bíblicas; - Mundo orientado para a direita; - Diferentes culturas e países também privilegiam a mão direita.
  • 13. “ É certo que uma educação ligada ao corpo inteiro é o único meio de estabelecer uma lateralidade completa e bem definida à direita ou à esquerda.” (Picq e Vayer, 1988)
  • 14. “ Somos responsáveis por aquilo que fazemos, pelo que não fazemos e pelo que impedimos de fazer.” (Albert Camus)