3 ProjeçõEs CartográFicas

  • 28,338 views
Uploaded on

www.professorherules.blogspot.com

www.professorherules.blogspot.com

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • q tedio kkkkkkkkk
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
28,338
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
1
Likes
7

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. www.professorhercules.blogspot.com [email_address]
  • 2. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Corresponde a um conjunto de sistemas desenvolvidos para dar uma solução ao problema da transferência de uma imagem da superfície curva da esfera terrestre para um plano da carta, o que sempre vai acarretar deformações.
  • 3. PROJEÇÃO DE PARTE DA SUPERFÍCIE
  • 4. SUPERFÍCIES CARTOGRÁFICAS
  • 5. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Os sistemas de projeções constituem-se de uma fórmula matemática que transforma as coordenadas geográficas, a partir de uma superfície esférica (elipsoidal), em coordenadas planas, mantendo correspondência entre elas. O uso deste artifício geométrico das projeções consegue reduzir as deformações, mas nunca eliminá-las .
  • 6. TIPOS DE PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
    • Projeção conforme;
    • Projeção equivalente; equidistante.
    • Projeção afilática.
  • 7. PROJEÇÃO CONFORME os ângulos são mantidos idênticos (na esfera e no plano) e as áreas são deformadas .
  • 8. PROJEÇÃO EQUIVALENTE Quando as áreas apresentam-se idênticas e os ângulos deformados .
  • 9. PROJEÇÃO AFILÁTICA Quando as áreas e os ângulos apresentam-se deformados.
  • 10. TIPOS DE PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS As projeções podem ser classificadas em termos das propriedades geométricas de representação e pela superfície geométrica da qual elas são derivadas.
  • 11. TIPOS DE PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
    • Projeção cilíndrica;
    • Projeção cônica;
    • Projeção plana ou azimutal.
  • 12.  
  • 13. TIPOS DE PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS A construção dos mapas considera o objetivo de cada mapa, assim, a projeção utilizada varia de acordo com o objetivo do mapa.
  • 14. PROJEÇÃO CILÍNDRICA A superfície da Terra é projetada em um cilindro e posteriormente desenvolvido em um plano.
  • 15.  
  • 16. PROJEÇÃO CILÍNDRICA
    • Paralelos e meridianos formam uma grade com retângulos;
    • Meridianos aparecem retos e perpendiculares ao Equador.
    • Paralelos aparecem paralelos ao Equador e todos com a mesma extensão.
  • 17. PROJEÇÃO CILÍNDRICA
    • Geralmente são usadas em mapas de toda a superfície terrestre.
  • 18. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO CILÍNDRICA Projeção cilíndrica ortográfica
  • 19. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO CILÍNDRICA Projeção cilíndrica sinusoidal
  • 20. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO CILÍNDRICA Projeção cilíndrica de Molweid
  • 21. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO CILÍNDRICA Projeção cilíndrica Equidistante
  • 22. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO CILÍNDRICA Projeção cilíndrica Conforme
  • 23. PROJEÇÃO CÔNICA Nesta projeção a superfície terrestre é projetada sobre um cone, que é longitudinalmente cortado e desenvolvido em um plano.
  • 24.  
  • 25.  
  • 26.  
  • 27. PROJEÇÃO CÔNICA
    • Os paralelos são arcos circulares concêntricos.
    • Meridianos são retas radiais igualmente espaçadas.
    • Utilizada para representar regiões de latitudes médias.
  • 28. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO CÔNICA Projeção cônica equidistante (L’isles)
  • 29. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO CÔNICA Projeção cônica equivalente (Alber)
  • 30. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO CÔNICA Projeção cônica conforme (Lambert)
  • 31. PROJEÇÃO AZIMUTAL (PLANA) Nesta projeção a superfície terrestre é tangenciada em um ponto por um plano.
  • 32.  
  • 33. PROJEÇÃO AZIMUTAL (PLANA)
    • São as mais indicadas para mapear as regiões polares.
    • Podem ser centralizadas em qualquer ponto da superfície da Terra.
  • 34. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO AZIMUTAL Projeção azimutal gnomônica
  • 35. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO AZIMUTAL Projeção azimutal estereográfica
  • 36. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO AZIMUTAL Projeção azimutal ortográfica
  • 37. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO AZIMUTAL Projeção azimutal equivalente (Lambert)
  • 38. ALGUNS MODELOS DE PROJEÇÃO AZIMUTAL Projeção azimutal equidistante
  • 39. PROJEÇÃO AZIMUTAL EQUIDISTANTE POLAR Projeção eqüidistante que tem os pólos em sua porção central. As maiores deformações estão em suas áreas periféricas.
  • 40.  
  • 41. PROJEÇÃO AZIMUTAL EQUIDISTANTE CENTRADA NA CIDADE DE SÃO PAULO Nesta projeção, centrada em São Paulo, os ângulos azimutais são mantidos a partir da parte central da projeção.
  • 42.  
  • 43. PROJEÇÃO DE MOLLWEID Nesta projeção os paralelos são linhas retas e os meridianos, linhas curvas. Sua área é proporcional à da esfera terrestre, tendo a forma elíptica. As zonas centrais apresentam grande exatidão, tanto em área como em configuração, mas as extremidades apresentam grandes distorções.
  • 44.  
  • 45. PROJEÇÃO DE GOODE É uma projeção descontínua, pois tenta eliminar várias áreas oceânicas. Goode coloca os meridianos centrais da projeção correspondendo aos meridianos quase centrais dos continentes para lograr maior exatidão.
  • 46.  
  • 47. PROJEÇÃO DE HOLZEL Projeção equivalente, seu contorno elipsoidal faz referência à forma aproximada da Terra que tem um ligeiro achatamento nos pólos .
  • 48.  
  • 49. PROJEÇÃO ORTOGRÁFICA Ela nos apresenta um hemisfério como se o víssemos a grande distância. Os paralelos mantêm seu paralelismo e os meridianos passam pelos pólos, como ocorre na esfera. As terras próximas ao Equador aparecem com forma e áreas corretas, mas os pólos apresentam maior deformação.
  • 50.  
  • 51. RELEMBRANDO AS PRINCIPAIS PROJEÇÕES
  • 52.  
  • 53. A IDEOLOGIA CONTIDA NOS MAPAS Embora no passado a confecção de um mapa depende-se fortemente da arte, e atualmente, dependa de tecnologias é preciso considerar a ideologia ou a visão de mundo envolvida em sua construção.
  • 54. PROJEÇÃO CILÍNDRICA DE MERCATOR Desenvolvida pelo cartógrafo flamenco Gerhard Mercator, em 1569.
  • 55.  
  • 56. 202x124 (dezoito folhas impressas separadamente)
  • 57. PROJEÇÃO CILÍNDRICA DE MERCATOR
    • Preserva a forma; distorce a área.
    • Representa melhor as áreas próximas ao Equador.
    • Distorce muito as áreas polares e próximas aos pólos.
  • 58. PROJEÇÃO CILÍNDRICA DE MERCATOR Nesta projeção os meridianos e os paralelos são linhas retas que se cortam em ângulos retos . Corresponde a um tipo cilíndrico pouco modificado. Nela as regiões polares aparecem muito exageradas .
  • 59.  
  • 60. PROJEÇÃO CILÍNDRICA
    • Usadas em mapas de toda a superfície terrestre.
  • 61. PROJEÇÃO CILÍNDRICA DE PETERS Outra projeção muito utilizada para planisférios é a de Arno Peters, que data de 1973. Sua base é cilíndrica equivalente, e determina uma distribuição dos paralelos com intervalos decrescentes desde o Equador até os pólos, como podemos observar no mapa a seguir.
  • 62.  
  • 63. PROJEÇÃO CILÍNDRICA DE PETERS As retas perpendiculares aos paralelos e as linhas meridianas têm intervalos menores, resultando na representação das massas continentais, um significativo achatamento no sentido Leste-Oeste e a deformação no sentido Norte-Sul, na faixa compreendida entre os paralelos 60o Norte e Sul, e acima destes até os pólos, a impressão de alongamento da Terra
  • 64.  
  • 65. www.professorhercules.blogspot.com [email_address]