Your SlideShare is downloading. ×
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
2 ENEM 2011
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

2 ENEM 2011

3,034

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,034
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. TEMAS PARA O ENEM 2011 Os temas estão acompanhados de links para você ser direcionado a mais informações e de pequenos resumos. (disponível para download)AUTORIDADE PALESTINA E O RECONHECIMENTO DOESTADOhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/estado-palestino-autoridade-nacional-propoe-reconhecimento-na-onu.jhtmA Autoridade Nacional Palestina pediu no dia 23 de setembro, na66ª Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), oreconhecimento do Estado palestino nas fronteiras pré-1967,situando a capital na parte oriental de Jerusalém. A proposta érecusada por Israel e Estados Unidos.Na prática, a inclusão da Palestina como membro da ONU darámais poder político aos árabes nas negociações com Israel,paralisadas há um ano. Se aprovada, a resolução isolará aindamais os israelenses no cenário internacional.Há décadas palestinos e israelenses disputam as mesmas terras noOriente Médio. Em 1947, a ONU propôs a divisão da Palestina entreárabes e judeus, formando dois Estados. Israel se tornouindependente e, após a Guerra dos Seis Dias, em 1967, anexouterritórios árabes, expulsando a população local. Desde então, ospalestinos reivindicam a devolução dessas áreas, incluindoJerusalém Oriental. Os israelenses não aceitam a desocupação.DIVISÃO DO ESTADO DO PARÁ: PLEBISCITO EM 11 DEDESEMBRO DE 2011http://educacao.uol.com.br/atualidades/plebiscito-11-de-dezembro-se-aprovada-divisao-do-para-criara-mais-dois-estados.jhtmUm plebiscito marcado para 11 de dezembro decidirá se o Paráserá desmembrado em dois novos Estados: Carajás e Tapajós.Caso a proposta seja aprovada no referendo, será a primeira vezque um Estado brasileiro surgirá da vontade popular. A divisão doPará dependerá ainda de uma lei complementar.De acordo com o projeto, o Pará ficaria com 17% do território e 56%do Produto Interno Bruto (PIB), ou R$ 32,5 bilhões. Tapajós, naProfessor Hercules Avancini / 2011 1
  • 2. região oeste, teria como capital Santarém, 58% do território e 11%do PIB (R$ 6,4 bilhões). Carajás, ao sul, cuja capital seria Marabá,contaria com 25% do território e 33% do PIB (R$ 19,6 bilhões).A campanha começou em 13 de setembro. Os separatistasargumentam que o território é muito grande e dificulta aadministração e o desenvolvimento econômico do interior. O Pará éo segundo maior Estado brasileiro. Já os opositores alegam quehaverá piora nos indicadores sociais e apontam interesses políticose de empresários dos setores da pecuária e mineração.O Brasil possui 27 unidades federativas, sendo 26 Estados e oDistrito Federal. Tramitam no Congresso projetos de lei para ainstituição de mais 16 Estados.REFORMAS EM CUBAhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/reformas-em-cuba-pacote-deve-permitir-compra-de-casa-propria-e-viagens-ao-exterior.jhtmA Assembleia Nacional cubana aprovou no começo do mês umasérie de medidas econômicas que visam estimular a economia nopaís, diminuindo a participação do Estado e incentivando a iniciativaprivada.Entre as principais mudanças está a permissão para que oscubanos comprem casa própria e carro e façam viagens ao exterior,algo inédito em mais de meio século de comunismo. Atualmente, équase impossível para um cidadão comum sair do país como turista– as despesas com a emissão de vistos são caras e asautorizações são negadas aos opositores do regime.O Estado também irá cortar gradualmente subsídios comoalimentos e energia elétrica, e realizar demissões no setor público,que emprega 85% dos trabalhadores. A situação econômica deCuba começou a complicar com o fim da União Soviética, principalparceiro comercial da ilha.As reformas não significam, entretanto, uma abertura política eeconômica do mesmo tipo realizado na antiga União Soviética em1991. Cuba é um dos poucos países socialistas que restam nomundo.Professor Hercules Avancini / 2011 2
  • 3. CRISE DA DÍVIDA DOS EUAhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/divida-americana-estados-unidos-afastam-risco-de-calote.jhtmO Senado americano aprovou em 2 de agosto a elevação do teto dadívida pública. Evitou, assim, um calote histórico da maior economiado planeta, que poderia causar outra crise econômica como a de2008.Nos últimos anos, os gastos militares com as guerras do Iraque edo Afeganistão, juntamente com os efeitos da crise, fizeram comque o país atingisse um limite de endividamento (US$ 14,3 trilhões).Dessa forma, o país não teria mais como emitir títulos da dívidapública para arcar com seus compromissos e nem saldar todas assuas dívidas. No caso de um calote, seria afetada tanto a economiainterna como a de outros países, credores da dívida americana.Para evitar isso, foram apresentados projetos no Congresso. Masos partidos Democrata e Republicano não chegavam a um acordosobre temas como corte nas despesas e aumento de impostos. Oimpasse afetou o mercado financeiro e arranhou a imagem do paísno exterior. A aprovação de uma proposta bipartidária ocorreu noprazo final estipulado pelo governo.O FIM DA ERA DOS ÔNIBUS ESPACIAIShttp://educacao.uol.com.br/atualidades/fora-de-orbita-o-fim-da-era-dos-onibus-espaciais.jhtmO lançamento do ônibus espacial Atlantis, em 8 de julho, foi o últimodo programa de ônibus espaciais da NASA, a agência espacialamericana. A nave levou quatro astronautas para uma missão de 12dias na ISS (Estação Espacial Internacional, na sigla em inglês).O programa dos ônibus espaciais substituiu o projeto Apollo, quelevou o homem à Lua, há 30 anos. As naves conhecidas como"shuttles" foram concebidas pela NASA como as primeirasreutilizáveis, econômicas e seguras.O primeiro ônibus espacial, o Columbia, foi lançado em 12 de abrilde 1981. Em três décadas, foram realizadas 135 missões em cinconaves: Columbia, Challenger, Discovery, Atlantis e Endeavour.Entre os feitos mais importantes está a colocação em órbita doTelescópio Espacial Hubble e a construção da Estação EspacialProfessor Hercules Avancini / 2011 3
  • 4. Internacional.O motivo do cancelamento do programa foi o alto custo dasmissões e duas tragédias que mataram 14 astronautas: a explosãoda Challenger no lançamento, em 28 de janeiro de 1986, e odesastre com a Columbia, que se desintegrou ao reentrar naatmosfera terrestre em 1o de fevereiro de 2003.CHINA – 90 ANOS DO PARTIDO COMUNISTA CHINÊShttp://educacao.uol.com.br/atualidades/china-partido-comunista-faz-90-anos-sustentado-pelo-capitalismo.jhtmO Partido Comunista chinês completou 90 anos de fundação no dia1o de julho. As comemorações na capital Pequim contaram comdiscurso contra a corrupção no partido, inauguração de obras edesfiles patrióticos.A China é o país mais populoso do mundo e a segunda potênciaeconômica, atrás somente dos Estados Unidos. O PartidoComunista está no poder desde 1949. Para sobreviver ao colapsodos regimes comunistas no século 20, teve que adotar o sistemaeconômico capitalista.Na política, entretanto, manteve o poder centralizado que não toleraopiniões contrárias. Recentemente, o governo chinês desencadeoua maior onda de repressão dos últimos 20 anos contra ativistas pró-democracia, dissidentes políticos e minorias étnicas.O PC chinês foi fundado em 1921, numa reunião clandestina emXangai, com apenas 53 integrantes. Entre os delegados presentesno primeiro encontro estava o líder revolucionário Mao Tsé-tung,então com 27 anos. Nas primeiras três décadas de regime, sob ocomando de Mao, milhões de chineses morreram de fome.O partido possui atualmente 80,2 milhões de filiados e conta comapoio da maioria da população, beneficiada pelo avançoeconômico.REFUGIADOS NO MUNDOhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/dia-mundial-do-refugiado-paises-em-desenvolvimento-abrigam-80-dos-refugiados.jhtmProfessor Hercules Avancini / 2011 4
  • 5. No mundo todo existem 43,7 milhões de refugiados, númeroequivalente a população de países como Colômbia e Coreia do Sul.Os dados são referentes ao ano passado e fazem parte de umrelatório do Alto Comissariado da Organização das Nações Unidaspara Refugiados (Acnur), divulgado na véspera do Dia Mundial doRefugiado (20 de junho).A Convenção de 1951 determina que refugiado é a pessoa que seencontra fora de seu país por temer ser perseguida por ?motivos deraça, religião, nacionalidade, grupo social ou opiniões políticas?.Outras causas foram incluídas posteriormente: guerras, violaçõesdos direitos humanos e desastres naturais.No Brasil, existem 4.401 refugiados de 77 nacionalidades. Em suamaioria, eles são angolanos (38,37%), colombianos (14,27%),congoleses (10,31%), liberianos (5,87%) e iraquianos (4,61%).Atualmente, o caso mais polêmico envolvendo um refugiado noBrasil é o do italiano Cesare Battisti. Ele é considerado um terroristaforagido da Justiça italiana pelo envolvimento em quatro homicídiosocorridos nos anos 1970.QUÍMICA – TABELA PERIÓDICA GANHA DOIS NOVOSELEMENTOShttp://educacao.uol.com.br/atualidades/quimica-tabela-periodica-ganha-dois-novos-elementos.jhtmCientistas anunciaram no dia 8 de junho a inclusão de dois novoselementos químicos na tabela periódica. Os compostos de númeroatômico (quantidade de prótons) 114 e 116 ainda não forambatizados. Eles são chamados, provisoriamente, de ununquádio(114) e ununhéxio (116), em referência aos seus números.Diferente de elementos mais conhecidos, como o chumbo, o ferro, omercúrio ou o carbono, os novos compostos não podem serencontrados na natureza. Eles foram criados por cientistas emlaboratórios, assim como todos os de número atômico superior a 94na tabela.Os elementos 114 e 116 são altamente radioativos, pesados einstáveis. Eles duram apenas frações de segundo, após os quais sedividem em substâncias mais leves.Professor Hercules Avancini / 2011 5
  • 6. Ambas as substâncias foram descobertas por pesquisadores doInstituto Conjunto para Pesquisa Nuclear em Dubna, na Rússia, edo Laboratório Nacional Lawrence Livermore da Califórnia, nosEstados Unidos. Foram três anos de revisões e dez de estudos atéque fossem adicionados à lista.A tabela periódica, elaborada pelo químico russo Dmitri Mendeleiev(1834-1907) em 1869, possui hoje compostos reconhecidos comnúmeros atômicos que vão até 112. Outros, de números atômicos113, 115, 117 e 118, também encontrados nos últimos anos,aguardam comprovação da comunidade científica para seremoficializados.EUA E ORIENTE MÉDIO – CRIAÇÃO DO ESTADO PALESTINOhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/eua-e-oriente-medio-obama-defende-criacao-de-estado-palestino.jhtmUm pronunciamento do presidente Barack Obama no último dia 19de maio surpreendeu autoridades no mundo e provocou reaçõescontrárias em Israel. Ele defendeu a criação de um Estado palestinocom base nas fronteiras anteriores a 1967.Nesse ano, após a Guerra dos Seis Dias, Israel anexou aCisjordânia e Jerusalém Oriental, então pertencentes à Jordânia, aFaixa de Gaza e a Península do Sinai, domínios egípcios, e asColinas de Golã, que faziam parte da Síria.Desde então, os palestinos reivindicam essas terras para aformação de um Estado independente, conforme estabelecido pelaONU em 1947.Acordos devolveram a Península do Sinai ao Egito, em 1982, e aFaixa de Gaza aos palestinos, em 2005. Mas 300 mil colonosisraelenses mantêm assentamentos na Cisjordânia, e o governo deIsrael considera Jerusalém - que os palestinos querem para ser suacapital - indivisível.O discurso de Obama, na verdade, teve o objetivo de impedir que aAutoridade Palestina reivindique na ONU, em setembro, o Estadoda Palestina, sem negociar com Israel. Em discurso no Congressoamericano no dia 24 de maio, o premiê Benjamin Netanyahu disseque a aliança da Autoridade Palestina com o Hamas, que prega adestruição de Israel, impede a discussão de novos acordos.Professor Hercules Avancini / 2011 6
  • 7. MEIO AMBIENTE – O NOVO CÓDIGO FLORESTAL BRASILEIROhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/meio-ambiente-entenda-a-polemica-envolvendo-o-novo-codigo-florestal.jhtmA polêmica em torno do projeto de lei que estabelece o novo CódigoFlorestal emperra sua votação na Câmara dos Deputados. De umlado, os ruralistas defendem as mudanças propostas pelo governo.Do outro, os ambientalistas apontam riscos do crescimento deflorestas desmatadas e de prejuízos ao meio ambiente. A votaçãofoi suspensa no último dia 12 de maio, sem prazo para voltar àpauta.O Código Florestal, em vigor desde 1965, reúne um conjunto de leisque visam à preservação das florestas. Porém, ele não foi seguidopela maioria dos produtores rurais. Estima-se que 90% estejam emcondições irregulares. O principal objetivo das mudanças éregularizar a situação desses produtores.Os três principais pontos em discussão são:APPs (Áreas de Preservação Permanente): são áreas de vegetaçãonativa nas margens de rios e encostas de morros que devem serpreservadas. O projeto prevê uma diminuição da faixa mínima a sermantida pelos produtores rurais e a permissão de determinadasculturas em morros.RL (Reserva Legal): são trechos de vegetação nativa localizadosdentro de propriedades rurais. As mudanças na lei beneficiampequenos proprietários, que ficarão isentos de reflorestar áreasdesmatadas.Anistia: o novo Código propõe suspender a multa e sançõesaplicadas a proprietários rurais até 22 de julho de 2008 - data emque entrou em vigor o decreto regulamentando a Lei de CrimesAmbientais.UNIÃO GAY – STF RECONHECE A LEGALIDADE DA UNIÃOHOMOSSEXUALhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/uniao-gay-supremo-reconhece-direitos-de-casais-do-mesmo-sexo.jhtmProfessor Hercules Avancini / 2011 7
  • 8. O STF (Supremo Tribunal Federal) reconheceu no dia 5 de maio aunião estável de casais homossexuais, que passam agora a ter osmesmos direitos civis que heterossexuais. A decisão é histórica eafeta 60 mil casais gays no país, segundo dados do Censo 2010.Entre os direitos estendidos a casais homossexuais estão: adoçãode filhos, inclusão de parceiros como dependentes no plano desaúde, declaração conjunta do Imposto de Renda, adoção dosobrenome do parceiro e recebimento de pensão e herança. Aúnica restrição continua sendo o casamento civil, que depende davotação de leis específicas pelo Congresso.Antes da resolução do Supremo, casais do mesmo sexo tinham querecorrer à Justiça e ficavam à mercê da interpretação de juízessobre a legislação. Agora, as instâncias inferiores devem seguir adecisão dos magistrados.Em julho do ano passado, a presidente argentina Cristina Kirchnerpromulgou uma lei que permite o casamento de homossexuais. AArgentina foi o primeiro país na América Latina e o décimo nomundo a legalizar a união entre pessoas do mesmo sexo.BIN LADEM – MORRE O TERRORISTA MAIS PROCURADO DOMUNDOhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/bin-laden-morre-o-terrorista-mais-procurado-do-mundo.jhtmOsama bin Laden foi morto em 1º. de maio de 2011 por forçasespeciais da Marinha dos Estados Unidos. Ele estava escondido emuma cidade próxima à Islamabad, capital do Paquistão. O saudita,de 54 anos, era o homem mais procurado no mundo e responsávelpelo maior ataque terrorista cometido em solo americano.A morte de Bin Laden foi anunciada pelo presidente norte-americano Barack Obama. O terrorista foi morto com dois tiros, nacabeça e no peito, e teve o corpo sepultado no mar. O fim de BinLaden foi comemorado nos Estados Unidos, que entrou em alertacontra eventuais retaliações da Al Qaeda.A operação militar provocou uma tensão diplomática entre EstadosUnidos e Paquistão. O governo paquistanês só soube da invasão àfortaleza do líder terrorista após o término da ação, enquanto osProfessor Hercules Avancini / 2011 8
  • 9. americanos questionaram a ignorância do paradeiro do saudita porparte dos paquistaneses.As consequências da morte de Bin Laden, porém, ainda sãoincertas. Há anos, sua influência sobre a Al Qaeda era maissimbólica do que efetiva. As revoltas em países árabes, porém,apontam para um destino mais democrático para o mundomuçulmano, bem distante dos ideais do terrorista morto.GOLFO DO MÉXICO – UM ANO APÓS O VAZAMENTO DEPETRÓLEOhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/vazamento-no-golfo-um-ano-depois-ecossistema-se-recupera.jhtmUm ano depois do acidente que causou o pior vazamento depetróleo da história dos Estados Unidos, estudos apontam que anatureza se recuperou mais rápido do que o esperado, mas que,apesar disso, levará anos para se saber a real extensão dosprejuízos causados ao meio ambiente.Na noite de 20 de abril de 2010, uma explosão na plataformaDeepwater Horizon, arrendada pela empresa British Petroleum(BP), matou 11 funcionários e liberou 4,9 milhões de barris depetróleo cru no norte do Golfo do México. O vazamento durou 86dias.O desastre no Golfo também afetou a economia, prejudicando aindústria pesqueira, o comércio e o turismo na região. A BP criouum fundo de US$ 20 bilhões para indenizar comerciantes epescadores. A demora na contenção do vazamento desgastou opresidente Barack Obama, que prometeu rever a regulamentação edecretou moratória no setor.Passado um ano, amostras de água colhidas pelo governo e porcientistas indicam que a maior parte da mancha negra foi removidapelo homem e pela própria natureza, contrariando os prognósticosmais pessimistas. Mas ainda resta produto acumulado no fundo domar e são desconhecidas as consequências para a fauna marinhanos próximos anos.MASSACRE NA ESCOLA NO RIO DE JANEIROhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/massacre-no-rio-ataque-a-escola-deixa-12-mortos.jhtmProfessor Hercules Avancini / 2011 9
  • 10. Doze adolescentes com idades entre 12 e 15 anos foram mortos namanhã do dia 7 de abril na escola municipal Tasso da Silveira, nobairro do Realengo, zona oeste do Rio de Janeiro, num ataque semprecedentes no Brasil.O atirador, Wellington Menezes de Oliveira, 23 anos, se matou apósser baleado por um policial militar. Outros seis adolescentesatingidos pelos disparos, de um total de 13 feridos, continuaminternados. Segundo relatos de parentes, o rapaz eraesquizofrênico e foi vítima de bullying na mesma escola, da qual eraex-aluno.O massacre em Realengo reabriu o debate sobre a venda de armasno Brasil. Após o episódio, o Governo Federal anunciou queanteciparia para maio deste ano a campanha de desarmamento. NoCongresso, discute-se a realização de um novo referendo sobre odesarmamento. No primeiro referendo, realizado em 2005, 63,94%dos eleitores votaram contra a proibição do comércio de arma defogo e munição no país.JAPÃO: TERREMOTO, TSUNAMI E CRISE NUCLEARhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/tragedia-no-japao-tremor-arrasa-cidades-e-provoca-crise-nuclear.jhtmUm terremoto de 9 graus na escala Richter, o mais forte járegistrado no Japão, causou um tsunami que devastou a costanordeste do país no dia 11 de março. Ondas de até 10 metros dealtura arrastaram cidades e deixaram 4,3 mil mortos e milhares dedesaparecidos.O tremor também provocou explosões na estrutura de reatoresnucleares no complexo de Fukushima Daiichi, uma das 25 maioresusinas do mundo. O acidente elevou uma nuvem radioativa queobrigou o deslocamento de 200 mil moradores das comunidadespróximas. A energia nuclear no Japão responde por um terço doabastecimento de energia elétrica no país.O terremoto no Japão é o quinto mais forte desde 1900, quandocomeçaram os registros mais confiáveis. O pior aconteceu em 22de maio de 1960, no Chile, com magnitude de 9,5.O Japão está localizado no chamado "anel de fogo do Pacífico",Professor Hercules Avancini / 2011 10
  • 11. que concentra as maiores atividades sísmicas do mundo. Atecnologia empregada na construção dos prédios e as medidaspreventivas evitaram que a catástrofe fosse maior.O Brasil e o Japão possuem uma longa história de intercâmbio, comfluxos migratórios de ambos os lados. O Brasil tem a maiorcomunidade japonesa fora da pátria, e no Japão, o maior númerode dekasseguis (trabalhadores imigrantes) são de brasileiros.CRISE DOS ALIMENTOS – DIFICULDADES DE ALIMENTAR APOPULAÇÃO MUNDIALhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/crise-dos-alimentos-entenda-os-desafios-para-alimentar-a-populacao-mundial.jhtmNeste começo de 2011, os preços dos gêneros alimentíciosatingiram o pico pela segunda vez em menos de quatro anos. Naoutra crise, entre 2007 e 2008, milhares de pessoas atravessaram alinha que separa a pobreza da miséria.A crise dos alimentos é fruto do desequilíbrio na relação econômicaentre oferta e procura. Há uma redução na oferta de produtos euma maior procura, o que encarece as mercadorias.Os principais fatores que geraram este desequilíbrio, do lado dademanda, são:--Crescimento da população mundial, que hoje é de 6,9 bilhões.--Aumento do consumo de alimentos em países emdesenvolvimento.--Elevação do preço do barril de petróleo, que estimulou osinvestimentos em biocombustíveis a base de grãos.E, no lado da oferta:--Limites de recursos naturais (terra e água).--Mudanças climáticas provocadas pelo aquecimento global.Como consequência, a crise dos alimentos provocou:--A queda de 44 milhões de pessoas abaixo do limite da pobreza(US$ 1,25 dólar por dia).--Protestos no Oriente Médio e Norte da África, que já derrubaramdois ditadores.Por isso, as potências mundiais discutem soluções como pacotesde estímulo à agricultura e implementação tecnológica.Professor Hercules Avancini / 2011 11
  • 12. TRAGÉDIA NO RJ – O MAIOR DESASTRE NATURAL DO PAÍShttp://educacao.uol.com.br/atualidades/tragedia-no-rio-o-maior-desastre-natural-do-pais.jhtmO pior deslizamento da história do país deixou 710 mortos emquatro cidades da região serrana do Rio de Janeiro. Um total de13,8 mil pessoas estão desalojadas ou desabrigadas. O número devítimas é maior que o registrado em Caraguatatuba, em 1967 (436mortos).A tragédia foi causada por um fenômeno raro que combina forteschuvas com condições geológicas específicas da região. Porém, elafoi agravada pela ocupação irregular do solo e a falta deinfraestrutura nas cidades atingidas.Os deslizamentos ocorreram na madrugada do dia 12 de janeiro.Toneladas de lama desceram as montanhas e destruíram favelas eimóveis de alto padrão. Os rios encheram e inundaram as cidades.Os estragos foram maiores em Nova Friburgo e Teresópolis,cidades turísticas.Os efeitos do aquecimento global tornam as chuvas mais intensas acada ano. Para evitar tragédias, os governos precisam impedir aocupação das encostas e investir em programas de prevenção.SUDÃO DO SUL – SURGE UM NOVO PAÍShttp://educacao.uol.com.br/atualidades/novo-pais-sudaneses-fazem-referendo-para-decidir-separacao.jhtmO Sudão iniciou no último dia 9 de janeiro um referendo que deveaprovar a separação entre as regiões Sul e Norte. Divisões étnicas,tribais e religiosas causam conflitos que duram décadas no país.A votação vai até o dia 15 e o resultado será anunciado em 22 dejaneiro. É preciso um comparecimento de 60% dos eleitores. Háestimativa de 90% a favor. Ser for aprovado, será criado em julho o193º país do mundo. O nome ainda não foi decidido.O Sudão é o maior país do continente africano. A região Norte é demaioria árabe e mulçumana, enquanto no Sul há predomínio dapopulação negra e cristã. Houve duas guerras pela independênciaProfessor Hercules Avancini / 2011 12
  • 13. do Sul: uma entre 1955 e 1972, e outra entre 1983 e 2005. Cercade 2,5 milhões de pessoas foram mortas.Um acordo estabelecido com o último cessar-fogo conferiu ao Sulautonomia do governo central de Cartum. Caso se torne um país, oSudão do Sul será um dos mais pobres do mundo.O Sudão, contudo, é rico em petróleo. Apesar de o Sul concentrar80% das reservas, a exportação do produto depende do acesso aoMar Vermelho, que é feito pelo Norte do país.11 DE SETEMBRO: DEZ ANOS DO ATENTADO AO WTChttp://educacao.uol.com.br/atualidades/retrospectiva-da-decada-atentados-terroristas-retrataram-comeco-de-seculo.jhtmOs ataques aos Estados Unidos em 11 de setembro de 2001inauguraram a primeira década do século 21. Os atentados levaramos Estados Unidos a se envolverem em duas guerras, noAfeganistão e no Iraque, e foram sucedidos por outros massacresocorridos na Espanha, Rússia e Reino Unido.A crise econômica internacional, a pior desde 1929, foi outro fatomarcante. Ela começou com a falência do banco americanoLehman Brothers, em 15 de setembro 2008. Os desdobramentos dacrise incluíram a recessão em países europeus e a eleição deBarack Obama.Durante dez anos, os líderes mundiais se reuniram por diversasocasiões para discutir o aquecimento global. Os efeitos dasmudanças climáticas foram sentidas em todo o planeta, com ondasde calor na Europa, enchentes no Sudeste Asiático e furações.No Brasil, a “era Lula” trouxe avanços na área social e escândalospolíticos. Ela terminou com a eleição de Dilma Rousseff, a primeiramulher a ocupar o cargo de presidente no país.POLÍCIA DO RJ E O COMBATE AO TRÁFICOhttp://educacao.uol.com.br/atualidades/rio-contra-o-trafico-policia-ocupa-morros-e-desmantela-faccao.jhtmA polícia com o apoio das Forças Armadas ocupou na manhã doúltimo domingo (28 de novembro) o Complexo do Alemão, umconjunto de favelas controladas por traficantes no Rio de Janeiro.Professor Hercules Avancini / 2011 13
  • 14. A operação marcou o início de uma nova estratégia do governo derecuperar áreas dominadas pelo crime organizado. O objetivo, nãodeclarado, é tornar a cidade mais segura para receber a Copa doMundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.A ofensiva começou após uma série de atentados ocorridos desde21 de novembro. Vândalos queimaram 106 veículos em retaliaçãocontra a instalação de UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) em13 comunidades. As UPPs consistem em postos permanentes daPolícia Militar em favelas que antes eram domínios do tráfico e demilícias.Foram mobilizados cerca de 2.600 policiais e integrantes dasForças Armadas, além de veículos blindados da Marinha.Os traficantes se instalaram há três décadas nos morros cariocas,beneficiados pelo descaso do governo. O Comando Vermelho,facção criminosa que dominava o Complexo do Alemão, surgiu nosanos 1970 em presídios cariocas. O governo agora deve estenderas ocupações para outras favelas, inclusive aquelas dominadas pormilícias – grupos paramilitares formados por policiais.Professor Hercules Avancini / 2011 14

×