Your SlideShare is downloading. ×
0
Literatura Brasileira Academ X Moder
Literatura Brasileira Academ X Moder
Literatura Brasileira Academ X Moder
Literatura Brasileira Academ X Moder
Literatura Brasileira Academ X Moder
Literatura Brasileira Academ X Moder
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Literatura Brasileira Academ X Moder

4,325

Published on

Published in: Travel, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
4,325
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
124
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Planejamento de Literatura Portuguesa Tema: O Concretismo Nível/Série: Curso Preparatório para Vestibulares/3o.Ensino Médio Plano de aula: 1 aula Objetivo Geral: Sensibilizar o indivíduo, por meio da identificação do espaço que o pertence e que o rodeia, utilizando linguagens bipolares, mas que se suplementam entre si. Objetivos Específicos Conteúdo Metodologia Procedimento de Avaliação Identificar a linguagem signíca utilizada nas artes plásticas e na poesia concreta, de forma a levar o aluno a interpretar estas duas linguagens e a contextualização na identificação do ser como indivíduo racional e sensível. Desenvolvimento da percepção racional e sensível do indivíduo, onde de forma impírica será apresentado poesias concretas e expressões de artistas abstratos. Utilização de recursos audiovisuais, tais como: retroprojetor e slides. Técnicas de análises:      sentido/percepção;      significação signíca;      representação simbólica e intersimbólica; Valor sistêmico. Utilizar a literatura (poesia concreta) e as artes plásticas (arte abstrata) como linguagens que ultrapassem o espaço/tempo e o novo/antigo. Levando o aluno ao debate sobre a observação da ruptura existente nessas duas linguagens. Capacitação da reprodução escrita por meio da observação. Atividade interdisciplinar com as artes plásticas, para incentivar a sensibilização do aluno. Debate, em que se avaliará a capacidade de observação, percepção e de co-relação de leituras de linguagens imagéticas e herméticas. Produção textual a partir de uma Monografia ref. ao Tema por meio da observação de uma obra abstrata.  
  • 2. A CONTEMPORANEIDADE E A POESIA CONCRETA
  • 3. <ul><li>A cultura brasileira nos anos 50 e 60 acompanhou o ritmo das mudanças que estavam ocorrendo na política e na economia, novas idéias surgiam com o Teatro de Arena, a Bossa Nova, os festivais de música transmitidos pela televisão e as vanguardas concretas nas artes plásticas e na poesia. </li></ul><ul><li>O que chamamos de produções contemporâneas são obras e movimentos surgidos em décadas que refletem um momento histórico caracterizado inicialmente pelo autoritarismo, por uma rígida censura e enraizada autocensura só amenizados a partir de meados da década de 80, quando se verificou uma progressiva normalização da vida democrática no país. As diversas condições desse período não mergulharam o país numa calmaria cultural. Pelo contrário, assistimos a uma produção cultural bastante intensa em todos os setores. </li></ul>
  • 4. <ul><li>Na poesia, duas constantes: uma cada vez mais apurada reflexão sobre a realidade e a busca de novas formas de expressão. </li></ul><ul><li>A literatura brasileira, por meio de alguns escritores, “lançou” as poesias concretas, que surgiram nos anos 50 para inovar. Baseados na ruptura com o verso e na exploração de recursos &quot;verbivocovisuais&quot;, os poetas concretos criaram trabalhos de natureza icônica, nos quais o poema tende a ser uma representação objetiva da própria coisa de que trata. </li></ul><ul><li>Mantendo a tradição da poesia discursiva, temos a permanência de nomes consagrados como João Cabral, Ferreira Gullar, ao lado de novos poetas que procuram aparar arestas em suas produções. </li></ul>
  • 5. “ Pode-se dizer que hoje não há uma arte, não há a poesia, mas há artes, há poesias. Cada arte se fragmenta em tantas artes quantos foram os artistas capazes de fundar um tipo de expressão original.” João Cabral de Melo Neto
  • 6. Poesia Concreta <ul><li>Trata-se do aproveitamento dos espaços em branco e dos recursos gráficos na folha de papel, a sonoridade das palavras, as relações entre significado e significante. </li></ul><ul><li>Uma poesia inquieta, anárquica... </li></ul><ul><li>Aproxima-se da comunicação visual e explora a palavra em várias dimensões. </li></ul><ul><li>  </li></ul>

×