• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Apostila fundamentos turismo
 

Apostila fundamentos turismo

on

  • 1,985 views

Apostila da disciplina: Turismo: Fundamentos históricos e Culturais.

Apostila da disciplina: Turismo: Fundamentos históricos e Culturais.
Material elaborado para as aulas do programa Reinventando o Ensino Médio (SEE-MG).

Statistics

Views

Total Views
1,985
Views on SlideShare
1,380
Embed Views
605

Actions

Likes
1
Downloads
56
Comments
0

5 Embeds 605

http://acropolemg.blogspot.com.br 520
http://acropolemg.blogspot.in 41
http://www.acropolemg.blogspot.com.br 40
http://acropolemg.blogspot.fr 3
http://webcache.googleusercontent.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Apostila fundamentos turismo Apostila fundamentos turismo Document Transcript

    • Professor Rodolfo Alves Pereira Programa Curso Turismo: Fundamentos Históricos e Culturais 1º ano do Ensino Médio E. E. Luiz Salgado Lima Leopoldina – MG 2014 índice 1
    • Professor Rodolfo Alves Pereira Definição e Breve histórico do turismo............................................................................. p. 3 Sistema Turístico.............................................................................................................. p. 5 Segmentação ................................................................................................................... p. 7 Política Nacional................................................................................................................ p. 9 Referências bibliográficas.................................................................................................. p. 13 Definições e breve histórico 2
    • Professor Rodolfo Alves Pereira • A palavra turismo teve sua origem no inglês tourism. A palavra tour no francês deriva do latim tornare e do grego tornos, que significa um giro ou um círculo.  Turismo: compreende “as atividades que as pessoas realizam durante viagens e estadas em lugares diferentes do seu entorno habitual, por um período inferior a um ano, com finalidade de lazer, negócios ou outras.” (Organização Mundial do Turismo. Introdução ao Turismo. Madrid, 2001. apud http://www.turismo.gov.br/export/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads _publicacoes/Marcos_Conceituais.pdf).  Turista: “... visitante que se desloca voluntariamente por período de tempo igual ou superior a vinte e quatro horas, para local diferente de sua residência e do seu trabalho sem este ter por motivação a obtenção de lucro.” (Turismo no Brasil. SEBRAE. 2010 p. 9). • Profissional do Turismo: "cuida do planejamento, da organização, da promoção e da divulgação de viagens, eventos e atividades de lazer e negócios. Ele gerencia a organização de viagens, feiras, congressos e exposições. Em agências, operadoras e sites turísticos, comanda os trabalhos de venda de passagens, reserva de hotéis e programação de passeios e excursões. Além disso, gerencia atividades em hotéis, empresas de transporte ou de eventos e em empreendimentos de lazer, como parques temáticos, e acompanha grupos de turistas. Em prefeituras e órgãos públicos, coordena a exploração turística de uma região, promovendo e divulgando as atrações locais." (Fonte: Guia do Estudante). 3
    • Professor Rodolfo Alves Pereira  Ao longo da História Humana as viagens e os deslocamentos de grupos humanos têm sido uma constante. As viagens marítimas, de cunho comercial, realizadas pelos gregos e romanos antigos no Mediterrâneo, atingindo o Norte da África e chegando ao litoral da Fenícia, no Oriente Próximo, as Caravanas Medievais que ligavam a Europa ao Oriente e as Grandes Navegações ibéricas no Atlântico no século XV são exemplos de viagens que conectavam lugares e pessoas diferentes no passado. Atualmente, as pessoas continuam viajando, algumas mudam de cidade, estado ou país outras viajam a negócios, por lazer, para visitar um familiar e etc.  Contudo, o turista tem algumas especificidades que o diferenciam de um viajante.Turistas são pessoas que viajam em seu tempo livre, para locais diferentes de sua residência, com a intenção de retorno. • Um viajante desloca-se de seu lugar de origem para outro ponto com determinadas motivações, como por exemplo, o trabalho. • Entre os séculos XVI e XIX, era comum a realização de umGrand Tour na Europa, para os jovens de classe alta. Eles percorriam os países europeus, visitando museus, salões de 4
    • Professor Rodolfo Alves Pereira ópera e artes. As viagens eram conduzidas por um tutor, espécie de guia, e foram facilitadas com a invenção dos navios a vapor e das locomotivas. • Com o advento da Sociedade Industrial, viajar no tempo livre tornou-se uma necessidade para os indivíduos deixarem um pouco sua rotina de trabalho e o cansaço do cotidiano. A partir do século XX, a atividade turística foi desenvolvendo maior organização e adquirindo dimensões planetárias. • No Brasil atual, a ascensão socioeconômica da classe C (cerca de 50,5% da população do Brasil) tem favorecido o democratização do turismo. Assim, mais pessoas estão viajando, conhecendo novos lugares, culturas e movimentando o mercado nacional de Turismo, no qual são criadas diversas oportunidades de trabalho e geração de renda. Sistema turístico Um sistema é um formado por um conjunto de elementos que são inter-relacionados, no qual um depende do outro. Esse princípio aplica-se ao Turismo e auxilia no seu planejamento e no sucesso dessa atividade. Observe o esquema abaixo: 5
    • Professor Rodolfo Alves Pereira O sistema acima foi elaborado pelo professor Mário Carlos Beni (1998) e engloba três conjuntos principais: 1. Relações Ambientais (RA) - impactos do turismo sobre o ambiente e os espaços físicos etc. 2. Organização Estrutural (OE) - Superestrutura - Normas, leis, regras / infra- estrutura urbana e serviços básicos. 3. Ações Operacionais (AO) - oferta e demanda de produtos turísticos. Como os elementos do sistema são interdependentes é preciso que todos funcionem corretamente para que a atividade turística seja melhor aproveitada, tanto pelos turistas quanto pelos profissionais envolvidos nesse setor. Segmentação do Turismo 6
    • Professor Rodolfo Alves Pereira Segmentação é a ordenação das atividades turísticas de acordo com a identificação de certos elementos, serviços e atrativos ofertados. A segmentação permite a criação de estratégias para melhor atender o público alvo. Nesse sentido, há vários segmentos na atividade turística que possuem uma padronização, vejamos alguns: • Ecoturismo: é um segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista por meio da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações. • Turismo Cultural: compreende as atividades turísticas relacionadas à vivência do conjunto de elementos significativos do patrimônio histórico e cultural e dos eventos culturais, valorizando e promovendo os bens materiais e imateriais da cultura. • Turismo de Negócios e Eventos: compreende o conjunto de atividades turísticas decorrentes dos encontros de interesse profissional, associativo, institucional, de caráter comercial, promocional, técnico, científico e social. • Turismo de Esportes: compreende as atividades turísticas decorrentes da prática, envolvimento ou observação de modalidades esportivas. 7
    • Professor Rodolfo Alves Pereira • Turismo de Saúde e de Bem-estar: constitui-se das atividades turísticas decorrentes da utilização de meios e serviços para fins médicos, terapêuticos e estéticos. • Turismo Rural: é o conjunto de atividades turísticas desenvolvidas no meio rural, comprometidas com a produção agropecuária, agregando valor a produtos e serviços, resgatando e promovendo o patrimônio cultural e natural da comunidade. • Turismo de Sol e Praia: constitui-se das atividades turísticas relacionadas à recreação, entretenimento ou descanso em praias, em função da presença conjunta de água, sol e calor. 8
    • Professor Rodolfo Alves Pereira • Turismo de Estudos e Intercâmbio: constitui-se da movimentação turística gerada por atividades e programas de aprendizagem e vivências para fins de qualificação, ampliação de conhecimento e de desenvolvimento pessoal e profissional. Política Nacional do Turismo • O Ministério do Turismo foi criado em 2003, no governo do Presidente Lula. • Em 2008, com a aprovação da Lei nº 11.771, de 17 de setembro, ficaram estabelecidas as normas sobre a Política Nacional de Turismo. • Vejamos alguns dos objetivos da Política Nacional para o setor (Artigo 5º): I - democratizar e propiciar o acesso ao turismo no País a todos os segmentos populacionais, contribuindo para a elevação do bem-estar geral; II - reduzir as disparidades sociais e econômicas de ordem regional, promovendo a inclusão social pelo crescimento da oferta de trabalho e melhor distribuição de renda; III - ampliar os fluxos turísticos, a permanência e o gasto médio dos turistas nacionais e estrangeiros no País, mediante a promoção e o apoio ao desenvolvimento do produto turístico brasileiro; • A Lei também fixou o Sistema Nacional de Turismo, com o objetivo de promover o desenvolvimento das atividades turísticas, de forma sustentável. O sistema é assim organizado (Artigo 8º): I - Ministério do Turismo; II - EMBRATUR - Instituto Brasileiro de Turismo; III - Conselho Nacional de Turismo; e IV - Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo. § 1o Poderão ainda integrar o Sistema: I - os fóruns e conselhos estaduais de turismo; II - os órgãos estaduais de turismo; e III - as instâncias de governança macrorregionais, regionais e municipais. 9
    • Professor Rodolfo Alves Pereira • A política nacional de Turismo é elaborada, portanto, com a participação de todos os entes federados, os quais enviam suas contribuições, sugestões e reivindicações para o Governo Federal através dos Fóruns e Conselhos existentes nos Estados e nos Municípios brasileiros. • A legislação sobre o Turismo também é algo importante, pois ela regulamenta a atuação do papel do Estado brasileiro no mercado do Turismo, cria padrões mínimos de qualidade que devem ser ofertados aos consumidores, incentiva a concessão de crédito, destina investimentos para o setor dentre outras medidas. Fóruns são realizados nos Estados e nos Municípios para ouvir as demandas dos agentes envolvidos com o Turismo. • EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo): "criada em 18 de novembro de 1966 como Empresa Brasileira de Turismo, tinha o objetivo de fomentar a atividade turística ao viabilizar condições para a geração de emprego, renda e desenvolvimento em todo o país." (http://www.turismo.gov.br/turismo/o_ministerio/missao/) • Atualmente, a EMBRATUR atua na divulgação e comercialização dos produtos turísticos brasileiros no mercado exterior. 10
    • Professor Rodolfo Alves Pereira • Observando o gráfico abaixo é possível notar o aumento dos gastos dos turistas estrangeiros no Brasil. Fonte: http://acif.org.br/novidades/gasto-de-turistas-estrangeiros-no-brasil-ate-novembro- ultrapassa-us-5-bilhoes-e-ja-e-recorde-22-12-2008 • O Turismo no Brasil é uma atividade importante para o crescimento econômico e geração de mais empregos. O Mercado do Turismo está em alta, o país conta com grandes atrativos culturais, diversidade ambiental e sediará mega eventos, como a Copa do Mundo 2014 e os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro em 2016. Portanto, há muito potencial turístico para ser aproveitado e convertido em benefícios para as pessoas envolvidas direta e indiretamente neste setor. 11
    • Professor Rodolfo Alves Pereira Referências Turismo no Brasil: Termo de referência para a atuação do sistema SEBRAE. 2010. Disponível on-line em: http://www.sebrae.com.br/setor/turismo/TR_turismo_final.pdf Segmentação do turismo: experiências, tendências e inovações. Brasília, 2010. Disponível on- line em: http://www.turismo.gov.br/export/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads_ publicacoes/Artigos_Acadxmicos_Versxo_Final_IMPRESSxO_.pdf www.acropolemg.blogspot.com.br Acesso em 16 mar. 2014. http://guiadoestudante.abril.com.br/profissoes/administracao-negocios/turismo-gestao-turismo- 682697.shtml Acesso em 16 mar. 2014. http://www.turismo.gov.br/turismo/home.html Acesso em 16 mar. 2014. 12