Lado A – conversas & cantorias na livraria cultura20/03 – 19hBanditismo na contemporaneidade: cultura digital e novos terr...
Dj Jaloo (PA)Produtor Musical autodidata. Suas Produções e discotecagens têm estilo e toquesinconfundíveis, que fazem dele...
23/03Lado B – intervenções, samba e cozinha no Memorial Chico Science15h às 17hCozinha mangue futuristaNem só de bits & ha...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Programação

165

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
165
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Programação"

  1. 1. Lado A – conversas & cantorias na livraria cultura20/03 – 19hBanditismo na contemporaneidade: cultura digital e novos territóriosEm 2009, os fundadores do The Pirate Bay, site de troca de arquivos p2p foramcondenados a 10 anos de prisão além de uma multa de mais de 3 milhões de Euros. Emdezembro de 2010, Julian Assange, fundador do Wikileaks, um sítio da internet com a missãoestatutária de criar um governo de fato público e transparente apoiado na liberdade deimprensa, foi preso e condenado a circular pelas ruas da Inglaterra com uma pulseiraeletrônica de geolocalização e a obrigação de comparecer diariamente à delegacia de polícia.Em janeiro de 2012, Kim Dotcom, fundador do sítio de compartilhamento de arquivosMegaupload.com foi preso no jardim de sua casa por uma operação policial que mais separecia com filmes de hollywood. Ao mesmo tempo, são inúmeros os casos de corrupçãoentre políticos, especuladores financeiros coligados com órgãos do governo e representantesdo clero romano inundados por acusações de pedofilia. Seria uma inversão de valores do novoséculo? Ou apenas a possibilidade dos novos meios digitais de causar sérios danos asestruturas hipócritas do poder? Somos todos bandidos ou “a polícia mata gente inocente”?Natália Viana – Pública Brasil – (SP)Jornalista que colabora com o WikiLeaks, tendo em especial participado do vazamento dosdocumentos diplomáticos dos EUA. Diretora da Pública, o primeiro centro de jornalismoinvestigativo do Brasil.Lourival Cuquinha – Jack Pound Financial Art Project – (PE)Artista Plástico, produz quadros, fotografias, montagens, instalações, performances,tirolesas,balsas e outras de obras de ver, tocar, aspirar e destruir.Adriano Belisário – CopyFight – (RJ)Gerente de Cultura Digital da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e organizadorda série de conferências e do livro CopyFight. Adriano aproveita para lançar o livro CopyFight.Maquina de Xerox disponível no local.21/03 – 19hPeriferia e Redes P2PA distribuição musical no norte do Brasil se deu através das redes de camelôs e desoundsystem. O Rap nacional desenvolveu-se como uma rede de conexões entre periferia decidades. Frente às novas formas de comunicação P2P, quais as táticas de sobrevivência deartistas periféricos no momento em que a Internet se configura como mais um camelô? Comose modelam as estratégias de produção musical nos dias de hoje?Gil BV – MHHOB (PI)Um dos colaboradores do Movimento Hip Hop Organizado do Brasil, integrante do grupo derap Flagrante.
  2. 2. Dj Jaloo (PA)Produtor Musical autodidata. Suas Produções e discotecagens têm estilo e toquesinconfundíveis, que fazem dele um músico em potencial.Queops Negão (PE)Queóps Negão é conhecido como o artista mais descohecido do Recife, embora muitos oconheçam. Participa de dezenas de grupos de mídia ativismo e de música, e sua presença podeser conferida no Media Sana, Mombojó, Re:combo entre outros grupos menos famosos, comoo movimento pernambucano de Rádios Livres.22/03 – 19hCultura Digital e Espiritualidade: Banditismo por uma questão de classeOs novos territórios popularizados e expandidos pela cultura hacker e digital, muito emboraincomode estadistas, burocratas e bilionários do entretenimento, reforça as possibilidades doespírito humano frente a uma sociedade contemporânea por demais racionalizada, ditadora eviolenta contra os indivíduos. Com a re-individualização dos problemas, dos anseios e dasubjetividade, seriam as leis capazes de barrar o espírito? E como esse espírito divaga porentre as redes de comunicação?TC Silva – Casa de Cultura Tainã (Campinas – SP)Antônio Carlos Santos Silva, o TC, é um dos fundadores de um dos exemplos mais bemsucedidos de Ponto de Cultura no país: a Casa de Cultura Tainã, em Campinas. Inspirada emvalores quilombolas como o compartilhamento e a solidariedade, a entidade tem como foco abusca pela identidade cultural, a revalorização da cultura afrodescendente, o que é feito,inclusive pela internet. A Casa é idealizadora da Rede Mocambos, que agrupa comunidadesquilombolas rurais e urbanas por todo o País.Ricardo Ruiz – sócio-diretor da 3ecologias.net (PE)Ricardo Ruiz Freire possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Sao JudasTadeu (1998) e especialização em Design de Hipermídia pela Universidade Anhembi Morumbi(2003). Atualmente é sócio-diretor da 3ecologias.net, empresa de TI com interesse emsoluções sustentáveis em tecnologia, educação e cultura.hd Mabuse – C.E.S.A.R (PE)Multimídia de espírito, informática na cabeça e coração pernambucano, H.D. Mabuse é umdos maiores fãs de Ficção científica que Recife já produziu. Atualmente colabora no C.E.S.A.R.com suas pesquisas em Design de Interação.
  3. 3. 23/03Lado B – intervenções, samba e cozinha no Memorial Chico Science15h às 17hCozinha mangue futuristaNem só de bits & hacks vivem os nerds. O que é que tem para o lanche? Um workshop práticocom degustação e comentários artísticos disléxicos.Com o chef Danilo Lopez Martinez (PE)Trilha sonora: Jabá Pureza e os Lanternistas Viajantes (RN/PE/BA)Jabá Pureza – não tem currículo. Nem ao menos é uma banda. Um personagem de chapéu,com recortes audiovisuais de bateristas e baixistas que acompanham um solitário guitarristamultimídia. Sua primeira apresentação se deu em Taipei, Taiwan.20h – Show da Trombonada e Rivotrill no Pátio de São Pedro

×