Atividade sd
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Atividade sd

on

  • 383 views

 

Statistics

Views

Total Views
383
Views on SlideShare
383
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Atividade sd Atividade sd Document Transcript

  • Sistemas Operacionais Distribuídos Até aqui foram abordados vários aspectos que procuram caracterizar, de maneira bastante clara, o quevem a ser um sistema distribuído. Contudo, para que um sistema seja realmente distribuído, no maiscompleto significado do termo, ele deverá apresentar-se aos seus usuários como uma entidade única. Aentidade que confere essa característica a um sistema distribuído é o seu sistema operacional, denominadosistema operacional distribuído. Um sistema operacional distribuído é aquele que torna invisível aos usuários a existência dos várioselementos processadores que estão a sua disposição. Desse modo, o conceito chave é a "transparência". Uma outra forma de se definir um sistema operacional distribuído é como sendo uma máquina virtualorganizada em níveis hierárquicos, cada qual funcionando como uma máquina abstraia, e possuidora dasseguintes características: - Homogeneidade; - Descentralizarão de controle; - Compartilhamento dos recursos de comunicação; - Compartilhamento implícito dos recursos de computação; - Tolerância a faltas(falhas). Dentro da filosofia de estruturação de sistemas operacionais distribuídos como máquinas abstraiasestruturadas hierarquicamente, o núcleo é uma máquina virtual que situa-se imediatamente sobre ohardware do sistema. Em sistemas operacionais distribuídos, o núcleo do sistema operacional deverá estardistribuído, ou seja, deverá ser formado pelos vários núcleos individuais que fazem de cada elementoprocessador pertencente ao sistema distribuído. Esses núcleos individuais poderão ser iguais ou diferentes.Essa escolha é uma questão de projeto e depende do paradigma do sistema para o qual se destina osistema operacional distribuído em questão. Núcleos iguais são mais adequados aos paradigmas "conjuntode processadores" e "orientado ao fluxo de dados", enquanto que núcleos diferentes são mais adequadosaos paradigmas "hierárquico", "cache de cpu" e "cliente-servidor".Sistemas Operacionais de Rede versus Sistemas Operacionais Distribuídos. Os Sistemas Operacionais de Rede diferem dos Sistemas Operacionais Distribuídos nas seguintescaracterísticas: cada elemento processador tem seu próprio sistema operacional; cada usuário trabalha noseu próprio elemento processador, necessitando quando necessário conexão remota para outro elementoprocessador, não existindo alocação dinâmica de processos; os usuários tem conhecimento da localizaçãode seus arquivos, não sendo o sistema operacional que gerencia a localização aos mesmos; e os SistemasOperacionais de Rede tem pouco ou nenhum recurso para tolerância a faltas (falhas). O grau de transparência pode ser analisado com relação a três aspectos: Gerenciamento de arquivos,mecanismos de proteção e gerenciamento deprocessos. O gerenciamento de arquivos pode ser feito de três maneiras. Na primeira, cada elemento processadortem seu gerente de arquivos independente, não possibilitando que um usuário tenha acesso a um arquivoque não esteja sob os auspícios do gerente de arquivos do seu elemento processador. Na segunda maneira,isso já é possível, contudo, o usuário terá que explicitar em que o elemento processador se encontra oarquivo desejado. A terceira abordagem é a utilizada em sistemas operacionais distribuído, e consiste em ter-se um gerente de arquivos único e global, visível para todos os elementos processadores. Nessa abordagemo balanceamento no tocante a utilização dos discos é feita pelo próprio sistema operacional. Os mecanismos de proteção definem para o sistema, entre outras coisas, a forma de identificação dousuário. Em sistemas operacionais de rede o usuário possui uma identificação para cada um dos elementosprocessadores remotos que ele tem acesso. Nesse caso o usuário deve informar o identificador para se
  • conectar a um elemento processador remoto, ou então, o próprio sistema operacional pode fazer aconversão do identificador local para o remoto, utilizando-se de tabelas de mapeamento. Já os sistemasoperacionais distribuídos associam apenas um identificador a cada usuário, válido para todos os elementosprocessadores que façam parte do sistema distribuído. No tocante ao gerenciamento de processos, um sistema operacional distribuído, quando da necessidadede criar um processo, analisa a carga global do sistema e os recursos a serem usados pelo processo, demodo a deixar o sistema balanceado. Essa preocupação não existe em um sistema operacional de rede, oprocesso é criado no elemento processador que se encontra a entidade que está solicitando a criação ouentão em um elemento processador informado explicitamente por essa entidade. Um aspecto importante, e que deve ser enfatizado, no tocante a diferença entre esses dois tipos desistemas operacionais, é a sua forma de implementação. Um sistema operacional de rede é implementadode forma a manter os sistemas operacionais locais dos vários elementos processadores que compõem osistema, funcionando como uma camada de software entre o sistema operacional local e o seu núcleo. Jáum sistema operacional distribuído é implementado como uma entidade única e que abrange todos oselementos processadores do sistema, possuindo o seu próprio núcleo distribuído. Pelo acima exposto, fica claro que, atualmente, o que existe disponível a nível de mercado são produtosconformantes com o conceito de sistemas operacionais de rede, tais como, Netware da Novell, Lan Managerda Microsoft, Lan Server da IBM e SNA a IBM. AtividadeElaborar uma resenha apontando os pontos principais do artigo tais como diferenças, vantagens,desvantagens e o que vocês acharem interessante para o debate.