Your SlideShare is downloading. ×
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Sexualidade
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,568
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
48
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1.  Considera-se sexualidade as diversas formas, jeitos, maneiras que as pessoas buscam para obter ou expressar prazer. É basicamente a busca do prazer humano em suas diversas formas. A idéia de prazer irá variar de pessoa para pessoa, levando em conta a realidade de cada indivíduo.
  • 2.  Quando uma pessoa estásentindo prazer, ela estávivenciando a sua sexualidade.A busca do prazer se dá devárias formas, em variadascircunstâncias.
  • 3. Amizade Colorida Amizade colorida significa o relacionamento onde há interação sexual entre os comprometidos, como carícias, beijos, relações sexuais, características do namoro.  A diferença da amizade colorida para a amizade tradicional é devido à intimidade física dos participantes, sendo que não há compromissos com o outro, como o de fidelidade. Pode ocorrer de uma das pessoas envolvidas ajudar a outra a encontrar novos parceiros. 
  • 4. É possível pensar que amizadecolorida é aquela que permite aspessoas não ter obrigações,exigir explicações; talvez com ointuito de procurar companhia emomentos de prazer recíproco. 
  • 5.  Apesarde haver uma amizade entre essas pessoas, corre-se o risco de uma delas ou as duas, envolver além do que foi determinado, o que pode ocasionar no término da relação ou fazer com que essa acabe aos poucos. 
  • 6.  A amizade colorida pode surgir no tempo em que as pessoas não podem ou não querem comprometer-se, estas ocorrem na maior parte das vezes quando as duas pessoas estão sem um namorado ou terminaram uma relação. A aproximação é facilitada pela intimidade, porém há uma confusão sobre o que é o relacionamento. 
  • 7. O fato da mulher se apegar aoamigo pode ser explicado pelaconfiança depositada no mesmo,acreditando que não será traída,uma vez que o amigo é bastanteconhecido.
  • 8. Anorgasmia A anorgasmia é a inibição do orgasmo feminino que se manifesta após a excitação sexual. Pode ter relações com fatores biológicos e psicológicos como falta de intimidade com o próprio corpo e com o parceiro, tabus, fatores religiosos, falta de informação, insegurança, medo de engravidar, traumas sexuais, baixa auto-estima, estresse, ansiedade, alterações neurológicas, lesões na medula ou no sistema nervoso periférico, álcool, drogas e outros.
  • 9. Aanorgasmia pode ser primária se a mulhernunca atingiu o orgasmo, secundária quando poralgum motivo ela se inibe, total quando nenhumestímulo é capaz de fazer a mulher chegar aoorgasmo e situacional quando acontece emdeterminadas situações.
  • 10.  O tratamento para a anorgasmia varia de acordo com cada caso, mas basicamente é feito através da psicoterapia que cria condições para que a pessoa se conheça mais, aumenta a auto-estima e segurança da mulher, facilita a comunicação entre o casal e outros.
  • 11. Androginia A androginia pode ser confundida com hermafroditismo. No entanto, eles são conceitos diferentes, já que este consiste na presença de genitália, interna e externa, ambígua; e aquele se refere a pessoas do sexo masculino e feminino que possuem características físicas que fazem com que se apresentem semelhantes ao sexo oposto.
  • 12.  Assim, muitos andróginos se aproveitam desse diferencial para reforçar essa característica, utilizando roupas, acessórios, corte de cabelo, maquiagem e comportamentos duais, ou que caracterizam o outro sexo; aumentando ainda mais a dificuldade em defini-los pelo gênero, tendo apenas como parâmetro a aparência física.
  • 13.  Por se tratar de um comportamento não muito convencional, muitos artistas se utilizam dessa idéia; e pelo mesmo motivo, algumas pessoas julgam que andróginos são, invariavelmente, homo afetivos, o que não é verdade. Na moda, esse tema é bastante explorado, não sendo raro vermos desfiles com mulheres de rosto angular com cabelo curto e terno, e homens de traços mais delicados, cabelos longos e lápis nos olhos. Além disso, pessoas insatisfeitas com a estereotipia dos papéis sexuais podem recorrer à androginia como forma de protesto.
  • 14.  Para quem pensa que a androginia é uma onda contemporânea, tal ideia está errada. Basta nos remetermos às esculturas da Grécia Antiga, figuras clássicas de Da Vinci e à obra “O Banquete”, de Platão, que registra a existência de três tipos de homens: os machos, fêmeas e andróginos (que seriam um único indivíduo com as características destes dois); sendo estes castigados por Zeus e sentenciados à irreversível separação física, tornando-se indivíduos fragmentados.
  • 15. Importante Na psicologia, esse termo também é utilizado para se referir a um transtorno de identidade de gênero, no qual o indivíduo não se reconhece como homem nem como mulher, mas como o conjunto dos dois. Vale lembrar que a androginia, no caso em questão, não está, necessariamente, relacionada ao hermafroditismo e tampouco ao contexto utilizado nesta produção.
  • 16. Como usar a camisinha feminina?
  • 17.  A camisinha feminina foi lançada em nosso país em 1997. Tal como o preservativo masculino, impede a gravidez e incidência de AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis. Deve ser utilizada antes da penetração, tendo a vantagem de poder ser colocada em até oito horas antes do ato sexual, inclusive durante o período menstrual. Além disso, por ser de poliuterano, ou borracha nitrílica, é mais resistente, mais fina, hipoalergênica e inodora; sem contar que já vem lubrificada.
  • 18.  Ela possui o formato de tubo, com aproximadamente 17 centímetros de comprimento e 8 de diâmetro. Além disso, contém um anel em cada extremidade. Um destes ficará no fundo da vagina e outro, vazado, do lado de fora, cobrindo a vulva.
  • 19. Instruções de uso Escolha uma camisinha de qualidade, não se esquecendo de conferir a data de validade. Abra a embalagem com as mãos e verifique sua integridade. Importante: Nunca utilizar tesoura, dentes ou outros métodos alternativos, uma vez que podem rasgar o preservativo, inutilizando-o.
  • 20. A camisinha deve ser segurada como anel externo (vazado) para baixo.Aperte o anel interno (menor), com opolegar e o indicador, formando um“8”:
  • 21. Escolha uma posição confortável eintroduza a extremidade menor navagina, deixando cerca de trêscentímetros do anel aberto para foradesta.
  • 22. Importante: ao contrário da camisinha masculina, a feminina nãoprecisa ser “desenrolada”. Empurre a camisinha para dentro, o mais fundo possível, a fim de cobrir o colo do útero. Caso sinta algum incômodo, ajuste-o, internamente, com o dedo.
  • 23.  Após essas etapas, já é possível a introdução no pênis na vagina. Deve-se tomar o cuidado de que este fique dentro da camisinha. Findada a relação, torça o anel externo e retire a camisinha, puxando-a delicadamente. Ela deve ser embrulhada em um papel, e jogada no lixo.
  • 24. Também vale lembrar Abrir a embalagem somente quando for utilizá-la. Não utilize mais de uma vez a mesma camisinha.
  • 25. Como Usar a Camisinha Masculina?
  • 26.  O uso da camisinha, desconsiderando a abstinência sexual, é o único método contraceptivo capaz de prevenir não só a AIDS, mas uma gama de doenças sexualmente transmissíveis; quando utilizada em todas as modalidades sexuais (genital, oral e anal). Assim, compreender como se faz o uso desta é necessário.
  • 27.  Para garantir a segurança, é importante que o preservativo em questão seja de qualidade, e que não tenha ultrapassado o prazo de vencimento. Além disso, nunca deve-se utilizar vaselina ou outro tipo de óleo para lubrificação: prefira camisinhas que já contenham substâncias especiais para este fim, ou adquira lubrificantes especiais, à base de água.
  • 28. Procedimentos de uso A camisinha deve ser colocada quando o pênis estiver ereto, antes da penetração. Para tal, é necessário abrir a embalagem, delicadamente, com as mãos. Importante: Nunca utilizar tesoura, dentes ou outros métodos alternativos, uma vez que podem rasgar o preservativo, inutilizando-o.
  • 29. Camisinha Após a retirada da embalagem, coloca-se a camisinha sobre o pênis, sem deixar que entre ar. Como medida de segurança, pressione ou dê uma leve torcida na ponta desta com uma mão; enquanto desenrola a camisinha com a outra mão. O preservativo deve cobrir todo o comprimento do pênis, até sua base (próximo aos pelos).
  • 30. Camisinha Importante: também é necessário evitar a entrada de ar enquanto desenrola a camisinha no pênis, já que isso propicia seu rompimento. Caso ocorra, deverá ser feita a substituição. Após a ejaculação, o preservativo deve ser retirado pela borda, com o pênis ainda ereto. Embrulhe-a em papel higiênico e descarte o material no lixo.
  • 31. Importante Dar um nó na abertura da camisinha evita a possível contaminação do lixo, protegendo o ambiente e pessoas que poderão manuseá-lo. Além disso, a camisinha não deve ser jogada no vaso sanitário, pois poderá entupi-lo.
  • 32. Também vale lembrar  Abrir a embalagem somente quando for utilizá-la. Não utilize mais de uma vez a mesma camisinha. Existem no mercado várias marcas de preservativos que contêm espermicida, potencializando ainda mais o efeito contraceptivo desses.
  • 33. Cantadas
  • 34.  As artimanhas utilizadas pelos homens para conquistar uma mulher são diversas, porém, se nem todas são eficazes, algumas são até engraçadas. Que mulher nunca ouviu uma cantada?
  • 35.  Algumas pessoas têm uma lista de cantadas e a utiliza com toda e qualquer mulher que passa. Não se sabe exatamente como surgiu a “cantada”, onde surgiu e nem como se espalhou pelo mundo, sabe-se apenas que é uma invenção masculina para tentar conquistar uma mulher.
  • 36. Lista com 9 cantadas e as possíveis respostas: 1º Cantada: A gente já não se encontrou em algum lugar antes? Resposta: Já e é exatamente por isso que eu não vou mais lá. 2º Cantada: Este lugar está vago? Resposta: Está, e este aqui onde estou também vai ficar se você se sentar aí. 3º Cantada: Eu quero o seu amor, gata! Resposta: Espera só um pouquinho... Amô- or! Esse cara aqui tá querendo você pra ele!
  • 37.  4º Homem: Sabia que você é linda? Mulher: Pena que não posso dizer o mesmo... 5º Cantada: Se beleza desse cadeia você pegaria prisão perpétua. Resposta: Se feiura fosse crime, você pegaria pena de morte. 6º Cantada: Qual o caminho mais rápido pra chegar ao seu coração? Resposta: Cirurgia plástica, lavagem cerebral e uns 3 meses de malhação...
  • 38.  7º Cantada: Eu quero me dar por completo pra você. Resposta: Sinto muito, eu não aceito esmola. 8º Cantada: Está procurando boa companhia? Resposta: Estou, mas com você por perto vai ficar muito mais difícil encontrar. 9º Cantada: Eu não acreditava em amor à primeira vista. Mas quando te vi mudei de idéia. Resposta: Que coincidência! Eu não acreditava em assombração.
  • 39. Orientação Sexual A sexualidade humana envolve quatro aspectos: gênero; e papel, identidade e orientação sexual. Termos como heteroafetividade, homoafetividade e biafetividade fazem parte da orientação sexual; que diz respeito à atração que se sente por outros indivíduos.
  • 40.  A sexualidade humana é um tema que gera polêmicas e muitas controvérsias, uma vez que envolve questões afetivas, papéis esperados e desempenhados em uma sociedade, e também comportamentos. De forma geral, ela envolve quatro aspectos.
  • 41.  O primeiro é o gênero, que corresponde ao sexo da pessoa. Assim, temos o sexo feminino e o masculino. Temos também aqueles que nascem com características sexuais tanto de um sexo quanto de outro: os hermafroditas. Quanto a estes, seu gênero costuma ser considerado de acordo com as características físicas predominantes – femininas ou masculinas. No entanto, em alguns países, são adotados como um terceiro sexo.
  • 42. O segundo aspecto da sexualidade humana é a orientação sexual. Ela diz respeito à atração que se sente por outros indivíduos.  Ela geralmente também envolve questões sentimentais, e não somente sexuais. Assim, se a pessoa gosta de indivíduos do sexo oposto, falamos que ela é heterossexual (ou heteroafetiva). Se a atração é por aqueles do mesmo sexo, sua orientação é homossexual (ou homoafetiva). Há também aqueles que se interessam por ambos: os bissexuais (ou biafetivos). Pessoas do gênero masculino com orientação homossexual geralmente são chamados de gays; e as do gênero feminino, lésbicas.
  • 43.  Alguns consideram, ainda, os assexuais, que seriam aqueles indivíduos que não sentem atração sexual; e os pansexuais: pessoas cuja identificação com o outro independe de seu gênero, orientação, papel e identidade sexual (estes dois últimos serão explicados mais adiante). Há outras fontes que adotam que a pansexualidade pode também abranger o interesse sexual por outros animais, ou até mesmo outros seres vivos e objetos.
  • 44.  É mais adequado dizer homoafetividade do que homossexualidade; assim comoheteroafetividade, em substituição ao termo heterossexualidade, e assim por diante. Isso porque o sufixo “-sexual” tende a compreender que essas relações se reduzem unicamente a tal aspecto (o sexual), o que não pode ser utilizado como regra.
  • 45.  Quanto ao termo “homossexualismo”, cada vez mais em desuso, ele é incorreto, uma vez que o sufixo “ismo” sugere que essa orientação sexual é uma doença, o que não pode ser considerado verdade sem que existam provas concretas disso. Quanto ao terceiro aspecto, o papel sexual, ele está relacionado aocomportamento de gênero que a pessoa desempenha na sociedade.
  • 46. Assim, envolve muitos clichês, como porexemplo: 1- Uma mulher “feminina”: ou seja, que se comporta de forma condizente com o que a sociedade geralmente espera dela, nesse sentido – se maquia, é delicada, enfim...; 2- Uma mulher que não é vaidosa e gosta de esportes violentos, é “masculinizada”; 3- Um homem delicado, sensível, “afeminado”; 4- Um homem rude, viril, é “masculino”, “másculo”;
  • 47.  O papel sexual não necessariamente se apresenta relacionado à orientação sexual, tal como a priori possa parecer. Assim, nesses quatro exemplos, todos eles podem ser heterossexuais. Ou, por exemplo, o “homem másculo” pode ter atração por outros homens (orientação homo, bi ou pansexual), embora seu papel sexual mostre o contrário.
  • 48. Identidade sexual Finalmente, temos o quarto aspecto: a identidade sexual, que seria a forma como o indivíduo se percebe em relação ao gênero que possui. Quando a pessoa de determinado gênero se sente mais como se fosse de outro, independentemente de sua orientação sexual (às vezes até mesmo de seu papel sexual), falamos que ela é transexual. 
  • 49.   Pontualmente falando, transexual seria aquele cuja identidade sexual não é a mesma que seu sexo biológico; sendo normalmente aquele que recorre a cirurgias de mudança de sexo. Logo, transexuais costumam sentir atração por pessoas do mesmo gênero que o seu (ex.: pessoa de gênero masculino, identidade sexual feminina, e que se sente atraída por indivíduos de gênero masculino), mas vale frisar novamente que, quando o assunto é sexualidade humana, não existem regras muito categóricas.
  • 50. Transexuais e travestis não são a mesma coisa ! Estes últimos são aqueles cuja identidade sexual é mista, se sentem tanto homens quanto mulheres. Assim, costumam vestir-se e se comportar como se fossem do gênero oposto (papel sexual), “equilibrando sua dupla identidade”.
  • 51. Observação Em 05/05/2011, em nosso país, o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a união estável entre casais do mesmo sexo como entidade familiar; permitindo com que tenham os mesmos direitos que envolvem uma união estável entre indivíduos do sexo oposto.
  • 52. Curiosidade No Brasil, a sigla referente à diversidade sexual é a LGBT, sigla para lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros. Este último termo engloba os travestis e transexuais. Agora você já sabe o que cada uma dessas expressões significa, não é mesmo?
  • 53. Sexualidade feminina A mulher possui necessidades emocionais e essenciais como o afeto, respeito, e compreensão que precisam ser apreciadas e supridas. Por uma questão fisiológica a mulher tem condições de possuir um sentimento íntimo bem desenvolvido, o que lhe favorece maior capacidade de vivenciar seu próprio corpo. 
  • 54.  As mudanças hormonais e psicológicas decorrentes do ciclo menstrual fazem com que a mulher estabeleça relações íntimas com seu corpo. Os aspectos subjetivos ligados a condições psíquicas, culturais e sociais estão intimamente ligados a sexualidade feminina. Os estágios do ciclo de resposta sexual feminina são desejo, excitação, orgasmo e resolução. Para que as mulheres se sintam sexualmente satisfeitas é necessário desenvolver e completar todos esses estágios.
  • 55. Virgindade O hímen é uma membrana localizada na vulva de algumas fêmeas de mamíferos, cuja principal função é evitar infecções que poderiam ocorrer nesta região, nas fases iniciais da vida do indivíduo. Ele pode ter diferentes espessuras e formas sendo, geralmente, rompido na primeira relação vaginal, com sangramento ou não, já que é pouco irrigada. 
  • 56.  Em algumas culturas, e em indivíduos com determinados tipos de criação, é esta estrutura que caracteriza a virgindade feminina. Entretanto, o hímen pode ser eliminado em circunstâncias diferentes, como durante a equitação; ou mesmo perdurar após algumas relações. Neste segundo caso, geralmente se trata do chamado hímen complacente, que possui elasticidade considerável. 
  • 57.  Para algumas outras pessoas, a virgindade é caracterizada pela ausência de relações sexuais, do nascimento até o presente momento. Entretanto, é também controverso este tipo de abordagem, já que não existe apenas uma modalidade sexual. 
  • 58. Virgindade Independentemente do que seja, realmente, a virgindade, algumas questões relativas à sexualidade devem ser ressaltadas. Uma das principais talvez seja a maturidade, tanto física quanto emocional, para a prática de tal ato; considerando que doenças sexualmente transmissíveis, gravidez indesejada, ou mesmo sequelas emocionais são fatores cuja pessoa de vida sexualmente ativa não está imune, caso não tome as providências necessárias para tais.

×