Palestra web revistaspet
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Palestra web revistaspet

on

  • 1,003 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,003
Views on SlideShare
800
Embed Views
203

Actions

Likes
0
Downloads
11
Comments
0

4 Embeds 203

http://www.revistafraude.com 183
http://revistafraude.com 10
url_unknown 9
http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Palestra web revistaspet Palestra web revistaspet Presentation Transcript

  • Revistas em redes digitais: Novos Conceitos, Novos Formatos Prof. Graciela Natansohn Tutora PETCOM
  • AUSÊNCIA DE ESTUDOS SOBRE REVISTAS NO CAMPO DO CIBERJORNALISMO AUMENTO CONSTANTE DA CIRCULACÃO E DISPONIBILIZAÇÃO DE REVISTAS
  • A revista como espaço comunicativo
    • Dirige-se a um público específico , destacando-se pelas estratégias visuais , formatos, segmentação temática, análise aprofundado e periodicidade não atrelada à urgência informativa , o que permite a instauração de práticas profissionais e de relação com seu público ( leitura e consumo ) bastante peculiares.
  • Revistas Jornais de notícias
    • Periodicidade sem urgências (semanal, mensal)
    • Leitores especializados ou segmentados
    • Texto/imagem: estética, poética, referencial
    • Formatos/interfaces inovadoras e singulares
    • Comunidades de marcas/fandom
    • Gênero reportagem
    • Urgência informativa, atualização contínua
    • Leitores massivos
    • Texto/imagem: referencial
    • Formatos/interfaces seguem tendências
    • Comunidades de marca/leitores
    • Gênero notícia
  • Revistas impressas vão para a web
    • 1982 correio eletrônico
    • Desenvolvimento de tecnologias digitais para composições tipográficas e manipulação de imagens
    • Apple Macintosh (1984), Postscript from Adobe Systems (1984), Apple Laser Writer Printer (1985), Aldus Pagemaker (1985), ISO defines SGML (1986), Adobe Illustrator (1987), Quark Xpress (1987), Adobe PhotoShop (1989)
    • Inícios dos 90: revistas em CD-Rom
  • Revistas impressas vão para a web
    • Anos 90 - simulações – flip-books
    • 2001- Primeira geração de revistas: adaptação do conteúdo impresso com virada de página plana , navegação linear e inexistência de busca por conteúdo.
    • 2002 - Rich Internet Applications – RIA, experiências mais intuitivas, ágeis, eficazes
    • combinação dos recursos de interação digitais, das interfaces para web e dos meios de comunicação
  • Revistas para/nas redes digitais: transformações
    • Na produção , hipertextualidade, multimedialidade, interatividade, memória
    • Na leitura , rupturas e discontinuidades (Chartier,1998)
    • Na distribuição , novos formatos, novas plataformas
  • Nomenclaturas
    • e-zines
    • webzines
    • cyberzines
    • hyperzines
    • magazines online
    • magazines eletrônicos
    • revistas online
    • revistas digitais
    • webrevistas
  • Distribuição/publicação
    • Sites em diferentes linguagens (HTML, XML, ASP etc.) e wordpress (como plataforma)
    • Revistas em JPEG
    • PDFs
    • Plataformas multimídia e interativas
    • Plataformas móveis...
    • Afinal... Como definir, no ciberespaço, uma revista?
  • Isto é uma revista
    • http://issuu.com/lupaonline/docs/revlupa5_visualizacao
  • Isto é uma revista
    • Top Spot : conserva a metáfora da revista
    • http://cde.bluevista.es/1Y48ff055acf3f6012.cde , com editorial em formato vídeo
  • Isto é uma revista
    • http://www.exacteditions.com/exact/browse/327/342/1182/1/1
  • Isto é uma revista
  • Isto é uma revista
    • http://www.coisasemanal.com.br/031.html
  •  
  • REVISTA COISA SEMANAL
  • Isto é uma revista http://revistaonline.wordpress.com/
  • Isto é uma revista http://twitter.com/rev_anacronica
  • Isto é uma revista http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=30969247
  • Isto também é uma revista http://www.youtube.com/watch?v=fgJ6DA50thw - Entertainment Weekly-Pepsi
  • Inovações em revista on-line: plataformas de criação
    • Ceros Digital (RU)
    • http://www.ceros.com/page/process
    • Süddeutsche Zeitung Magazin
    • http://www.youtube.com/watch?v=YKN7G9X9pIU&feature=youtube_gdata_player
  • Inovações em revista online: Brasil
    • Digital Pages www.digitalpages.com.br
    • Meio Digital http://www.meiodigital.com.br/
    • Dengue Mag
    • http://www.denguemag.com/h/edicao_02
    • Contém Glúten www.revistacontemgluten.com.br/
  • Novas configurações em revista
    • Convergência Cultural (Jenkins, 2008)
    • Web 2.0
    • fluxo, circulação, movimento de dados, informações e pessoas, em busca de experiências de entretenimento e informação, possibilitado pelos processos de digitalização, em múltiplos suportes
    • Rupturas e descontinuidades na leitura (Chartier, 2008)
    • Convergência...
    • produção e distribuição de material jornalístico em várias plataformas e suportes
    • impressos, web, smartphones, tablets, e-readers
    • propicia várias formas (simultâneas) de consumo e de agregação social
    • novos protocolos de participação e práticas culturais
    • Comunidades de marcas
    • Comunidades de conhecimento (Jenkins)
    Novas configurações em revista
  • Novas configurações em revista
    • criação de redes sociais ao redor dos produtos
    • geração de conteúdos por parte dos usuários
    • classificação e organização da informação, indexação e sindição de conteúdos
    • uso de várias aplicações e serviços ( mashups )
    • uso da web como plataforma (Cobo Romani e Pardo Kuklinski, 2007)
    • Uso das redes digitais
  • L.
    • um tipo de produto informativo diferente, mais estetizado;
    • uma alteração nas definições sobre o que é o gênero revista; e
    • o desenvolvimento de uma geração de softwares específicos para móveis, de aplicativos específicos para cada dispositivo (Cunha, 2011)
  • Celulares en Brasil 187 mi de linhas (jul/2010) Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) 6º mercado de celulares do mundo Um celular por habitante 215.000.000 de linhas, 177.000.000 pré-pagas 37.000.000 pós-pagas Maio 2011 Anatel
  • Crescimento das revistas brasileiras em dispositivos móveis: aplicativos Fonte: AppStore (iPhone, iPod Touch e iPad) y Ovi Loja (Nokia). BlackBerry : um aplicativo com link para mobile site das revistas de editora Abril. AppStore (iPhone e iPod Touch) :: 22 aplicativos, em outubro de 2010 Trip, Tpm, Caras, Crescer, IstoÉ Gente, Galileu, Rolling Stone, Guia Época SP de Restaurantes, Quem, Brasileirão Placar, Colírios Capricho, Época, Época Negócios, Restaurantes São Paulo, Guia Quatro Rodas 1001 Lugares, Veja, Veja Comer & Beber, Placar Libertadores, Veja São Paulo, Computer Arts, Natureza, Vídeo Som AppStore (iPad) :: 4 aplicativos Época, Vídeo Som, Natureza, Veja Ovi Loja (Nokia) :: 2 aplicativos Colírios Capricho, Veja São Paulo
  • Isto pode ser uma revista
  • Isto pode ser uma revista
  • Versões DEMO (antes do lan ç amento do iPad, veja o que as revistas estavam planejando) Time - http://www.youtube.com/watch?v=T6YGN8hcpKY Sports Illustrated - http://www.youtube.com/watch?v=ntyXvLnxyXk
  • Época para iPad, quando foi lançado a primeira revista brasileira para iPad Era apenas uma versão otimizada do site, para depois passar a disponibilizar as edições avulsas: http://www.youtube.com/watch?v=nqiUa063iQw
  • Veja para iPad http://www.youtube.com/watch?v=LmH3gWnrH4I Wired para iPad http://www.youtube.com/watch?v=zBIitccr7bw Project, Primeira revista exclusiva para iPad http://www.youtube.com/watch?v=CRME8DLqiSg
  • Isto pode ser uma revista
  • L
  • Servicio de suscripcion a un canal de noticias para el envío de mensajes para el celular. Versión online de la revista adaptada para pantallas pequenas (web ligera) Software instalado para tener acceso a algunos contenidos online de la revista.
  • Taxonomia das revistas
    • Versão digital web idêntica a impressa
    • Versão digital web diferente da impressa (ampliada ou reduzida, “degustação” do conteúdo da impressa, chamadas da impressa, sites de )
    • Versões digitais para web, tablet, celular e impressa
    • Revistas criadas na web
    • Revistas criadas para tablet
  • Etapas del ciberperiodismo
    • Revistas
    • Cdrom (´90)
    • Sitios web com reprodução de conteúdos do impresso
    • sitios web com conteúdos próprios
    • Plataformas cross-media e multimídia, móvil
    • Conservação da metáfora do impresso + multimídia - interatividade
    • Evolução não linear nem idêntica à dos ciberjornais
    • Periódicos de notícias
    • Ciberjornalismo de primeira (reprodução do impresso) , segunda (reprodução + web 1.0) , terceira (webjornalismo) e quarta geração (webjornalismo com base de dados + web 2.0 > resolução semântica)
    • Linha evolutiva= distância do impresso, apropriação da web 2.0
    • TENDÊNCIAS DO JORNALISMO DE REVISTA
    A) Transformação e produção específica de conteúdos para dispositivos móveis, celulares, tablets e e-readers (produção e consumo cross-media, móvil e fragmentada) C) Revistas online como replicantes das revistas impressas B) Interatividade fora da interface: via redes sociais
  • Revista Capricho : mais de 298 .000 membros em Orkut (oficial), 781.501 seguidores en Twitter Revista Boa Forma : más de 23.339 membros em Orkut Revista National Geographic : 2,922,504 “membros” em Facebook e 779.005 seguidores em Twitter
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    • - distribuição de conteúdos - monitoramento das conversas do público - fonte de conteúdos - reverberação de conteúdos - fidelização e participação
    • Comentários
    • - crítica
    • - propostas de pauta
    • Local de encontro e comunicação
    • -redes institucionais , fakes e de fandoms
  • Concluindo...
    • Replicantes : A metáfora da revista impressa não morre, se conserva, Por que?
    • Hipótese :
    • Revistas são feitas para serem vistas, apreciadas , olhadas , observadas mais do que lidas
    • Para conservar a identidade das revistas
    • Para diferenciar-se das outras milhares publicações na web
    • Uma geração de dispositivos voltam ao tátil (dispositivos móveis e e-readers) pois revista é uma experiência visual e especialmente tátil
    • A persistência dessa metáfora, seu enriquecimento interativo e multimediático, potencializado pelas touch screen , produzem experiencias de leitura diferenciadas, baseadas no tríptico estética-interação-información
  • -A revista tem uma história material. Se a leitura na web propicia a descontinuidade, a fragmentação, provocada pela hipertextualidade, a tridimensionalidade volta à unidade da obra, sua identidade, sua coerência como unidade de leitura, sua singularidade como produto -Novas experiências sinestésicas (realidade aumentada, infográficos interativos) - Modelo de negócio rentável
  • Obrigada!
    • Bibliografia:
    • PRIMO, Alex http://www.youtube.com/watch?v=esdOE_oHwxs
    • NATANSOHN, L. Graciela ; CUNHA Rodrigo . Revistas brasileiras online em plataformas móveis. Eco (UFRJ), v. 13, p. 5, 2010. 3.
    • NATANSOHN, L. Graciela ; CUNHA Rodrigo ; BARROS, Samuel A.R. ; SILVA, Tarcízio . Revistas online: do papel às telinhas. Lumina (UFJF. Online), v. 7, p. 2, 2010. 4
    • NATANSOHN, L. Graciela ; CUNHA Rodrigo . O jornalismo de revista no cenário da mobilidade. Prisma.com, v. 12, p. 10, 2010.
    • (2007): Planeta Web 2.0 . Inteligencia colectiva o medios fast food. Barcelona, México D. F.: Grup de Recerca d’Interaccions Digitals, Universitat de Vic, FLAC SO México. Disponível em www.planetaweb2.net
    • JENKINS, H. Cultura da convergência . São Paulo: Editora Aleph, 2008.
    • MACHADO, Elias. Sistemas de Circulação no Ciberjornalismo. ECO-PÓS - v.11, n.2, agosto-dezembro 2008, pp.21-37. Disponível em www. http://www.pos.eco.ufrj.br/ojs-2.2.2/index.php/revista/article/view/122/124 Acessado em 29/07/2009
    • QUINN, Tony. Digital magazines: a history. Disponível em http://www.magforum.com/digital_history.htm arcelona, México D. F.: Grup de Recerca d’Interaccions Digitals, Universitat de Vic, FLAC SO México. Disponível em www.planetaweb2.net