Isabel Lopes
BG10
• Intervêm em todas as reacções que ocorrem nas
células.
• Intervém na regulação da temperatura (suor).
• Principal consti...
• Todos os seres vivos possuem água e
sais minerais nas suas células.
• Sangue, linfa e fluidos intersticiais são
constitu...
• O ambiente marinho é relativamente
estável relativamente à concentração de
sais.
• A maioria dos invertebrados marinhos
...
• Organismos que habitam em zonas de
estuário estão sujeitos a grandes
oscilações de salinidade.
• Necessitam de mecanismo...
• Ocupam grande
diversidade de ambientes:
• Ambiente terrestre
• Ambiente dulceaquícola
• Ambiente marinho
• Deserto
Evolu...
• Na maioria dos vertebrado
nomeadamente nos seres humanos, é o
sistema excretor, que para além da
eliminação das excreçõe...
•Zona cortical
(externa)
•Zona medular
(interna)
•Bacinete
Imagem: http://www.gcarlson.com/images/kidney.jpg
Órgão ricamen...
Tubo colector
Nefrónio - unidade funcional constituída por tubo urinífero
(unidade estrutural do rim) e uma rede de vasos ...
IL 2011 10
IL 2011 11
Todo o sangue excepto as
sanguíneas e as proteínas, que pelas suas
dimensões não conseguem atravessar a
parede dos capilar...
Zona proximal: reabsorção de
água, aminoácidos e glicose.
IL 2011 13
Ansa de Henlé
Zona descendente possui membranas
impermeáveis aos sais e iões. Assim a água
passa do tubo para o sangue (ca...
Zona distal
Volta a ser permeável à água. Como o
fluído intersticial é muito concentrado,
mais água é novamente reabsorvid...
O filtrado passa agora para o tubo
colector - onde desembocam vários
tubos uriníferos.
IL 2011 16
IL 2011 17
IL 2011 18
Baixa ingestão de
água
Diminui o volume
de água no plasma
e aumenta a
pressão osmótica
Estimula o
Hipotálamo
(osmorrecepto...
IL 2011 20
O controlo do balanço da água - A sua maior ou menor
reabsorção está controlada por três hormonas:
• A hormona anti-diurét...
• Ocupam grande diversidade de
ambientes:
• Ambiente terrestre
• Ambiente dulceaquícola
• Ambiente marinho
• Deserto
Diver...
IL 2011 23
24
IL 2011 25
IL 2011 26
IL 2011 27
Resíduo azotado
eliminado
Características Necessidades
Amoníaco
(Invertebrados aquáticos)
Ácido úrico
(Insectos, Répteis, ...
IL 2011 29
1.1 Exercícios
IL 2011 30
1.2 Exercícios
31
1.3 Exercícios
32
1.4 Exercícios
33
2. Exercícios
Uma das adaptações mais importantes, ocorrida durante a evolução dos
vertebrados, foi a produção de uma urin...
3. Exercícios
No esquema a seguir, podem ser observadas as
partes componentes de um nefrónio
humano.
Assinala a única opçã...
4. Exercícios
A formação da urina é fundamentalmente um processo de filtração-
reabsorção, integrado com mecanismos regula...
5. Exercícios
No homem, há cerca de um milhão de
nefrónios em cada rim. A figura
representaesquematicamente, um
nefrónio (...
6. Exercícios
A água, principal componente químico do corpo
humano, é perdida em quantidades
relativamente altas por meio ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Osmorregulao 110614174608-phpapp01

236 views
102 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
236
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Osmorregulao 110614174608-phpapp01

  1. 1. Isabel Lopes BG10
  2. 2. • Intervêm em todas as reacções que ocorrem nas células. • Intervém na regulação da temperatura (suor). • Principal constituinte do sangue. IL 2011 2
  3. 3. • Todos os seres vivos possuem água e sais minerais nas suas células. • Sangue, linfa e fluidos intersticiais são constituídos também por água e sais minerais. Como manter o equilíbrio sem afectar a pressão osmótica? É necessário um balanço constante entre as entradas e saídas de água e de sais!IL 2011 3
  4. 4. • O ambiente marinho é relativamente estável relativamente à concentração de sais. • A maioria dos invertebrados marinhos está em equilíbrio osmótico com a água do mar - osmoconformantes - a concentração do seu meio interno varia com a concentração do meio que os rodeia. IL 2011 P.O - Pressão osmótica MI - meio interno ME - meio externo 4
  5. 5. • Organismos que habitam em zonas de estuário estão sujeitos a grandes oscilações de salinidade. • Necessitam de mecanismos que mantenham as concentrações de sais no organismo óptimas, independentemente das oscilações de salinidade do meio externo - osmorreguladores - são exemplo a maioria dos peixes dos animais terrestres. P.O - Pressão osmótica MI - meio interno ME - meio externo Órgãos excretores = órgãos osmorreguladores. IL 2011 5
  6. 6. • Ocupam grande diversidade de ambientes: • Ambiente terrestre • Ambiente dulceaquícola • Ambiente marinho • Deserto Evolução IL 2011 Mecanismos diversos de osmorregulação 6
  7. 7. • Na maioria dos vertebrado nomeadamente nos seres humanos, é o sistema excretor, que para além da eliminação das excreções, regula a concentração de água e iões no meio interno (sangue). Como manter o equilíbrio sem afectar a pressão osmótica? IL 2011 7
  8. 8. •Zona cortical (externa) •Zona medular (interna) •Bacinete Imagem: http://www.gcarlson.com/images/kidney.jpg Órgão ricamente vascularizado IL 2011 8
  9. 9. Tubo colector Nefrónio - unidade funcional constituída por tubo urinífero (unidade estrutural do rim) e uma rede de vasos sanguíneos. IL 2011 9
  10. 10. IL 2011 10
  11. 11. IL 2011 11
  12. 12. Todo o sangue excepto as sanguíneas e as proteínas, que pelas suas dimensões não conseguem atravessar a parede dos capilares e passar do glomérulo para a cápsula. IL 2011 12
  13. 13. Zona proximal: reabsorção de água, aminoácidos e glicose. IL 2011 13
  14. 14. Ansa de Henlé Zona descendente possui membranas impermeáveis aos sais e iões. Assim a água passa do tubo para o sangue (capilares) por osmose, aumentando a concentração do filtrado glomerular. Zona ascendente impermeável à água, mas permeável aos sais e iões, que passam agora para o fluído intersticial, aumentando a pressão osmótica neste fluído. O sódio passa por transporte activo. IL 2011 14
  15. 15. Zona distal Volta a ser permeável à água. Como o fluído intersticial é muito concentrado, mais água é novamente reabsorvida por osmose para os capilares sanguíneos. Ocorrem ainda fenómenos de secreção de substâncias como a amónia, iões H+, …, do sangue para o tubo. Este processo permite depurar o sangue e regular o seu pH. IL 2011 15
  16. 16. O filtrado passa agora para o tubo colector - onde desembocam vários tubos uriníferos. IL 2011 16
  17. 17. IL 2011 17
  18. 18. IL 2011 18
  19. 19. Baixa ingestão de água Diminui o volume de água no plasma e aumenta a pressão osmótica Estimula o Hipotálamo (osmorreceptores) Lobo posterior da hipófise Aumenta a reabsorção de água para o sangue Aumenta a permeabilidade Células alvo: tubos colectores (Rins) Libertação de ADH (Hormona AntiDiurética) IL 2011 Diminuição da quantidade de urina Aumenta o volume do plasma e diminui a pressão osmótica 19
  20. 20. IL 2011 20
  21. 21. O controlo do balanço da água - A sua maior ou menor reabsorção está controlada por três hormonas: • A hormona anti-diurética (ADH) - Regula fundamentalmente a água, reduzindo a sua perda; • A hormona aldosterona - Regula principalmente o sódio e indirectamente o cloro e a água, reduzindo também a perda desta; • Atriopeptina (péptido natriurético atrial) - Causa diurése. IL 2011 21
  22. 22. • Ocupam grande diversidade de ambientes: • Ambiente terrestre • Ambiente dulceaquícola • Ambiente marinho • Deserto Diversos Mecanismos de Osmorregulação • Dimensões dos glomérulos • Dimensões das ansas de Henlé • Glândulas excretoras de sal (transporte activo) • Quantidade de urina • Concentração de sais e iões na urina 22
  23. 23. IL 2011 23
  24. 24. 24
  25. 25. IL 2011 25
  26. 26. IL 2011 26
  27. 27. IL 2011 27
  28. 28. Resíduo azotado eliminado Características Necessidades Amoníaco (Invertebrados aquáticos) Ácido úrico (Insectos, Répteis, Aves) Ureia (Anfíbios e Mamíferos) - substância muito tóxica - muito solúvel H2O - substância pouco tóxica - insolúvel H2O - certo grau de toxicidade - alguma solubilidade H2O Necessária muita água na eliminação Necessária pouca água na eliminação Necessária alguma água na eliminação * Resultantes do catabolismo das proteínas IL 2011 28
  29. 29. IL 2011 29
  30. 30. 1.1 Exercícios IL 2011 30
  31. 31. 1.2 Exercícios 31
  32. 32. 1.3 Exercícios 32
  33. 33. 1.4 Exercícios 33
  34. 34. 2. Exercícios Uma das adaptações mais importantes, ocorrida durante a evolução dos vertebrados, foi a produção de uma urina hipertónica em relação aos seus fluidos corporais e de um sistema urinário complexo. Em relação ao sistema urinário humano, identifica as afirmações verdadeiras. A - A amónia é a principal substância nitrogenada excretada através do sistema urinário humano. B - Os nefrónios estão intimamente associados aos vasos sanguíneos e são responsáveis pela filtração do sangue, a qual leva à formação da urina. C - O álcool, quando presente no sangue, estimula a secreção do ADH (hormona antidiurética) e causa a diurese. D - A hipófise liberta menos ADH no sangue, quando a concentração do plasma sanguíneo diminui, e liberta mais ADH, quando a concentração do plasma sanguíneo aumenta. IL 2011 34
  35. 35. 3. Exercícios No esquema a seguir, podem ser observadas as partes componentes de um nefrónio humano. Assinala a única opção que relaciona a zona do nefrónio com o evento fisiológico a ele relacionado. a) Cápsula de Bowman - filtração glomerular do sangue. b) Túbulo proximal - absorção de macromoléculas do sangue. c) Ansa de Henle - formação do filtrado renal final desmineralizado. d) Túbulo distal - reabsorção de moléculas de proteínas para o sangue. e) Tubo colector - reabsorção de hemácias para o sangue. IL 2011 35
  36. 36. 4. Exercícios A formação da urina é fundamentalmente um processo de filtração- reabsorção, integrado com mecanismos reguladores neuro- hormonais. Em relação a este assunto, assinala a alternativa incorrecta. a) O filtrado glomerular contém água, sais, glicose, aminoácidos, proteínas e vitaminas. b) Ao longo dos túbulos do nefrónio há reabsorção de muitas das substâncias que saíram do capilar glomerular. c) Substâncias que foram filtradas ao nível dos glomérulos, como a glicose e os sais, são reabsorvidos por transporte activo. d) Substâncias como a água são reabsorvidas passivamente por osmose. e) A intensidade de reabsorção da água varia em função de factores hormonais. IL 2011 36
  37. 37. 5. Exercícios No homem, há cerca de um milhão de nefrónios em cada rim. A figura representaesquematicamente, um nefrónio (unidade funcional do rim). Na figura, 1, 2, 3 e 4 correspondem, respectivamente, a: a) glomérulo, túbulo proximal, túbulo distal e ansa de Henle. b) cápsula de Bowman, glomérulo, túbulo distal e túbulo proximal. c) glomérulo, túbulo proximal, cápsula de Bowman e túbulo distal. d) cápsula de Bowman, túbulo distal, túbulo proximal e glomérulo. e) glomérulo, cápsula de Bowman, túbulo proximal e túbulo distal. IL 2011 37
  38. 38. 6. Exercícios A água, principal componente químico do corpo humano, é perdida em quantidades relativamente altas por meio dos mecanismos de excreção, devendo ser reposta para evitar a desidratação. Observe o gráfico abaixo. Considere que o ponto zero do gráfico corresponde ao instante a partir do qual uma pessoa deixa de repor a água perdida pelo seu organismo. A curva que regista as alterações da densidade da urina dessa pessoa, em função do tempo, é a identificada pela seguinte letra: a) W. b) X. c) Y. d) Z. IL 2011 38

×