1323356063 2ª guerra_mundial
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

1323356063 2ª guerra_mundial

on

  • 1,312 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,312
Views on SlideShare
972
Embed Views
340

Actions

Likes
1
Downloads
21
Comments
0

10 Embeds 340

http://atuaescola.blogspot.pt 290
http://explica-historia.blogspot.pt 25
http://atuaescola.blogspot.com 8
http://atuaescola.blogspot.com.br 7
http://net-professor.blogspot.pt 3
http://atuaescola.blogspot.ru 2
http://atuaescola.blogspot.fr 2
http://atuaescola.blogspot.co.uk 1
http://www.atuaescola.blogspot.de 1
http://explica-historia.blogspot.ru 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

1323356063 2ª guerra_mundial 1323356063 2ª guerra_mundial Presentation Transcript

  • Segunda Guerra Mundial
  •  A Segunda Guerra Mundial foi um conflito militar global que durou de 1939 a 1945, envolvendo a maioria das nações do mundo, organizadas em duas alianças militares opostas: os Aliados e o Eixo. Foi a guerra mais abrangente da história, com mais de 100 milhões de militares mobilizados. Em estado de "guerra total", os principais envolvidos dedicaram toda sua capacidade económica, industrial e científica a serviço dos esforços de guerra, deixando de lado a distinção entre recursos civis e militares. Marcado por um número significante de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, com mais de setenta milhões de mortos.
  •  A Segunda Guerra Mundial (1939 -1945) foi o conflito que mais vítimas causou (50 milhões) em toda a história da humanidade. Foi provocada pelos três países em que tinham sido implantados regimes autoritários (Alemanha, Itália e Japão). Estes estados queriam ampliar as suas respectivas áreas de influência e uniram-se numa coligação que ficou conhecida como Eixo. Para Hitler, era fundamental criar uma "nova ordem" na Europa, baseada na superioridade alemã, na exclusão - eliminação física incluída - de minorias étnicas como os judeus, na supressão das liberdades e dos direitos individuais e na perseguição de ideologias liberais, socialistas e comunistas. As nações democráticas (como a França, a Grã-Bretanha e os Estados Unidos) opuseram-se aos desejos expansionistas do Eixo. Estas nações, juntamente com a União Soviética, após a invasão desta por Hitler, constituíram a base do grupo dos Aliados. Este conflito acabou por envolver a maior parte dos países do mundo (participaram nações dos cinco continentes). Em algumas nações (como a França e a Jugoslávia), a Segunda Guerra Mundial provocou confrontos internos entre partidários de um e de outro grupo. No final, os Aliados conseguiram derrotar o Eixo.
  • O início da guerra A 1 de Setembro de 1939, o exército alemão lançou uma forte ofensiva contra a Polónia e conseguiu derrotar as suas tropas em poucos dias. A União Soviética tornou efectivo o seu pacto com a Alemanha nazi e ocupou a parte oriental da Polónia. A Grã-Bretanha e a França responderam à ocupação declarando guerra à Alemanha, não entrando porém imediatamente em combate.
  • A "guerra relâmpago" 10 de Maio de 1940, o exército alemão lançou uma ofensiva contra os Países Baixos e a França. Graças à combinação de ofensivas de pára-quedistas com rápidas manobras de blindados (a chamada "guerra relâmpago"), os Alemães conseguiram derrotar as defesas francesas.
  •  A invasão da URSSDepois de controlar praticamente toda a Europa, em Junho de 1941, o exército alemão lançou-se à conquista do território soviético. Com este ataque, Hitler pretendia ficar com o pleno domínio de Leste da Europa. No entanto, Estaline conseguiu travar os ataques nazis.A guerra em África Em Setembro de 1940, as tropas italianas destacadas na Líbia atacaram o Egipto. Os efectivos ingleses destacados na zona realizaram uma espectacular contra-ofensiva. Hitler enviou duas divisões blindadas em auxilio dos Italianos. Os Alemães conseguiram grandes vitórias mas, em 1942, os Britânicos contra-atacaram em El-Alamein. Em 1943, as tropas italo-alemãs viram-se obrigadas a abandonar a zona.A guerra no PacíficoA partir de 1940, o Japão tentou aumentar a sua influência no Sudoeste Asiático e no Pacífico. o governo dos Estados Unidos, indignado, impôs sanções económicas ao Japão. Como represália, a 7 de Dezembro de 1941, a aviação japonesa atacou Pearl Harbour, a maior base norte-americana do Pacífico. Em apenas duas horas, os pilotos japoneses conseguiram inutilizar todos os navios ancorados no porto. Nos primeiros meses de 1942, os Japoneses conquistaram vastos territórios da Ásia e do Pacífico. Em 1945, perante a resistência nipónica, o presidente norte-americano ordenou o lançamento das primeiras bombas atómicas da história, contra Hiroshima e Nagasaki. O Japão rendeu-se imediatamente.
  •  A reconquista da EuropaA partir de 1943, os exércitos aliados foram recuperando território passo a passo. Os Soviéticos obrigaram os Alemãs a retroceder e os Norte-americanos ocuparam parte da Itália. Em Junho de 1944, os Aliados efectuaram um espectacular desembarque nas praias da Normandia. O exército alemão não conseguiu responder ao ataque combinado e teve de retroceder.A derrota do EixoApesar da evidente superioridade militar aliada, as tropas alemãs resistiram durante meses. A 30 de Abril de 1945, Hitler suicidou-se. A 7 de Maio, o seu sucessor, o almirante Donitz, assinou a capitulação alemã. A 14 de Agosto, o imperador do Japão rendeu-se incondicionalmente.
  • Consequências Mortos e crimes de guerra Campos de concentração e trabalho escravo Desenvolvimento tecnológico Prisioneiros de guerra Danos materiais Territoriais Políticas Herança humana
  • Campos de concentração e trabalho escravo Os nazistas foram responsáveis ​pelo Holocausto, a matança de cerca de seis milhões de judeus, bem como dois milhões de poloneses e quatro milhões de outros que foram considerados "indignos de viver", como parte de um programa de extermínio deliberado. Cerca de 12 milhões, a maioria dos quais eram do Leste Europeu, foram empregados na economia de guerra alemã como trabalhadores forçados.
  • Desenvolvimento tecnológico A tecnologia evoluiu rapidamente durante a Segunda Guerra Mundial e foi crucial para determinar o rumo da guerra. Algumas das principais tecnologias foram usadas pela primeira vez, como as bombas nucleares, o radar, sistemas de comunicação por micro-ondas, o fuzil mais rápido, os mísseis balísticos e os processadores analógicos de dados (computadores primitivos). Enormes avanços foram feitos em aeronaves, navios, submarinos e tanques.
  • Prisioneiros de guerra Com a derrota e posterior separação da Alemanha, cerca de 3 mil civis alemães viraram prisioneiros de guerra tendo que trabalhar em campos de trabalhos forçados na Rússia. Apenas em 1950, os civis puderam ter a sua liberdade e voltar para a Alemanha. Muitos dos prisioneiros de guerra alemães e italianos foram trabalhar na reconstrução da Grã-Bretanha e da França. Cerca de 100 mil prisioneiros foram enviados para a Grã-Bretanha e cerca de 700 mil para a França. Além disso, os milhares de soldados presos pelos soviéticos continuaram em cativeiro, diferentemente dos prisioneiros pelos aliados, que foram libertados entre 1945 e 1948. No início dos anos 1950, alguns prisioneiros alemães foram libertados pelos russos, mas somente em 1955, após a visita de Konrad Adenauer à URSS é que os restantes prisioneiros ainda vivos foram libertados e retornaram a sua terra natal após até 14 anos de cativeiro.
  • Danos materiais Os Aliados determinaram o pagamento de indenizações de guerra às nações derrotadas para a reconstrução e indenização dos países vencedores, assinado no Tratado de Paz de Paris. A Hungria, Finlândia e Roménia foi ordenado o pagamento de 300 milhões de dólares para a União Soviética. A Itália foi obrigada a pagar o correspondente a 360 milhões de dólares de indenizações cobrados pela Grécia, Iugoslávia e União Soviética. No fim da guerra, cerca de 70% da infra-estrutura europeia estava destruída. Os países membros do Eixo tiveram que indemnizar os países Aliados em mais de 2 bilhões de dólares. Com a derrota do Eixo, a Alemanha teve expressivos recursos financeiros e materiais transferidos para os Estados Unidos e a União Soviética, além de ter as indústrias bélicas desmanteladas para evitar um novo rearmamento. A guerra impediu também a realização de eventos desportivos, como foi o caso da Copa do Mundo FIFA de 1942 e de 1946.
  • Territoriais As transformações territoriais provocadas pela Segunda Guerra começaram a ser delineadas pouco antes do fim desta. A Conferência de Ialta (4-12 de Fevereiro de 1945) teria como resultado a partilha entre os Estados Unidos e a União Soviética de zonas de influência na Europa. Alguns meses depois a Conferência de Potsdam, realizada já com a derrota da Alemanha, consagra a divisão deste país em quatro zonas administradas pelas potências vencedoras. No lado Oriental, ficaria a administração sob incumbência da União Soviética e, no lado Ocidental, a administração ficaria sob incumbência dos Estados Unidos, França e Reino Unido, tendo estas duas últimas desistido da incumbência. A Itália perderia todas as suas colónias; a Ístria acabaria por ser integrada na Jugoslávia, tendo também sofrido pequenas alterações fronteiriças a favor da França. O território da nação polaca desloca-se para oeste, integrando províncias alemãs. A URSS progrediu igualmente para oeste, graças principalmente à reversão das perdas territoriais sofridas. O Japão teve que abandonar, de acordo com o estabelecido no acordo de paz de 1951 com os Estados Unidos.
  • Políticas No plano político, a Segunda Guerra Mundial produziu, entre outros, os seguintes resultados: O esmagamento dos imperialismos alemão, italiano e japonês; O enfraquecimento dos imperialismos britânico e francês; Ascensão dos Estados Unidos como potência imperialista hegemônica no mundo; Ascensão da URSS como potência militar dominante na Europa Oriental; Ascensão dos movimentos de libertação nacional nos países explorados pelo colonialismo europeu, em alguns casos combinando nacionalismo com revolução social (como na China); Deflagração da Guerra Fria, como um teste de força entre os Estados Unidos e a União Soviética; Fundação da Organização das Nações Unidas, em Junho de 1945, em substituição à Sociedade das Nações. Uma das razões apontadas para o fracasso da Liga das Nações seria a igualdade entre países pequenos e grandes, bloqueando o processo de tomada de decisões. Valendo- se desse discutível argumento, as potências vencedoras da Segunda Guerra Mundial reservaram-se um papel de destaque e domínio dentro da ONU, através de assento permanente no Conselho de Segurança, onde possuem direito de veto. Os outros membros do Conselho são seis países eleitos rotativamente (sem poder de veto).
  • Herança humana A herança de destruição deixada pela Segunda Guerra Mundial foi assombrosa. Além das mortes causadas, direta ou indiretamente (fome e doenças), pelo conflito, dezenas de cidades foram arrasadas, inúmeras florestas desapareceram, e milhares de hectares de terras cultiváveis foram transformados em desertos, em proporções nunca vistas desde a Guerra dos Trinta Anos. Mas o pior foi a devastação causada ao comportamento humano. Violência bárbara e desrespeito generalizado aos mais elementares direitos humanos - sobretudo o direito à vida -, disseminaram-se numa escala bem maior do que se viu durante e depois da Primeira Guerra Mundial, e cujos exemplos mais gritantes foram os Holocaustos nazistas, o Massacre de Nanquim e as bombas atômicas sobre Hiroshima e Nagasaki. Recursos materiais volumosos, capazes de alimentar, vestir e educar milhões de seres humanos, que vivem na linha da pobreza (ou abaixo dela), foram desperdiçados para fins puramente destrutivos
  • Organização das Nações Unidas
  •  A Organização das Nações Unidas (ONU) é uma instituição internacional formada por 192 Estados soberanos e fundada após a 2ª Guerra Mundial para manter a paz e a segurança no mundo, fomentar relações amistosas entre as nações, promover o progresso social, melhores padrões de vida e direitos humanos. Os membros são unidos em torno da Carta das Nações Unidas, um tratado internacional que enuncia os direitos e deveres dos membros da comunidade internacional. As Nações Unidas são constituídas por cinco órgãos principais: a Assembleia-geral, o Conselho de Segurança, o Conselho Económico e Social, o Tribunal Internacional de Justiça e o Secretariado. Todos eles estão situados na sede da ONU, em Nova Iorque, com excepção do Tribunal, que fica em Haia, na Holanda.
  •  Existem organismos especializados, com ligação à ONU, que trabalham em áreas tão diversas como a da saúde, agricultura, aviação civil, meteorologia e trabalho. Estes organismos especializados, juntamente com as Nações Unidas e outros programas e fundos (tais como a UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância), compõem o Sistema das Nações Unidas. A ONU tem como propósitos/funções principais:· Manter a paz e a segurança internacionais;· Desenvolver relações amistosas entre as nações;· Realizar a cooperação internacional para resolver os problemas mundiais de carácter económico, social, cultural e humanitário, promovendo o respeito aos direitos humanos e às liberdades fundamentais;· Ser um centro destinado a harmonizar a acção dos povos para a realização desses objectivos comuns. Actualmente a ONU é constituída por 192 Estados-Membros. Apenas os estados podem ser membros plenos e participar na Assembleia-geral. Outros organismos intergovernamentais e algumas entidades legalmente reconhecidas podem participar, como observadores, com direito a intervir mas sem direito a voto.