Your SlideShare is downloading. ×
1255978330 contrastes na_qualidade_de_vida
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

1255978330 contrastes na_qualidade_de_vida

1,931
views

Published on


0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,931
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
21
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Tema IIIAs desigualdades nos níveis de desenvolvimento
  • 2. J-2CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A qualidade de vida da população depende de inúmeros factores que se prendem essencialmente com a maior ou menor facilidade de acesso a bens e serviços, pelo que a desigual distribuição da riqueza conduz a contrastes no bem- estar da população, a nível mundial.
  • 3. J-3CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA AS CONDIÇÕES DE VIDA  As condições de conforto da habitação e de acesso a água, a energia e a serviços de saneamento básico são essenciais para uma boa qualidade de vida  podem ser avaliadas através de indicadores como o consumo de energia eléctrica  uma vez que este permite concluir sobre a possibilidade de aquisição de aparelhos eléctricos  como máquinas de lavar roupa, frigoríficos, aparelhos de ar condicionado, televisores, etc.
  • 4. J-4CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA AS CONDIÇÕES DE VIDA  Descreva a repartição mundial do consumo de energia eléctrica por habitante  Sugira duas razões que possam explicar as diferenças que encontrou.
  • 5. J-5CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA AS CONDIÇÕES DE VIDA  Nos países desenvolvidos, o consumo de energia eléctrica por habitante é elevado, sendo bastante baixo em muitos países em desenvolvimento  Isto reflecte os contrastes na capacidade económica das famílias, que, nos países mais pobres, não têm possibilidades de adquirir equipamentos para o lar e, em muitas situações, nem sequer têm acesso a uma habitação condigna  O baixo consumo de energia nos países em desenvolvimento está ainda associado à fraca industrialização.
  • 6. J-6CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA AS CONDIÇÕES DE VIDA  O acesso a água potável e ao saneamento básico é outro aspecto que influencia directamente a qualidade de vida, pois tem implicações ao nível da alimentação e da higiene, reflectindo-se na saúde individual e pública  Mais uma vez, a situação é desvantajosa para os países em desenvolvimento.
  • 7. J-7CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA AS CONDIÇÕES DE VIDA  A falta de água é uma das principais causas de pobreza em muitas regiões, colocando graves problemas não só à vida quotidiana da população, mas também ao desenvolvimento das actividades económicas, sobretudo da agricultura  Em países como a Eritreia e a Etiópia, a carência de água potável associa-se a uma escassez natural de recursos hídricos, devido às características climáticas, mas noutros, como a Papua- Nova Guiné, tal deve-se à incapacidade económica e tecnológica de aproveitar os recursos existentes.
  • 8. J-8CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA AS CONDIÇÕES DE VIDA  A ausência de saneamento básico torna-se particularmente grave nas grandes cidades dos países em desenvolvimento, cujas periferias não param de crescer, expandindo- se através de bairros de habitação precária  A falta de condições nas habitações leva à proliferação de focos de contaminação do ar, dos solos e dos cursos de água, devido à acumulação de lixos e à inexistência de redes de esgotos.
  • 9. J-9CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A ALIMENTAÇÃO  A alimentação é um bem essencial de cujo equilíbrio, em quantidade e qualidade, depende a saúde da população, podendo surgir doenças quando, por carência ou excesso, tal não acontece  As disparidades no consumo diário de calorias por habitante reflectem os desequilíbrios alimentares que afectam a população nos países desenvolvidos e nos países em desenvolvimento.
  • 10. J-10CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A ALIMENTAÇÃO  Identifique, na Fig. 20, regiões onde o consumo de calorias diárias por habitante é:  superior a 3200  América do Norte e Europa  inferior a 2300  América Central e do Sul, África e Ásia.
  • 11. J-11CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A ALIMENTAÇÃO  Relacione os contrastes identificados com a informação do gráfico da Fig. 20  As regiões onde existe menor consumo de calorias, têm mais casos de tuberculose, enquanto as regiões onde existe maior consumo de calorias, registam menos casos de tuberculose.
  • 12. J-12CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A ALIMENTAÇÃO  Na maioria dos países desenvolvidos, o consumo diário de calorias é elevado, revelando hábitos alimentares que levam à sobrenutrição — consumo excessivo de nutrientes — responsável pelo aumento de doenças que constituem importantes causas de morte nesses países.
  • 13. J-13CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A ALIMENTAÇÃO  Pelo contrário, em grande parte dos países africanos e em alguns da Ásia e da América Latina, a população sofre de subnutrição — estado de carência nutricional por ingestão insuficiente de alimentos — que, além de provocar algumas doenças, diminui a resistência do organismo, transformando-se num importante factor de mortalidade.
  • 14. J-14 CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A ALIMENTAÇÃO  A subnutrição atinge sobretudo países vulneráveis economicamente e incapazes de garantir a distribuição de alimentos a toda a população em situações de instabilidade política, de guerra e de catástrofe natural  É também o reflexo da fraca capacidade produtiva de uma agricultura tradicional e muito dependente das condições naturais  As crianças são as mais afectadas pela subnutrição, uma das causas das elevadas taxas de mortalidade infantil registadas nos países mais pobres.
  • 15. J-15CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A SAÚDE  No domínio da saúde, existem disparidades a nível mundial no que diz respeito à incidência de determinadas doenças e às condições de assistência médica.
  • 16. J-16CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A SAÚDE  Descreva a repartição mundial das doenças representadas na Fig. 22  Relacione os contrastes identificados com a informação das Figs. 23 e 24
  • 17. J-17CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A SAÚDE  A subnutrição, as deficientes condições de higiene, a falta de informação e as características climáticas são alguns factores que contribuem para a maior incidência de doenças como a anemia em mulheres grávidas, a sida e a malária em alguns países em desenvolvimento  Como a despesa pública com a saúde nestes países é muito inferior à dos países desenvolvidos, uma parte significativa da população ainda não tem acesso a serviços de saúde e as instalações hospitalares têm equipamentos antiquados e falta de pessoal qualificado, o que dificulta a prevenção e o controlo de tais doenças (Figs. 25 e 26).
  • 18. J-18CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A SAÚDE
  • 19. J-19CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A SAÚDE  As desigualdades na saúde geram outros contrastes, nomeadamente no que se refere à taxa de mortalidade — superior em muitos países em desenvolvimento — e à esperança média de vida à nascença — maior nos países desenvolvidos.
  • 20. J-20CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A EDUCAÇÃO  A educação é um dos aspectos que mais influencia os contrastes entre os países desenvolvidos e os países em desenvolvimento, verificando-se uma grande desigualdade nos níveis de instrução.
  • 21. J-21CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A EDUCAÇÃO  Descreva a repartição mundial da frequência da escolaridade básica.
  • 22. J-22CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A EDUCAÇÃO  Relacione os contrastes identificados com a informação da Fig. 30.
  • 23. J-23CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A EDUCAÇÃO  O nível de instrução da população dos países em desenvolvimento, embora tenha vindo a aumentar, ainda é bastante inferior ao da população dos países desenvolvidos  Apesar de a educação constituir um factor primordial na promoção do desenvolvimento económico e social, muitos países em desenvolvimento continuam a investir pouco neste sector, em comparação, por exemplo, com as despesas militares que realizam.
  • 24. J-24CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A EDUCAÇÃO  As desigualdades no acesso à educação atingem mais as mulheres, verificando-se um maior analfabetismo feminino e, quase sempre, uma menor representatividade das mesmas nos diferentes graus de ensino, sobretudo nos países em desenvolvimento.
  • 25. J-25CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A EDUCAÇÃO  O investimento na educação da mulher nos países mais pobres facilitará a utilização de métodos contraceptivos e, consequentemente, o controlo do crescimento demográfico, importante entrave ao desenvolvimento  O acesso a outros meios de difusão da informação e da cultura, como os jornais ou a Internet, é cada vez mais importante e poderá ser um factor de aproximação nos níveis de desenvolvimento  Contudo, a possibilidade de utilização destes meios é bastante desfavorável aos países em desenvolvimento.
  • 26. J-26CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA  OUTROS FACTORES DE BEM-ESTAR  Para além de aspectos essenciais como a alimentação e os serviços de saúde e de educação, muitos outros influenciam a qualidade de vida, nomeadamente a segurança, a realização pessoal, familiar e profissional, a integração social, a preservação ambiental, etc.
  • 27. J-27CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA Outros factores de bem-estar A segurança  A segurança no trabalho ou perante catástrofes e acidentes naturais ou provocados pela acção humana é um factor fundamental para a qualidade de vida  Embora nos países em desenvolvimento se verifiquem as situações de insegurança mais graves, estas também ocorrem nos países desenvolvidos.
  • 28. J-28CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA Outros factores de bem-estar A segurança 1• Identifique as situações de insegurança representadas nos Docs. 14 a 17 e na Fig. 35.
  • 29. J-29
  • 30. J-30CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA Outros factores de bem-estar A segurança 1• Identifique as situações de insegurança representadas nos Docs. 14 a 17 e na Fig. 35.  Doc 14 – Catástrofes naturais – sismos  Doc 15 – Catástrofes naturais – inundações  Doc 16 – Falta de segurança e apoio às crianças  Doc 17 – Falta de segurança nas estradas  Fig 35 – Exploração sexual de crianças  Fig 36 – Militarização de menores
  • 31. J-31CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA Outros factores de bem-estar A segurança 2• Demonstre que as situações representadas nos Docs. 14 e 15 têm consequências mais graves quando ocorrem nos países em desenvolvimento.
  • 32. J-32CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA Outros factores de bem-estar A realização pessoal  A realização pessoal depende de diferentes aspectos que são mais ou menos valorizados consoante o nível económico e social das famílias  Nos países mais pobres, onde a preocupação é fazer face às necessidades básicas do dia-a-dia, a realização profissional e o acesso a bens, como o automóvel, e a serviços de lazer são menos relevantes do que nos países desenvolvidos, onde grande parte da população pode efectuar despesas de carácter mais supérfluo (Fig. 36).
  • 33. J-33CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA Outros factores de bem-estar A preservação do ambiente  A preservação do ambiente é um aspecto cada vez mais importante para a qualidade de vida, o que se traduz, por um lado, na procura de áreas residenciais onde os níveis de poluição sejam baixos e, por outro, na preocupação de reduzir o impacto ambiental  Também este aspecto depende do nível de desenvolvimento de cada país (Figs. 37 e 38).
  • 34. J-34CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA AS ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS  Apesar dos progressos ocorridos durante o último século no que se refere ao bem-estar, os governos e outros organismos oficiais ainda não têm capacidade para garantir a toda a população as condições necessárias para uma qualidade de vida digna  Por isso, a solidariedade social exercida através das ONG tem, actualmente, uma grande importância no combate à pobreza e à exclusão  Embora o trabalho desenvolvido seja particularmente importante nos países em desenvolvimento, a actuação das ONG é também significativa nos países desenvolvidos (Docs. 18 a 21).
  • 35. J-35CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA AS ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS  As ONG têm ainda um papel importantíssimo na promoção da solidariedade, visto que a eficácia do seu trabalho depende das ajudas da sociedade  Ao desenvolverem campanhas de sensibilização, promovem a reflexão e o debate de problemas e temas que contribuem para elevar o nível de responsabilização pessoal e social  Deste modo, tornam possível a partilha de bens e a inter-ajuda entre pessoas que, embora desconhecidas e distantes, são, em última análise, vizinhos da mesma aldeia global.
  • 36. J-36CONTRASTES NA QUALIDADE DE VIDA A IGUALDADE — CAMINHO PARA O DESENVOLVIMENTO  As condições que garantem uma boa qualidade de vida são um direito de todos  Contudo, para uma imensa maioria da população do mundo as condições mínimas para uma vida digna ainda são uma realidade muito longínqua.