• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Tabagismo
 

Tabagismo

on

  • 5,427 views

 

Statistics

Views

Total Views
5,427
Views on SlideShare
5,425
Embed Views
2

Actions

Likes
1
Downloads
111
Comments
1

1 Embed 2

http://www.slideshare.net 2

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • daniel
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Tabagismo Tabagismo Presentation Transcript

    •  
    • Introdução
      • Escolhemos este tema porque achamos este tema interessante, podemos aprender muito ao fazermos o trabalho.
      • Também gostámos deste tema porque queríamos mostrar ás pessoas que fumam as doenças e problemas de saúde que podem ter, juntamente com as pessoas que não fumam.
    •  
    • O que é o Tabagismo?
      • Tabagismo significa abuso de tabaco. É o vício de fumar
      • regularmente um número considerável de cigarros,
      • cigarrilhas, charutos ou tabaco de cachimbo.
      • Fumar predispõe para o cancro do pulmão e outros, bronquite e
      • enfisema pulmonar, úlcera gastro-duodenal, doenças
      • cardio-vasculares e acidentes vasculares cerebrais. As
      • Mulheres fumadoras grávidas podem prejudicar o
      • desenvolvimento e a viabilidade do feto.
      • Os fumadores também prejudicam a saúde dos não fumadores
      • junto de quem vivem, que acabam por ser fumadores contra
      • vontade ("fumadores passivos").
    •  
      • O fumo produzido pelo consumo do tabaco
      • contém mais de quatro mil compostos químicos
      • com efeitos tóxicos e irritantes, dos quais mais
      • de 40 são reconhecidos como cancerígenos.
      • O tabagismo não é factor de risco apenas para o
      • próprio fumador, mas também para aqueles
      • que, não sendo fumadores, se encontram
      • frequentemente expostos ao fumo passivo.
      • Dados recolhidos em 1992, pela Comissão
      • Europeia, revelaram que 29 por cento dos
      • fumadores portugueses nunca se abstêm de
      • fumar em presença de não-fumadores.
    •  
    • Efeitos do tabaco no ser humano
      • No aparelho respiratório, 90% dos cancros são devidos ao tabaco.
      • No aparelho circulatório, a angina de peito, o enfarte do miocárdio, a hipertensão arterial e o acidente vascular cerebral são algumas das doenças mais frequentes.
      • Na área oto-rino-laringológica, 65% dos cancros da boca são devidos ao tabaco bem como a diminuição do olfacto e tendência para rouquidão.
      • No aparelho urinário, o tabaco pode provocar cancro da bexiga.
    •  
      • Ao nível sanguíneo, provoca alterações da coagulação.
      • Na mulher, o tabaco aumenta o risco de cancro do colo do útero e em combinação com a toma da pílula contraceptiva, aumenta o risco de trombose venosa.
      • No recém-nascido, o tabagismo da mãe aumenta o risco de malformações, parto prematuro, baixo peso ao nascer e síndrome da morte súbita.
      Calcula-se que cerca de dois milhões e meio de pessoas morrem anualmente em todo o mundo, devido ao tabaco.
    • Cardíacas - doença coronária Urinárias - cancro bexiga e rim
      • Esofago e Estômago
      • Cancro
      • Úlcera
      Pancreas - Cancro
      • Pulmão
      • Cancro
      • Bronquite /Enfisema
      Cérebro - Acidente vascular cerebral
      • Laringe e Traqueia
      • Cancro
      • Inflamação
      Arteriais periféricas - Arterite Boca e Faringe - Cancro
      • Testículos
      • Infertilidade
      • Impotência
      • Ginecológicas
      • Infertilidade
      • Aborto
      • Menopausa precoce
      • Cancro colo útero
      Ossos - Osteoporose Pele - rugas, seca Doenças relacionadas com tabagismo
    • Tabagismo passivo
        • • 37,000 mortes por doença cardíaca em adultos
        • • 3,000 mortes por cancro do pulmão em adultos
        • • 13,000 mortes por outros cancros em adultos
        • • 300,000 casos de infecções respiratórias, como pneumonias e bronquites, em crianças
      Em cada ano o tabagismo passivo é responsável por:
    •  
    • Tabagismo Passivo
      • Aumento de incidência de doenças respiratórias agudas
      • Sintomas respiratórios crónicos
      • Perturbação da função pulmonar
      • Indução e exacerbação de asma
      • Infecções do ouvido médio
      Crianças:
    •  
      • Mulheres não fumadoras que vivem com fumadores:
      • 1.2 a 2 vezes o risco de desenvolver Cancro do pulmão
      • em comparação com mulheres de não fumadores
      • Aumento 20-50% risco de doença coronária
      • Aumento de sintomas respiratórios
      Tabagismo Passivo
    •  
    • Deixar de fumar
      • Porque devo deixar de fumar?
      • Em primeiro lugar, por uma questão de saúde.
      • Parar de fumar diminui o risco de morte
      • prematura.
      • Os ex-fumadores vivem em média mais anos do
      • que os fumadores e reduzem o risco de virem a
      • sofrer de uma doença cardiovascular, de
      • cancro ou de doenças respiratórias graves e
      • incapacitantes.
      • Vale a pena parar de fumar em qualquer idade. Os
      • benefícios são tanto maiores, quanto mais cedo se
      • parar de fumar.
    •  
      • Como devo proceder?
      • Deixar de fumar pode ser difícil. Tratando-se de um hábito com dependência física e psíquica, os sintomas de privação do tabaco nem sempre se conseguem ultrapassar sem ajuda. Planeie a sua decisão calmamente e, se necessário, recorra a apoio médico. Envolva família, amigos e colegas de trabalho no processo.
      Onde posso encontrar ajuda? Consulte o seu médico de família. Ele poderá indicar-lhe medicamentos (alguns de venda livre), cuja utilização duplica o grau de sucesso de parar de fumar, recomendar-lhe apoio psicológico ou encaminhá-lo para as consultas de cessação tabágica, disponíveis em vários pontos do país.
    •  
      • Conselhos úteis
      • Querer deixar de fumar e decidir fazê-lo são os
      • passos mais importantes. Mas passar à prática exige
      • forço e auto-disciplina. Algumas rotinas poderão
      • facilitar a tarefa:
      • Fixe um dia para deixar de fumar. O estabelecimento de uma data ajuda a criar um sentimento de compromisso.
      • Anuncie aos outros a sua decisão. Envolver os que lhe são mais próximos garante-lhe apoio e solidariedade.
      • Identifique os seus hábitos tabágicos. Saber em que circunstâncias fuma habitualmente permite-lhe criar estratégias para contorná-las.
      • Elabore uma lista de motivos para deixar de fumar e releia-a sempre que pensar em desistir.
      • Aprenda a reagir à vontade de fumar. Os momentos em que sente grande desejo de voltar a fumar duram apenas alguns minutos.
    •  
      • Faça uma alimentação saudável. Se a sua preocupação é o ganho de peso associado ao abandono do tabaco, procure substituir as gorduras, o açúcar e os alimentos ricos em sal por saladas, frutas e legumes.
      • Tente evitar a proximidade de fumadores, bem como os cigarros e todos os objectos relacionados com o hábito de fumar.
      • Pratique actividade física. Não só contribui para uma boa forma física, como ajuda a combater a ansiedade e as alterações de humor próprias dos ex-fumadores.
      • Com o dinheiro que poupar no tabaco, ofereça-se uma prenda que deseje há muito tempo.
      • Se não conseguir à primeira, nada está perdido. A recaída faz parte do processo de mudança. Marque uma nova data e volte a tentar.
    •  
    • Conclusão
      • Gostamos de fazer este trabalho, porque descobrimos que o tabagismo é um vicio muito perigoso e pode provocar várias mortes.
      • Neste trabalho também referimos como se pode deixar de fumar, e porquê que deixa de fumar.
    • Bibliografia
      • www.arqbeat.com (power point)
      • www.educarparaahumanidade.blogspot.com
      • www.juventude.gov.pt
      • www.medicosdeportugal.saude.sapo.pt
      • www.minerva.uevora.pt
      • www.min-saude.pt
    • Fim
      • Safiya Arif A. Hameed Nº20 9ºB
      • Ana Sofia M. Alves Nº3 9ºB