Aula 5 petróleo prof. pedro - ibrapeq

4,112 views

Published on

Métodos de sísmicas onshore e offshore.

Published in: Education, Travel, Technology

Aula 5 petróleo prof. pedro - ibrapeq

  1. 1. Prof.° Pedro Monteiro Aula 5
  2. 2. Prof.° Pedro Monteiro
  3. 3. Os reservatórios de gás natural são constituídos de rochas porosascapazes de reter petróleo e gás. Em função do teor de petróleobruto e de gás livre, classifica-se o gás, quanto ao seu estado deorigem, em gás associado e gás não-associado.Gás associado: é aquele que,no reservatório, estádissolvido no óleo ou sob aforma de capa de gás. Gás não-associado: é aquele que, no reservatório, está livre ou em presença de quantidades muito pequenas de óleo. Prof.° Pedro Monteiro
  4. 4. Prof.° Pedro Monteiro
  5. 5. O método sísmico, ou sísmica de exploração de hidrocarbonetos objetiva modelar as condições de formação e acumulação de hidrocarbonetos na região de estudo.Um programa de prospecção visafundamentalmente a dois objetivos: Localizar dentro de uma bacia sedimentar as situações geológicas que tenham condições para acumulação de petróleo; Verificar qual, dentre estas situações, possui mais chance de conter petróleo. Não se pode prever portanto, onde existe petróleo, e sim os locais mais favoráveis para sua ocorrência. Prof.° Pedro Monteiro
  6. 6. O subsolo é geralmente compostopor diferentes camadas desedimentos. Diferentes camadasgeológicas são caracterizadas porterem propriedades físicasdistintas, dentre elas diferentesimpedâncias acústicas. Essacaracterística é a base do processode aquisição de dados conhecidocomo sísmica de reflexão. Prof.° Pedro Monteiro
  7. 7. A sísmica de reflexão é o método de prospecção maisutilizado, atualmente, na indústria do petróleo, pois além defornecer alta definição das feições geológicas emsubsuperfície propícias à acumulação de hidrocarbonetostem um custo relativamente baixo. Este método consiste naemissão de ondas elásticas que são geradas por fontesartificiais ao subsolo que, quando refletidas e refratadas nasinterfaces dos estratos geológicos, o “eco” das ondas édetectado, amplificado e registrado por instrumentosespeciais. O objetivo final da sísmica é medir a profundidadedas interfaces em pontos sucessivos do terreno para obter aconfirmação geral dos estratos de uma bacia sedimentar. Asgravações são armazenadas em meio magnético o qualoferece a vantagem de permitir tratamentos posteriores econsequentemente, uma melhoria do registro obtido nocampo. Prof.° Pedro Monteiro
  8. 8. Prof.° Pedro Monteiro
  9. 9.  MODELO ESTUDADO: subsuperfície da Terra FENÔMENO FÍSICO: ondas mecânicas FONTE PONTUAL: explosão REGISTRO DA RESPOSTA: geofones ou hidrofones REPETIÇÃO PLANEJADA: aquisição sísmica DADO GERADO: sismograma Prof.° Pedro Monteiro
  10. 10. Prof.° Pedro Monteiro
  11. 11. Prof.° Pedro Monteiro
  12. 12. fonte receptor interface 1 interface 2 interface 3 Prof.° Pedro Monteiro
  13. 13. RECEPTOR Prof.° Pedro Monteiro
  14. 14. Prof.° Pedro Monteiro
  15. 15. Prof.° Pedro Monteiro
  16. 16. Prof.° Pedro Monteiro
  17. 17. Prof.° Pedro Monteiro
  18. 18. Prof.° Pedro Monteiro
  19. 19. Prof.° Pedro Monteiro
  20. 20. RECEPTOR Prof.° Pedro Monteiro
  21. 21. Prof.° Pedro Monteiro
  22. 22. Prof.° Pedro Monteiro
  23. 23. é adquiridaatravés delinhas de tirorelativamenteespaçadas. Prof.° Pedro Monteiro
  24. 24. é adquirida umagrande densidadede dados, atravésde linhas de tiropouco espaçadas. Prof.° Pedro Monteiro
  25. 25. Prof.° Pedro Monteiro
  26. 26. Prof.° Pedro Monteiro
  27. 27. Prof.° Pedro Monteiro
  28. 28. Prof.° Pedro Monteiro
  29. 29. Prof.° Pedro Monteiro

×