Aula 10 petróleo prof. pedro -ibrapeq

3,915 views
3,648 views

Published on

Published in: Education, Business, Technology
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,915
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
183
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula 10 petróleo prof. pedro -ibrapeq

  1. 1. Prof.° Pedro Monteiro Aula 11
  2. 2. Prof.° Pedro Monteiro
  3. 3. Pescaria é uma atividade que tem por objetivoretirar do poço qualquer objeto - o peixe - queimpeça as operações normais. Este peixe podevariar desde um pequeno corpo metálico de poucoscentímetros (mordente de cunha ou insertos debroca) até toda uma coluna de perfuração commilhares de metros de tubos de aço. O tempo deresolução dos problemas também é muito variável,podendo ser de alguns minutos até vários meses;e, por vezes, sem que a pescaria seja bemsucedida, resultando na perda do peixe e dotrecho (ou totalidade) do poço. Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo
  4. 4. O acidente pode ser oriundo de condiçõesadversas de trabalho, falhas mecânicas ouhumanas.No primeiro grupo incluem-se pressões anormais, desviosacentuados ou desmoronamentos.São falhas mecânicas as oriundas de equipamentos com resistênciaefetiva a esforços inferior à nominal, ou rompimento por fadiga.São falhas humanas: negligência ou imperícia com pequenos objetospróximos ao poço, operação com parâmetros excessivos,manutenção deficiente e fluido de perfuração em condiçõesinadequadas (hidráulica do poço ineficiente). Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo
  5. 5. Inobservância de parâmetrosbásicos e recomendações técnicas. Peso sobre a broca e potência da mesa rotativa. Torque aplicado à coluna. Medição da coluna. Lubrificantes não recomendados. Descida da coluna. Hidráulica. Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo
  6. 6. Manutenção deficiente. Parada da mesa rotativa. Interrupção da circulação. Cabo de perfuração. Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo
  7. 7. Uso inadequado dos equipamentos.  Cunhas.  Elevadores.  Colar de comandos.  Chaves flutuantes. Desatenção. Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo
  8. 8. Imperícia Brocas. Vazão x Pressão. Acomodação da ferramenta no poço. Atitudes diante de uma ameaça de prisão. Condicionamento do poço. Descida e cimentação de revestimentos. Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo
  9. 9.  Desgastes em geral. Fadiga. Danos causados por manuseio e operações Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo
  10. 10.  Desmoronamentos. Fechamento do poço. Perda de circulação. Desvio acentuado. Outros. Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo
  11. 11. Muitas vezes a determinação da causa da pescaria éóbvia, como no caso de quebra, queda oudesenroscamento de parte da coluna. No entantoquando ocorre uma prisão de coluna esse diagnósticonão é tão simples. Ela pode ficar presa devido arestrições geométricas do poço (redução de diâmetroou abruptas variações de inclinação), desmoronamentodas formações anteriormente perfuradas, diferencialde pressão entre o poço e as formações penetradas(provocando a aderência dos tubos à parede do poço),etc. A obtenção rápida e correta do diagnóstico éfundamental, sob pena de complicações operacionais egrande aumento no tempo de resolução do acidente e,conseqüentemente, do seu custo. Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo
  12. 12. Pescaria é o tratamento de um acidente, atividadeindesejada e dispendiosa, que provoca custoselevados, atingindo valores anuais da ordem deUS$ 500 milhões em todo o mundo. A principalparcela corresponde ao custo de sonda parada, tãomaior quanto mais sofisticada e moderna é asonda. A atividade demanda um eficiente apoio delogística para a rápida movimentação e colocaçãode pessoal e ferramentas nas unidades emacidente, bem como serviços de manutenção einstrumentação. Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo
  13. 13. O processo associado à pescaria é composto por váriasetapas que vão desde a estruturação da atividade com odimensionamento de pessoal e equipamentos, passando pelaprevenção de acidentes, determinação da causa, escolha datécnica de solução mais adequada, cálculo de tempoeconômico da operação, até a aquisição dos dados de poçoem tempo real.É uma tarefa com múltiplas possibilidades, que envolveimprevisibilidade e trabalhos de arbitragem, implicandonuma ampliação de operações mentais e cognitivas.Demanda abstração, atenção, responsabilidade, cooperação,decisão e comunicação. Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo
  14. 14. Conhecido o problema/Resolução maisrápidaConhecer as técnicas disponíveis,ferramentas e procedimentosadequados - Manuais Eletrônicos dePescaria. Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo
  15. 15. Evitar a pescaria, que é função de :  Conhecimento do poço/campo.  Aprender com os erros do passado.  Treinamento da equipe.  Bom controle do poço (monitoramento).  Coluna em boas condições (equipamentos). Prof.° Pedro Monteiro / Esp. Engenharia de Petróleo

×