Branding: a marca no contexto digital

1,581 views

Published on

Paulo Peres
http://www.linkedin.com/in/pauloperes

Palestra dada sobre Branding digital, para turma de Pós em Planej. Estratégico, da UnP - Universidade Potiguar (Natal)
20 Ago/2011

Disciplina: Branding
Tema: Branding Digital

Published in: Business, Technology
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,581
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
329
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Branding: a marca no contexto digital

  1. 1. UNP – Universidade PotiguarTurma: Pós-Graduação/Planej. EstratégicoDisciplina: BrandingTema: Branding Digital20 Ago/2011
  2. 2. AMBIENTE PRÉ DIGITAL PÓS DIGITAL Interrupção ParticipaçãoManipulação da imagem Criação de valores/AçõesDizer coisas as pessoas Dizer coisas das pessoas Imagem Cultura Percepção Comportamento
  3. 3. O MUNDO...RESULTADO IMEDIATO X QUALIDADE DO RELACIONAMENTOPRAGMATISMO /CONTROLE X INCERTEZAS/MUDANÇAS
  4. 4. Malu Weber: Gerente Geral de Marca (Votorantim Group)
  5. 5. "Branding é um modelo/metodologia/pensamento de gestãoprocessual que tem o objetivo de transformar, disseminar eresgatar a marca como um ativo estratégico. Transformando-anuma vantagem competitiva única. Fornecendo experiências esignificados, baseadas em valores nascidos na empresa, masdesenvolvidos e evoluídos no mercado (e nas pessoas)." (Paulo Peres)
  6. 6. “A proposta principal do Branding é fazer com que mais pessoas comprem mais, “ por mais anos, a um preço maior.
  7. 7. POR ISSO BRANDING É UM PROCESSO! CONTÍNUO. PROCESSO DE GERÊNCIA DE UMACULTURA. DE UM CÓDIGO CULTURAL
  8. 8. ...as marcas ainda não acreditam que os consumidores vão seposicionar ou reagir. "Mas, visto a polêmica da Arezzo e a decisão detirar os produtos das lojas, já percebemos que essa mentalidadepode mudar", afirma. Segundo ela, as marcas que nãotomarem iniciativas próprias para ter umaposição socioambiental serão pressionadaspelos consumidores. "Acredito que casos como essemostram como a sustentabilidade na moda pode ter muito mais vozdo que o mercado acredita." Consultora de moda Chiara Gadaleta,
  9. 9. SHERRY TURKLE (MIT) Época Negócios, Maio 2011
  10. 10. ESTAMOS FICANDO PRESOS A NOSSAPRÓPRIA TECNOLOGIA. E NOS DISTANCIANDO(OU ESCONDENDO) DE QUEM NÓS SOMOS.
  11. 11. • Classe C representa 54% da população e 54% dos acessos a web e dequem compra pelos 3,4 mil sites de compras online no Brasil; E-bit•40% do público que está na internet brasileira, tem mais de 45 anos. Ouseja, internet não é (apenas) coisa de jovem. – comScore 2011•71,1% dos brasileiros on line, acessam blogs, enquanto no restante domundo apenas 50% - ComScore 2011•As mulheres são as que mais assistem videos na internet. A maior fatiaestá das mulheres entre 45 e 54 anos no Brasil. comScore 2011•52% das pessoas que usa internet interagem com uma marca . OpenSource Branding/Agência Click•31 bilhões de busca no Google por mês
  12. 12. • 79% dos internautas impactados pela publicidade off-line realizam buscasonline sobre o produto no mesmo dia. Forrester Research• Os jovens são multiplataformas•Websemântica começa a ganhar espaço na formação da experiência deconsumo.• 98% dos pais querem que as escolas preparem os filhos para o mercado,mas colocam em segundo lugar o estudo da ética e educação. MEC#sonhobrasileiro• A informação está nos grupos, o conteúdo parece concentrado e diluído.#sonhobrasileiro• 97% das pessoas dizem que as mídias sociais tem influenciado suadecisão de compra de uma marca ou produto. Razorfish.com
  13. 13. “Young people dontwant products - they want experiences.” Don Tapscott
  14. 14. “Brand Utility é a possibilidade das marcas ajudarem a vida cotidiana dos consumidores, refletindo sobre o que eles valorizam e consideram útil, e depois oferecer esse valor extra, associando-o ou não ao produto vendido” Pedro Rocha, oak- brands.com PortugalInforma serviço ção Entreteni mento
  15. 15. HEART FITNESS
  16. 16. ENTRETENI PRODUTO MENTO PUBLICIDADE Websérie brasileira com muito humor, que mostrava situações onde o empresário poderia usar os serviços da Locaweb
  17. 17. Criação: 14 bits
  18. 18. Mais conteúdo aqui e aqui
  19. 19. Fonte Martha Gabriel
  20. 20. “Na sociedade em rede o indivíduo conectado vive melhor e pode mais.”Vivo: A vida com a Internet 1: http://www.youtube.com/user/Vivo#g/c/2F56DEFFD81A5F65
  21. 21. “Um anúncio como um estímulo é umacombinação de meio, palavras, imagens,movimentos, símbolos, associações, tons de voz,etc. O estímulo é recebido como uma totalidade,o receptor não separa o conteúdo e forma. Oselementos individuais de um anúncio não têmsignificado por si próprios. Eles só podemser julgados em conjunto.”Stephen King in JWT’s Planning Guide 1974
  22. 22. Segmentação por Ofertas PROPAGANDA DA MARCA (nos canais): TV, internet, radio, jornal, mobile, M.Ext, MOOH, Promo... Qualidade do atendimento Boca-boca/Mídia EspontâneaRelacion. e Info via Social Media (TT, FB, G+, L.In, Blog) VIU NA RUAPrograma de fidelidade, oferta de produtos EXPERIÊNCIA EXPERIÊNCIA PRÉ-COMPRA MÍDIAS SOCIAISInformativos, Newsletter, PÓS-COMPRAPesquisa de qualidade Influencia de amigosEmbalagem, prazo de entrega Recomendaçãorespeitado, E-mail de agradecimento EXPERIÊNCIA DE COMPRA Search Engine Documentação , Políticas de garantia e entrega Fachada, fardamento, limpeza, mobiliárioFormas de pagamento, selos de garantia, Usabilidade, estética, ambientação, layout dalocais “físicos” de compra e contato, loja, Pontuação da empresa Atendimento (físico ou on line), Test Drive de produtos, Brand Experience Total Atenção/Educação, Call Center, Info do produto Experiencia embarcada (test-drive carro )+ Ler livro on line (Amazon)
  23. 23. Dica: Estude a comunicação da concorrência.
  24. 24. Dica: Se você for terceirizar o gerenciamento de Mídias Sociais apresentequem é a sua empresa para o terceirizado.
  25. 25. “ A forte concorrência e uma exigência cada vez maior dos consumidores no Brasil, força os empresários e não insistirem em uma identidade única por muito tempo. De seis em seis meses, as marcas adquirem uma cara nova, um posicionamento novo e associações novas. Todos esses movimentos até podem ser muito bem intencionados logicamente, mas vão ao contrário do que prega o Branding. Todo mundo quer ver resultados rápidos, claro. Mas geralmente não funcionam na mesma velocidade e ansiedade que o mercado responde. “ Marcos Hiller, Coordenador do curso de Pós-Grad. Branding - Trevisan
  26. 26. PRESENÇA ≠ VISIBILIDADE
  27. 27. Fonte: pequenoguru.com.br
  28. 28. http://www.youtube.com/watch?v=1m1B19lElkk 2:44
  29. 29. Angry birds – T-Mobile
  30. 30. Fonte: pequenoguru.com.br
  31. 31. Water.org
  32. 32. Crie espaços para seaproximar do seu cliente
  33. 33. Empresa que vende produtos eletrônicos e acessórios. Tendo seu foco principal em computadores e acessórios correlatos. Sediada em Natal/RN. Slogan: O novo está aqui.
  34. 34. QUESTÕES A SEREM REFLETIDAS
  35. 35. Nós precisamos de especialistas paralidar com problemas específicos do dia-dia, mas precisamos de generalistaspara juntar todos eles.Será que os generalistas (em geral ocliente) estão preparados para ouvir osespecialistas?
  36. 36. UNPBRANDING DIGITAL 20.08.2011NATAL@PauloPereswww.abrandando.blogspot.compaulocomunica@gmail.com“Buscando ser melhor a cada dia”
  37. 37. AGRADECIMENTOS E FONTESGoogle ImagesRevista ExameSeth Godin – TribesDon´t Touch My Moleskinewww.pequenoguru.com.brwww.vivo.com.brhttp://www.slideshare.net/idelange/a-useful-guide-to-the-brand-utility-3961712www.slideshare.net/marthagabrielEdward BochesRevista Galileuhttp://www.slideshare.net/fchamis/advergames-no-brasilwww.Miranda.com.brwww.brain9.com.brFast Company

×