Guia de Estudos no Evangelho de Lucas - ABUB

5,115 views
4,918 views

Published on

Guia de estudo no evangelho de Lucas pela Aliança Bíblica Universitária do Brasil (ABUB), no caso, aplicado na ABU Goiânia em 2000

1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Muito bom... que Deus abençoe..
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
5,115
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
101
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Guia de Estudos no Evangelho de Lucas - ABUB

  1. 1. GUIA DE ESTUDOSGRUPO DE DISCUSSÃO - O EVANGELHO DE LUCASABUBIntrodução Esse Guia de Estudos foi elaborado para acompanhar e orientar os líderes de Gruposde Discussão, durante o Projeto "O Evangelho Para Cada Estudante", no ano 2000. Os Gruposde Discussão são formados por pessoas covidadas por amigos cristãos para investigar a FéCristã, num ambiente de amizade e seriedade. Eles acontecem no contexto de eventosespeciais organizados pelos grupos da ABU/ABS e são liderados por um líder e um ou doisajudantes. Normalmente, o líder e seus ajudantes são as pessoas que convidaram os outrosparticipantes. O Grupo de Discussão se encontra oito vezes, semanalmente, num local daFaculdade ou Colégio, por uma hora. Para ajudar o líder no seu trabalho, há uma série deencontros de capacitação, em paralelo com os encontros do Grupo de Discussão. Essesencontros de Capacitação são organizados e liderados por um Coordenador que usa o Manualde Capacitação para se orientar Propósito geral de um Grupo de Discussão - Será um sucesso, se as pessoasentenderem quel . Jesus foi enviado por Deus com a Missão de anunciar a salvação que Deus oferece2. Jesus veio para chamar a raça humana de volta a Deus. Ele tem autoridade para oferecer operdão de DEUS que todos precisam. O chamado de Jesus exige unia mudança na vida.3. Todos nós temos nos afastado de Deus c somos perdidos, mas Deus nos ama e espera nossavolta. E preciso que mudemos de atitude, reconheçamos o nosso erro, pecamos perdão evoltemos para Deus4. A busca por dinheiro, poder e pra/.cr nos atrapalha em nossa busca por Deus. A grandetolice da raça humana foi querer se dar bom neste mundo, enquanto ignora o mundo porvir.5. Foi plano de Deus que Jesus viesse especificamente para morrer por nós6. Jesus morreu numa cruz. não como uma vítima de uma grande tragédia, mas de acordocom o plano de Deus, como nosso substituto, para comprar o nosso perdão e nos reconciliarcom o Deus que é Santo.7. Jesus ressuscitou dentre os mortos e iniciou um movimento para espalhar a sua mensagemde salvação pelo mundo inteiro.8. O que Jesus fez, foi por mim. Eu preciso tomar unia atitude quanto a Ele e a salvação queme é oferecidaO ENCONTRO 0!Recomendamos que o primeiro encontro do Grupo de Discussão seja diferente dos seguintes.Por isso estamos chamando-o de Encontro 0. O propósito deste primeiro encontro é de"quebrar o gelo" com os participantes. Sugerimos que seja realizada alguma atividadedivertida em que os participantes possam conhecer uns aos outros melhor, e que nos últimos10 minutos seja apresentada uma breve introdução explicando o propósito dos outros oitoencontros. Encontro Texto Tema Objetivos01 1:1-4, Introdução: Vale a Pena? Entender porque vale a pena participar do 1:68,69, grupo Introduzir o livrinho de Lucas e 2:8-12, discutir qual é seu propósito. Discutir como 2:29-32, Jesus entendeu a sua missão neste mundo: 3:21, 22 e o enviado por Deus para trazer a salvação 4:16-21 que Deus preparou para todos
  2. 2. 02 5:17-32 Curas E Entender que Jesus se preocupava Questões Polêmicas principalmente com a doença espiritual do ser humano, que este chamou de "pecado". Descobrir que o pecado atinge a todos e que Jesus definiu sua missão como oferecer a cura, o perdão de Deus. Ver como Jesus mostrou a sua autoridade.03 15:11-24 Caindo em si Entender Qual a atitude inicial do filho e compara-Ia com a atitude da raça humana em relação a Deus. Discutir como a atitude do filho mudou até ele cair em si. Descobrir que Deus é o pai amoroso que espera pacientemente a nossa volta e como podemos voltar a Ele.04 12:15-21 Uma Questão De Justiça Descobrir como Jesus avisou dos perigos e 19:1-10 Social que corremos de ser desviados do caminho que nos leva até Deus, através do amor pelas riquezas. Ver a maneira em que um encontro com Jesus transformou Zaqueu, que trocou o amor pelo dinheiro pelo amor pelo seu próximo.05 9:18-27 Então, Quem é Esse Descobrir o que aqueles que Jesus? acompanhavam de perto a vida de Jesus e o seu ensino concluíram sobre a sua identidade. Discutir os custos e os benefícios de seguir a Jesus.06 22:39- Uma Descobrir por que a morte e ressurreição 23:56 Grande são considerados eventos de grande Tragédia? significado pelo: Cristãos. Discutir as atitudes dos dois criminosos crucificados com Jesus e as conclusões que podemos fazer quanto ao tipo de pessoa que recebe o perdão de Deus.07 24:1-53 Um Dia Que Mudou O Descobrir por que a morte e ressurreição Mundo são considerados eventos de grande significado pelo: Cristãos. Considerar a evidência para a ressurreição, para que cada um possa decidir por si mesmo se há suficiente prova para acreditar que Jesus ressuscitou dentre os mortos ou não
  3. 3. 08 13:22-29 Chegando Lá Desafiar cada participante a considerar as afirmações da fé cristã que temos discutido nesses encontros, e a tomar uma atitude quanto a elas.PRIMEIRO ENCONTRO - VALE A PENA? Provavelmente você está participando desse grupo de discussão porque alguém oconvidou. Agora você está aqui se perguntando se valerá a pena. O nosso propósito nesteprimeiro encontro do grupo é responder essa pergunta importante: Porque vale a penadiscutir o que a Bíblia tem a dizer sobre a pessoa e a obra de Jesus de Nazaré? Estamos assumindo que você já tem um desejo de saber mais sobre Jesus e a fé cristãporque aceitou o convite de participar desse encontro. Mas reconhecemos que para algunsaqui, a verdadeira importância do nosso assunto ainda não está tão óbvia. Se pararmos para pensar sobre o impacto da pessoa de Jesus em nosso mundo desdesua morte, não podemos deixar de reconhecer que o movimento que Ele iniciou, o ensino queEle nos deixou e as afirmações que Ele fazia sobre si mesmo têm sido de grande influencia nomoldar o mundo e a vida de milhões de seres humanos. Até a maneira como marcamos os diasse refere a Ele A própria história de nosso país e a nossa formação como um povo, tem muito a vercom Jesus e a igreja que ele fundou, a final das contas, chamamo-nos de uma nação cristã.Quem de nós não tem pelo menos um parente ou amigo que se dedica bastante a seguir essapessoa de Jesus através da igreja? Pode ser que nem sempre concordemos com tais pessoas,mas ternos de admitir que muitas delas são pessoas de profundas convicções e sinceridade.Por que elas são assim e de onde vieram tais convicções profundas? Não queremos dizer que todos os brasileiros queiram ser denominados "cristãos", masa influencia de Jesus é tão profunda que e natural n gente querer entender melhor quem cessa pessoa. O livrinho que você recebeu como presente de um amigo cristão co m relato davida e do ensino e da morte e ressurreição de Jesus. Durante nossos encontros, vamos nosreferir muito a este livrinho. Na verdade, o livrinho vai ser nosso guia durante as discussões.Ele se chama "O Evangelho" ou "As Boas Novas" de Lucas.Nesse nosso primeiro encontro de uma série de oito vamos tentar responder as seguintesperguntas1 Por que esse Livro foi escrito, por quem e com que motivo e objetivo?2 Qual é o assunto principal do livro e o que isso tem a ver com a gente?Então vamos lá ,leiamos o primeiro parágrafo do livro, que é uma espécie de introdução (i: 1-4}* Como é que o autor. Lucas, define seu propósito em escrever o livro?* Como é que Lucas descreve o seu trabalho; de onde veio o conteúdo, de que tipo de fonte?Qual foi o método que Lucas aplicou ao escrever seu livro?* Depois de ler essa introdução que Lucas apresenta, você acha que podemos confiar no seurelato? Por que? Por que não? A personagem central do livro de Lucas é Jesus de Nazaré. Isso ficará mais claroquando lermos os anúncios de várias pessoas que se acharam envolvidos nos eventos donascimento e do início da carreira de Jesus. Vamos ler alguns desses comentários (quatrovoluntários para fazer a leitura, enquanto o líder lê as anotações explicativas) (l:68,69) - o anúncio que Zacarias deu quanto a Jesus, um pouco antes do seunascimento.
  4. 4. (2:8-12) - o anúncio do anjo aos pastores, quando Jesus nasceu. (2:29-32) - o anúncio de Simeão. quando assistiu a dedicação do Jesus no templo. (3:21.22) - o anúncio que veio do céu quando Jesus iniciou a sua carreira.* O que chamou a sua atenção ao ouvir todos esses anúncios sobre Jesus?* O que entendemos sobro Jesus a partir desses anúncios?Finalmente, a nossa introdução sobre o relato de Lucas quanto à vida de Jesus não seriacompleta, sem incluir as próprias palavras de Jesus quanto a sua missão (propósito em vir aomundo): leia (4:16-2 l)* Na sua opinião, quem são os presos, cegos e oprimidos nessa leitura que Jesus fé/?* Como é que você entende o comentário que Jesus fé/ "Hoje se cumpriu ... que acabaram deouir "* Como foi que o próprio Jesus entendeu a sua missão?* A sua opinião sobre Jesus de Nazaré mudou cm algum aspecto por causa dessa discussão?Se mudou, por quê?Tarefa em casa - se ainda não leu, leia a Introdução e depois comece o plano de leitura.Ajudará bastante se for possível completá-lo dentro dos 30 dias recomendados.SEGUNDO ENCONTRO: CURAS E QUESTÕES POLÊMICAS Em nosso primeiro encontro, discutimos por que vale a pena entender mais sobrequem é Jesus de Nazaré. Também conversamos sobre o que as pessoas envolvidas no seunascimento e início de sua carreira como pregador e mensageiro de Deus diziam sobre ele.Descobrimos que ele mesmo tinha uma visão clara do propósito da sua VIDA, que foi enviadopor Deus para trazer a salvação que Deus preparou para todos.Nesse segundo encontro vamos descobrir o que Jesus fazia, como ele desenvolvia essa missãoque recebeu de Deus, e vamos discutir qual o significado do trabalho que ele andavarealizando.Vamos ler (5:17-26)* Como é que Lucas, o autor, prepara a cena para a cura do homem paralítico?* Na sua opinião, como deve ter sido a experiência de ser paralítico, naquela época?* Jesus falou da fé dos amigos do homem paralítico. Por que Jesus achou que tinham fé?* O que chama a sua atenção na maneira em que Jesus Talou com o homem paralítico noprimeiro instante? (Se você fosse Jesus, quais teriam sido as suas primeiras palavras ao homemparalítico. que veio para ser curado?)* Que afirmação Jesus fez quando disse "os seus pecados são perdoados"?* Qual a reação dos fariseus a essa afirmação? Por quê?* Como é que Jesus responde às reclamações dos fariseus?* Como é que você definiria "o pecado"? Por que somente Deus pode perdoar o pecado? Vamos parar para pensar por um momento. Por que Jesus se importou mais com aquestão do pecado desse homem do que com a sua cura física? Lucas, o autor, não falou nadasobre quais eram os pecados do homem paralítico parece que eram tão insignificantes quenem valeu a pena mencioná-los. Então por que Jesus se preocupou tanto com o pecado dessehomem que fez questão de perdoar antes de curar? Logo depois, Jesus se encontrou com Levi. Vamos ler o que aconteceu: (5:27-32)* O que você percebeu dessa história sobre cobradores de impostos na época de Jesus?* Quais as consequências para Levi de seguir a Jesus?* Por que você acha que Levi fez uma grande festa na sua casa pata Jesus?* Por que os fariseus ficaram tão zangados com os discípulos de Jesus?* Como é que Jesus definiu a sua missão?
  5. 5. * Na sua opinião, por que Jesus comparou o pecado com uma doença? Continuando com essacomparação, em sua opinião existem pessoas que nunca ficam doentes? Quais os sintomasdessa doença? De acordo com Jesus qual é a cura para essa doença? De que forma a cura seevidencia?* Afinal de contas, por que Jesus concedeu a cura física ao homem paralítico?TERCEIRO ENCONTRO - CAINDO EM SI.... Em nosso segundo encontro, discutimos dois acontecimentos da vida de Jesus: a curado homem paralítico e a polêmica causada pela festa na casa de Levi. Descobrirmos que opecado é como uma doença espiritual que atinge a todos nós e que Jesus oferece a cura que co perdão de Deus. Também, descobrimos que Jesus definiu a sua missão como sendo a dechamar os pecadores a serem perdoados, ou seja os doentes espirituais para serem curadosJesus afirmou que a cura que oferece, tem de se evidenciar em mudança de estilo de vida.Talvez o mais impressionante aspecto desses encontros seja a maneira com que Jesus mostra asua autoridade. A sua autoridade se estende ao ponto não só de curar um homem paralítico,mas também, mais importante ainda, de perdoar os pecados dele, como se fosse Deus. Em nosso terceiro encontro hoje, vamos discutir outro encontro que Jesus teve quelevou Jesus a contar uma história, que é uma das mais belas c instrutivas na Bíblia. Vamoscomeçar lendo a introdução que o autor Lucas dá (15:1-3)* Em que circunstâncias Jesus se encontrava, nessa introdução?* Pensando em nossa discussão no último encontro, por que Jesus estava num situaçãodessas? Continuemos a leitura (15:11-24)Essa é a mais longa e detalhada de três histórias que Jesus conta com o mesmo tema: algo quefoi perdido é encontrado. Nas primeiras duas histórias, a conclusão é a mesma; há muitaalegria no céu, na presença de Deus quando um pecador ou doente espiritual se arrepende, ouseja, quando alguém aceita o perdão de Deus e muda o seu estilo de vida. Para entender aterceira e maior história que acabamos de ler, temos de lembrar desse lema identificado nasduas primeiras histórias.* Nessa terceira história que Jesus contou, o filho perdido representa quem? E o pai, quem elerepresenta?* O que o pai fez quando o filho pediu sua herança e depois, quando ele foi embora? Vocêacha que o pai fez a coisa certa? O que você faria se fosse o pai?* Se você fosse o pai nesta história, como teria se sentiria quando o filho fosse embora?* Na sua opinião, por que o filho foi embora? Você acha que o filho pretendia voltar para suacasa um dia? Por quê?* Que atitudes o filho demonstrou quando foi embora e começou a viver no outro país?* Algumas pessoas têm comparado as ações e atitudes desse filho com aquelas da raçahumana quanto a Deus, seu criador. Em sua opinião, essa comparação é valida? Por quê?* No meio da história, o texto diz que o filho "caiu em si...". Que fatores o levaram a essepomo na sua vida? Como você descreveria a situação do filho, agora? Essa situaçãodesagradável foi culpa de quem?* Para poder voltar para sua casa e família, o que o filho decide que precisa fazer e dizer? Oque isso nos ensina sobre qual deve ser a nossa atitude se queremos nos aproximar mais deDeus?* Como é que o pai recebeu o seu filho? Em sua opinião, como é que o filho se sentiu durantea festa para celebrar e seu retomo?* Quais as qualidades admiráveis desse pai? O que isso nos ensina sobre Deus e sua atitudequanto a nós?
  6. 6. QUARTO ENCONTRO - UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA SOCIAL Vamos nos lembrar da linda história que Jesus contou sobre o filho perdido, quediscutimos no último encontro. A história começou com um filho que só pensava em simesmo, que queria ser livre das suas obrigações c da influência de um pai que o amava muito.A história terminou com o filho de volta em casa, amado, aceito e restaurado. Discutimos amudança que leve que acontecer na atitude do filho e o processo pelo qual ele teve que passaraté cair em si.... Talvez a mais importante descoberta que fizemos foi a atitude de Deus quantoa nós, seus filhos perdidos: Deus é o pai amoroso que espera pacientemente a nossa volta. Ahistória nos mostra como Jesus entendia a situação entre Deus e a raça humana, c nos da umagrande esperança: Deus perdoará aqueles que escolherem seguir o exemplo do filho perdido,que se arrependeu e voltou para o seu lar.Hoje continuaremos acompanhando Jesus em sua missão. Dessa vez, ouviremos mais dos lábios de Jesus a respeito de pessoas que só pensamem si. e das consequências que sofrem. Jesus se preocupava com u questão de justiça social efalava muitas vezes dos perigos que os ricos correm por causa da influência de seu dinheiro.Jesus também falava frequentemente do amor que Deus tem para com os pobres enecessitados, chamando-os para continuar confiando em Deus. pois a justiça será feita um dia. Jesus chamou os seus seguidores a serem generosos e a repartir seus recursos com ospobres. Ao mesmo tempo, ele criticou os ricos por sua falta de amor e compaixão quanto aosnecessitados. Mas ele teve uma preocupação maior ainda. Ele avisou os ricos do perigo deconfiar cm suas riquezas a tal ponto de deixarem de confiar em Deus. A nossa leitura hoje vai ser em duas partes. A primeira é sobre esse aviso que Jesusdeu aos ricos e a segunda é sobre a história de um rico que prestou atenção ao aviso e mudoude atitude. Começamos com o aviso ...(12:15-21)* Jesus começa o seu discurso com um princípio para todos aplicarem na sua vida. Em suaopinião esse princípio é válido? Por quê?+ Jesus conta a história do um homem rico. Em que circunstâncias esse homem se achava?Você gostaria de estar numa situação dessas? Por quê?* Se a revista "Veja" quisesse escrever um artigo sobre esse homem, como você acha queiriam descrevê-lo? Quais alguns dos elogios que usariam?* Jesus disse que na opinião de Deus, esse homem era "um tolo". Como é que se entendeesse comentário; qual era o problema desse homem? Em sua opinião, é possível ser rico eseguir a Jesus?* O que quer dizer "ser rico diante de Deus"?Então, há esperança para os ricos? Vamos ver. Em nossa segunda leitura, encontramos umoutro homem rico cuja vida mudou radicalmente em apenas um dia, quando Jesus passou nasua casa.Leiamos (19:1-10)* O que podemos concluir sobre esse homem rico, Zaqueu, antes que Jesus chegasse a visitá-lo?* Zaqueu desejava ver Jesus naquele dia em Jerico, mas enfrentou uma dificuldade. Qual foi?Como ele superou sua dificuldade?* Qual foi a atitude de Jesus para com Zaqueu quando o viu naquela árvore? Qual foi a atitudeda multidão? O que você acha da atitude de Jesus?* Depois do encontro entre Jesus e Zaqueu. Jesus falou que a Salvação entrara na casa deZaqueu. Quais as evidências disso1?* Na sua opinião, quais seriam algumas evidências de que a Salvação entrou na vida dealguém, hoje em dia?* Como foi que Jesus descreveu a sua missão no mundo?
  7. 7. * No final da história. Jesus se refere a Zaqueu como alguém que era perdido. Em que sentidosvocê acha que ele era assim? Você consegue perceber alguma semelhança entre você eZaqueu? Qual?* Como é que este encontro entre Jesus e Zaqueu pode incentivar a gente a buscar mais aJesus? Jesus fala que ele busca os perdidos: há exemplos disso hoje que você conhece?Se quiserem saber mais sobre esse assunto de justiça social, leiam em casa (16:19-31)QUINTO ENCONTRO - ENTÃO, QUEM É ESSE JESUS? Ao começar o nosso encontro hoje vamos nos lembrar de que chegamos até o meio danossa caminhada pelo relato que Lucas nos deixou sobre a vida de Jesus de Nazaré. Iniciamosnossa série de discussões falando sobre porque Jesus veio ao nosso mundo e como Jesusentendeu a sua missão. Vimos como Jesus tinha poder para curar os doentes e notamos comoele se preocupava principalmente com a doença espiritual do ser humano, que ele chamou de"pecado". Ouvimos Jesus quando ele se apresentou como "o médico" que veio para trabalharentre aqueles que reconhecem a sua necessidade de ser curado dessa doença espiritual c a suacarência do perdão de Deus nas suas vidas. Também, acompanhamos Jesus quando ele avisou o povo dos perigos que todos nóscorremos de ser enganados e desviados do caminho que nos leva até Deus, através do amorpelas riquezas desse mundo. Assistimos o encontro de Jesus com o rico, Zaqueu, e vimos amaneira como esse encontro transformou a atitude desse homem, que deixou de buscar cadavez mais dinheiro a favor de receber a salvação que Jesus ofereceu. Ficamos admirados ao vera mudança na vida desse homem, que trocou o amor pelo dinheiro para o amor pelo seupróximo. Durante um bom tempo, algumas pessoas que Jesus tinha convidado para oacompanhar na sua missão, os seus discípulos (seguidores), vinham observando de perto 9 suavida e o seu ensino, e agora o conheciam bem. Um dia. Jesus decidiu perguntar-lhes a suaopinião sobre um assunto que muitos naquela época estavam discutindo... Quem de verdadeera essa pessoa Jesus, que parecia tão diferente e especial? Vamos descobrir o que aconteceu:Leiamos(9:18-26)* Lucas descreve as circunstâncias nas quais Jesus fez a sua primeira pergunta Você acha queo momento que Jesus escolheu foi significativo? Por quê? Como é que a resposta à primeirapergunta de Jesus preparou o caminho para a segunda?* Se você estivesse lá naquele momento, qual dessas respostas você aceitaria como a maisprovável?* Baseado naquilo que já descobrimos e discutimos, se Jesus tivesse lhe feito essa mesmapergunta, que resposta você daria?* Qual foi a reação de Jesus à resposta que Pedro deu? Como é que se entende essa reação deJesus?* Jesus descreveu em detalhes o que ia acontecer com ele. Na sua opinião, por que Jesuspassaria por isso?.* Depois. Jesus deixou bem claro para seus discípulos qual seria custo de segui-lo. Coloqueem suas próprias palavras qual seria esse custo, em termos da vida que nós vivemos hoje?* Quais os incentivos que Jesus acrescenta para aqueles que estão avaliando se vale a penabancar esses custos? Depois do discurso com seus discípulos, Jesus leva Pedro e mais dois para umasurpreendente experiência no monte. (9:27-36)* Descreva nas suas próprias palavras o que aconteceu no monte.
  8. 8. * Qual foi o assunto da conversa entre Jesus e as duas personagens do Antigo Testamento?Que moino é dado para aquilo que ia acontecer? O que a voz do céu disse?* Qual foi a reação dos discípulos depois? Na sua opinião por que Jesus os levou para passarpor essa experiência. Em qual sentido foi um preparação para o que iria acontecer?Tarefa em casa - Em nosso próximo encontro, queremos discutir a morte de Jesus. Facilitariabastante a discussão se todos pudessem ler essa parte do relatório de Lucas (22:39-23:56)SEXTO ENCONTRO - UMA GRANDE TRAGÉDIA? Neste ponto em nossa série de encontros de discussão chegamos ao momento da vidade Jesus que us Cristãos afirmam ser o mais importante e significativo: a sua morte eressurreição. Se pararmos para pensar isso, é um pouco surpreendente, pois na vida degrandes homens da história o clímax das suas vidas normalmente é considerado o momentoem que realizaram a sua maior obra ou descoberta, enquanto o momento da sua morte érelatado como um fato de pouco significado. O nosso objetivo nesse encontro e no próximo étentar descobrir por que a morte e ressurreição são considerados eventos de grandesignificado. Algumas pessoas têm dito que a morte de Jesus foi uma grande tragédia. Até ofinal do nosso próximo encontro, vamos ver se concordamos com essa avaliação. O relatório dos eventos acerca da morte de Jesus é comprido e detalhado, mas éimportante que o leiarnos para entender por que aconteceu. Começamos com um momentoíntimo entre Jesus e o seu Pai celestial um pouco antes dele ser preso. Seria interessante fazeressa leitura de forma dramatizada com diversos leitores assumindo o pape! das personagens eum narrador.Leiamos (22:39-46)* Escutando a oração de Jesus no monte de Oliveiras, como você descreveria a sua atitudequanto àquilo que sabia que iria acontecer.1* Qual foi a atitude dos discípulos?Leiamos (22:47-53)+ Como foi que Jesus foi preso?* Qual foi a atitude dos discípulos? Como Jesus reagiu? Como se entende a atitude de Jesusdiante desses acontecimentos?Leiamos (22.-54-62)* O que aconteceu com Pedro naquela noite? Em sua opinião, o que Pedro poderia aprenderda sua experiência amarga?Leiamos (22:63-71)* No julgamento diante do Conselho Superior, qual foi a acusação contra Jesus? Como foi queEle se defendeu?* Qual foi a base da condenação?Leiamos (23:1-12)* Diante das acusações feitas contra Jesus, qual foi a atitude de Pilatos e de Herodes?Leiamos (23:13-25)* Quando Jesus foi condenado à morte por Pilatos qual foi o motivo?* Qual a sua opinião sobre os responsáveis pelo sistema de justiça que condenou Jesus? Porque você acha que reagiram daquela forma?Leiamos (23:26-43)
  9. 9. * Quando Jesus orou na cruz, a favor de quem ele pediu o perdão do seu Pai?* Por que um criminoso, com pouco tempo até a sua morte, ficaria zombando de Jesus?* Como é que a atitude desse primeiro criminoso se compara com a atitude que muitos emnosso mundo têm quanto a Jesus?* Por que ele não foi salvo por Jesus?* Como é que a atitude do segundo criminoso é diferente da atitude do primeiro?* Que afirmações o segundo criminoso fez quanto a Jesus?* O que ele pediu de Jesus? Como você entende esse pedido? Qual foi a resposta de Jesus?Por que essa resposta é surpreendente7* Que conclusões podemos fazer quanto ao tipo de pessoa que recebe o perdão que Deusoferece?Leiamos (23:44-56)* Ao final, qual foi a reação das pessoas que assistiram a morte de Jesus?* Em sua opinião, por que José correu os riscos de se identificar com Jesus, depois que Elemorreu?Qual a opinião do grupo, neste momento, sobre a afirmação de que a morte de Jesus foi umagrande tragédia?Tarefa de casa: Ler 24:1-53 (Como alternativa, o grupo pode assistir a parte do filme "Jesus"sobre a sua more e depois discuti-lo usando as perguntas acima)SÉTIMO ENCONTRO - UM DIA QUE MUDOU O MUNDO Em nossa última discussão, consideramos os eventos acerca da detenção, julgamentoe execução de Jesus Descobrimos como as autoridades religiosas judaicas fabricaramevidências contra ele: como o governador Pilatos deu sua permissão para a execução de Jesus:não porque acreditava que Jesus merecia morrer, mas sim porque ele fracassou sob a pressãoda multidão. Lembramos a atitude de Jesus, que orou por aqueles que o estavam matando ecomo ele respondeu à fé do criminoso, dizendo "hoje, você estará comigo no paraíso". Jesusmorreu na cruz- e foi sepultado, mas a sua história não acabou assim, não.Uma das diferenças fundamentais entre a Fé Cristã e todas as outras crenças e religiões é quese baseia numa pessoa e não numa filosofia, lista de regras ou estilo de vida. Ser cristão não éseguir um conjunto de crenças e princípios religiosos, é se relacionar com uma pessoa, Jesusde Nazaré. Os fundadores de todas as outras crenças ou religiões já morreram ou vão morrerum dia. O fundador da Fé Cristã está vivo e viverá para sempre. Esse é o cerne do Cristianismo,é o ponto principal. Se Jesus de Nazaré não ressuscitou e não está vivo hoje, então a te cristã efurada e Jesus de Nazaré foi ou um louco religioso ou um enganador maligno. Isso significa que a nossa discussão hoje é a mais importante de todas. Vamos ler orelatório queLucas nos deixou sobre os eventos do terceiro dia após a crucificação e vamos considerar aevidência, para que cada uni possa decidir por si mesmo, se há suficiente prova para acreditarque Jesus ressuscitou dentre os mortos ou não.(24:1-12)* Por que um grupo de mulheres foi ao túmulo de Jesus? O que acharam lá?* As mulheres voltaram para contar a sua história aos outros discípulos. Em sua opinião, comoelas se sentiram nu volta?* Os discípulos não acreditaram naquilo que as mulheres disseram. Você acha essa atituderazoável? Por quê?
  10. 10. * Pedro foi ao túmulo. O que ele viu lá o deixou admirado. Por quê? Suponhamos quefôssemos Pedro, o que concluiríamos sobre os eventos daquela manhã?(24:13-35)* Nem todos os discípulos estavam juntos naquele dia - alguns já estavam voltando para assuas casas. Em Sua opinião, qual a atitude desses dois discípulos, quanto aos acontecimentosacerca da morte de Jesus? Você acha que estavam preparados para o que aconteceu com elesna sua jornada? Por quê?* Os dois discípulos falaram das suas expectativas e da sua decepção. Qual foi a atitude deJesus? Come ele respondeu?* Quando os dois voltaram para contar a sua experiência aos outros discípulos, qual foi aatitude deles? Por que?(24:36-53)* De repente, o próprio Jesus apareceu no meio dos discípulos. Considerando o que Jesus faloupara cies no inicio da conversa, qual era a atitude dos discípulos, o que eles estavampensando?* Jesus mostrou as suas mãos e pés e depois comeu diante deles. Por quê?* Como foi que Jesus explicou o propósito da sua própria morte?* Jesus deu aos seus discípulos uma missão. Qual foi? Qual a mensagem que eles precisavamanunciar? Resta para nós uma pergunta a ser respondida. Esse relato é a verdade? Esses eventosque Lucas relata para nós realmente aconteceram exatamente como ele escreveu?* Qual a sua opinião? Você acha razoável acreditar que. de fato. Jesus morreu e ressuscitoufisicamente no terceiro dia e está vivo hoje, como os cristãos afirmam?* Quais algumas outras explicações alternativas para o que aconteceu naquele fim de semanaem Jerusalém? A Fé Cristã, que se baseia nesse relato c noutros semelhantes, afirma que Jesus deNazaré nasceu em Belém, realizou a sua missão que recebeu de Deus, foi crucificado porPilatos c no terceiro dia ressuscitou dentre os mortos. O seu túmulo ficou vazio c os seusseguidores se espalharam pelo unindo inteiro, pregando a seguinte mensagem: Jesus morreupor nossos pecados, ressuscitou e vive para sempre como Salvador de todos aqueles que searrependam dos seus pecados e confiem nele. abandonando os seus pecados e se dedicando aseguir a Cristo pelo resto de suas vidas. E para nós, hoje qual deve ser a nossa atitude quanto aesses acontecimentos? Esse é o assunto para nossa última discussão.OITAVO ENCONTRO - CHECANDO LÁ Parabéns! Vocês chegaram ao último encontro do nosso grupo Esperamos que tenhasido paia você uma experiência valiosa ate agora. Mas ainda não terminamos Há mais umacoisa importante para ser discutida. Qual será a atitude de cada membro desse grupo quantoàquilo que temos discutido e aprendido? Será que toda essa discussão tem sido uma simplesexperiência intelectual? Esperamos que não seja assim, pois uma coisa é bem clara: para osprimeiros discípulos de Jesus, os acontecimentos daqueles dias relatados por Lucas no seuEvangelho, mudaram as suas vidas e destinos completamente. Eles não continuaram osmesmos depois. A transformação das suas atitudes, perspectivas, prioridades e de suas vidasfoi tão radical que as autoridades, um pouco depois da morte e ressurreição de Jesus, tiveramde reconhecer que eles tinham virado o inundo de cabeça para baixo. Esse podertransformador de Jesus continua atuando até hoje na vida de milhões de pessoas. Foi essa a
  11. 11. fonte de motivação para organizar esses encontros de discussão aqui c em muitas outrasfaculdades c escolas no país todo. O propósito dessa última discussão é desafiar cada pessoa aqui a considerar asafirmações da fé cristã que lemos discutido nesses encontros, e de tomar uma atitude quantoa elas Se um dia um amigo seu chegasse a você e falasse: Meu amigo, tenho lhe observado depeito estes dias e estou percebendo que você não está bem de saúde. Tenho outro amigo queapresentou esses mesmos sintomas e descobriu-se que ele tinha uma doença muito seria. “Porfavor, vá ao médico hoje para consultar opinião dele.” Você teria duas formas de responder ao seu amigo Poderia simplesmente dizer"obrigado pela preocupação", e não fazer nada acreditando que seu amigo estava enganado,ou poderia dizer "obrigado pela preocupação, acho que você tem razão ao dizer que não estoubem. Vou marcar uma consulta, logo". Numa situação dessas, não dá para evitar uma decisão.Ou você acredita e corre para pedir socorro ao médico, ou você não acredita e fica parado. Oque não é admitido, é dizer que acredita naquilo que seu amigo disse e não fazer nada.Somente um tolo atua assim. Jesus o grande medico dos doentes espirituais falou que veio para chamá-los areconhecer a sua condição e receber dele a única cura eficaz, arrependimento e fé na sua obrana cruz ... pois quando morreu na cruz, ele estava comprando o perdão para os nossospecados ... ele morreu em nosso lugar como nosso substituto. A nossa parte é pedir perdão,abandonar tudo que é errado em nossa vida e recomeçar de novo vivendo a grande mudançade vida que ele vai realizar em nós.Vamos terminar, discutindo mais uma parte do relato de Lucas Um dia Jesus estava ensinandoo povo quando alguém lhe perguntou algo que chamou a sua atenção.Leiamos ( 13:22-29)* A leitura começa com alguém fazendo uma pergunta a Jesus. Por que alguém faria umapergunta dessa?* Jesus usa a frase "a porta estreita". Como você entende essa frase? O que quer dizer "aporta estreita"?* Jesus fala que vai haver muita gente decepcionada porque não conseguiu entrar pela portaestreita, porque ficou do lado de fora excluída do Reino de Deus os céus. Quais os motivos quevocês oferecem pelos quais acham que O Senhor deveria deixá-los entrar? Por que você achaque os motivos não são aceitos pelo Senhor?* Quais os molhos que c Senhor dá para deixá-los do lado de fora?* A luz dessa leitura, como é que nós podemos ser salvos?Jesus disse: “Afirmo a votes que Eu sou a porta por onde passam as ovelhas. Todos os quevieram antes de mim eram ladrões e assaltantes, e as ovelhas não deram atenção voz deles. Eu sou a porta. Quem entrar por mim será salvo; poderá entrar e sair e achar comida. O ladrãosó vem para roubar, matar e destruir; mas eu vim para que as ovelhas tenham vida e vidacompleta.”. (João 10:7-10)

×