Tipos de texto

97,639 views
97,177 views

Published on

Published in: Education
7 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
97,639
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
216
Actions
Shares
0
Downloads
888
Comments
7
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tipos de texto

  1. 1. Tipos de texto Basicamente existem três tipos de texto: Texto narrativo; Texto descritivo; Texto dissertativo. Cada um desses textos possui características próprias de construção.
  2. 2. NARRAÇÃO Narrar é contar um fato, e como todo fato ocorre em determinado tempo, em toda narração há sempre um começo, um meio e um fim. São requisitos básicos para que a narração esteja completa.
  3. 3. Elementos que formam a estrutura da narrativa: 1 - TEMPO O intervalo de tempo em que o(s) fato(s) ocorre(m). Pode ser um tempo cronológico, ou seja, um tempo especificado durante o texto, ou um tempo psicológico, onde você sabe que existe um intervalo em que as ações ocorreram, mas não se consegue distingui-lo.
  4. 4. 2 - ESPAÇO : O espaço é imprescindível, e deve ser esclarecido logo no início da narrativa, pois assim o leitor poderá localizar a ação e imaginá-la com maior facilidade. <ul><li>3 - ENREDO : É o fato em si. Aquilo que ocorreu e que está sendo narrado. Deve ter um começo, um meio e um fim. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>4 - PERSONAGENS : São os indivíduos que participaram do acontecimento e que estão sendo citados pelo narrador. Há sempre um núcleo principal da narrativa que gira em torno de um ou dois personagens, chamados de personagens centrais ou principais (protagonistas). </li></ul>
  6. 6. <ul><li>5 - NARRADOR : É quem conta o fato. Pode ser em primeira pessoa , o qual por participar da história é chamado narrador-personagem, ou em terceira pessoa , o qual não participa dos fatos, e é denominado narrador-observador. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Parei para conversar com o meu compadre que há muito não falava. Eu notei uma tristeza no seu olhar e perguntei: </li></ul><ul><li>- Compadre por que tanta tristeza? </li></ul><ul><li>Ele me respondeu: </li></ul><ul><li>- Compadre minha senhora morreu há pouco tempo. Por isso, estou tão triste. </li></ul><ul><li>Há tanto tempo sem nos falarmos e justamente num momento tão triste nos encontramos. Terá sido o destino? </li></ul>
  8. 8. TERCEIRA PESSOA <ul><li>Já o narrador-observador é aquele que serve de intermediário entre o fato e o leitor. </li></ul>
  9. 9. O jogo estava empatado e os torcedores pulavam e torciam sem parar. Os minutos finais eram decisivos, quando de repente o juiz apitou uma penalidade máxima. O técnico chamou Neco para bater o pênalti, já que ele era considerado o melhor batedor do time. Neco dirigiu-se até a marca do pênalti e bateu com grande perfeição. O goleiro não teve chance. O estádio quase veio abaixo de tanta alegria da torcida.
  10. 10. <ul><li>Elementos que ajudam na construção do enredo: </li></ul><ul><li>INTRODUÇÃO : Na introdução devem conter informações já citadas acima, como o tempo, o espaço, o enredo e as personagens. </li></ul>
  11. 11. TRAMA : Nessa fase você vai relatar o fato propriamente dito, acrescentando somente os detalhes relevantes para a boa compreensão da narrativa. A montagem desses fatos deve levar a um mistério, que se desvendará no clímax.
  12. 12. <ul><li>CLÍMAX : </li></ul><ul><li>O clímax é o momento chave da narrativa, deve ser um trecho dinâmico e emocionante, onde os fatos se encaixam para chegar ao desenlace. </li></ul>
  13. 13. DESENLACE : O desenlace é a conclusão da narração, onde tudo que ficou pendente durante o desenvolvimento do texto é explicado, e o “quebra-cabeça”, que deve ser a história, é montado.
  14. 14. É necessário que na organização do texto você faça alguns questionamentos: O quê aconteceu ? (enredo), quando aconteceu? (tempo), onde aconteceu? (espaço), com quem aconteceu? (personagens), como aconteceu? (trama, clímax, desenlace).
  15. 15. <ul><li>Para uma redação, distribuam as informações dessa forma: </li></ul><ul><li>Introdução: Com quem aconteceu? Quando aconteceu? Onde aconteceu? </li></ul><ul><li>Desenvolvimento: O que aconteceu? Como aconteceu? Por que aconteceu? </li></ul><ul><li>Conclusão: Qual a consequência desse acontecimento? </li></ul>
  16. 16. Descrição <ul><li>Descrever é explicar com palavras o que se viu e se observou. A descrição é estática, sem movimento, desprovida de ação. Na descrição o ser, o objeto ou ambiente são importantes, ocupando lugar de destaque na frase o substantivo e o adjetivo. </li></ul>
  17. 17. O emissor capta e transmite a realidade através de seus sentidos, fazendo uso de recursos linguísticos, tal que o receptor a identifique. A caracterização é indispensável, por isso existe uma grande quantidade de adjetivos no texto.
  18. 18. <ul><li>DESCRIÇÃO DENOTATIVA </li></ul><ul><li>Quando a linguagem representativa do objeto é objetiva, direta sem metáforas ou outras figuras literárias, chamamos de descrição denotativa. Na descrição denotativa as palavras são utilizadas no seu sentido real, único de acordo com a definição do dicionário. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>Saímos do campus universitário às 14 horas com destino ao agreste pernambucano. À esquerda fica a reitoria e alguns pontos comerciais. À direita o término da construção de um novo centro tecnológico. Seguiremos pela BR-232 onde encontraremos várias formas de relevo e vegetação. </li></ul>
  20. 20. <ul><li>DESCRIÇÃO CONOTATIVA </li></ul><ul><li>Em tal descrição as palavras são tomadas em sentido figurado, ricas em polivalência. </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>João estava tão gordo que as pernas da cadeira estavam bambas do peso que carregava. Era notório o sofrimento daquele pobre objeto. </li></ul>
  21. 21. Texto Dissertativo / Argumentativo <ul><li>o texto dissertativo pertence ao grupo dos textos expositivos, juntamente com o texto de apresentação científica, o relatório, o texto didático, o artigo enciclopédico. O texto dissertativo não está preocupado com a persuasão e sim, com a transmissão de conhecimento, sendo, um texto informativo. </li></ul>
  22. 22. Texto argumentativo <ul><li>Os textos argumentativos , têm por finalidade principal persuadir o leitor sobre o ponto de vista do autor a respeito do assunto. Quando o texto, além de explicar, também persuade o interlocutor e modifica seu comportamento, temos um texto dissertativo-argumentativo . </li></ul>
  23. 23. <ul><li>a linguagem do texto dissertativo-argumentativo costuma ser impessoal , objetiva e denotativa . Mas, raramente, há a combinação da objetividade com recursos poéticos, como metáforas e alegorias. Predominam formas verbais no presente do indicativo e emprega-se o padrão culto e formal da língua. </li></ul>
  24. 24. O parágrafo é uma de suas unidades básicas <ul><li>A estrutura-padrão: consiste em três partes: a ideia-núcleo , as ideias secundárias (que desenvolvem a ideia-núcleo), a conclusão. Em parágrafos curtos, é raro haver conclusão. </li></ul>
  25. 25. DEUS OS ABENÇOE EM SUA CAMINHADA. <ul><li>Formatado por: PAULO IÁPETER </li></ul><ul><li>Para aula no Cael </li></ul><ul><li>Sala 301 da FEUC </li></ul>

×