CMA PPING I   sharing knowledge to empower people   Análise taxonômica de proposições em mapas  conceituais ao longo da di...
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people                        Mapas Conceituais Estrutura                     ...
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people                        Mapas Conceituais Estrutura                     ...
CMA PPING I    sharing knowledge to empower people                          Mapas Conceituais Evolução histórica         ...
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people                       Objetivo da pesquisa Mapas conceituais tem inform...
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people                     Análise taxonômica
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people            Categorização das proposições Perguntas   1. Os termos de li...
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people                            Coleta de dados Estímulos    pergunta focal...
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people                         Coleta de dados
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people              Resultados: variáveis I MC5
CMA PPING I    sharing knowledge to empower people              Resultados: variáveis I MC15
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people              Resultados: objetos I MC5
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people              Resultados: objetos I MC15
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people              MC5: Linhas tracejadas (E)
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people              MC15: Linhas contínuas (D)
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people                      Considerações finais Número de proposições aumento...
CMA PPING I   sharing knowledge to empower people                        Agradecimentos Comissão organizadora FAPESP CN...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Análise taxonômica de proposições em mapas conceituais

736 views
613 views

Published on

Trabalho apresentado no VIII ENPEC & I CIEC (Unicamp, Campinas, SP) no dia 8/12/11 na sessão coordenada que ocorreu na sala PB 14 das 11-13hs.
Apresentador: Paulo Rogério Miranda Correia

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
736
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Análise taxonômica de proposições em mapas conceituais

  1. 1. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Análise taxonômica de proposições em mapas conceituais ao longo da disciplina de Ciências da Natureza (EACH-USP/Leste) Joana Guilares de Aguiar1 Jerson Geraldo Romano Jr1 Paulo Rogério Miranda Correia21Programa de Pós-Graduação Interunidades em Ensino de Ciências I USP 2Escola de Artes, Ciências e Humanidades I Universidade de São Paulo
  2. 2. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Mapas Conceituais Estrutura Mapas conceituais ≠ organogramas fluxograma esquemas Clareza semântica
  3. 3. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Mapas Conceituais Estrutura proposição
  4. 4. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Mapas Conceituais Evolução histórica 1963 1972 1990 1997 2004Dr. Joseph D. NovakDr. Alberto J. Canãs
  5. 5. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Objetivo da pesquisa Mapas conceituais tem informações latentes que não sãoobtidas a partir da leitura das proposições.  Análise estrutural: configuração da rede  Análise de vizinhança: conceitos (Sessão PB15 – 8/12 tarde)  Análise proposicional: conteúdo semântico das proposições
  6. 6. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Análise taxonômica
  7. 7. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Categorização das proposições Perguntas 1. Os termos de ligação tem verbos? Sim(Q2) I Não(E) 2. O verbo não revela ação (e.g. ser,estar, ter)? Sim(E) I Não (D/Q3) 3. Ambos conceitos: inicial e final indicam causa e conseqüência, respectivamente? Sim(D1/Q4) I Não (D0/Q4) 4. Os conceitos são quantificados (e.g. mais carros, muitos carros)? Ambos(D13) I Um (D02/D12) I Não (D01/D11)
  8. 8. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Coleta de dados Estímulos  pergunta focal iniciada com “como”  conceito obrigatório previamente quantificado “mais tecnologia”
  9. 9. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Coleta de dados
  10. 10. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Resultados: variáveis I MC5
  11. 11. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Resultados: variáveis I MC15
  12. 12. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Resultados: objetos I MC5
  13. 13. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Resultados: objetos I MC15
  14. 14. CMA PPING I sharing knowledge to empower people MC5: Linhas tracejadas (E)
  15. 15. CMA PPING I sharing knowledge to empower people MC15: Linhas contínuas (D)
  16. 16. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Considerações finais Número de proposições aumentou em MC15. Aumento se distribui em todas as categorias (E/D). 60% dos alunos elaboraram proposições essencialmentedinâmicas (estímulos). Análise proposicional não se limita a MCs obtidos nas aulas deciências.
  17. 17. CMA PPING I sharing knowledge to empower people Agradecimentos Comissão organizadora FAPESP CNPq & CAPES

×