João Marcelo dos Santos Xavier
Pós-Graduação Interunidades em Ensino de Ciências
Universidade de São Paulo
A estrutura dos...
Artigo de referência
Os objetivos
1. Apresentar os mapas conceituais como um instrumento de
representação do conhecimento, principalmente por
r...
A Teoria e a Pesquisa sobre Mapas Conceituais
• Questões teóricas
Categorias e conceitos
Etiquetas
Relação entre os concei...
Mapas conceituais
São ferramentas de representação do conhecimento
Ligações cruzadas
Relações entre áreas de conhecimento ...
Mapas conceituais são
Utilizados principalmente na gestão do conhecimento
Ferramentas de avaliação que permitem diferencia...
Categorias
• Divisão em subcategorias
 Semelhança entre os membros de uma categoria
 Classificação como parte de um sist...
Conceitos científicos
• Propriedades Genotípicas (Lewin, 1969)
 Massa (propriedade comum)
 Tamanho, cor, função (fenotíp...
Palavras
• São usadas para dar nome aos conceitos
• Diversos significados
• Interpretada de acordo com o contexto
• Decodi...
Affordances
• Possíveis significados de um conceito
• Seu número pode ser reduzido em interação com outros
conceitos
Relaç...
Mapas conceituais
• Relações dinâmicas estabelecem covariação entre os conceitos
• Relações estáticas estabelecem descriçã...
Relações dinâmicas
• Forma como um conceito afeta outro conceito
• Dois tipos, com base na
 Causalidade (tempo de viagem ...
Mapas conceituais cíclicos
• Representação cíclica na biologia (ex: ciclo alimentar)
• Tendência à representação cíclica
R...
Constelação
• Aumento em um dos conceitos, leva a aumento nos demais
• Podem mudar na mesma direção ou no sentido oposto
•...
Pensamento sistêmico
• Estabelecido por relações dinâmicas
• Considera as expectativas
 São revistas com base no “feedbac...
Tensão no ciclo de conceitos
• Proposições podem indicar como a mudança em um conceito
pode afetar o conceito subsequente
...
Tensão no ciclo de conceitos
• Estabelecimento de ligações cruzadas/criatividade (Novak, 1998)
• Relações cíclicas podem o...
Elaboração de mapas conceituais cíclicos a partir de outros
mapas conceituais
• Selecionar o conceito inicial
• Quantifica...
Elaboração de mapas conceituais cíclicos a partir de outros
mapas conceituais
• Novas informações serão fornecidas
• Organ...
Mapas híbridos
• O mapa conceitual híbrido pode ter duas representações
(informações gerais e funcionamento)
• Cores difer...
Mapas conceituais cíclicos autônomos
• Se aplica a algumas situações (depende da pergunta a ser
respondida)
• Não há limit...
Os componentes dos mapas conceituais
• Conceitos são diferentes de categorias
• Conceitos são mais abstratos
• Conceitos c...
A configuração dos mapas conceituais
• Forma atual dos MCs são adequadas a representar relações
estáticas
• Mapas conceitu...
Implicações para a pesquisa
• Linha de pensamento serve de base para pesquisa empírica
• Hipóteses
 MCs cíclicos (represe...
Leitura complementar
• Proposições representam uma relação entre dois conceitos
• Pensamento dinâmico - interdependência funcional entre dois
c...
Conclusões gerais
• Premissa básica: “o pensamento pode ter um componente dinâmico
ou estático”
• Relações dinâmicas e est...
Agradecimentos
Nosso grupo de pesquisa integra o
http://nap.usp.br/npnap
Nosso grupo é organizador da
http://www.cmc2014.com.br
Sobre o apresentador
http://www.mapasconceituais.com.br/
João Xavier
Universidade de São Paulo
joaomsxavier@usp.br
07-mar-...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A estrutura dos mapas conceituais: pensamento dinâmico e representação do conhecimento

1,216 views

Published on

V Ciclo de Seminários I Grupo de Pesquisa Mapas Conceituais
http://www.mapasconceituais.com.br/

Published in: Education
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,216
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
539
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A estrutura dos mapas conceituais: pensamento dinâmico e representação do conhecimento

  1. 1. João Marcelo dos Santos Xavier Pós-Graduação Interunidades em Ensino de Ciências Universidade de São Paulo A estrutura dos mapas conceituais: pensamento dinâmico e representação do conhecimento
  2. 2. Artigo de referência
  3. 3. Os objetivos 1. Apresentar os mapas conceituais como um instrumento de representação do conhecimento, principalmente por representarem relações estáticas entre conceitos . 2. Mostrar como as relações dinâmicas entre os conceitos podem ser representadas em mapas conceituais cíclicos.
  4. 4. A Teoria e a Pesquisa sobre Mapas Conceituais • Questões teóricas Categorias e conceitos Etiquetas Relação entre os conceitos • Relações dinâmicas • Mapas conceituais cíclicos • Pensamento sistêmico • Tensão no ciclo de conceitos • Os mapas conceituais cíclicos Conclusões • Os componentes dos mapas conceituais • A configuração dos mapas conceituais • Implicações da pesquisa Organização
  5. 5. Mapas conceituais São ferramentas de representação do conhecimento Ligações cruzadas Relações entre áreas de conhecimento diferentes que revelam altos níveis de aprendizagem significativa Aprendizagem significativa Conceitos novos estão associados hierarquicamente a conceitos mais inclusivos A Teoria e a Pesquisa sobre Mapas Conceituais
  6. 6. Mapas conceituais são Utilizados principalmente na gestão do conhecimento Ferramentas de avaliação que permitem diferenciar aprendizagem significativa e mecânica Pesquisas alertam para falta de confiabilidade dos métodos de avaliação e pontuação utilizados A Teoria e a Pesquisa sobre Mapas Conceituais
  7. 7. Categorias • Divisão em subcategorias  Semelhança entre os membros de uma categoria  Classificação como parte de um sistema maior Estrutura hierarquica • Mantém o número de categorias em quantidade gerenciável Conceito • Abstrai e impõe propriedade(s) para definir uma categoria Categorias e conceitos
  8. 8. Conceitos científicos • Propriedades Genotípicas (Lewin, 1969)  Massa (propriedade comum)  Tamanho, cor, função (fenotípicas) Conceitos matemáticos • Nível máximo de abstração Categorias e conceitos
  9. 9. Palavras • São usadas para dar nome aos conceitos • Diversos significados • Interpretada de acordo com o contexto • Decodificador pode não ter familiaridade com o contexto de codificação do conceito Conceito pode ser explicado de forma • Direta (descrição) • Indireta (analogias) Etiquetas (rótulos)
  10. 10. Affordances • Possíveis significados de um conceito • Seu número pode ser reduzido em interação com outros conceitos Relação entre conceitos
  11. 11. Mapas conceituais • Relações dinâmicas estabelecem covariação entre os conceitos • Relações estáticas estabelecem descrição, definição e organização do conhecimento • MCs raramente são utilizados para representar relações dinâmicas Relação entre conceitos
  12. 12. Relações dinâmicas • Forma como um conceito afeta outro conceito • Dois tipos, com base na  Causalidade (tempo de viagem é inversamente proporcional a velocidade)  Correlação/probabilidade Relação entre conceitos
  13. 13. Mapas conceituais cíclicos • Representação cíclica na biologia (ex: ciclo alimentar) • Tendência à representação cíclica Relação entre conceitos
  14. 14. Constelação • Aumento em um dos conceitos, leva a aumento nos demais • Podem mudar na mesma direção ou no sentido oposto • Após completar o ciclo o primeiro conceito pode diminuir, levando a diminuição dos demais Relação entre conceitos C n C 1 C 2 C 3
  15. 15. Pensamento sistêmico • Estabelecido por relações dinâmicas • Considera as expectativas  São revistas com base no “feedback” Relação entre conceitos
  16. 16. Tensão no ciclo de conceitos • Proposições podem indicar como a mudança em um conceito pode afetar o conceito subsequente • Significado do conceito pode variar, dependendo do contexto e das ligações com outros conceitos • Incertezas conceituais podem levar a aumento da tensão experimentada pelo leitor Relação entre conceitos
  17. 17. Tensão no ciclo de conceitos • Estabelecimento de ligações cruzadas/criatividade (Novak, 1998) • Relações cíclicas podem ocorrer isoladamente ou em combinação com mapas conceituais Relação entre conceitos
  18. 18. Elaboração de mapas conceituais cíclicos a partir de outros mapas conceituais • Selecionar o conceito inicial • Quantificar o conceito inicial • Demais conceitos serão modificados Relação entre conceitos
  19. 19. Elaboração de mapas conceituais cíclicos a partir de outros mapas conceituais • Novas informações serão fornecidas • Organização dos conceitos no MC cíclico depende da criatividade e ensino eficaz • “Novo mapa conceitual” pode ser modificado (inclusão e exclusão de conceitos) Relação entre conceitos
  20. 20. Mapas híbridos • O mapa conceitual híbrido pode ter duas representações (informações gerais e funcionamento) • Cores diferentes para cada segmento do mapa conceitual • Cmap Tools auxilia na elaboração Relação entre conceitos
  21. 21. Mapas conceituais cíclicos autônomos • Se aplica a algumas situações (depende da pergunta a ser respondida) • Não há limite no número de conceitos • Zona de conforto (6 conceitos) • Sistemas dinâmicos tendem ao equilíbrio Relação entre conceitos
  22. 22. Os componentes dos mapas conceituais • Conceitos são diferentes de categorias • Conceitos são mais abstratos • Conceitos científicos (representação matemática) • Ausência de reconhecimento da diferença entre conceitos e categorias • Etiquetas (significados possíveis), relações entre conceitos reduz incerteza • Affordances – significado de um conceito determinado em uma proposição • Importância da distinção entre relações estáticas e dinâmicas • Mapas conceituais não são capazes de representar todas as formas de conhecimento Conclusões do artigo
  23. 23. A configuração dos mapas conceituais • Forma atual dos MCs são adequadas a representar relações estáticas • Mapas conceituais cíclicos são adequados a representação de relações dinâmicas • Mapas conceituais cíclicos (conceitos em constante mudança e modificando os demais) Conclusões do artigo
  24. 24. Implicações para a pesquisa • Linha de pensamento serve de base para pesquisa empírica • Hipóteses  MCs cíclicos (representação de relações dinâmicas)  MCs (representação das relações estáticas) • Questões  Qual a diferença entre pensamento estático e cíclio?  Que processos cognitivos estão envolvidos na ativação e quantificação de um conceito?  Se um “mapeador” for limitado por uma estrutura hierárquica e por uma estrutura cíclica, o mapa produzido a partir da estrutura cíclica será mais dinâmico? Conclusões do artigo
  25. 25. Leitura complementar
  26. 26. • Proposições representam uma relação entre dois conceitos • Pensamento dinâmico - interdependência funcional entre dois conceitos é essencial para o raciocínio científico • Três formas de estimular o pensamento dinâmico (hipóteses)  Mapa Conceitual cíclico  Conceitos quantificados  A questão focal Leitura complementar
  27. 27. Conclusões gerais • Premissa básica: “o pensamento pode ter um componente dinâmico ou estático” • Relações dinâmicas e estáticas são necessárias para a representação do conhecimento • É possível incentivar o pensamento dinâmico em mapas conceituais, por meio da utilização de restrições (pergunta focal, semi estruturação dos mapas e quantificação de conceitos) Leitura complementar
  28. 28. Agradecimentos
  29. 29. Nosso grupo de pesquisa integra o http://nap.usp.br/npnap
  30. 30. Nosso grupo é organizador da http://www.cmc2014.com.br
  31. 31. Sobre o apresentador http://www.mapasconceituais.com.br/ João Xavier Universidade de São Paulo joaomsxavier@usp.br 07-mar-14

×