Simulação de TRAJETÓRIAS DE PARTÍCULAS através de gráficos<br />
O que são partículas elementares<br />Dá-se o nome de partículas elementares àquelas não constituídas por outras menores. ...
Partículas<br />Estrutura do átomo<br />Vídeo<br />As quatro interações fundamentais da Natureza e suas partículas element...
Partículas subatômicas<br />
Estratégias, Etapas e Cronograma <br />Primeira etapa – Primeira semana<br /><ul><li>A turma será dividida em duplas escol...
 Acessarão o slideshare com o tema proposto onde realizarão as atividades manuseando  o software indicado;
Responderão as perguntas por escrito que será entregue ao professor o qual esclarecerá possíveis dúvidas;
Na próxima atividade os papéis serão invertidos. </li></ul>Segunda etapa – Segunda semana<br /><ul><li> Haverá remanejamen...
B(Bom)
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

T R A J E TÓ R I A S D E P A R TÍ C U L A S2

498 views

Published on

Published in: Education, Technology, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
498
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

T R A J E TÓ R I A S D E P A R TÍ C U L A S2

  1. 1. Simulação de TRAJETÓRIAS DE PARTÍCULAS através de gráficos<br />
  2. 2. O que são partículas elementares<br />Dá-se o nome de partículas elementares àquelas não constituídas por outras menores. Podemos citar como exemplo de partícula elementar o elétron (partícula portadora de carga negativa) e o fóton (partícula de luz).<br />Antigamente achava-se que prótons e nêutrons fossem partículas elementares, hoje sabe-se, porém, que são formados por partículas menores denominadas quarks que por sua vez são mantidas unidas peloglúons. Os glúons exercem forças vigorosas nos quarks, mas não nos elétrons nem nos fótons.<br />
  3. 3. Partículas<br />Estrutura do átomo<br />Vídeo<br />As quatro interações fundamentais da Natureza e suas partículas elementares, inclusive o gráviton (G), que deve existir, mas ainda não foi detectado.<br />
  4. 4. Partículas subatômicas<br />
  5. 5. Estratégias, Etapas e Cronograma <br />Primeira etapa – Primeira semana<br /><ul><li>A turma será dividida em duplas escolhidas entre si;
  6. 6. Acessarão o slideshare com o tema proposto onde realizarão as atividades manuseando o software indicado;
  7. 7. Responderão as perguntas por escrito que será entregue ao professor o qual esclarecerá possíveis dúvidas;
  8. 8. Na próxima atividade os papéis serão invertidos. </li></ul>Segunda etapa – Segunda semana<br /><ul><li> Haverá remanejamento das duplas onde desenvolverão as mesmas atividades.</li></ul>Terceira etapa – Terceira semana<br /><ul><li>Individualmente realizarão um trabalho com pesquisa na internet com exercícios diferentes dos realizados bem como desenvolvimento e figuras onde no final deverá constar um texto de 10 linhas com suas considerações sobre o trabalho realizado desta maneira(recursos da WEB 2.0)</li></li></ul><li>Avaliação<br />Mediante as respostas dos exercícios, as duplas serão avaliadas recebendo conceitos:<br /><ul><li> PM(Pode Melhorar)
  9. 9. B(Bom)
  10. 10. MB(Muito Bom);</li></ul>E no individual receberão as seguintes notas totalizando 5 pontos :<br /><ul><li>Organização (1 ponto)
  11. 11. Conteúdo (2 pontos)
  12. 12. Ilustração (2 pontos)</li></li></ul><li>Sites e bibliografia de apoio:<br />Sites de apoio:<br />[1] http://piano.dsi.uminho.pt/disciplinas/PLP/maple/abcmaplev/abcm.pdf<br />[2]maple.thiagorodrigo.com.br/index.php?cat=guia&id=programacao&subid=introducao<br />[3] http://mesonpi.cat.cbpf.br/marisa/indicealfa.html<br />[4]http://www.iebvm.g12.br/site/images/textos/graficos.pdf<br />[5]http://denebola.if.usp.br/FisMatI/animacoes.html<br />[6]http://www.dm.ufscar.br/disciplinas/grad/maplehtml/graficos41.html<br /> <br />BONJORNO, José Roberto et al. Física Fundamental – Volume único. São Paulo, FTD, 1999.<br />
  13. 13. Início das atividades - Trajetórias de Partículas<br />1 - &quot;Imagine uma partícula se movendo ao longo de uma curva C. Essa curva C, descrita pelo ponto P ao se mover, pode ser escrita como uma função do tipo y= f(x)? Acesse o link abaixo.<br />2 - Sabendo que o gráfico de uma equação envolvendo duas variáveis (x, y) é uma curva no plano, então podemos definir que uma curva no plano é uma trajetória de um ponto móvel?&quot; Acesse a 1ª atividade no link abaixo.<br />(Agora é com você - clique aqui )<br />
  14. 14. Conclusão<br />Os que os alunos acharam das atividades e os meios utilizados.<br />

×