PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE UMA ESCOLA MUNICIPAL DE JATAÍ – GOIÁS: REELABORAÇÃO, ATUALIZAÇÃO E A INSERÇÃO DA EDUCAÇÃO F...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Projeto Político Pedagógico de uma escola municipal de Jataí-Goiás - Reelaboração, atualização e a inserção da Educação Física no documento – ANPED-CO - 2010

2,249 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,249
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto Político Pedagógico de uma escola municipal de Jataí-Goiás - Reelaboração, atualização e a inserção da Educação Física no documento – ANPED-CO - 2010

  1. 1. PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE UMA ESCOLA MUNICIPAL DE JATAÍ – GOIÁS: REELABORAÇÃO, ATUALIZAÇÃO E A INSERÇÃO DA EDUCAÇÃO FÍSICA NO DOCUMENTO Ana Paula Moreira de Sousa - anitaphs@hotmail.com Kellcia Rezende Souza – kellciasukita@yahoo.com.br Renata Machado de Assis - renatafef@hotmail.com Curso de Educação Física – Campus Jataí – Universidade Federal de Goiás INTRODUÇÃO Essa pesquisa foi desenvolvida na disciplina de Estágio Curricular Supervisionado II, no primeiro semestre desse ano, e que teve como intenção verificar como se deu o processo de construção e como se dá a reelaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) de uma escola municipal em Jataí-Goiás. E os objetivos específicos foram: compreender o conceito de PPP e a importância deste documento para a escola; investigar quais são os membros da unidade escolar que elaboraram o PPP e de que forma eles trabalharam e averiguar se a disciplina de Educação Física é contemplada neste documento . Segundo Freire (1996), o PPP é, antes de tudo, um instrumento coletivo para transformação do contexto escolar. Trata-se de um instrumento coletivo que enaltece a ação política social, pois possibilita aos docentes e à comunidade mecanismos de organização, visando a um mundo melhor a ser compartilhado por todos. Logo, o PPP inscreve-se, assim, numa visão conjunta, articulando as dimensões da intencionalidade com as da efetividade e possibilidade. Deve ser viável, para ser colocado em prática; ser exeqüível e assumido coletivamente pelo grupo ou segmentos da comunidade escolar, como alunos, professores, funcionários, pais e representantes da comunidade, e também deve ser participativo e democrático . METODOLOGIA Foi utilizado como método de pesquisa, a pesquisa qualitativo-descritiva, sendo desenvolvida por meio da pesquisa bibliográfica, de campo e de análise documental. A pesquisa foi feita em uma escola municipal onde estagiamos na cidade de Jataí–Goiás. Foi feito o levantamento bibliográfico acerca do tema, para que pudesse servir como base, produção e ampliação de conhecimento em relação à pesquisa desenvolvida. Foram utilizados como instrumentos de pesquisa: entrevista semi-estruturada com a coordenadora pedagógica do turno matutino; questionário com questões abertas para 06 professores, incluindo a de Educação Física, Funcionária do Laboratório de Informática e diretor, com intuito de alcançar uma maior obtenção de informações; e também a pesquisa documental. Na pesquisa documental foi analisado o PPP da instituição investigada. A análise de dados foi feita durante as interpretações dos questionários, da entrevista e da análise do documento em confronto com o referencial teórico existente acerca da temática. A organização e apresentação das informações provenientes de pesquisa foram em forma de categorias de análise, e deste modo, foi analisado detalhadamente cada informação obtida, com vistas a produzir um referencial consistente e fidedigno à realidade investigada. Para preservar a integridade dos sujeitos iremos denominá-los como: diretor (DI), coordenadora pedagógica (CP), professor de Educação Física (PEF), professores (PI, PII, PIII, PIV e PV) e funcionária do Laboratório de Informática (FLI). RESULTADOS E DISCUSSÕES No que diz respeito ao ano de elaboração do PPP obtivemos os seguintes dados: PI, PII e FI nos informaram que este fora feito no ano de 2007, PIV e PEF não sabiam ao certo o ano em que este foi elaborado, PIII, CP e DI apontam-nos que o mesmo foi elaborado e reelaborado em 2009. A construção do PPP de acordo com o CP é feita por meio de uma reunião com todos os professores, discutindo os pontos positivos e negativos, as preferências dos professores e quais os procedimentos necessários. Esta ainda elucida que foram trazidos exemplos de PPP’s já existentes em outras instituições para serem adaptados a realidade desta, para posteriormente começarem a elaborar o PPP. Este dado foi compartilhado pelo FLI, DI, PI, PII e PIII. A PEF alegou não ter participado da construção do PPP, somente da reelaboração do mesmo. PIV e PV não sabiam como se deu este processo; PV não sabia e que o pessoal hábil para nos disponibilizar esta informação seria os funcionários administrativos da escola. Em relação ao processo de construção do PPP, e quais membros da unidade escolar participam do mesmo, os dados encontrados foram: PI, PIII, PIV, PV, PEF, DI e CP expõem que são os funcionários da administração, destacando bibliotecária e secretária do Laboratório de Informática, os professores (vale ressaltar que alguns alegaram não participar deste processo), coordenadores e diretor que elaboram o PPP. FLI e PII alegam que representantes dos pais e dos alunos também participam do processo. No que tange sobre como se da à forma de participação na elaboração do PPP, adquirimos os seguintes apontamentos: todos com exceção de PV, afirmaram que é por meio de opiniões e sugestões que estes participam da elaboração deste projeto. PV declara que só conhece o PPP porque desenvolveu um trabalho de pesquisa sobre o mesmo. No que diz respeito à periodicidade que é reelaborado o PPP, as informações fornecidas foram: CP, FLI, PI, PII e PII asseguram que o mesmo é feito anualmente. DI sustenta que a reelaboração se dá de acordo com a necessidade de mudança. PEF e PV certificam que este processo se dá quando a Secretaria Municipal de Educação (SME) cobra o documento da instituição. PIV declara não saber. No que concerne a Educação Física, a PEF manifesta que sua participação se deu apenas na reelaboração do PPP por meio de sugestões. FLI expõe que a Educação Física é contemplada no PPP pelo currículo. CP declara que a mesma tem espaço por meio da participação. Por conseguinte, analisamos o PPP da instituição. Notamos que o mesmo padece de um embasamento epistemológico, não é mencionado o tipo de conhecimento que as educadoras em seu coletivo desejam construir com as crianças que a escola atende.

×