Your SlideShare is downloading. ×
Processo de elaboração do Projeto Político Pedagógico de duas escolas no município de Jataí - Goiás - ENEPE - UFGD - 2010
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Processo de elaboração do Projeto Político Pedagógico de duas escolas no município de Jataí - Goiás - ENEPE - UFGD - 2010

7,882

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
7,882
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
45
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. PROCESSO DE ELABORAÇÃO DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS NO MUNICÍPIO DE JATAÍ-GOIÁS Autoras: Ana Paula Moreira de Sousa – aluna especial do PPGEdu/UFGD Kellcia Rezende Souza – mestranda do PPGEdu/UFGD MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO 2010
  • 2.
    • Trata-se de uma pesquisa desenvolvida na disciplina Estágio Curricular Supervisionado II no 1º e 2º semestre do ano letivo de 2009 no curso de Educação Física da Universidade Federal de Goiás.
    • Título original do relatório de pesquisa : Projeto político pedagógico de duas escolas de Jataí-Goiás: elaboração, atualização e a inserção da Educação Física no documento.
    • Título da apresentação : P rocesso de elaboração do projeto político pedagógico de duas escolas no município de Jataí-Goiás.
  • 3.
    • Objetivo Geral
    • Verificar como se deu o processo de elaboração do PPP de duas escolas da cidade de Jataí-Goiás.
    • Objetivos Específicos
    • Compreender o conceito de PPP e a importância deste documento para as instituições escolares;
    • Investigar quais são os membros dessas instituições que elaboraram o PPP e de que forma eles trabalharam.
    • Obs.: Utilizamos como aporte teórico para a discussão sobre projeto político pedagógico as obras de Veiga (1995, 1998, 2001).
  • 4.
    • Segundo Veiga (1998), o processo de elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) anseia a organização da prática pedagógica da escola, colocando em evidência os exercícios das ações educativas que visem à globalização da comunidade escolar, a partir do seu próprio contexto.
    • A elaboração de um PPP requer continuidade, reestruturação, avaliação, participação e democratização, partindo dos problemas oriundos da realidade escolar, sendo necessário delinear os princípios norteadores em termos de diretrizes, planejamentos e ações, definindo a meta e as concepções sobre a prática pedagógica .
    • A justificativa em elaborar essa pesquisa se deu pelo fato de termos percebido a necessidade de desenvolver reflexões, tanto quanto possível, de modo a rever, por meio do processo de elaboração do PPP, se este abarca na sua construção a comunidade escolar e se seus princípios político-pedagógicos dão suporte e espaço às iniciativas educativas.
  • 5.
    • Metodologia
    • Tipos de pesquisa : Qualitativa do tipo descritivo. Utilizamos para seu desenvolvimento a investigação bibliográfica, de campo, documental e exploratória.
    • Instrumentos de pesquisa : Entrevista semi-estruturada para coordenadora pedagógica da escola municipal;
    • Questionário com questões abertas para funcionária do laboratório de informática (da escola municipal), professores, diretores, coordenadoras pedagógicas e secretária (do colégio estadual);
    • Análise documental dos PPP’s das instituições investigadas.
    • Sujeitos de pesquisa : Da escola municipal : diretor (DM), coordenadora pedagógica (CM), professores (PMI, PMII, PMIII, PMIV e PMV) e funcionária do laboratório de informática (FL).
    • Do Colégio Estadual : diretora (DE), coordenadoras pedagógicas (CE1, CE2), secretária geral (SE), professores (PEI, PEII, PEIII e PEIV).
    • Locais de pesquisa : uma escola municipal e um colégio estadual.
    • Análise de dados : foi feita por categorias de análise.
  • 6. Resultados Encontrados 1º Dado - Ano de elaboração do PPP : na Escola Municipal - PMI, PMII e FL nos informou que este fora feito no ano de 2007, PMIV não sabia ao certo o ano em que este foi elaborado, PMIII, CM e DM apontaram que o mesmo foi elaborado e reelaborado em 2009. Colégio Estadual - CE1 alegou que a elaboração foi realizada em janeiro, mas não revelara o ano. A SE afirmou que foi elaborado em janeiro de 2008. CE2 e DE asseveram que o documento foi elaborado no final de 2008. PEII relata que foi elaborado logo quando ocorreram as eleições da nova gestão, entretanto, não aponta em que ano isso ocorreu. 2º Dado – Elaboração do PPP: Escola Municipal : segundo a CM, é feita por meio de uma reunião com todos os professores, discutindo os pontos positivos e negativos, as preferências dos professores e quais são os procedimentos necessários. Esta ainda elucida que foram trazidos exemplos de PPP’s já existentes em outras instituições para serem adaptados à realidade local, para posteriormente começarem a elaborar o PPP. Este dado foi compartilhado por FL, DM, PMI, PMII e PMIII. Colégio Estadual : de acordo com CE1, CE2 e SE ocorreu mediante reuniões, em que nestas havia participação de professores, funcionários e gestores,discutindo questões concernentes aos problemas da escola e às possíveis ações que poderiam ser desencadeadas para amenizar tais problemáticas.
  • 7.
    • 3º Dado – Participação na elaboração do PPP : na Escola Municipal - PMIV e PMV não sabiam como se deu este processo.
    • No Colégio Estadual - PEII e CE1 relataram que todos os professores, a direção e os funcionários participaram deste processo. SE e DE compartilham da resposta de PEII e CE1, entretanto, ressaltam que além destes, há a participação de alunos representados pelo grêmio estudantil e os membros do conselho escolar. CE2 afirma que são apenas os professores e os membros do setor administrativo que participam da elaboração.
    • O processo de construção do PPP da Escola Municipal ficou restrito às reflexões e reuniões de apenas alguns profissionais, elucida claramente que são poucos os atores da escola que compõem este processo e no Colégio Estadual , a maioria dos sujeitos alega que há uma participação ampla dos atores da comunidade escolar, conquanto, CO2 relata que isto não se materializa, pois, pondera que este processo é restrito apenas aos funcionários administrativos e aos professores.
    • De acordo com Veiga (1995),o envolvimento de todos os intervenientes na elaboração do PPP ainda representa um grande desafio para a instituição educativa, pois esta tende, no decorrer da elaboração, a excluir a participação de membros que fazem parte do contexto educacional.
  • 8. 4º Dado – Forma como os membros escolares trabalharam na elaboração do PPP : Escola Municipal - todos, com exceção de PMV, afirmaram que é por meio de opiniões e sugestões que estes participam da elaboração deste projeto. Colégio Estadual - todos os sujeitos, com exceção de PEI, PEIII e PEIV que não responderam esta questão, salientaram que o trabalho acontece em reuniões. Bussmann (1998) afirma que não se trata meramente de elaborar um documento, mas fundamentalmente, de assegurar um processo de ação-reflexão, ao mesmo tempo global e setorizado, que exige o esforço conjunto e a vontade política da comunidade escolar consciente da necessidade e da importância desse processo para a qualificação da escola, de sua prática, e consciente, também, de que seus resultados não são imediatos. 5º Dado – Análise dos PPP’s : Notamos que ambos padecem de um embasamento epistemológico, pois não é mencionado o tipo de conhecimento que os educadores, em seu coletivo, desejam construir com as crianças que a escola atende. Sublinha-se ainda, no tocante ao embasamento, a necessidade de uma maior atenção dos educadores frente a essa questão, a fim de que as propostas de trabalho pedagógico realizado sejam resultantes de uma fundamentação teórica e, assim, apresentem um propósito consistente e criterioso.
  • 9. Veiga (2001) salienta que por conta de o PPP ser um documento instituído e obrigatório perante a Legislação Brasileira, o mesmo tem sido visto por alguns como um instrumento pragmático e burocrático. Considerações Finais Verificamos a desinformação quanto ao conceito, a importância e a relevância do PPP na sistematização do conhecimento e na construção do processo educativo como um todo.Os PPP’s das instituições foram elaborados por uma pequena parcela da comunidade escolar, sem a participação dos profissionais das áreas específicas do conhecimento e sem a intervenção dos demais segmentos escolares. Os reflexos desse quadro, nitidamente observável, possuem aspectos que devem ser considerados. Por conta disso, muitas são as conseqüências desastrosas que ocorrem na escola durante o período letivo: desarticulação entre as áreas do conhecimento, incompatibilidade do plano de ação do professor com o próprio PPP e, talvez a pior delas: a fragmentação da formação do educando. A par dessa realidade, percebemos os desafios contemporâneos, que colocam a escola em diversas situações de conflito e fragmentação no campo educacional, em que prevalece a necessidade de estabelecer, sobretudo nas escolas, uma transformação na maneira de pensar e agir em educação.
  • 10. Referências Bibliográficas BUSSMANN, Antônia Carvalho. O projeto político-pedagógico e a gestão da escola. In: VEIGA, Ilma P. A. (Org.). Escola: espaço do projeto político-pedagógico. Campinas, SP: Papirus, 1998. p. 37-52. PADILHA, Paulo Roberto. Planejamento dialógico: como construir o projeto político pedagógico da escola. São Paulo: Cortez, 2002. SÁ, Virgínio. A (não) participação dos pais na escola: a eloqüência das ausências. In: VEIGA, Ilma Passos Alancastro; FONSECA, Marília. (Orgs.). As dimensões do projeto político pedagógico. Campinas: Papirus, 2001. p. 69-88. VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Projeto político pedagógico da escola: uma construção coletiva. In: VEIGA, Ilma Passos Alencastro (Org.). Projeto político-pedagógico da escola: uma construção possível. Campinas: Papirus, 1995.p. 11-36. VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Perspectivas para reflexão em torno do projeto político pedagógico. In: VEIGA, Ilma Passos Alencastro; RESENDE, Maria Gonçalves de (Orgs.). Escola: espaço do projeto político-pedagógico. Campinas, SP: Papirus, 1998. p. 9-32. VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Projeto político pedagógico: novas trilhas para a escola. In: VEIGA, Ilma Passos Alencastro; FONSECA, Marília (Orgs.). As dimensões do projeto político-pedagógico. Campinas, SP: Papirus, 2001. p. 45-68.
  • 11. Muito obrigada pela atenção de todos (as)! Ana Paula – email: [email_address] Kellcia – email: [email_address]

×