Programa BNB de Cultura

1,050 views

Published on

Apresentação de Henilton Menezes para o Edital Programa BNB de Cultura. Edição 2009.

Published in: Economy & Finance
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,050
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
215
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Programa BNB de Cultura

  1. 1. Indicadores NE/BR INDICADOR NE BRASIL NE/BR(%) Nº DE ESTADOS 9 27 33,3 ÁREA (Km2) 1.553.917 8.514.204 18,3 POPULAÇÃO RESIDENTE – 2007 (1) (milhões de habitantes) 51,5 183,9 28,0 PIB – 2007 (2) (R$ bilhões) 298,2 2.083,6 14,3 PIB PER CAPITA - 2007 (2) (R$) 5.790 11.330 51,1 ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO (IDH) - 2000 0,676 0,766 88,2 TAXA DE ANALFABETISMO - 2004 (pessoas com mais de 10 anos - %) 20,6 10,5(1) Projeção do IBGE(2) PIB Nordeste – projeção BNB/ETENE
  2. 2. Banco do Nordeste do Brasil S.A.• Instituição financeira múltipla, criada em 1952• Organizada sob a forma de sociedade de economia mista, de capital aberto• Controlador: Governo Federal (94% do capital acionário)• Sede: Fortaleza – Ceará• 5.726 funcionários• Patrimônio Líquido: R$ 1.602 milhões• Ativos Administrados: R$ 31.335 milhões• Créditos a Longo Prazo: R$ 22.024 milhões (63,1 % do NE)
  3. 3. Área de atuaçãoNordeste Nordeste:Semi-Árido 1.554,4 mil Km2 Municipios atendidos: 1.989 Área de atuação: (11 Estados) 1.775,4 mil Km2 Quantidade de agências: 181 Semi-árido: (4 extra-regionais) 974,4 mil Km2 (62,7% do NE)
  4. 4. Missão do BNB Atuar, na capacidade de instituição financeira pública, como agente catalisador do desenvolvimentosustentável do Nordeste, integrando-o na dinâmica da economia nacional.
  5. 5. “Entendemos que o desenvolvimento sem cultura é ummito. O BNB, ao trabalhar a concessão de crédito paratodas as camadas da população, tem também no vetorcultura um importante meio de fortalecimento regional”. Roberto Smith Presidente do BNB Sousa-PB, 25/06/2007
  6. 6. Fruticultura Grãos Indústria Artesanato Piscicultura Serviços TurismoAgricultura Apicultura Pecuária Carcini- Comércio Floricultura Familiar cultura CULTURA
  7. 7. PROGRAMA MAIS CULTURAIndicadores da Exclusão – BrasilFonte: Ministério da Cultura - 2007 13%Quantos brasileiros que frequentam cinema? 92%Quantos nunca foram a museu? 5,7%Quantos conhecem uma exposição de arte? 22%E quantos viram um espetáculo de dança?
  8. 8. PROGRAMA MAIS CULTURAIndicadores da Exclusão – BrasilFonte: Ministério da Cultura - 2007Quantos municípios não possuem salas de cinema,teatros, museus e espaços culturais? 92%Qual a distribuição dos livros no Brasil? 16% possuem 73% dos livrosQuantos municípios brasileiros não possuemBiblioteca? 600 405Desses, quantos estão no Nordeste?E quantos no Sudeste? 2
  9. 9. Sistema de Informações eIndicadores Culturais, Brasil, 2004Fonte: IBGE
  10. 10. Sistema de Informações eIndicadores Culturais, Brasil, 2004Fonte: IBGEEmpregos (formais e informais): 3,7 milhões - 4,5% dos trabalhadoresReceita líquida de R$ 156 bilhões 7,9 % do PIBNúmero de empresas: 269.074 5,2 % do total de empresas instaladas
  11. 11. “É fundamental saber que a culturacorresponde ao quarto(*) item de consumodas famílias brasileiras. Certamente, essamovimentação econômica merece serencarada como motivação para repensarmosnossas formas de investir”.Gilberto Gil - Ministro da CulturaFolha de S. Paulo, 30/11/2006(*) abaixo somente de habitação, alimentação e transporte
  12. 12. Conceito de CULTURA(Ministério da Cultura)Cultura como fato simbólicoCultura como economiaCultura como direito de cidadania
  13. 13. CIDADANIA CULTURAL (Marilena Chauí)Direito de PRODUZIR culturaDireito de PARTICIPAR das decisões do fazer culturalDireito de USUFRUIR os bens e serviços culturaisDireito de ESTAR INFORMADO sobre a culturaDireito à FORMAÇÃO cultural e artística pública e gratuitaDireito de EXPERIMENTAR e INVENTAR o novoDireito a REFLETIR, DEBATER e CRITICAR
  14. 14. BNB – PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Atuação na Área CulturalDIRETRIZES • Apoio à Formação, Fruição e Circulação • Promoção do Acesso • Concessão de Crédito • Apoio a políticas públicas (Programa BNB de Cultura)
  15. 15. BNB – PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Atuação na Área CulturalAÇÕES ESTRATÉGICAS: • Realizar a programação e manutenção dos Centros Culturais Banco do Nordeste (CCBNB´s), com orçamento próprio, atualmente com três unidades: Fortaleza-CE, Cariri e Sousa-PB; • Realizar o edital público do Programa BNB de Cultura, que patrocina ações culturais, usando recursos próprios e acompanhando os resultados,;
  16. 16. BNB – PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Atuação na Área CulturalAÇÕES ESTRATÉGICAS: • Apoiar a criação de linhas de crédito para atividades econômicas da área cultural, visando o fortalecimento de cadeias produtivas do setor; • Incentivar a realização de estudos e pesquisas sobre a cultura em suas dimensões econômica e social, visando o desenvolvimento da região em que atua.
  17. 17. BNB – PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTOAtuação na Área CulturalAPOIO À FORMAÇÃO, FRUIÇÃO E CIRCULAÇÃOCentro Cultural Banco do NordesteFortaleza (CE) Sousa (PB) Cariri (CE-PE)
  18. 18. BNB – PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Atuação na Área Cultural PROMOÇÃO DO ACESSO ANO PÚBLICO 1998 44.185 1999 107.841 INVESTIMENTO EM 2007 2000 111.888 R$ 7,5 milhões 2001 114.332 PÚBLICO BENEFICIADO 2002 129.852 NOS CENTROS CULTURAIS 2003 184.217 3.178 visitantes por dia 2004 407.517 Fortaleza: 1461 2005 442.571 Cariri: 941 2006 563.833 Sousa: 776 2007 790.109 2008(*) 431.018(*) Posição em 30/06/2008
  19. 19. Centros Culturais BNB INSTALADOS Fortaleza Juazeiro do Norte Sousa EM ESTUDOS Natal João Pessoa Teresina Vitória da Conquista Montes Claros Aracaju Maceió
  20. 20. BNB – PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTOAtuação na Área CulturalCONCESSÃO DE CRÉDITO
  21. 21. BNB – PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Atuação na Área Cultural CONCESSÃO DE CRÉDITOOBJETIVOS• Financiar implantação, ampliação, modernização e reforma, bem como montagem, circulação, divulgação e comercialização de produtos e serviços culturais;• Contratação de serviços especializados;• Aquisição de móveis e utensílios, equipamentos, acervos de obras, de livros, publicações etc;• Aquisição de veículos automotores;• Capital de giro associado ao investimento fixo.
  22. 22. BNB – PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Atuação na Área Cultural CONCESSÃO DE CRÉDITOPÚBLICO-ALVOEmpresas privadas que desenvolvam:• produção de espetáculos de artes cênicas, de música, de audiovisual;• editoras de livros e outras publicações, livrarias;• museus, bibliotecas, centros culturais;• comerciantes atacadistas e varejistas de produtos culturais (livros, jornais, revistas, publicações etc), dentre outras.
  23. 23. BNB – PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Atuação na Área Cultural CONCESSÃO DE CRÉDITO• Financiamento até R$ 30 mil – admite-se apenas fundo de aval ou fiança/aval dos sócios ou de terceiros com patrimônio compatível com a obrigação assumida. Podem ser utilizadas as garantias usuais (hipoteca, penhor ou alienação fiduciária de máquinas, equipamentos, veículos, obras de arte, instrumentos musicais);• Financiamento superior a R$ 30 mil – garantias pré- existentes, considerando a combinação de garantias tradicionais e alternativas;
  24. 24. BNB – PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Atuação na Área Cultural CONCESSÃO DE CRÉDITO OPERAÇÕES DE INVESTIMENTO OPERAÇÕES DE GIRO PORTE DA COM BÔNUS COM BÔNUS EMPRESA INTEGRAIS SEMIÁRIDO FORA SEMI-ÁRIDO SEMI-ÁRIDO FORA SEMI- (25%) (15%) (25%) ÁRIDO (15%) MICRO 6,75% a.a. 5,06% a.a. 5,74% a.a. 0,98% a.m. 1,01% a.m. PEQUENO 8,25% a.a. 6,19% a.a. 7,01% a.a. 1,02% a.m. 1,06% a.m. MÉDIO 9,50% a.a. 7,13% a.a. 8,08% a.a. 1,06% a.m. 1,10% a.m. GRANDE 10,0% a.a. 7,50% a.a. 8,50% a.a. 1,07% a.m. 1,11% a.m.Prazos máximos de 12 anos com até 04 anos de carência.
  25. 25. BNB – PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTOAtuação na Área CulturalCONCESSÃO DE CRÉDITO Maior programa de microcrédito produtivo orientado do Brasil
  26. 26. Condições de Crédito Grupos Solidários:De 3 a 10 microempreendedores1 ano de atividadeBancos Comunitários:De 15 a 30 microempreendedoresPodendo incluir também clientes que queiram ou estejam iniciando atividade Valores iniciais: { • Clientes de Bancos Comunitários: até R$ 300; • Clientes de Subsistência: até R$ 500; • Clientes de Acumulação Simples: até R$ 1.000; • Clientes de Acumulação Ampliada: até R$ 2.000;
  27. 27. Condições de Crédito Taxa de juros:Capital •Valores até R$ 1.000,00 – 1,95% e TAC de até 3% {de Giro •Valores acima de R$ 1.000,00 - de 2 a 3%% eInvestimeto TAC de até 3%Fixo { •Valores de R$ 100,00 a R$ 5.000 – 2,95% e TAC de até 3% Endividamento máximo: R$ 10.000,00, limitado a: •Capital de giro: até R$ 10.000,00 •Investimento Fixo: até R$ 5.000,00 Prazo: • Capital de giro: 1 a 6 meses; • Investimento Fixo: até 36 meses
  28. 28. Atividades financiáveis relacionadas à culturaAtividadeFabricação de Artesanato: couro; palha; barro; bordado; etc.Venda de ArtesanatoVenda de comidas típicasVenda de CD’s e DVD’sDigitalização, impressão, encadernação de trabalho escolar; científicos,etc.Gravação, edição de CD e DVD.Fotografia, inclusive revelação de fotos digitais.LivrariaFilmagem de festas: aniversário, casamento, formatura, etc.Banca de RevistaVenda de livros usadosOutros: grupos teatrais; pinturas em tela; pinturas em roupas;artesanato em vidro; esculturas em madeira e gesso; biscuit.Projeção de DVD; Filmes; KaraokêBanda de música (folclore, forró, etc)Instrumentos musicais.
  29. 29. INTERESSE DA REGIÃOACESSO DEMOCRÁTICO TRANSPARÊNCIARESULTADOS POSITIVOS
  30. 30. EDIÇÕES 2005-2008Valor investido: R$ 10.500 milCidades atingidas: 328Projetos contemplados: 681
  31. 31. EDIÇÕES 2005-2008PROCESSO DE SELEÇÃOFASE 2005 2006 2007 2008 TOTALINSCRITOS 2248 2692 2416 3260 10616DESABILITADOS 337 338 313 549 1537HABILITADOS 1911 2354 2103 2711 9079SELECIONADOS 187 145 157 192 681
  32. 32. MODIFICAÇÕES INCLUÍDAS (2005-2009)• Inclusão do área Audiovisual• Inserção de Museus• Prioridade para cidades com até 100 mil habitantes• Eliminação da categoria abaixo de R$ 5.000,00• Realização de consulta pública, pela internet (pré-edital)• Realização de oficinas de elaboração de projetos• Diminuição do número de variáveis de análise• Modificação do sistema de notas
  33. 33. MODIFICAÇÕES INCLUÍDAS (2005-2009)• Comissão julgadora externa• Variável de potencial de imagem julgada pelo BNB• Recebimento descentralizado• Inclusão do parecer das Superintendências Estaduais do BNB• Inclusão da área integrada ou não específica• Destinação das verbas de acordo com a demanda• Inclusão no edital da fase de habilitação• Localização das oficinas em lugares com baixo índice de projetos inscritos• Realização das oficinas antes das inscrições
  34. 34. MODIFICAÇÕES INCLUÍDAS (2005-2009)• Inclusão dos Territórios de Cidadania como prioridade• Divulgação dos profissionais integrantes das comissões julgadores EM ANÁLISE:• Divulgação das notas finais• Parceria com outras estatais para ampliação do Programa• Entrega pela internet• Uso das Leis de Incentivo• Criação da categoria DANÇA
  35. 35. EDIÇÃO 2007 ESTADO HABILITADOS SELECIONADOS AL 5,0% 4,5% BA 16,7% 14,1% CE 19,3% 13,4% ES 1,0% 2,5% MA 7,5% 8,3% MG 4,5% 7,6% PB 6,9% 8,9% PE 18,8% 12,7% PI 3,8% 7,0% RN 7,7% 14,6% SE 4,9% 6,4%
  36. 36. EDIÇÃO 2008ESTADO HABILITADOS SELECIONADOS AL 3,7% 4,7% BA 13,4% 14,1% CE 25,4% 21,3% ES 1,3% 1,6% MA 7,9% 7,8% MG 4,2% 6,3% PB 6,8% 12,5% PE 15,0% 8,3% PI 4,8% 5,7% RN 9,0% 10,9% SE 5,6% 6,3% OUTROS 2,9% 0,5%
  37. 37. PROJ. % ENVIADOS PROJ. % ESTADO ENVIADOS % SELEC. - 100 MIL + 100 MIL VALOR VALOR SELEC. AL 108 4,7 7 4,4 4 4 123.213,18 4,94 BA 364 16,0 22 14,0 14 7 390.808,13 15,67 CE 420 19,3 21 13,3 13 7 310.979,02 12,47 ES 22 0,9 4 2,5 4 0 39.630,00 1,59 MA 163 7,1 13 8,2 4 9 164.444,09 6,59 MG 99 4,3 12 7,64 4 0 133.327,28 5,35 PB 150 6,6 14 8,9 9 6 321.399,22 12,89 PE 410 18,0 20 12,7 6 8 364.644,06 14,62 PI 83 3,6 11 7,0 6 6 135.695,40 5,44 RN 167 7,3 23 14,6 11 10 362.524,65 14,53 SE 107 4,7 10 6,3 6 5 147.519,24 5,91 TOTAIS 157 81 62 2.494.184,27SELEÇÃO DA EDIÇÃO 2007
  38. 38. PROJ. % ENVIADOS PROJ. % ENVIADOS % SELEC. - 100 MIL + 100 MIL VALOR VALOR ESTADO SELEC. AL 122 3,7 9 4,7 1 8 174.175,52 5,9 BA 509 15,6 27 14,1 20 7 486.316,24 16,4 CE 772 23,7 41 21,3 24 17 616.920,50 20,8 ES 41 1,3 3 1,6 3 0 44.558,00 1,5 MA 261 8,0 15 7,8 6 9 241.249,44 8,1 MG 124 3,8 12 6,3 11 1 167.181,56 5,6 PB 274 8,4 24 12,5 13 11 348.815,83 11,7 PE 443 13,6 16 8,3 12 4 291.015,85 9,8 PI 165 5,1 11 5,7 5 6 119.330,40 4,0 RN 283 8,7 21 10,9 11 10 310.425,00 10,4 SE 165 5,1 12 6,3 6 6 152.352,20 5,1OUTROS 101 3,1 1 0,5 1 0 19.800,00 0,7 TOTAIS 192 113 79 2.972.140,54SELEÇÃO DA EDIÇÃO 2008
  39. 39. SELECIONADOS 2005-2008 (CE) 49 Projetos 1 PROPONENTE TÍTULO CIDADE ÁREA EDIÇÃO 2º SEMINÁRIO DO VERSOACADEMIA DOS CORDELISTAS DO CRATO POPULAR CRATO LITERATURA 2005 MAMB - MUSEU DE ARTE EACAFEB - ASSOCIAÇÃO CULTURAL AÇÃO E FÉ DA BARRINHA MEMÓRIA DA BARRINHA TABULEIRO DO NORTE ARTES VISUAIS 2007ACALME - ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA CONQUISTA DALIBERDADE DO ASSENTAMENTO LAGOA DO MATO ESPERANÇA REISADO DA ESPERANÇA SOBRAL ARTES CÊNICAS 2007AMAB - ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO MACIÇO DEBATURITÉ OLHAR APRENDIZ FORTALEZA ARTES VISUAIS 2007ÂNGELA MARIA ESCUDEIRO LUNA COELHO FOI ASSIM NA CASA CREME FORTALEZA LITERATURA 2005 ENSAIOS DE UM POPANNA VALERIE MESQUITA NORDESTINO FORTALEZA MÚSICA 2006ANTÔNIO ALMIR MOTA O PROJETO DOS CARETAS FORTALEZA LITERATURA 2005 SAGARANA - NEM SÓ DE GLÓRIA SE ESCREVEU ESSAANTÔNIO JÚNIOR DE OLIVEIRA DA COSTA HISTÓRIA TABULEIRO DO NORTE ARTES CÊNICAS 2005 BALBUCIO DE FORMAÇÃO EMANTÔNIO WELLINGTON DE OLIVEIRA JÚNIOR ARTE E COMUNICAÇÃO FORTALEZA ARTES VISUAIS 2005APAE ROMPENDO BARREIRAS JUAZEIRO DO NORTE ARTES VISUAIS 2006ASSOCIAÇÃO BARRACA AMIZADE A MAGIA DO CIRCO FORTALEZA ARTES CÊNICAS 2005ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE TANCREDO NEVES MÚSICA CIDADÃ FORTALEZA MÚSICA 2008ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DO ASSENTAMENTO SÃOFRANCISCO SOM DO MACAUIM ARNEIROZ ARTES CÊNICAS 2006 CIRCULAÇÃO DOSASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DO ASSENTAMENTO SÃO ESPETÁCULOS SONS DOFRANCISCO MUCUIM E O MÉDICO À FORÇA ARNEIROZ ARTES CÊNICAS 2008 ORQUESTRA FLAUTISTASASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DO GUARANI GUARANI CAMPOS SALES MÚSICA 2007
  40. 40. SELECIONADOS 2005-2008 (CE) 49 Projetos 1 PROPONENTE TÍTULO CIDADE ÁREA EDIÇÃO CIRANDAS DA LEITURA - CONT DE HIST E RODAS DE LEITURAASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DOS ASSENTADO DO EM ESC. DE ASSENTAMENTOS...ASSENTAMENTO NOVA CANAÃ QUIXERAMOBIM QUIXERAMOBIM LITERATURA 2005ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA ORGANIZAÇÃO E TRABALHO P.A.CACHOEIRA DO FOGO - REISADO DO MESTRE ZÉ AUGUSTO CACHOEIRA DAS ARTES INDEPENDENCIA ARTES CÊNICAS 2005 BRINCANTES DA PAZ:ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA PROJETO PAZ AQUISIÇÃO DE INSTRUMENTOS FORTALEZA MÚSICA 2008ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA UNIÃO POPULAR PELA VIDA SOM & TOM MISSÃO VELHA MÚSICA 2007 NÚCLEO AUDIOVISUAL DOASSOCIAÇÃO COOPERATIVISTA DO PROJETO DE ASSENTAMENTO COQUEIRINHOASSENTAMENTO COQUEIRINHO - ACOPAC - NUAAC FORTIM AUDIOVISUAL 2008ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DE PASCOAL ESTAÇÃO LITERÁRIA PACAJUS LITERATURA 2006ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS - APAE UMA HISTÓRIA PRA CONTAR JUAZEIRO DO NORTE LITERATURA 2008ASSOCIAÇÃO DOS AGRICULTORES DA FAZENDA MASSAPE MÚSICA FORTALEZA MÚSICA 2005ASSOCIAÇÃO DOS AGRICULTORES DO ASSENTAMENTO SÍTIO REISADO DE CONGO - NOSSAOLHO DÁGUA TRADIÇÃO: NOSSA HISTÓRIA VÁRZEA ALEGRE ARTES CÊNICAS 2007 ORQUESTRA DE SOPROS DEASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DA ARTE - AAMARTE PINDORETAMA 2006 PINDORETAMA MÚSICA 2006 13° FESTIVAL NORDESTINO DE TEATRO - GUARAMIRANGA -ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DA ARTE DE GUARAMIRANGA CEARÁ GUARAMIRANGA ARTES CÊNICAS 2006ASSOCIAÇÃO DOS ASSENTADOS DA BARRA DO FEIJÃO TEATRO E A TERRA TABULEIRO DO NORTE ARTES CÊNICAS 2005ASSOCIAÇÃO DOS PEQUENOS PRODUTORES RURAIS DO POÇO DA ONÇA: CULTURA EPROJETO DE ASSENTAMENTO POÇO DA ONÇA GARROTÃO TRADIÇÃO MIRAÍMA ARTES CÊNICAS 2008ASSOCIAÇÃO DOS PEQUENOS TRABALHADORESORGANIZADOS DO PROJETO DE ASSENTAMENTO TODOS OS TODAS AS VIDAS, TODAS ASSANTOS ARTES CANINDÉ ARTES CÊNICAS 2006
  41. 41. SELECIONADOS 2005-2008 (CE) 49 Projetos 1 PROPONENTE TÍTULO CIDADE ÁREA EDIÇÃO CD "RETRATOS" - DA CANTORAASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES DO CEARÁ - PRODISC TETI FORTALEZA MÚSICA 2005ASSOCIAÇÃO DOS TRABALHADORES RURAIS ORGANIZADOSDO ASSENTAMENTO LAGOA DO MINEIRO LAGOA DAS ARTE ITAREMA ARTES CÊNICAS 2006 INFORMATIZAÇÃO E ESTRUTURAÇÃO DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO DOSASSOCIAÇÃO MISSÃO TREMEMBÉ POVOS INDÍGENAS FORTALEZA LITERATURA 2008 FESTIVAL NORDESTINO DE TEATRO DE GUARAMIRANGA -ASSOCIAÇÃO OS AMIGOS DA ARTE DE GUARAMIRANGA 15 ANOS GUARAMIRANGA ARTES CÊNICAS 2008 HORIZONTE DE RITMOS EASSOCIAÇÃO PRO CRIANÇA E ADOLESCENTE DE HORIZONTE COMPASSOS HORIZONTE MÚSICA 2005 HISTÓRIAS DO POVO DAASSOCIAÇÃO TAPERA DAS ARTES PRIMEIRA CAPITAL AQUIRAZ AUDIOVISUAL 2007 ESPETÁCULO AQUIRAZ E SUASASSOCIAÇÃO TAPERA DAS ARTES HISTÓRIAS AQUIRAZ ARTES CÊNICAS 2007ASSOCIAÇÃO VIDANÇA CIA DE DANÇA DO CEARÁ VISAGENS DO DESEJO FORTALEZA ARTES CÊNICAS 2008ASSOCIALÇAO COMUNITÁRIA NOVA UNIÃO DOS PEQUENOSPRODUTORES DO IMÓVEL IPUEIRA DA VACA REISADO DA TERRA CANINDÉ MÚSICA 2005 BIBLIOTECA GAIVOTA - OBIBLIOTECA GAIVOTA CONHECIMENTO É UMA ARTE FORTALEZA LITERATURA 2005 MUSEU GAIVOTA: EDUCANDOBIBLIOTECA GAIVOTA ATRAVÉS DOS OBJETOS FORTALEZA ARTES VISUAIS 2007 CONHECENDO O NORDESTEBIBLIOTECA GAIVOTA ATRAVÉS DOS FILMES FORTALEZA AUDIOVISUAL 2007 DEMOCRATIZANDOBIBLIOTECA GAIVOTA CONHECIMENTO E CULTURA FORTALEZA LITERATURA 2008BIBLIOTECA GAIVOTA FORMANDO IDENTIDADES FORTALEZA ARTES VISUAIS 2008
  42. 42. SELECIONADOS 2005-2008 (CE) 49 Projetos 1 PROPONENTE TÍTULO CIDADE ÁREA EDIÇÃOCASAS DA CONVIVÊNCIA FAMILIAR - CCFs MARAVILHATA FORTALEZA ARTES VISUAIS 2006 CORDEL DO RÁDIO ENCANTADO: PRODUÇÃO DE RADIONOVELAS INSPIRADAS EM OBRAS DE REPENTISTAS ECATAVENTO COMUNICAÇÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL CORDELISTAS FORTALEZA LITERATURA 2005CENTRAL ÚNICA DAS FAVELAS DE FORTALEZA RUAS ALTERNATIVAS FORTALEZA AUDIOVISUAL 2006CENTRO COMUNITÁRIO DE CACHOEIRA ECOMUSEU DE MARANGUAPE MARANGUAPE ARTES VISUAIS 2007CENTRO REGIONAL DE CULTURA E ARTE SER TÃO DIGITAL TAUÁ AUDIOVISUAL 2006CENTRO VOLANTE DE ASSESSORIA TEATRAL CABEÇA DE PAPELÃO ICAPUÍ ARTES CÊNICAS 2008 UM CIRCO DE BONECOS TUPINIQUIM - EDUCANDOCIRCO TUPINIQUIM PRODUÇÕES ARTÍSTICS LTDA ME ATRAVÉS DA ARTE FORTALEZA ARTES CÊNICAS 2005 ORQUESTRA DE ACORDEÕES -CONSELHO DE PAIS DE CAMPOS SALES SANFONAS DO NORDESTE CAMPOS SALES MÚSICA 2008COOPERATIVA DE PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA ÁGUIA DO REISADO DE SANTANA - TERRAASSENTAMENTO SANTANA LTDA E TRADIÇÃO MONSENHOR TABOSA ARTES CÊNICAS 2008CRISTIANA FERNANDES MOURA TRANSPARÊNCIAS FORTALEZA ARTES VISUAIS 2005 CD A BUSCA DA PERFEIÇÃO -DIHELSON JOSÉ MENDONÇA SOUSA AUTOR: DIHELSON MENDONÇA CRATO MÚSICA 2007 MÚSICA E SOCIEDADE - A MÚSICA POPULAR NARRA ADILMAR SANTOS DE MIRANDA HISTÓRIA FORTALEZA MÚSICA 2005 COTIDIANO E ARTE DOSDOM TIMÓTEO - 19 GE ASSENTADOS DA IBIAPABA TIANGUÁ ARTES VISUAIS 2008DUARAM GOMES CHAVES CICLOS TABULEIRO DO NORTE ARTES CÊNICAS 2005E.E.F.M. URCESINA MOURA CANTÍDIO CRESCER COM ARTE ALTO SANTO ARTES CÊNICAS 2006
  43. 43. SELECIONADOS 2005-2008 (CE) 49 Projetos 1 PROPONENTE TÍTULO CIDADE ÁREA EDIÇÃO CESSAR FOGO PARAEDMAR JÚNIOR CÂNDIDO DE ANDRADE CIRCULAÇÃO DE DANÇA CAUCAIA ARTES CÊNICAS 2006ENCINE - NÚCLEO SÓCIO CULTURAL DE ARTE AUDIOVISUAL MEGAFONE! FORTALEZA AUDIOVISUAL 2007ENCINE - NÚCLEO SÓCIO-CULTURAL DE ARTE AUDIOVISUAL MEGAFONE! FORTALEZA AUDIOVISUAL 2008 ESCOLA DE DANÇA E INTEGRAÇÃO SOCIAL PARAESCOLA DE DANÇA E INTEGRAÇÃO SOCIAL PARA CRIANÇA E CRIANÇA E ADOLESCENTE -ADOLESCENTE - EDISCA EDISCA FORTALEZA ARTES CÊNICAS 2005 O VENDEDOR DE PALAVRAS EFERNANDO LIRA XIMENES OUTRAS COMÉDIAS FORTALEZA LITERATURA 2005 OS BRINQUEDOS NO REINO DA GRAMÁTICA E OUTRAS PEÇASFERNANDO LIRA XIMENES PARA CRIANÇAS FORTALEZA LITERATURA 2008 BENEDITO BACURAU - O PÁSSARO QUE NÃO NASCEU DEFLÁVIO SÍLVIO PAIVA CAVALCANTE UM OVO FORTALEZA LITERATURA 2005 OFICINA DE LUTHERIA EFRANCISCO FERREIRA DE FREITAS FILHO PRÁTICA MUSICAL JUAZEIRO DO NORTE MÚSICA 2005 VOZES DA PERIFERIA: A POESIA DAS RUAS PELA VIDA NOFRANCISCO JOSÉ PEREIRA DE LIMA NORDESTE URBANO FORTALEZA MÚSICA 2005 MOSTRA ITINERANTE DEFRANCISCO SALVINO LÔBO CINEMA E VÍDEO NORDESTINO ARATUBA AUDIOVISUAL 2006FRANCISCO VANILDO COSTA FRANCO TAMBORES DE GUARAMIRANGA GUARAMIRANGA MÚSICA 2005 MODERNIZAÇÃO, CATALOGAÇÃO, INDEXAÇÃO E ORG. ACERVO MUSEU COMENDADOR ANANIASFUNDAÇÃO ANANIAS ARRUDA ARRUDA E DO JORNAL A VER BATURITÉ ARTES VISUAIS 2006
  44. 44. SELECIONADOS 2005-2008 (CE) 49 Projetos 1 PROPONENTE TÍTULO CIDADE ÁREA EDIÇÃO IV SEMINÁRIO DE ARTE E EDUCAÇÃO: CIRCULOS DE ARTESFUNDAÇÃO CEARENSE DE PESQUISA E CULTURA CULTURA DE PAULO FREIRE FORTALEZA INTEGRADAS 2008 ATIVIDADES COMPLEMENTARESFUNDAÇÃO DE CULTURA, ESPORTE E TURISMO DE DA ESCOLA DE AUDIOVISUALFORTALEZA DE FORTALEZA FORTALEZA AUDIOVISUAL 2006FUNDAÇÃO DE CULTURA, ESPORTE, LAZER E TURISMO DEMERUOCA - FUNCELT O MELHOR LEITOR MERUOCA LITERATURA 2008 IEC/IPESC: DEMOCRATIZANDOFUNDAÇÃO UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI - URCA A LITERATURA ACADÊMICA CRATO LITERATURA 2006FUNDAÇÃO VIVA MARANGUAPE DE TURISMO, ESPORTE ECULTURA - FITEC BOCA DA NOITE MARANGUAPE MÚSICA 2008 AS PERIPERCIAS DE CASSIMIROGRUPO BIO E ARTE COCO MORADA NOVA ARTES CÊNICAS 2005GRUPO FORMOSURA DE TEATRO CORDÃO DE MAMULENGO FORTALEZA ARTES CÊNICAS 2005 CONCERTO DO QUINTETO DE SOPROS ALBERTOHERIBERTO CAVALCANTE PORTO FILHO NEPOMUCENO EM ARACATI FORTALEZA MÚSICA 2005 MARIMBANDA: OFICINAS E SHOWS NO INTERIORHERIBERTO CAVALCANTE PORTO FILHO CEARENSE FORTALEZA MÚSICA 2006 CURSO TEÓRICO-PRÁTICO DE CONSERVAÇÃO DE ACERVOS MUSEOLÓGICOS EMINSTITUTO CASA DE MEMÓRIA DE JAGUARIBARA JAGUARIBARA - CEARÁ JAGUARIBARA ARTES VISUAIS 2006 IV FESTIVAL MÚSICA NAINSTITUTO DE ARTE E CULTURA DO CEARÁ IBIAPABA FORTALEZA MÚSICA 2007 SEMINÁRIO "O RETRATOINSTITUTO DE ARTE E CULTURA DO CEARÁ - IACC POPULAR" FORTALEZA ARTES VISUAIS 2005
  45. 45. SELECIONADOS 2005-2008 (CE) 49 Projetos 1 PROPONENTE TÍTULO CIDADE ÁREA EDIÇÃO III FESTIVAL MÚSICA NAINSTITUTO DE ARTE E CULTURA DO CEARÁ - IACC IBIAPABA FORTALEZA MÚSICA 2006 V FESTIVAL MÚSICA DEINSTITUTO DE ARTE E CULTURA DO CEARÁ - IACC IBIAPABA FORTALEZA MÚSICA 2008 II FESTIVAL MÚSICA NAINSTITUTO DE ARTE E CULTURA DO CEARÁ IACC IBIAPABA FORTALEZA MÚSICA 2005INSTITUTO DE ECOCIDADANIA JURITI ESPETÁCULO FOLIAS NO CIRCO JUAZEIRO DO NORTE ARTES CÊNICAS 2007 ESPETÁCULO BRINCADEIRAS DEINSTITUTO DE ECOCIDADANIA JURITI RODA JUAZEIRO DO NORTE ARTES CÊNICAS 2008 PROJETO PATATIVA DO ASSARÉINSTITUTO DE ECOCIDADANIA JURITI - IEJ CUIDANTE DO SEMI-ÁRIDO JUAZEIRO DO NORTE ARTES CÊNICAS 2006 MANUTENÇÃO, AMPLIAÇÃO DO ACERVO DO INST. JOSÉ XAVIER E INCENTIVO À DIFUSÃOINSTITUTO JOSÉ XAVIER CULTURAL EM GRANJA - CE GRANJA ARTES VISUAIS 2006 XXI ESCAMBO POPULAR LIVREJOÃO BATISTA DOS SANTOS JÚNIOR DE RUA ICAPUÍ ARTES CÊNICAS 2006 XXII ESCAMBO POPULAR LIVREJOÃO BATISTA DOS SANTOS JÚNIOR DE RUA ICAPUÍ ARTES CÊNICAS 2007 XXIII ESCAMBO POPULAR LIVRE ARTESJOÃO BATISTA DOS SANTOS JÚNIOR DE RUA ICAPUÍ INTEGRADAS 2008 XILOGRAVURA, A ARTE DEJOÃO PEDRO DE CARVALHO NETO GRAVAR FORTALEZA ARTES VISUAIS 2005JOÃO PEDRO DE CARVALHO NETO XILOCORDEL ARTE E CULTURA FORTALEZA ARTES VISUAIS 2008JOUBERTH GANDHY MARANHÃO PIORSKI AIRES BRINQUEDOS DA BEIRA DO MAR FORTALEZA ARTES VISUAIS 2008 INTRODUÇÃO ÀS TÉCNICAS, ESTÉTICAS E MATERIAIS DA MÚSICA CONTEMPORÂNEA DELIDUINO JOSÉ PITOMBEIRA DE OLIVEIRA CONCERTO FORTALEZA MÚSICA 2007
  46. 46. SELECIONADOS 2005-2008 (CE) 49 Projetos 1 PROPONENTE TÍTULO CIDADE ÁREA EDIÇÃOLUIZ DUARTE DO NASCIMENTO GRUPO METALIRA FORTALEZA MÚSICA 2005LUIZ DUARTE DO NASCIMENTO PÉROLA PRODUÇÕES MANUTENÇÃO DO GRUPOARTÍSTICAS METALIRA BIG BAND FORTALEZA MÚSICA 2008MARCÍLIO DA SILVA NASCIMENTO ARTECEARÁ.COM.BR FORTALEZA ARTES VISUAIS 2005 INSTRUMENTAL MÁRCIOMÁRCIO DE CARVALHO RESENDE RESENDE FORTALEZA MÚSICA 2006MÁRCIO ELÍSIO CARNEIRO CÂMARA ME JOAQUIM BRALHADOR FORTALEZA AUDIOVISUAL 2008 CD "GOROROBAPOPSEMBEREBAROMARCOS VITORIANO SOARES MENDES CKTUDO" FORTALEZA MÚSICA 2005MARI CECÍLIA SILVESTRE DA SILVA CORDEL ILUSTRADO ICAPUÍ LITERATURA 2007 DANÇA DO COCO DEMARIA CELESTE DE ANDRADE MAJORLÂNDIA ARACATI ARTES CÊNICAS 2008 REEDIÇÃO DO LIVRO TERRAL DOS SONHOS: O CEARENSE NAMARY PIMENTEL AIRES MÚSICA POPULAR BRASILEIRA FORTALEZA LITERATURA 2005 VERSOS DIVERSOS DE UMMICENO PEREIRA DA SILVA CANTADOR DE VIOLA ASSARÉ LITERATURA 2006MILENA DE LIMA TRAVASSOS A LEVEZA QUE NOS ATRAVESSA FORTALEZA ARTES VISUAIS 2005 ZÉ SÓZINHO - CIRCUITO DE EXIBIÇÃO ALTERNATIVO DENÚCLEO DE PRODUÇÕES CULTURAIS CINEMA FORTALEZA AUDIOVISUAL 2006OFICARTE TEATRO & CIA HEIM!? RUSSAS ARTES CÊNICAS 2006ORLÂNGELO LEAL MARTINS CD "ZEFINHA VAI À FEIRA" FORTALEZA MÚSICA 2005OSMARINO GONÇALVES LIMA CARTOGRAFIA DAS FILIAÇÕES ARACATI ARTES VISUAIS 2005 PARQUE DE FORMAÇÃOPARQUE DE FORMAÇÃO INTEGRAL DO TAPUIO INTEGRAL DO TAPUIO AQUIRAZ MÚSICA 2006
  47. 47. SELECIONADOS 2005-2008 (CE) 49 Projetos 1 PROPONENTE TÍTULO CIDADE ÁREA EDIÇÃO CONTANDO HISTÓRIAS:PARQUE DE FORMAÇÃO INTEGRAL DO TAPUIO TRANSFORMANDO VIDAS AQUIRAZ ARTES CÊNICAS 2008 PAULO GÓES INTERPRETAPAULO CÉSAR DE GÓES BARROS ALEARDO FREITAS FORTALEZA MÚSICA 2005 O CASAMENTO DE TABARIM -PAULO ORLANDO LEAL MARTINS CIRCULAÇÃO ITAPIPOCA ARTES CÊNICAS 2007PEDRO RODRIGUES SALGUEIRO CAOS PORTÁTIL FORTALEZA LITERATURA 2006 COMEMORAÇÃO DOS CEM ANOS DE NASCIMENTO DO COMPOSITOR BRASILEIROPÉROLA PRODUÇÕES ARTÍSTICAS RADAMÉS GNATTALI FORTALEZA MÚSICA 2006PHILIPI EMMANUEL LUSTOSA BANDEIRA ESPELHO NATIVO FORTALEZA ARTES VISUAIS 2005PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPISTRANO CORAL DAS TRÊS IDADES CAPISTRANO MÚSICA 2005 II EXPOSIÇÃO DE LITERATURAPREFEITURA MUNICIPAL DE CAPISTRANO DE CORDEL CAPISTRANO LITERATURA 2006 II EXPOSIÇÃO DE ARTESPREFEITURA MUNICIPAL DE CAPISTRANO PLÁSTICAS DE CAPISTRANO CAPISTRANO ARTES VISUAIS 2006PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZ MÚSICA NA ESCOLA CRUZ MÚSICA 2008 PROJETO "TOQUE LÁ, QUE EUPREFEITURA MUNICIPAL DE PALHANO TOCO CÁ" PALHANO MÚSICA 2005RAFAELA COSTA ARAÚJO DE MACEDO CASA DA XILO INHAMUNS FORTALEZA ARTES VISUAIS 2006 TECENDO O FUTURO NO SEMI-RAIMUNDO CLARINDO DOS SANTOS ÁRIDO TIANGUÁ ARTES VISUAIS 2008 REESCREVENDO PATATIVA DORAIMUNDO SANDRO CIDRÃO ASSARÉ SANTANA DO CARIRI LITERATURA 2008REBECA SALES VIANA NEM TE CONTO... SOBRAL LITERATURA 2005REDE DE ARTE, ENSINO E CIDADANIA - RAEC TOCA DA LEITURA GROAÍRAS LITERATURA 2008
  48. 48. SELECIONADOS 2005-2008 (CE) 49 Projetos 1 PROPONENTE TÍTULO CIDADE ÁREA EDIÇÃO E O HORIZONTE? É APENAS UMA LINHA IMAGINÁRIA QUE SE AFASTA À MEDIDA QUEROBÉZIO DE OLIVEIRA MARQUES AVANÇAMOS FORTALEZA ARTES VISUAIS 2005RODRIGO AGUIAR COSTA LIMA BASE MÓVEL FORTALEZA ARTES VISUAIS 2005 A DANÇA POSSÍVEL - AS LIGAÇÕES DO CORPO NAROSA CRISTINA PRIMO GADELHA DANÇA CÊNICA CEARENSE FORTALEZA ARTES CÊNICAS 2005RUBENS VENÂNCIO DUAS ÁGUAS FORTALEZA ARTES VISUAIS 2006 EXPERIMENTAL DE GRAVURASABYNE CAVALCANTI LEITÃO NO MACIÇO DE BATURITÉ FORTALEZA ARTES VISUAIS 2005 REISADO DO MESTRESEBASTIÃO ALVES LOURENÇO SEBASTIÃO CHICUTE CAPISTRANO ARTES CÊNICAS 2005SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE LIVROS DO ESTADO SEGUNDA FESTA DO LIVRO E ADO CEARÁ LEITURA DE ARACATI FORTALEZA LITERATURA 2006SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO ESTADO DOCEARÁ CONVERSA AFINADA FORTALEZA MÚSICA 2005SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO ESTADO DO ARTESCEARÁ CONVERSA AFINADA FORTALEZA INTEGRADAS 2008SOCIEDADE DE APOIO À FAMÍLIA CARENTE UM CLIC NA CULTURA CRATO ARTES VISUAIS 2008SOCIEDADE DE ASSISTÊNCIA À CRIANÇA - SOAF PÓRTICO DO CARIRI MILAGRES ARTES VISUAIS 2008SOCIEDADE LIRICA DO BELMONTE MUSICA E EDUCAÇÃO CRATO MÚSICA 2005 VIDAS JUNTAS FABRICANDO PALCOS: CD DOS DRAMASSOLAR - ASSOCIAÇÃO CULTURAL SOLIDARIEDADE E ARTE CANTADOS DE GURIÚ FORTALEZA MÚSICA 2007TAPERA DAS ARTES IMAGENS DO IMAGINÁRIO AQUIRAZ ARTES VISUAIS 2008 CIRCUÍTO NORDESTE DA TEARTEAR CIA. DE TEATRO CIA. DE TEATRO FORTALEZA ARTES CÊNICAS 2006
  49. 49. SELECIONADOS 2005-2008 (CE) 49 Projetos 1 PROPONENTE TÍTULO CIDADE ÁREA EDIÇÃOTÉRCIA MONTENEGRO LEMOS VÍTOR CABEÇA-DE-VENTO FORTALEZA LITERATURA 2008UNIÃO DOS MORADORES DE LUTA DO ÁLVARO WEYNE RETRATO DE NOSSA GENTE FORTALEZA ARTES VISUAIS 2008UNIÃO POPULAR PELA VIDA BIBLIOTECA CAMINHANTE MISSÃO VELHA LITERATURA 2008UNIÃO POPULAR PELA VIDA ACORDE & ACORDES MISSÃO VELHA MÚSICA 2008 CIRCULAÇAO DO SHOW DA BANDA DE MÚSICA INSTRUMENTAL DOS MENINOSVIA DE COMUNICAÇÃO LTDA DA CASA GRANDE FORTALEZA MÚSICA 2005YURI FIRMEZA SOUZOUSARETA GEIJUTSUKA FORTALEZA ARTES VISUAIS 2007
  50. 50. CINE JANGADA (Maceió-AL) Audiovisual R$ 20.000,00 01/06 a 30/11/2006 Exibição de filmes em comunidades depescadores de Alagoas, utilizando a vela da jangada como tela de cinema. Público: 1.400 pessoas
  51. 51. A VOLTA DO LAMBE-LAMBE (Recife-PE) Audiovisual R$ 26.246,00 03/07/2006 a 31/08/2007 Fotografar e filmar viagem entre Recife e Juazeiro do Norte, registrando perfis nordestinos em uma câmera lambe-lambe. Em 15 municípios, totalizando 2.250 fotografias com a realização de exposição itinerante. Público: 5.000 pessoas
  52. 52. XXI ESCAMBO POPULAR LIVRE DE RUA (Icapuí-CE) Artes Cênicas R$ 9.800,00 21 a 23/07/2006 Teatro de Rua, Teatro de Bonecos, Capoeira, Cantoria e Repentes, Artes Plásticas. Palestras sobre arte e política cultural. Público: 6.000 pessoas 200 artistas
  53. 53. FORMAÇÃO DO NÚCLEO DE ARTES CÊNICAS (Camacan-BA) Artes Cênicas R$ 20.000,00 03/03 a 10/06/2007 Curso de formação de atores e oficinas complementares em artes cênicas, com apresentação de espetáculos. Público: 3.500 pessoas 120 alunos 15 monitores
  54. 54. SEMANA CULTURA DA CONSCIÊNCIA NEGRA (Alagoa Grande-PB) Música R$ 9.980,00 13 a 19/11/2006 Oficinas de percussão e pífanos, capoeira artesanato e dança afro, show de música afro-regional. Público: 10.000 pessoas
  55. 55. CARAVANA DO MARACATU RURAL LEÃO NAZARENO (Nazaré da Mata-PE) Artes Cênicas R$ 16.422,00 01/08 a 31/12/2006 Circulação de espetáculos de maracatu rural, em 5 cidades do sertão pernambucano. Público: 10.000 pessoas
  56. 56. VIAJANDO ATRAVÉS DA LEITURA (Anajatuba-MA) Literatura R$ 10.000,00 06/08 a 15/12/2006 Estímulo a leitura de crianças de 6 a 12 anos, divulgando os acervos bibliográficos das escolas e bibliotecas públicas. Público: 1.200 crianças
  57. 57. Literatura – Música – Artes Cênicas – Artes Visuais – Audiovisual – Artes Integradas EDITAL
  58. 58. Informações na Internet: www.bnb.gov.br
  59. 59. Informações na Internet: www.bnb.gov.br
  60. 60. Informações na Internet: www.bnb.gov.br
  61. 61. CALENDÁRIO•Consulta prévia: de 05 a 15/06/2008 (realizada)•Lançamento do Edital: 01/07/2008 (realizado)•Realização de oficinas: 04 a 31/07/2008•Inscrições: 01 a 22/08/2008•Habilitação: 23/08 a 30/09/2008•Análise da Comissão Julgadora: 01 a 31/10/2008•Tabulação dos resultados: até 18/11/2008•Homologação pela Diretoria do BNB: até 26/11/2008•Divulgação do Resultado: 28/11/2008•Recebimento de Documentação: a partir de 01/12/2008•Contratação: 05/01 a 30/06/2009•Realização dos Projetos: até 30/06/2010
  62. 62. OBJETIVOSInvestir os recursos financeiros do BNB,disponíveis para a cultura, em atividades deinteresse da Região Nordeste e norte dosEstados de Minas Gerais e Espírito Santo (áreade atuação do BNB);Promover a democracia cultural mediante aparticipação da comunidade na produção e/oufruição das ações culturais apoiadas pelo BNB;Promover e proteger a diversidade dasexpressões culturais da Região Nordeste e nortedos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo(área de atuação do BNB);
  63. 63. OBJETIVOSApoiar prioritariamente a realização de projetosculturais que estão fora da evidência do mercadoe que contemplem a cultura do Nordeste e donorte dos Estados de Minas Gerais e EspíritoSanto (área de atuação do BNB);Promover a realização de projetos culturais nosmunicípios da área de atuação do BNB menosprovidos de atividades relacionadas à cultura;
  64. 64. OBJETIVOSConsolidar a imagem do BNB como empresasocialmente responsável, atuando no processode patrocínio cultural de forma profissional eética, visando ao desenvolvimento sustentável dacultura do Nordeste e do norte dos Estados deMinas Gerais e Espírito Santo (área de atuaçãodo BNB).
  65. 65. LINHAS DE ATUAÇÃOMÚSICALITERATURAARTES CÊNICASARTES VISUAISAUDIOVISUALINTEGRADAS OU NÃO ESPECÍFICAS.
  66. 66. DESTINAÇÃO DE RECURSOSMÚSICA – R$ 700 milLITERATURA – R$ 400 milARTES CÊNICAS – R$ 600 milARTES VISUAIS – R$ 400 milAUDIOVISUAL – R$ 400 milINTEGRADAS OU NÃO ESPECÍFICAS – R$ 500 milTOTAL: R$ 3.000.000,00174 PROJETOS
  67. 67. DESTINAÇÃO DE RECURSOSHISTÓRICO DE APRESENTAÇÃO DE PROJETOS (2005-2008) CATEGORIA 2005 2006 2007 2008 TOTAL ARTES CÊNICAS 482 594 509 516 2101 ARTES VISUAIS 214 255 288 207 964 ARTES INTEGRADAS 0 0 0 608 608 AUDIOVISUAL 0 246 250 277 773 MÚSICA 719 761 819 659 2958 LITERATURA 392 499 402 444 1737 TOTAL  1807  2355 2268 2711  9141
  68. 68. DESTINAÇÃO DE RECURSOS MÚSICA – R$ 700 mil produção musical solo ou coletiva, de músicos, compositores ou intérpretes, em todas as formas e gêneros da música; formação de grupos musicais (bandas, corais e orquestras), aquisição de instrumentos musicais, partituras, realização de espetáculos e manutenção de estrutura para funcionamento das atividades musicais; publicação de registro da produção da música, solo ou coletiva, da história da música e partituras; realização de festivais, mostras, seminários, congressos e outros eventos direcionados a categorias de públicos infantil, adulto, da terceira idade, ou portadores de deficiências, possibilitando o acesso ao consumo da música, ou que estimulem a formação e o desenvolvimento profissional de músicos (compositores e intérpretes). Serão priorizados projetos com temáticas da cultura do Nordeste e do norte dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo (área de atuação do BNB) que não têm encontrado espaço de inserção nas diversas formas de distribuição e comercialização.
  69. 69. DESTINAÇÃO DE RECURSOS MÚSICA – R$ 700 mil DISTRIBUIÇÃO DOS RECURSOS 26 projetos até R$ 10.000,00, totalizando R$ 260.000,00 12 projetos entre 10.001,00 a 20.000,00, totalizando R$ 240.000,00 4 projetos de 20.001,00 a 50.000,00, totalizando R$ 200.000,00 Mínimo total de projetos contemplados: 42
  70. 70. DESTINAÇÃO DE RECURSOS LITERATURA – R$ 400 mil incentivo à leitura e formação de novos leitores, valorização e estímulo à criação e circulação de acervos bibliográficos, ampliação e renovação de bibliotecas públicas e escolares, e práticas promotoras do acesso e da democratização da leitura; produção literária individual ou coletiva de autores em todos os estilos, dirigidas ao público adulto e/ou infantil, compreendendo a edição de livros, folhetos de cordel, revistas, história em quadrinhos, publicações eletrônicas, pesquisas culturais e similares; realização de bienais, mostras, seminários, congressos, concursos literários e outros eventos direcionados a categorias de públicos infantil, adulto, da terceira idade, ou portadores de deficiências, que possibilitem o acesso ao consumo da literatura, ou estimulem a formação e o desenvolvimento profissional de escritores e leitores. Serão priorizados projetos com temáticas da cultura do Nordeste e do norte dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo (área de atuação do BNB) que não têm encontrado espaço de inserção nas diversas formas de distribuição e comercialização.
  71. 71. DESTINAÇÃO DE RECURSOS LITERATURA – R$ 400 mil DISTRIBUIÇÃO DOS RECURSOS 17 projetos até R$ 10.000,00, totalizando R$ 170.000,00 7 projetos entre 10.001,00 a 20.000,00, totalizando R$ 140.000,00 3 projetos de 20.001,00 a 30.000,00, totalizando R$ 90.000,00 Mínimo total de projetos contemplados: 27
  72. 72. DESTINAÇÃO DE RECURSOS ARTES CÊNICAS – R$ 600 mil produção das artes cênicas solo ou coletiva, em todas as formas e gêneros, dirigidos ao público adulto, infantil, terceira idade ou portadores de deficiências, incluindo a aquisição de material cênico, figurinos e adereços para a realização de espetáculos de teatro, dança, circo, ópera, mímica e congêneres; publicação de registro da produção das artes cênicas, solo ou coletiva, da história da dramaturgia e textos teatrais; realização de festivais, mostras, seminários, congressos e outros eventos direcionados a categorias de públicos infantil, adulto, da terceira idade, ou portadores de deficiências, que possibilitem o acesso ao consumo das artes cênicas ou estimulem a formação e o desenvolvimento de profissionais das artes cênicas (diretores, atores, produtores, dançarinos, cenógrafos etc.). Serão priorizados projetos com temáticas da cultura do Nordeste e do norte dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo (área de atuação do BNB) que não têm encontrado espaço de inserção nas diversas formas de distribuição e comercialização.
  73. 73. DESTINAÇÃO DE RECURSOS ARTES CÊNICAS – R$ 600 mil DISTRIBUIÇÃO DOS RECURSOS 23 projetos até R$ 10.000,00, totalizando R$ 230.000,00 11 projetos entre 10.001,00 a 20.000,00, totalizando R$ 220.000,00 3 projetos de 20.001,00 a 50.000,00, totalizando R$ 150.000,00 Mínimo total de projetos contemplados: 37
  74. 74. DESTINAÇÃO DE RECURSOS ARTES VISUAIS – R$ 400 mil registro gráfico da produção solo ou coletiva, das obras de artistas visuais e artesãos, em todas as formas e gêneros das artes visuais; preservação, conceituação, montagem e guarda de acervos museográficos, focado na memória cultural do Nordeste e do norte dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo (área de atuação do BNB), além de ações que promovam o acesso democrático a esses bens; publicação de registro da produção, solo ou coletiva, das obras de artistas visuais e artesãos ou da história da arte, em todas as formas e gêneros das artes visuais; realização de exposições coletivas, mostras, seminários, congressos e outros eventos direcionados a categorias de públicos infantil, adulto, da terceira idade, ou portadores de deficiências, que possibilitem o acesso ao consumo das artes visuais ou que estimulem a formação e o desenvolvimento profissional de artistas das artes visuais (pintores, escultores, xilogravuristas, fotógrafos etc.). Serão priorizados projetos com temáticas da cultura do Nordeste e do norte dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo (área de atuação do BNB) que não têm encontrado espaço de inserção nas diversas formas de distribuição e comercialização.
  75. 75. DESTINAÇÃO DE RECURSOS ARTES VISUAIS – R$ 400 mil DISTRIBUIÇÃO DOS RECURSOS 16 projetos até R$ 10.000,00, totalizando R$ 160.000,00 7 projetos entre 10.001,00 a 20.000,00, totalizando R$ 140.000,00 2 projetos de 20.001,00 a 50.000,00, totalizando R$ 100.000,00 Mínimo total de projetos contemplados: 25
  76. 76. DESTINAÇÃO DE RECURSOS AUDIOVISUAL – R$ 400 mil produção, finalização e publicação de obras audiovisuais de cinema, vídeo, mídias digitais e similares em todos os gêneros, cujo valor do patrocínio solicitado não seja inferior a 30% do montante final do projeto; mostras não-competitivas, seminários, congressos e outros eventos direcionados a categorias de públicos infantil, adulto, da terceira idade, ou portadores de deficiências, que possibilitem o acesso ao consumo do audiovisual ou que estimulem a formação e o desenvolvimento profissional (cinegrafistas, diretores, produtores, assistentes etc.). Serão priorizados projetos com temáticas da cultura do Nordeste e do norte dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo (área de atuação do BNB) que não têm encontrado espaço de inserção nas diversas formas de distribuição e comercialização.
  77. 77. DESTINAÇÃO DE RECURSOS AUDIOVISUAL – R$ 400 mil DISTRIBUIÇÃO DOS RECURSOS 10 projetos até R$ 25.000,00, totalizando R$ 250.000,00 3 projetos de 25.001,00 a 50.000,00, totalizando R$ 150.000,00 Mínimo total de projetos contemplados: 13
  78. 78. DESTINAÇÃO DE RECURSOS INTEGRADAS OU NÃO ESPECÍFICAS – R$ 500 mil projetos que não se enquadrem nas áreas anteriores (gastronomia, capoeira, cultura e desenvolvimento, diversidade cultural, turismo cultural, economia da cultura, patrimônio imaterial etc.); projetos classificados em mais de uma categoria artística, de forma integrada; ações que tenham como foco o acesso ao consumo de bens e produtos culturais; pesquisa e execução de propostas artísticas; ações que permitam a continuidade no exercício da profissão artística.
  79. 79. DESTINAÇÃO DE RECURSOS INTEGRADAS OU NÃO ESPECÍFICAS – R$ 500 mil DISTRIBUIÇÃO DOS RECURSOS 19 projetos até R$ 10.000,00, totalizando R$ 190.000,00 8 projetos entre 10.001,00 a 20.000,00, totalizando R$ 160.000,00 3 projetos de 20.001,00 a 50.000,00, totalizando R$ 150.000,00 Mínimo total de projetos contemplados: 30
  80. 80. DESTINAÇÃO DE RECURSOSNÚMERO DE PROJETOS A SEREM CONTEMPLADOSÁREA No. PROJETOSMúsica 42Literatura 27Artes Cênicas 37Artes Visuais 25Audiovisual 13Integradas 30TOTAL 174
  81. 81. DESTINAÇÃO DE RECURSOSMETODOLOGIA DE DISTRIBUIÇÃO 190.000 160.000 150.000
  82. 82. DESTINAÇÃO DE RECURSOSMETODOLOGIA DE DISTRIBUIÇÃO 191.500 145.000 110.000 1o. Lugar 8.500 15.000 40.000
  83. 83. DESTINAÇÃO DE RECURSOSMETODOLOGIA DE DISTRIBUIÇÃO 182.500 126.000 65.000 1o. Lugar 8.500 15.000 40.000 2o. Lugar 9.000 19.000 45.000
  84. 84. DESTINAÇÃO DE RECURSOSMETODOLOGIA DE DISTRIBUIÇÃO 172.500 114.000 35.000 1o. Lugar 8.500 15.000 40.000 2o. Lugar 9.000 19.000 45.000 3o. Lugar 10.000 12.000 30.000
  85. 85. DESTINAÇÃO DE RECURSOSMETODOLOGIA DE DISTRIBUIÇÃO 162.700 95.000 1.000 1o. Lugar 8.500 15.000 40.000 2o. Lugar 9.000 19.000 45.000 3o. Lugar 10.000 12.000 30.000 4o. Lugar 9.800 19.000 34.000
  86. 86. DESTINAÇÃO DE RECURSOSMETODOLOGIA DE DISTRIBUIÇÃO 22.700 1.500 1.000 1o. Lugar 8.500 15.000 40.000 2o. Lugar 9.000 19.000 45.000 3o. Lugar 10.000 12.000 30.000 4o. Lugar 9.800 19.000 34.000 ..... ..... ....... ..... 19o. Lugar 10.000 - -
  87. 87. DESTINAÇÃO DE RECURSOSMETODOLOGIA DE DISTRIBUIÇÃO 25.200
  88. 88. DESTINAÇÃO DE RECURSOSMETODOLOGIA DE DISTRIBUIÇÃO 25.200 20o. Lugar 8.000 21o. Lugar 9.000 23o. Lugar 8.500 ___________________ Total: 25.500
  89. 89. INSCRIÇÃO DE PROJETOSENTREGA: 1º a 22 de agosto de 2008Número de Cópias: 6 (seis) vias do formulário de inscrição impresso,devidamente preenchido com letra legível, digitado ou datilografado,assinado por responsável pelo projeto e acompanhado de 6 (seis) cópiasde anexos indicados no formulário.LOCAIS: Superintendências Estaduais Centros Culturais Banco do NordesteHORA: Superintendências: 10 às 16h Centros Culturais: horário de funcionamento dos centrosCORREIOS: enviado para as Superintendências e Centros Culturais considerada a data de postagemRECOMENDAÇÃO:ENVIAR COM AVISO DE RECEBIMENTO - AR
  90. 90. HABILITAÇÃODivulgação dos PROJETOS HABILITADOSem 30 de setembro de 2008.MOTIVOS DE DESABILITAÇÃO• Valor do patrocínio solicitado ao BNB acima do limite determinado em Edital;• Valor do patrocínio solicitado ao BNB abaixo de 30% (trinta por cento) do valor total do projeto, na área de Audiovisual;• Ausência de currículo do proponente de natureza pessoa física (documento obrigatório);• Ausência de currículo do proponente de natureza pessoa jurídica (documento obrigatório);• Ausência, no orçamento, da previsão de impostos previstos por lei;
  91. 91. HABILITAÇÃODivulgação dos PROJETOS HABILITADOSem 30 de setembro de 2008.MOTIVOS DE DESABILITAÇÃO• Ausência do período de execução no item “Realização do Projeto”;• Ausência de definição das datas e/ou períodos no item “Cronograma”;• Ausência de identificação das outras fontes de financiamento no item “Orçamento”, no caso de patrocínio parcial do BNB;• Preenchimento incompleto ou ilegível do Formulário de Inscrição;• Duplicidade de preenchimento da área artística no item “Identificação do Projeto”;
  92. 92. HABILITAÇÃODivulgação dos PROJETOS HABILITADOSem 30 de setembro de 2008.MOTIVOS DE DESABILITAÇÃO• Duplicidade de preenchimento na identificação do proponente;• Submissão do projeto fora do prazo das inscrições;• Preenchimento em formulário de edições anteriores deste Programa;• Solicitação de remuneração para captação de recursos, no item “Orçamento”, com o patrocínio do BNB;• Ausência de produtos (CDs, DVDs, livros, catálogos etc.), quando imprescindíveis para avaliação do projeto;• Ausência das 06 (seis) vias do formulário de inscrição e do material anexo discriminado no projeto.
  93. 93. SELEÇÃOCRITÉRIOS DE ANÁLISE:1. Qualidade técnica e/ou artística;2. Atendimento de interesse da comunidade;3. Ações e investimentos dos recursos financeiros voltados prioritariamente para municípios da área de atuação do BNB (região Nordeste e norte dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo), menos providos de atividades culturais;4. Formação ou aperfeiçoamento profissional;
  94. 94. SELEÇÃOCRITÉRIOS DE ANÁLISE:5. Viabilidade físico-financeira;6. Condições de sustentabilidade;7. Ineditismo da proposta;8. Potencialidade de consolidação da imagem do BNB junto à sociedade.
  95. 95. SISTEMA DE NOTAS PROJETO avaliador avaliador avaliador avaliador avaliadorNORDESTE A B C D E critério 1 critério 2 critério 3 critério 4 critério 5 critério 6 critério 7
  96. 96. SISTEMA DE NOTAS PROJETO avaliador avaliador avaliador avaliador avaliadorNORDESTE A B C D E critério 1 7 8 7 9 10 critério 2 3 8 8 9 9 critério 3 9 9 10 10 10 critério 4 10 10 10 10 10 critério 5 8 9 9 7 9 critério 6 9 9 5 9 9 critério 7 7 8 9 7 8
  97. 97. SISTEMA DE NOTAS PROJETO avaliador avaliador avaliador avaliador avaliadorNORDESTE A B C D E critério 1 7 8 7 9 10 critério 2 3 8 8 9 9 critério 3 9 9 10 10 10 critério 4 10 10 10 10 10 critério 5 8 9 9 7 9 critério 6 9 9 5 9 9 critério 7 7 8 9 7 8
  98. 98. SISTEMA DE NOTAS PROJETO avaliador avaliador avaliador avaliador avaliadorNORDESTE A B C D E critério 1 8 7 9 critério 2 8 8 9 critério 3 9 10 10 critério 4 10 10 10 critério 5 8 9 9 critério 6 9 9 9 critério 7 8 7 8
  99. 99. SISTEMA DE NOTAS PROJETO avaliador avaliador avaliador avaliador avaliador TotalNORDESTE A B C D E critério 1 8 7 9 24 critério 2 8 8 9 25 critério 3 9 10 10 29 critério 4 10 10 10 30 critério 5 8 9 9 26 critério 6 9 9 9 27 critério 7 8 7 8 23 TOTAL: 184 PONTOS
  100. 100. SISTEMA DE NOTAS PROJETO avaliador avaliador avaliador avaliador avaliador Total NORDESTE A B C D E critério 1 8 7 9 24 critério 2 8 8 9 25 critério 3 9 10 10 29 critério 4 10 10 10 30 critério 5 8 9 9 26 critério 6 9 9 9 27 critério 7 8 7 8 23 TOTAL: 184 PONTOSCRITÉRIO 8 (BNB) 8 8 8 24 TOTAL GERAL: 208 PONTOS
  101. 101. COMISSÃO JULGADORACritérios 1 a 730 avaliadores representantes de todos os Estados onde o BNB atua.6 comissões (5 avaliadores em cada área do edital)Música, Literatura, Artes Cênicas, Artes Visuais e Audiovisual:5 avaliadores externos, representantes de estados diferentes.Artes Integradas:5 avaliadores (funcionários do BNB-técnicos dos CCBNBs)Critério 83 avaliadores (funcionários do BNB-gestores das Superintendências)
  102. 102. COMISSÃO JULGADORADistribuição EstadualLITERATURA MÚSICA AUDIO ARTES ARTES ÁREAS VISUAL CÊNICAS VISUAIS INTEGRADAS AL AL AL PB PB CCBNB-Cariri PB MA PI PE MG/ES CCBNB- Sousa MG/ES PI SE RN SE CCBNB- Fortaleza PE BA CE MA RN CCBNB- Fortaleza PI CE RN BA BA CCBNB- FortalezaOs nomes dos integrantes das comissõesavaliadoras serão divulgados junto aoresultado final.
  103. 103. COMISSÃO JULGADORADISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DO RESULTADO50% do total dos recursos serão destinados paraprojetos cujas ações sejam realizadas em municípioscom até 100.000 habitantes, dentro da área de atuaçãodo BNB.25% do total dos recursos serão destinados a projetoscujas ações sejam realizadas em municípios incluídos noPrograma “Territórios da Cidadania”.
  104. 104. TERRITÓRIOS DA CIDADANIA
  105. 105. CONTRATAÇÃO E DESEMBOLSO Resultado: 28 de novembro de 2008. Contratação: 02 de janeiro a 30 de junho de 2009 Realização: até o dia 30 de junho de 2010. CONDIÇÕES DE CONTRATAÇÃO• Ter situação regular fiscal nas esferas municipal, estadual e federal.• Ter conta corrente no BNB• Apresentação de nota fiscal de serviços no valor do patrocínio (para instituições de natureza jurídica de finalidade lucrativa)
  106. 106. CONTRATAÇÃO E DESEMBOLSOIMPOSTOS: Serão descontados TODOS os impostos previstos por lei. As retenções obedecerão às eventuais alterações das alíquotas. Entidades sem fins lucrativos DEVEM COMPROVAR a isenção dos impostos nos níveis federal, estadual e/ou municipal.
  107. 107. CONTRATAÇÃO E DESEMBOLSOIMPOSTOS: IMPOSTO RENDA - Pessoa Física – de 0 a 27,5% (tabela progressiva) - Pessoa Jurídica – 4,8 % - Empresas optantes do Simples Nacional – 0% IMPOSTO DE TRANSMISSÃO CAUSA MORTIS E DOAÇÃO – ITCD (ESTADUAL). - Até o limite de R$ 52.207,50 - 2% IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS - de acordo com a alíquota municipal onde o projeto será realizado.
  108. 108. CONTRAPARTIDAS MÍNIMAS AO BNBInclusão das logomarcas institucionais do BNB e doGOVERNO FEDERAL, além de outros Produtos/serviçosassociados, a critério exclusivo do BNB, em todos osprodutos gerados e peças de divulgação e dedistribuição;Inclusão das logomarcas institucionais do BNB e doGOVERNO FEDERAL, além de outros produtos/serviçosassociados, a critério exclusivo do BNB, em espaçosonde serão realizados os eventos;Citação verbal do patrocínio do BNBem todas as entrevistas concedidasà imprensa sobre o projeto;
  109. 109. CONTRAPARTIDAS MÍNIMAS AO BNBDoação de 20% de qualquer produto gerado pelo projeto(livro, disco, CD, DVD, catálogo, ingressos etc.) para usoa critério do BNB. Em patrocínio parcial, esse percentualserá proporcional ao valor investido pelo BNB;Disponibilidade para participar, quando convidado, deeventos nos Centros Culturais do BNB, com o projetocontemplado (neste caso, o BNB será responsável pelasdespesas para realização do evento, exclusivepagamento de cachês).
  110. 110. PRESTAÇÃO DE CONTAS• Todos os responsáveis pelos projetos patrocinados pelo BNB devem apresentar prestação de contas, com documentação comprobatória das despesas realizadas, de acordo com as orientações do edital e formulário específico disponível no portal www.bnb.gov.br
  111. 111. Literatura – Música – Artes Cênicas – Artes Visuais – Audiovisual – Artes Integradas PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIO
  112. 112. PROGRAMA BNB DE CULTURA - EDIÇÃO 2009 HABILITAÇÃO (USO EXCLUSIVO DO BNB)HABILITADO: SIM NÃO MOTIVO: FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETOTÍTULO:AREA: Produção musical solo ou coletiva em todas as formas e gêneros da música; formação de grupos musicais, aquisição de instrumentos musicais, partituras, realização de espetáculos e manutenção de estrutura para Música funcionamento das atividades musicais; realização de festivais, mostras, seminários, congressos e outros eventos musicais. Ações de incentivo à leitura e formação de novos leitores, de valorização e estímulo à criação e circulação de acervos bibliográficos, de ampliação e renovação de bibliotecas públicas e escolares, além de práticas Literatura promotoras do acesso e da democratização da leitura; produção literária individual ou coletiva de autores em todos os estilos. Produção das artes cênicas solo ou coletiva, em todas as formas e gêneros, dirigidos ao público adulto, infantil, terceira idade ou portadores de deficiências, incluindo a aquisição de material cênico, figurinos e adereços para Artes Cênicas a realização de espetáculos de teatro, dança, circo, ópera, mímica e congênere; realização de festivais, mostras, seminários, congressos e outros eventos de artes cênicas. Registro gráfico da produção solo ou coletiva, das obras de artistas visuais e artesãos, em todas as formas e Artes Visuais gêneros das artes visuais; preservação, conceituação, montagem e guarda de acervos museográficos. Produção, finalização e publicação de obras audiovisuais de cinema, vídeo, mídias digitais e similares em todos Audiovisual os gêneros. Artes Integradas Projetos que não se enquadrem nas áreas anteriores ou que contemplem projetos classificados em mais de ou Não uma categoria, de forma integrada. Específicas
  113. 113. PROGRAMA BNB DE CULTURA - EDIÇÃO 2009 HABILITAÇÃO (USO EXCLUSIVO DO BNB)HABILITADO: SIM NÃO MOTIVO: FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETOTÍTULO:AREA: Produção musical solo ou coletiva em todas as formas e gêneros da música; formação de grupos musicais, aquisição de instrumentos musicais, partituras, realização de espetáculos e manutenção de estrutura para Música funcionamento das atividades musicais; realização de festivais, mostras, seminários, congressos e outros eventos musicais. Ações de incentivo à leitura e formação de novos leitores, de valorização e estímulo à criação e circulação de acervos bibliográficos, de ampliação e renovação de bibliotecas públicas e escolares, além de práticas Literatura promotoras do acesso e da democratização da leitura; produção literária individual ou coletiva de autores em todos os estilos. Produção das artes cênicas solo ou coletiva, em todas as formas e gêneros, dirigidos ao público adulto, infantil, terceira idade ou portadores de deficiências, incluindo a aquisição de material cênico, figurinos e adereços para Artes Cênicas a realização de espetáculos de teatro, dança, circo, ópera, mímica e congênere; realização de festivais, mostras, seminários, congressos e outros eventos de artes cênicas. Registro gráfico da produção solo ou coletiva, das obras de artistas visuais e artesãos, em todas as formas e Artes Visuais gêneros das artes visuais; preservação, conceituação, montagem e guarda de acervos museográficos. Produção, finalização e publicação de obras audiovisuais de cinema, vídeo, mídias digitais e similares em todos Audiovisual os gêneros. Artes Integradas Projetos que não se enquadrem nas áreas anteriores ou que contemplem projetos classificados em mais de ou Não uma categoria, de forma integrada. Específicas
  114. 114. PROGRAMA BNB DE CULTURA - EDIÇÃO 2009 HABILITAÇÃO (USO EXCLUSIVO DO BNB)HABILITADO: SIM NÃO MOTIVO: FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO OTÍTULO: FESTIVAL DE MÚSICA E TEATRO DE BELO MONTE DAREA: x IT A Produção musical solo ou coletiva em todas as formas e gêneros da música; formação de grupos musicais, aquisição de instrumentos musicais, partituras, realização de espetáculos e manutenção de estrutura para Música IL funcionamento das atividades musicais; realização de festivais, mostras, seminários, congressos e outros eventos musicais. B Ações de incentivo à leitura e formação de novos leitores, de valorização e estímulo à criação e circulação de acervos bibliográficos, de ampliação e renovação de bibliotecas públicas e escolares, além de práticas A Literatura promotoras do acesso e da democratização da leitura; produção literária individual ou coletiva de autores em S todos os estilos. E x Produção das artes cênicas solo ou coletiva, em todas as formas e gêneros, dirigidos ao público adulto, infantil, D terceira idade ou portadores de deficiências, incluindo a aquisição de material cênico, figurinos e adereços para Artes Cênicas a realização de espetáculos de teatro, dança, circo, ópera, mímica e congênere; realização de festivais, mostras, seminários, congressos e outros eventos de artes cênicas. Registro gráfico da produção solo ou coletiva, das obras de artistas visuais e artesãos, em todas as formas e Artes Visuais gêneros das artes visuais; preservação, conceituação, montagem e guarda de acervos museográficos. Produção, finalização e publicação de obras audiovisuais de cinema, vídeo, mídias digitais e similares em todos Audiovisual os gêneros. Artes Integradas Projetos que não se enquadrem nas áreas anteriores ou que contemplem projetos classificados em mais de ou Não uma categoria, de forma integrada. Específicas
  115. 115. PROGRAMA BNB DE CULTURA - EDIÇÃO 2009 HABILITAÇÃO (USO EXCLUSIVO DO BNB)HABILITADO: SIM NÃO MOTIVO: FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETOTÍTULO: FESTIVAL DE MÚSICA E TEATRO DE BELO MONTEAREA: Produção musical solo ou coletiva em todas as formas e gêneros da música; formação de grupos musicais, aquisição de instrumentos musicais, partituras, realização de espetáculos e manutenção de estrutura para Música funcionamento das atividades musicais; realização de festivais, mostras, seminários, congressos e outros eventos musicais. Ações de incentivo à leitura e formação de novos leitores, de valorização e estímulo à criação e circulação de acervos bibliográficos, de ampliação e renovação de bibliotecas públicas e escolares, além de práticas Literatura promotoras do acesso e da democratização da leitura; produção literária individual ou coletiva de autores em todos os estilos. Produção das artes cênicas solo ou coletiva, em todas as formas e gêneros, dirigidos ao público adulto, infantil, terceira idade ou portadores de deficiências, incluindo a aquisição de material cênico, figurinos e adereços para Artes Cênicas a realização de espetáculos de teatro, dança, circo, ópera, mímica e congênere; realização de festivais, mostras, seminários, congressos e outros eventos de artes cênicas. Registro gráfico da produção solo ou coletiva, das obras de artistas visuais e artesãos, em todas as formas e Artes Visuais gêneros das artes visuais; preservação, conceituação, montagem e guarda de acervos museográficos. Produção, finalização e publicação de obras audiovisuais de cinema, vídeo, mídias digitais e similares em todos Audiovisual os gêneros. Artes Integradas ou Não x Projetos que não se enquadrem nas áreas anteriores ou que contemplem projetos classificados em mais de uma categoria, de forma integrada. Específicas
  116. 116. 2. IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE Razão CNPJ: Endereço completo: Cidade: UF: CEP: Telefone: Endereço Eletrônico (E-mail): Fax: Empresa optante pelo Simples Nacional? Sim NãoPessoa Jurídica Representante: Cargo: Profissão: Estado Civil: CPF: Identidade: Órgão Expedidor: Endereço Residencial: Cidade: UF: CEP: Nome: CPF: Estado Civil: Identidade / Profissão: Órgão Expedidor: Endereço completo: Pessoa Física Cidade: UF: CEP: Telefone: Inscrição PIS-PASEP/INSS: Fax: Endereço Eletrônico (E-mail):
  117. 117. 2. IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE Razão Social:MANDACARU PRODUÇOES ARTÍSTICAS LTDA CNPJ:00.565.899/0001-20 Endereço completo: RUA SÃO FRANCISCO, 56 - ALTO SANTO O Cidade: PETROLINA UF: PE CEP: 54678-000 D Telefone:(81) 4356 8887 mandacaru@bol.com.br A Endereço Eletrônico (E-mail): IT Fax: (81) 4356 8887 Empresa optante pelo Simples Nacional? Sim Não XPessoa Jurídica Representante: PEDRO JOSÉ MENDES FREIRE Cargo: DIRETOR COMERCIAL IL Profissão: ADMINISTRADOR Estado Civil:CASADO CPF:118.877.944-20 B Identidade: 20006987748 Órgão Expedidor: SSP - BA A Endereço Residencial: AV. BRITO JÚNIOR, 1236 - APTO. 14 - BLOCO D S Cidade: JUAZEIRO UF: BA CEP: 73899-002 D E Nome: PEDRO Estado Civil: JOSÉ MENDES FREIRE CASADO Endereço completo: AV. Identidade / Órgão Expedidor: 20006987748-SSP-BA BRITO JÚNIOR, 1236 - APTO. 14 - BLOCO D CPF:118.877.944-20 Profissão: ADMINISTRADOR Pessoa Física Cidade: JUAZEIRO UF: BA CEP: 73899-002 Telefone: (73) 9446.7373 Inscrição PIS-PASEP/INSS: 23.26.55.44.33-9 Fax: Endereço Eletrônico (E-mail): pmendes45@yahoo.com EXEMPLO
  118. 118. 2. IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE Razão Social:MANDACARU PRODUÇOES ARTÍSTICAS LTDA CNPJ:00.565.899/0001-20 Endereço completo: RUA SÃO FRANCISCO, 56 - ALTO SANTO Cidade: PETROLINA UF: PE CEP: 54678-000 Telefone:(81) 4356 8887 Endereço Eletrônico (E-mail): mandacaru@bol.com.br Fax: (81) 4356 8887 Empresa optante pelo Simples Nacional? Sim Não XPessoa Jurídica Representante: PEDRO JOSÉ MENDES FREIRE Cargo: DIRETOR COMERCIAL Profissão: ADMINISTRADOR Estado Civil:CASADO CPF:118.877.944-20 Identidade: 20006987748 Órgão Expedidor: SSP - BA Endereço Residencial: AV. BRITO JÚNIOR, 1236 - APTO. 14 - BLOCO D Cidade: JUAZEIRO UF: BA CEP: 73899-002 Nome: CPF: Estado Civil: Identidade / Profissão: Órgão Expedidor: Endereço completo: Pessoa Física Cidade: UF: CEP: Telefone: Inscrição PIS-PASEP/INSS: Fax: Endereço Eletrônico (E-mail): EXEMPLO
  119. 119. 2. IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE Razão Social: CNPJ: Endereço completo: Cidade: UF: CEP: Telefone: Endereço Eletrônico (E-mail): Fax: Empresa optante pelo Simples Nacional? Sim NãoPessoa Jurídica Representante: Cargo: Profissão: Estado Civil: CPF: Identidade: Órgão Expedidor: Endereço Residencial: Cidade: UF: CEP: Nome: PEDRO JOSÉ MENDES FREIRE CPF:118.877.944-20 Estado Civil: CASADO Identidade / Profissão: ADMINISTRADOR Órgão Expedidor: 20006987748-SSP-BA Endereço completo: AV. BRITO JÚNIOR, 1236 - APTO. 14 - BLOCO D Pessoa Física Cidade: JUAZEIRO UF: BA CEP: 73899-002 Telefone: (73) 9446.7373 Inscrição PIS-PASEP/INSS: 23.26.55.44.33-9 Fax: Endereço Eletrônico (E-mail): pmendes45@yahoo.com EXEMPLO
  120. 120. 3. OBJETIVOS DO PROJETO4. JUSTIFICATIVA DO PROJETO
  121. 121. 3. OBJETIVOS DO PROJETOExponha de maneira clara e sucinta O QUE se pretende fazer.4. JUSTIFICATIVA DO PROJETOExplique POR QUE você está pleiteando o patrocínio cultural do BNB.Sua justificativa deve ser fundamentada principalmente nos seguintes pontos:1) O projeto deve ser de natureza cultural, nas áreas de Artes Visuais, Música, Literatura, Artes Cênicas, Audiovisual ou Áreas Integradas/Não Específicas, e destinado para as finalidades previstas no edital.2) O projeto deve trazer benefícios à comunidade e incrementar a produção cultural da Região Nordeste, Norte de Minas e Norte do Espírito Santo. Esses benefícios podem ser, por exemplo, o acesso facilitado aos bens e serviços culturais resultantes do patrocínio, ou a criação de emprego e renda para a comunidade envolvida.3) O projeto deve atender os critérios de seleção constantes do edital. Quanto mais critérios o projeto atender, mais possibilidades ele terá de ser contemplado pelo PROGRAMA BNB DE CULTURA.

×