Your SlideShare is downloading. ×
Focos de tensão
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Focos de tensão

10,173
views

Published on


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
10,173
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
203
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Prof. Paulo Sergio
  • 2. O mundo globalizado, ao contrário do que muitos apregoam, não se tornou um lugar mais seguro. Entre 1990 e 2005, mais de 50 conflitos deixaram cerca de 3,6 milhões de mortos ao redor do globo
  • 3. Áreas onde já existem ou estão na eminência de existir um conflito.
  • 4. SÉCULO XX ► Embasamento ideológico e econômico SÉCULO XXI ► Conflitos étnico-religiosos, questões territoriais e nacionalistas, marginalidade do mundo pobre em relação ao rico e xenofobia.
  • 5. Crescente número de refugiados  Causas: Políticas Religiosas Ambientais Econômicas  Origens: Oriente Médio, África  Destinos:EUA, Europa
  • 6. FUNDAMENTALISMO ISLÂMICO: Origem: Egito - Irmandade muçulmana (1929) Preconizava:  Respeito aos fundamentos do corão  Alfabetização e assistência médica a população carente. Se opunha a ocupação estrangeira (britânicos) ----- passa a ser perseguida...
  • 7. Continua a perseguição...  O estado egípcio moderno não se encaixava na visão religiosa dos fundamentalistas São empurrados à clandestinidade e ao terrorismo (1981 – assassinam o presidente do Egito – Anuar Sadat)
  • 8. SUNITAS – são 90%, acham que o direito de sucessão ao profeta seja dos descendentes dos quatro califas. XIITAS – são 10%, e atribuem a liderança religiosa à descendência do profeta. FUNDAMENTALISTAS, radicais, extremistas - encontrados nos dois grupos --- defendem um estado teocrático.
  • 9. Inspirados na “guerra santa” (jihad), promovem atentados terroristas a alvos ocidentais e americanos (o grande satã). Objetivo: Combater os costumes ocidentais que representam a perdição. Talibã ---- grupo religioso (Afeganistão) destruído ---- represália ao ataque de 11 de setembro
  • 10.  Características:  grupo com braço militar, primeiro a usar homens bomba.  político, trabalhos sociais.  Objetivo: destruir Israel, criação de um Estado Islâmico na região sob controle palestino.  Facção mais popular entre palestinos
  • 11. Mais independente das facções extremistas Recebe financiamento principalmente do Irã Objetivo: destruir Israel, criar Estado Islâmico na área sob controle palestino. Conta com apoio restrito da população
  • 12. Grupo fundamentalista xiita do Líbano Criado para combater tropas israelenses que ocupavam o sul do país. Sustentado por iranianos Apóiam os palestinos.
  • 13. É a utilização sistemática da violência imprevisível contra regimes políticos,povos ou pessoas. Segundo o departamento de estado dos EUA – “é a violencia premeditada contra alvos civis, praticada por grupos minoritários ou agentes clandestinos, normalmente com a intensão de influenciar a opinião publica”. Visa mostrar que o estado não é onisciente, nem onipresente. A sofisticação tecnológica das potencias militares e o uso da inteligência na repressão aos grupos terroristas mais violentos não fazem frente ao terrorismo
  • 14.  PKK ---- Partido curdo dos trabalhadores, Curdistão dentro da Turquia.  SUPREMACIA BRANCA ---- EUA  TUPAC AMARU, SENDERO LUMINOSO ---- Peru  ABU NIDHAL ---- Síria, Líbano e Iraque  GIA ---- Argélia  LACTE ---- Tigres de libertação do Tamil  EELAM ---- Sri Lanka
  • 15.  AL QAEDA ---- Origem afegã  BRIGADAS VERMELHA ---- Itália  ESLA ---- Armênios na Turquia  ETA ---- (EUSKATI TA AZKATASUMA) – País Basco --- Espanha/França  FLNC ---- Frente de Libertação Nacional da Córsega --- França  HAMAS ---- Movimento de resistência islâmica --- Palestina
  • 16. PANORAMA POLÍTICO ECONÔMICO Grande instabilidade política na América do Sul. Dos 13 países, apenas Chile, Uruguai e Colômbia não tiveram presidentes afastados nos últimos 20 anos.
  • 17. Governo antidemocrático  Forjou plebiscito, venceu e prossegue seu mandato  É o 5º maior produtor de petróleo, grande exportador de petróleo para os EUA, e para Cuba fornece a preços irrisórios • HUGO CHAVEZ
  • 18.  Privatizou o petróleo e o gás natural – leva a apreensão a economia brasileira devido à forte atuação da Petrobrás no país  “A Bolívia recuperará em breve uma saída para o Oceano Pacífico”, via Chile, dono de antigos territórios bolivianos costeiros  Vive o risco de um processo de secessão, ou seja, divisão do país em dois – planície a leste (ou meia lua), perto da fronteira com o Brasil, e o altiplano (zona de planalto e de montanhas a oeste, onde se encontra a maior parte da população boliviana).  Na região das planícies estão as maiores riquezas minerais do país, opositores reivindicam a autonomia da região em relação à união, mas Morales tem grande apoio do altiplano.  Questão da autonomia mesmo com plebiscito favorável ainda não foi definida EVO MORALES
  • 19. . VIVE ESTADO CONSTANTE DE TENSÃO COM GUERRA CIVIL .DURA DÉCADAS ENTRE GOVERNO E GRUPOS GUERRILHEIROS: .ELN (EXÉRCITO DE LIBERTAÇÃO NACIONAL) .FARC (FORÇAS ARMADAS REVOLUCIONÁRIAS DA COLÔMBIA) CONTROLAM ATUALMENTE 40% DO TERRITÓRIO Juan Manuel Santos eleito em 20/02/2010
  • 20. Uma das atividades mais rentáveis da atualidade, movimentando centenas de milhões de dólares. Vale-se da corrupção e da força para impor seus interesses. Funciona como uma grande empresa transnacional, com métodos de comercialização e distribuição modernos e eficientes. – Utiliza-se muitas vezes da corrupção que torna ineficaz ou minimiza as ações do governo. Com a morte de seus principais líderes (Pablo Escobar) assumiram os japoneses, russos e italianos.
  • 21. Cerca de mais ou menos 80% da população vive abaixo da linha de pobreza.  IDH um dos mais baixos da América Latina - comparável ao de países da África  Intervenção da ONU com participação do exército brasileiro HAITÍ
  • 22. CUBA
  • 23. POSIÇÃO ESTRATÉGICA – PROXIMIDADE DOS EUA (150 km)  Foco de tensão durante a guerra fria, tem hoje dificuldades para sobreviver, após a desintegração da URSS.  Bloqueio econômico norte-americano(década de 1960) repercutiu mais intensamente na década de 1990. --- Tem sobrevivido precariamente a crises internas e externas = crise social intensa.  Balseros – se lançam ao mar em direção aos EUA  Em 2006 Fidel Castro doente, passa governo para Raul Castro, seu irmão  Entre os principais problemas cubanos hoje está a questão do abastecimento, havendo uma crise de escassez de alimentos, além da falta de serviços básicos à população.
  • 24.  Futuro de Cuba:  Incerto  EUA pressionam com bloqueio econômico há mais de quatro décadas para terminar com o comunismo  Comunidade anticastrista residente nos EUA apóiam a pressão norte-americana.  Regime cubano tenta manter estabilidade e renovar sua liderança, tem recebido apoio de Hugo Chaves
  • 25. Admitido no NAFTA em 1993, o país atraiu inúmeras empresas norte-americanas. O estado de Chiapas, ao sul, muito pobre se revolta – EZLN (Exercito Zapatista de Libertação Nacional) – exige ações do governo contra a pobreza e a desigualdade social. MÉXICO
  • 26. ÁFRICA
  • 27. Região ao sul do deserto do Saara . Os constantes desmatamentos e atividades pastoris e a extração de madeira vem provocando o fenômeno de desertificação. SAHEL
  • 28. Trata-se de um conjunto de países do NW da África – Marrocos, Argélia e Tunísia
  • 29. CARACTERÍSTICAS GERAIS DA ÁFRICA: - É um continente excluído --- recebeu apenas 1,6% de todos os investimentos estrangeiros realizados no mundo, na década de 1980. - A maior parte deles conquistaram a sua independência entre 1960 e 1980, continuando porem na antiga DIT - Sua participação no comércio mundial tem diminuído de 3,7% em 1961 para 1,2% em 2002. - Mais da metade de sua população trabalha no setor primário - Apresentam como os menores consumidores de calorias do mundo - IDH – os 20 piores estão neste continente
  • 30. NÍGER – O PIOR IDH --- 36,8 ANOS DE EXPECTATIVA DE VIDA LÍBIA - APRESENTA O MELHOR IDH DO CONTINENTE ÁFRICA DO NORTE --- FORTE REPULSÃO POPULACIONAL EM DIREÇÃO AOS EUA E EUROPA - É O ÚNICO CONTINENTE QUE MATEM UM RITMO ACELERADO DE CRESCIMENTO DEMOGRÁFICO, APESAR DE ESTAR CAINDO DESDE 1985 - 70% DO PETRÓLEO EXTRAÍDO É EXPORTADO --- 90% DA ENERGIA CONSUMIDA VEM DE LENHAS EXTRAÍDAS DAS FLORESTAS ÁFRICA DO SUL --- DESTAQUE --- MAIOR PRODUTOR DE MINERAIS E RESPONSÁVEL POR 50% DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL DO CONTINENTE - MAIS DE 90% DOS DIAMANTES E 50% DO OURO PRODUZIDOS NO MUNDO --- RSA - 70% DA AIDS, 90% DA MALÁRIA DO PLANETA OCORREM EM PAÍSES AFRICANOS.
  • 31. PAISES QUE TENTARAM IMPLANTAR O SOCIALISMO E FORAM DE PALCOS DE GUERRAS DURANTE A GUERRA FRIA FORAM ABANDONADAS AO SEU PRÓPRIO DESTINO: ANGOLA MOÇAMBIQUE GUINÉ BISSAU
  • 32. PENÍNSULA BALCÂNICA E O DESMEMBRAMENTO DA IUGOSLÁVIA DIVERSAS ETNIAS QUE CONVIVEM NA PENÍNSULA BALCÂNICA, SÉRVIOS, CROATAS, MACEDÔNIOS, BÓSNIOS, ALBANESES, ESLOVENOS E MONTENEGRINOS POSSUEM DIFERENTES RELIGIÕES E CULTURAIS HISTÓRICAS, O QUE LEVA CADA GRUPO A QUERER SUA SOBERANIA E INDEPENDÊNCIA POLÍTICA E ECONÔMICA. SÉRVIOS, CROATAS E ESLAVOS SEMPRE TIVERAM INTUITO DE DOMINAR TODOS OS POVOS DESSA REGIÃO.
  • 33. 1. República Socialista da Bósnia e Herzegovina 2. República Socialista da Croácia 3. República Socialista da Macedônia 4. República Socialista da Montenegro 5. República Socialista de Sérvia 5a. Província Socialista Autônoma do Kosovo 5b. Província Socialista Autônoma da Voivodina 6. República Socialista da Eslovênia ANTIGA IUGOSLÁVIA
  • 34. LOCALIZAÇÃO --- SW DA RÚSSIA É HABITADA POR CHECHENOS, O MAIOR GRUPO DA REGIÃO NORTE DO CÁUCASO. INTERFERÊNCIA RUSSA DATA DE MAIS DE DOIS SÉCULOS. REGIÃO COM GRANDES RESERVAS MUNDIAIS DE PETRÓLEO, PONTO ESTRATÉGICO ENTRE OS MARES NEGRO E CÁSPIO --- SUA INDEPENDÊNCIA INSITARIA NOVOS MOVIMENTOS NACIONALISTAS NA REGIÃO ATENTADO CHECHENO A ESCOLA NA OSSÉDIA DO NORTE DEU OPORTUNIDADE À RÚSSIA DE ENDURECER AINDA MAIS AS RELAÇÕES COM A CHECHÊNIA CHETCHETNIA
  • 35. BASCOS OCUPAM O NORTE DA ESPANHA E O SW DA FRANCA. ATUALMENTE O PAÍS BASCO OCUPA TRÊS PROVÍNCIAS DA FRANÇA E QUATRO DA ESPANHA, HÁ 40 ANOS LUTA PELA SUA INDEPENDÊNCIA. DIVIDIU-SE: BRAÇO ARMADO --- TERRORISMO --- PERDE FORÇA APÓS ATENTADOS. BRAÇO POLÍTICO --- QUE PREFERIU CRIAR UM PARTIDO POLÍTICO QUE LEVANTASSE A BANDEIRA SEPARATISTA, PORÉM, PELA VIA LEGAL. ESSE GRUPO DEPÔS AS ARMAS. O MOVIMENTO SEPARATISTA BASCO
  • 36. CONFLITO TEVE CAUSAS POLÍTICAS E RELIGIOSAS, DEVIDO A OPOSIÇÃO HISTÓRICA ENTRE OS CATÓLICOS IRLANDESES E OS PROTESTANTES INGLESES, NAS ILHAS BRITÂNICAS. IRLANDA DO NORTE, FAZ PARTE DO REINO UNIDO SUBORDINADA A LONDRES IRLANDA (EIRE) TORNOU-SE INDEPENDENTE NO INÍCIO DO SÉCULO XX E O ULSTER CONTINUOU SOB DOMÍNIO INGLÊS JUNHO DE 2005 --- GRUPO IRLANDÊS DO IRA, QUE USOU O TERRORISMO PARA MARCAR PRESENÇA, ANUNCIOU A RENÚNCIA A LUTA ARMADA, DEIXANDO CLARO QUE AGORA SE MANIFESTARÁ PELO VIÉS POLÍTICO A IRLANDA DO NORTE (ULSTER)
  • 37.  Após a 2ª guerra mundial, ONU propõe a criação de uma pátria para o povo de origem judaica.  Maioria da população árabe foi contrária a presença de um povo não-islamico dentro da região do oriente médio --- proposta acabou sendo aceita  A não aceitação, pela comunidade árabe, da presença do novo estado chamado Israel levou a um série de conflitos.  A reação do mundo árabe em apoio à causa palestina levou ao uso do petróleo como arma contra o mundo ocidental. ÁSIA Oriente médio – a questão palestina – o conflito entre judeus e palestinos
  • 38. CONSEQÜÊNCIAS PARA O MUNDO:  Surgimento das crises mundiais causadas pelos aumentos do barril do petróleo, em 1973 e 1979.  Egito reconhece Israel como estado soberano é considerado traidor do mundo árabe.  Construção do muro em volta da Cisjordânia – vista como séria dificuldade para aceitação de um plano de paz.  Houve diminuição de atentados em Israel
  • 39.  Curdos --- povo organizado em clãs --- não possuem estado e nem território próprio vivem em sua maioria na Turquia, Irã, Iraque, Síria e Armênia  Por que não se apóia a questão curda?  Turquia controla o estreito de Bósforo --- (escoamento do petróleo do Oriente Médio), faz parte do OTAN, maior aliada dos EUA no Oriente Médio.  Região rica em combustíveis fósseis. A QUESTÃO CURDA
  • 40. A questão da Geórgia
  • 41.  Relações entre confederação russa e a Geórgia sempre foram instáveis  Quando Geórgia se separou da ex-URSS (1992) foi dado autonomia a Ossétia do Sul e a Abkhazia (população majoritária de russos)  Geórgia acusa Rússia de querer promover a anexação das duas regiões determinando o uso da força, dando início ao conflito.  Rússia acusa a Geórgia de mandar recursos para os chechenos.  Há uma pressão internacional ... Rússia inicia desocupação e reconhece a independência de Abkhazia e Ossétia do sul.
  • 42. LOCALIZADA ENTRE CHINA ÍNDIA E PAQUISTÃO REGIÃO MARCADA POR TENSÕES RELIGIOSAS ENTRE GRUPOS SEPARATISTAS MUÇULMANOS (60%) E HINDUÍSTA. CAXEMIRA --- MAIOR PARTE DA POPULAÇÃO MUÇULMANA, PASSOU A INTEGRAR A ÍNDIA DEMARCAÇÃO DE FRONTEIRAS ENTRE PAQUISTÃO E INDIA IGNOROU CONJUNTURAS POLÍTICAS LOCAIS --- INTENSA MIGRAÇÃO POPULAÇÃO DE CAXEMIRA --- TRÊS TENDÊNCIAS - OS QUE QUEREM A INDEPENDÊNCIA DA CAXEMIRA - OS QUE QUEREM ANEXÁ-LA AO PAQUISTÃO - OS QUE QUEREM, ANEXA-LA À ÍNDIA DENTRO DA ÍNDIA EXISTE UM MOVIMENTO SEPARATISTA FORMADO POR UM GRUPO ÉTNICO E RELIGIOSO, SIHKS, QUE LUTA PELA INDEPENDÊNCIA DO PUNJAB. ESSE GRUPO PRATICA ATOS TERRORISTAS CONTRA O GOVERNO INDIANO.
  • 43.  A principal justificativa para a guerra oferecida pelo presidente norte- americano George W. Bush, pelo ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair, e os seus apoiantes foi de que o Iraque estava a desenvolver armas de destruição maciça.  Estas armas, argumentava-se, ameaçavam os Estados Unidos, os seus aliados e os seus interesses.No discurso do estado da União de 2003, Bush defendeu que os Estados Unidos não poderiam esperar até que a ameaça do líder iraquiano Saddam Hussein se tornasse eminente.  Após a invasão, no entanto não foi encontrada nenhuma prova da existência de tais armas. Para justificar a guerra, alguns responsáveis norte-americanos referiram também que havia indicações de que existia uma ligação entre Saddam Hussein e a Al-Qaeda. Apesar disso não foram encontradas provas de nenhuma ligação substancial à Al-Qaeda.
  • 44. A população do Iraque conta com três componentes de destaque 1. Árabes Xiitas --- maioria da população 2. Árabes sunitas --- minoria, mas que governam o país e se sentem relegados a segundo plano. 3. Curdos presentes no norte iraquiano contam ainda com um mosaico de etnias em plena convulsão A ocupação norte-americana levou o país a uma situação de desastre nacional
  • 45. A questão do Tibete
  • 46.  Anexado a China nos anos 50, mas com relativa autonomia.  Final dos anos 50, revolta contra o domínio chinês pelos monges budistas.  Violenta reação do governo chinês.  Dalai Lama foge para o norte da Índia, recebe o premio Nobel da paz --- torna a luta deles mais conhecida.  Desistência da luta pela independência proposta pelo Dalai Lama, em março de 2005, consumou a anexação à China.
  • 47.  Afeganistão – primeiro alvo militar na guerra contra o terror.  Segundo Bush, o Taliban dava apoio a organização terrorista muçulmana AL Qaeda e a seu líder Osama Bin Laden  Últimos tempos – aumentado o combate contra americanos  “Se no passado o Taliban conseguiu expulsar os soviéticos hoje acreditam ser possível expulsar os americanos”.
  • 48. A falta de água é um dos maiores desafios do mundo moderno. Ela já é o motivo por trás de vários conflitos pelo mundo, como no Sudão, na África, que deixou mais de 200 mil mortos, e deve ser a causa de inúmeros outros neste século. "As tensões ambientais por falta de água podem desencadear conflitos, que serão maiores nos países pobres. Há poucos anos, poucas pessoas olhavam para a árida região do ocidente de Darfur. Apenas alguns se deram conta de que os enfrentamentos ocorreram quando houve escassez de água. Hoje, todo mundo sabe da existência de Darfur", diz Ban Ki-moon, secretário- geral da Organização das Nações Unidas (ONU).
  • 49. MONUMENTO AOS MORTOS AO ATENTADO DE 11 DE SETEMBRO