• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Exli capítulo 10   ii etapa
 

Exli capítulo 10 ii etapa

on

  • 959 views

 

Statistics

Views

Total Views
959
Views on SlideShare
959
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Exli capítulo 10   ii etapa Exli capítulo 10 ii etapa Document Transcript

    • CAPÍTULO 10 A urbanização e a economia da América Latina (Página, 102)Questões de compreensão1 O desenvolvimento da atividade industrial, a modernização no campo, o crescimento natural dapopulaçãourbana e o processo de metropolização.2 a) Cuba.Venezuela, Brasil, Argentina, Chile e Uruguai.b) Guiana e Guiana Francesa.c)Cidade do México, Lima, São Paulo, Rio de Janeiro e Buenos Aires.3 Podemos dizer que o processo de urbanização na América Latina foi excludente, pois, à medida queuma grande parcela da população não teve acesso a moradias adequadas nem aos serviços urbanosessenciais,formou-se uma segregação socioespacial no meio urbano. As consequências podem ser observadas hojenoespaço urbano latino-americano com muitos bairros sem infraestrutura urbana básica.4 Esse desenvolvimento industrial ocorreu pelo fato de que alguns países, a fim de manter oabastecimento de seus mercados, foram obrigados a produzir gêneros que antes eram importados,investindo no desenvolvi- mento da atividade industrial. Desse modo, as importações de diferentesprodutos passaram a ser substituídas pela produção interna.5. Nesses países, o Estado investiu intensamente no desenvolvimento industrial. Por meio definanciamentos externos, investiu na implantação de indústrias de base, além de proporcionar ainfraestrutura necessária para o desenvolvimento das indústrias.6 Mesmo os países latino-americanos que mais se industrializaram, como Brasil, México e Argentina,continuam dependentes da transferência de capital e tecnologias dos países desenvolvidos. Isso porquea industrialização promovida sobretudo pelas multinacionais acabou inibindo o desenvolvimento de umaindústria genuinamente nacional.7 A presença das multinacionais nos países latino-americanos se explica pela existência de váriascondições favoráveis ao desenvolvimento dessas empresas, como: o custo reduzido de mão de obra, aexistência de matérias-primas em abundância, o grande mercado consumidor e as vantagens oferecidaspelo Estado (isenção de impostos, financiamentos e subsídios).8 A relação está no fato de que os gêneros agrícolas e minerais exportados pelos países latino-americanos são pouco valorizados no mercado externo, ao contrário do que ocorre com as mercadoriasindustrializadas importadas por aqueles países. Isso dificulta a acumulação de riquezas e,consequentemente, o pagamento das dívidas.Análise de imagens1 As descrições devem contemplar a visível desigualdade social e econômica existente nos lugaresmostrados, além das características de infraestrutura.2 A urbanização excludente pode ser constatada nas precárias condições e na aglomeração dashabitações mostradas na imagem A.
    • 3. Porque grande parte da população encontra-se marginalizada e sem emprego garantido. Alémdisso, o governo não investe os recursos necessários em infraestrutura e em planejamento urbano,o que poderia assegurar uma ocupação mais ordenada do espaço.4. Pessoal.