• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Trabalho de antropologia
 

Trabalho de antropologia

on

  • 5,570 views

Trabalho de Antropologia.

Trabalho de Antropologia.

Statistics

Views

Total Views
5,570
Views on SlideShare
5,558
Embed Views
12

Actions

Likes
0
Downloads
59
Comments
1

2 Embeds 12

http://psicologando2011.blogspot.com 7
http://psicologando2011.blogspot.com.br 5

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Trabalho de antropologia Trabalho de antropologia Presentation Transcript

    • Trabalho de Antropologia Faculdade Castro Alves
    • Faculdade Castro Alves
      • Aminadab
      • Jamile Cruz
      • Juliana Santos
      • Liziane Plácido
      • Márcia Manuela
      • Rafaela Santana
      • Rebeca Meneses
      • Paloma Valverde
      • Tatiana Mendes
      Psicologia (Primeiro Semestre) Matéria: Antropologia Filosófica Professor: Fabiano Alunos:
    • Mitos Gregos
      • Aquiles era filho de Tétis (a ninfa marinha, e não a deusa do oceano) e de Peleu, rei dos mirmidões da Tessália.
      • Ao nascer, a mãe o mergulhou no Estige, o rio infernal, para torná-lo invulnerável. Mas a água não lhe chegou ao calcanhar, pelo qual ela o segurava, e que assim se tornou seu ponto fraco - o proverbial "calcanhar de Aquiles".
      Aquiles
      • Filho de Zeus, senhor dos deuses, e de Alcmena, mulher de Anfitrião, Hércules (Heracles para os gregos) foi concebido para tornar-se grande herói.
      • Hera, esposa de Zeus, enciumada com o nascimento de Hércules, pois desejava elevar o primo Euristeu ao trono da Grécia, enviou duas serpentes para matá-lo no berço, mas o herói, com sua força prodigiosa,
      • destruiu-as.
      • Casado com Mégara, uma das princesas reais, Hércules matou-a, e aos três filhos, num acesso de fúria provocado por Hera.
      Hercules
    • Mitos Gregos Ulisses
      • A ele deveu-se, segundo relatos posteriores à Ilíada, o ardil do cavalo de madeira que permitiu aos gregos penetrar em Tróia e obter a vitória.
      • Terminado o conflito, Ulisses iniciou o regresso a Ítaca, mas um temporal afastou-o com suas naves da frota. Começaram assim os vinte anos de aventuras pelo Mediterrâneo que constitui o argumento da Odisséia.
    • Pré-Socráticos
      • Período em que o interesse filosófico é voltado para o mundo da natureza; Explica racionalmente as origens e as mudanças dos seres humanos; Nega que o mundo tenha surgido do nada;
      • A physis (o elemento primordial eterno) é a Natureza eterna e e perene transformação, de onde tudo brota e para onde tudo retorna. É invidível para os olhos do corpo, visível somente para o olho do espírito (para o pensamento).
      • Nascer, morrer, mudar de qualidade ou de quantidade – chama-se movimento e o mundo está em movimento permanente.
      • O movimento do mundo (devir) mostra que toda mudança é passagem de um estado a seu contrário: dia-noite, claro-escuro, etc.;
      • Cada filósofo escolheu diferentes physis, com seus motivos e razões para dizer qual era o princípio eterno e imutável que está na origem da Natureza e suas transformações;
      • Tales: o princípio era a água ou o úmido; Anaximandro: considera que era o ilimitado sem qualidades definidas; Anaxímenes: que era o ar ou o frio; Heráclito: afirmou que era o fogo; Leucipo e Demócrito: que era os átomos.
    • Sofistas
      • Os sofistas foram os primeiros filósofos da era socrática, eles se opunham a filosofia socrática afirmando que eles ensinaram coisas contraditórias e erradas que não era útil as cidades, substituía a natureza que era a principal objeto de reflexão pela arte de utilizar recursos lógico-racionais.
      • Os sofistas ensinavam as pessoas a utilizarem técnicas para defender sua própria linha de pensamentos, suas opiniões, para que assim conseguissem seu espaço.
      • Ignoravam as teorias dos filósofos, eram chamados de cépticos e considerados como intolerante a Verdade e o amor pela sabedoria.
      • Os principais sofistas foram , Górgias, Hípias, Isócrates, Pródico, Crítias,Antifonte e Trasímaco, sendo que destes, Protágoras, Górgias e Isócratesque prezavam pela evolução do espírito e sua capacidade de expressão.
      • O que popularizou mais os sofistas foi a abertura da filosofia para todas as pessoas deixando de ser exclusividade dos seres intelectuais.
    • Sócrates
      • Um filósofo ateniense, nasci 470 ou 469 a.c, um dos mais importantes filósofos ocidentais e fundador da atual filosofia ocidental.
      • Sócrates sempre dizia que sua sabedoria era limitada à sua própria ignorância (só sei que nada sei). Ele acreditava que os atos errados eram consequências da própria ignorância. Nunca proclamou ser sábio. A intenção de Sócrates era levar as pessoas a se sentirem ignorantes de tanto perguntar. Ele se concentrava no problema Homem.
      • Dedicava-se ao que chama de parto das idéias: Maiêutica (levar ou induzir uma pessoa, por ela própria, ou seja, por seu próprio raciocínio, ao conhecimento ou a solução de sua dúvida).
      • Sócrates era diferente dos sofistas, pois não cobrava nada por suas aulas, e a prova disse era sua pobreza, ele valorizou a descoberta do homem feita pelos sofistas orientando-a para os valores universais, segundo a vida real do pensamento grego.
      • As fontes mais importantes de informação sobre Sócrates são Platão, Xenofonte e Aristóteles. Pois Sócrates, nada deixou em seu nome.
    • Platão
      • Foi um filósofo e matemático do período clássico da Grécia Antiga, nascido em Atenas no ano de 384/347 A.C autor de diversos diálogos filosóficos e fundador da Academia em Atenas, a primeira instituição de educação superior do mundo ocidental.
      • Juntamente com seu mentor, Sócrates, e seu pupilo, Aristóteles, Platão ajudou a construir os alicerces da filosofia natural, da ciência e da filosofia ocidental.
      • Como escritor, teve notoriedade quando publicou seus “Diálogos Socráticos”, foram 35 diálogos e 13 cartas, os quais são creditados tradicionalmente a ele, embora alguns estudiosos tenham colocado em dúvida a autenticidade de algumas dessas obras.
      • Platão defendia o que ele chamava de “Teoria das idéias”, acreditava que o homem estava em contato com duas realidades: a inteligível e a sensível. Para ele, o conhecimento que nos vem do sentido é imperfeito, explica também, que antes mesmo de nascer entramos em contato como o “mundo das idéias”, mas, ao unir-se ao corpo esquecemos tudo, pois para ele o corpo é o obstáculo do conhecimento, porém aos poucos, segundo ele, ao ver um objeto repetidas vezes, uma pessoa se lembra da idéia daquele objeto que viu.
      • Como seu mestre Sócrates, Platão busca descobrir as verdades essenciais das coisas. As coisas devem ter outro fundamento, além do físico, e a forma de buscar estas realidades vem do conhecimento, não das coisas, mas além das coisas.
    • Aristóteles
      • Filósofo grego, nascido em Estagira em 384 A.C.
      • Juntamente com Platão e Sócrates, Aristóteles é visto como uma das figuras mais importantes e um dos fundadores da filosofia ocidental.
      • Aluno de Platão, seus escritos abordam diversos assuntos como a física, a metafísica, a poesia, o teatro, a música, a lógica, a retórica, o governo, a ética, a biologia e a zoologia.
      • Aristóteles, diferentemente de Platão defendia a existência de um único mundo, o que vivemos. Para ele o conhecimento devia ser procurado no mundo material e real.
      • Após a morte de Platão, fundou o Liceu de Atenas. Ao contrário da academia de Platão, o Liceu privilegiava as ciências naturais, o qual abrangia praticamente todo o conhecimento da época.
    • Mito da Caverna
      • No mito da caverna, Platão escreve sobre a condição humana em que vivemos. Relata explicitamente a condição triste em que vivia a humanidade.
      • Trancados em um lugar onde era difícil os movimentos, pois ficavam acorrentados. Só tinham como vista, um feixe que vinha do exterior da caverna.
      • Todos viviam presos desde seu nascimento. Sem saber que no exterior, existia vida.
      • Considera-se então o 'Mito da Caverna' uma metáfora da filosofia, pois para eles estamos destinados a ver sombras em nossa frente e tomá-las como verdadeira.
    • Santo Agostinho
      • Durante a Idade Média os pensadores cristãos perceberam a necessidade de aprofundar uma fé que estava amadurecendo, com o intuito de harmonizá-la com as exigências do pensamento filosófico.
      • Com isso Agostinho se destacou entre os séculos IV e V tentando a harmonização de duas esferas; "a fé" e "a razão". O pensamento de Agostinho reconhecia a importância do conhecimento, mas defendia uma subordinação maior da razão em relação à fé, por crer que esta última venha restaurar a condição decaída da razão humana.
      • Uma de suas obras que mostra como o homem é dependente da misericórdia divina para conseguir a salvação espiritual é, Confissões que é um livro autobiográfico escrito entre os anos 397-398.
      • Agostinho, como pensador e teólogo, influenciou por muito tempo a história de pensamento ocidental e deixou claro que a filosofia e a teologia andam juntas mostrando isso em suas obras: Da Verdadeira Religião, A Cidade de Deus, Da Trindade, Da Mentira
    • São Tomás de Aquino
      • Influenciado por Aristóteles, a primeira questão de que se ocupa São Tomás de Aquino - na Suma Teológica, sua obra máxima - é a das relações entre a ciência e a fé, a filosofia e a teologia. 
      • A partir dele, a Igreja tem uma Teologia (fundada na revelação) e uma Filosofia (baseada no exercício da razão humana) que se fundem numa síntese definitiva: fé e razão unidas em sua orientação comum rumo a Deus.
      • Mostrou que o homem, por ser racional, conhece a lei natural e está plenamente capacitado para saber que “se deve fazer o bem e evitar o mal”.
      • Ao lado de uma cultura invejável e de uma inteligência admirável Tomás de Aquino deixou o exemplo de uma grande humildade e foi considerado o mais sábio dos santos.
    • Renascença
      • A renascença ocorre no período do renascimento, das letras e das artes como um todo, esse movimento ocorre na Itália no inicio do século 14, mais so se populariza no século 16 influenciando todos os países europeus. O termo renascença so passa a ser utilizado no século 15 , para iniciar o retorno da cultura aos padrões clássicos.
      • O homem passou a ser o parâmetro do mundo, a visão humana era quê, Deus, de maneira geral era o ponto de partida para todas as discussões do universo.
      • No campo da ciência, foi uma época muito fértil para história da humanidade. Galileu Galilei, mesmo perseguido pela Igreja, afirmava não ser a Terra o centro de todo o universo, a invenção da bússola, os avanços da tecnologia de navegação. Sendo a era das grandes descobertas e invenções.
      • Leonardo da Vinci, foi aquele que melhor personificou os padrões do homem renascentista, tendo sido pintor, escultor, arquiteto e cientista o gênio da Renascença.
    • Empirismo
      • O empirismo é a teoria do conhecimento relacionado ao pensamento filosófico, que se faz experientes a origem de todas as idéias. Ao longo da historia da filosofia os pensadores abordam questões da experiências ao invés do intelectual.
      • Alguns filósofos normalmente associados com o empirismo são: Aristóteles, Tomás de Aquino, Francis Bacon, Thomas Hobbes, John Locke, George Berkeley, David Hume e John Stuart Mill.
      • Embora no geral seja relacionado com a teoria do conhecimento, o empirismo, ao longo da história da filosofia, teve implicações na lógica, filosofia da linguagem, filosofia política, teologia, ética, dentre outros ramos.
      • Seus principais filósofos empirista foram : John Locke , filósofo inglês que defendia o empirismo britânico, e influenciou diversos filósofos.
      • Com a experiência e formas de idéias em nossa mente. O irlandês George Berkeley defendia a hipótese que o que conhecemos do mundo não é o que o mundo realmente é, podemos perceber o mundo através dos sentidos, mas não
      • conhecê-lo de verdade.
      • Já David Hume natural de Edimburgo, Escócia, ele afirma que só existe o que percebemos. Todas as relações que fazemos entre o que conhecemos não são conhecimentos verdadeiros.
    • Racionalismo
      • O racionalismo é baseado nos princípios da busca da certeza e da demonstração, sustentados por conhecimentos que não vêm da experiência e são elaborados somente pela razão (Acredita-se que a razão é o única fonte de origem do conhecimento).
      • Afirma que toda existência tem uma causa inteligível, mesmo que não possa ser demonstrada (Ex: A origem do universo).
      • Privilegia a razão como via de acesso ao conhecimento. Considerando a dedução como método superior de investigação filosófica.
      • René Descartes, Spinoza e Leibniz introduziram o racionalismo na filosofia moderna.
      • Segundo Descartes, tanto a experiência como a imaginação são fontes de idéias. Idéias essas duvidosas, porque não servem para o Homem conhecer.
      • Para ele as idéias que provém da experiência apresentam-se de modo confuso. As que provém da imaginação,não correspondiam a nada de real. E que para se conhecer o homem, só deve confiar nas idéias inatas que são originárias da razão, fazendo parte da estrutura racional do homem. Estas idéias sendo colocadas na alma por Deus, e por isso, as únicas que se prestam a um verdadeiro conhecimento por terem a garantia divina.
      • Fazendo da evidência das idéias inatas a base do raciocínio, e servindo-se do processo dedutivo, o Homem chega a todos os conhecimentos, prescindindo de qualquer contributo da experiência.
    • Referências
      • *Filosofando, Introdução à Filosofia, Maria Lúcia de Arruda Aranha, Maria Helena Pires Martins.
      • *Ed. Moderna
      • http://www.mundodosfilosofos.com.br/aquino2.htm
      • http://www.mundodosfilosofos.com.br/agostinho.htm
      • www.infoescola.com ›  Filosofia  
      • www.mundoeducacao.com.br ›  Filosofia
      • www. racionalismo -cristao.org.br/
      • www.usp.br/fau/docentes/.../c.../index.html
      • pt.wikipedia.org/wiki/ Racionalismo
      • www.philosophy.pro.br/ racionalismo _empirismo_02htm.htm
      • www.infoescola.com ›  Filosofia
      • www.mundoeducacao.com.br ›  Filosofia
      • www.trigueiros.com.br/filosofia/ sofistas .htm 
      • www.webartigos.com/... SOFISTAS /pagina1.html
      • www.coladaweb.com ›  Filosofia  
      • pt.shvoong.com ›  Artes & Humanidades