Semiário Recursos e Práticas Educacionais Abertas no Ensino Superior: desafios e oportunidades - Cristine Barreto
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Semiário Recursos e Práticas Educacionais Abertas no Ensino Superior: desafios e oportunidades - Cristine Barreto

on

  • 444 views

1º Painel - Recursos Educacionais Abertos: Experiências de Sucesso.

1º Painel - Recursos Educacionais Abertos: Experiências de Sucesso.

Cristine Costa Barreto - Diretora de material didático e desenvolvimento instrucional do CEDERJ

Statistics

Views

Total Views
444
Views on SlideShare
444
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Semiário Recursos e Práticas Educacionais Abertas no Ensino Superior: desafios e oportunidades - Cristine Barreto Presentation Transcript

  • 1. SECRETARIA DE EDUCAÇÃOSECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIAUm caso de sucesso!Recursos epráticaseducacionaisabertas noensinosuperior:desafios eoportunidades
  • 2. • Temos elevada distorção idade-série.• Metade dos alunos do regular estádefasada!• Ensino Médio: 175.612 alunos• Anos Finais: 129.620 alunos.QUAL É O PROBLEMA?
  • 3. Alta distorção idade-sérieRankingAnos Finais RegularRankingEnsino Médio RegularEstado 2007 2010 2011Variação2007-2011Estado 2007 2010 2011Variação2007-20111 PERNAMBUCO 54% 41% 40% -14 1 ALAGOAS 73% 56% 54% -192 MATO GROSSO 33% 25% 20% -12,5 2 PIAUÍ 76% 62% 58% -17,93 AMAZONAS 53% 45% 42% -10,9 3 PERNAMBUCO 67% 54% 49% -17,94 DISTRITO FEDERAL 40% 33% 31% -9,2 4 MARANHÃO 65% 50% 47% -17,55 PIAUÍ 49% 41% 41% -8,6 5 PARAÍBA 63% 47% 45% -17,56 ALAGOAS 57% 49% 50% -7,7 6 TOCANTINS 53% 36% 38% -15,37 PARAÍBA 54% 47% 47% -6,7 7 CEARÁ 51% 38% 36% -158 MARANHÃO 34% 28% 28% -5,8 8 SERGIPE 70% 60% 56% -13,69 ACRE 33% 28% 28% -5,7 9 BAHIA 64% 53% 52% -12,410 PARÁ 51% 47% 46% -5,0 10 RIO GRANDE DO NORTE 63% 52% 51% -12,311 TOCANTINS 35% 30% 31% -4,1 11 AMAPÁ 56% 45% 44% -12,212 PARANÁ 26% 24% 22% -3,9 12 AMAZONAS 65% 54% 53% -12,113 GOIÁS 36% 34% 32% -3,4 13 PARÁ 73% 64% 61% -12,114 MINAS GERAIS 32% 30% 29% -3,0 14 RIO DE JANEIRO 61% 52% 49% -12,115 SERGIPE 52% 51% 50% -2,6 15 GOIÁS 46% 38% 34% -11,916 AMAPÁ 35% 32% 33% -2,5 16 DISTRITO FEDERAL 46% 37% 36% -10,117 BAHIA 50% 49% 48% -2,3 17 ACRE 45% 38% 37% -7,618 SÃO PAULO 14% 13% 12% -2,1 18 RORAIMA 35% 26% 28% -6,819 RIO DE JANEIRO 49% 48% 47% -1,9 19 PARANÁ 32% 27% 25% -6,520 ESPÍRITO SANTO 31% 29% 29% -1,5 20 MATO GROSSO 44% 39% 38% -6,321 RORAIMA 33% 30% 32% -0,7 21 ESPÍRITO SANTO 36% 29% 30% -6,122 CEARÁ 35% 34% 35% -0,5 22 MINAS GERAIS 39% 34% 34% -4,823 RONDÔNIA 37% 35% 37% 0,1 23 RIO GRANDE DO SUL 37% 34% 33% -4,524 SANTA CATARINA 21% 22% 22% 0,3 24 SÃO PAULO 24% 20% 19% -4,325 RIO GRANDE DO SUL 31% 32% 32% 0,8 25 MATO GROSSO DO SUL 41% 37% 37% -3,926 RIO GRANDE DO NORTE 45% 47% 48% 2,9 26 RONDÔNIA 38% 32% 35% -3,527 MATO GROSSO DO SUL 38% 42% 43% 5,1 27 SANTA CATARINA 21% 19% 19% -1,6BRASIL 32% 29% 28% -4 BRASIL 47% 38% 37% -10,1Fonte: Inep, http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-matricula.Nota: O total de matrículas públicas inclui apenas as matrículas estaduais e municipais no ensino regular. A rede estadual inclui as demais escolas doestado que não pertencem às Secretarias de Educação.A taxa de distorção idade-sérieestá caindo lentamente emtodo o Brasil. Nesse ritmo, o Brasil levaria maisde 35 anos para eliminar a distorçãoidade-série.O Rio de Janeiro levaria 123 anos.ANOSFINAISNo Rio de Janeiro, a taxa caiumenos que a média nacional: 1,9ponto percentual entre 2007 e2011!
  • 4. Alta distorção idade-sérieRankingAnos Finais RegularRankingEnsino Médio RegularEstado 2007 2010 2011Variação2007-2011Estado 2007 2010 2011Variação2007-20111 PERNAMBUCO 54% 41% 40% -14 1 ALAGOAS 73% 56% 54% -192 MATO GROSSO 33% 25% 20% -12,5 2 PIAUÍ 76% 62% 58% -17,93 AMAZONAS 53% 45% 42% -10,9 3 PERNAMBUCO 67% 54% 49% -17,94 DISTRITO FEDERAL 40% 33% 31% -9,2 4 MARANHÃO 65% 50% 47% -17,55 PIAUÍ 49% 41% 41% -8,6 5 PARAÍBA 63% 47% 45% -17,56 ALAGOAS 57% 49% 50% -7,7 6 TOCANTINS 53% 36% 38% -15,37 PARAÍBA 54% 47% 47% -6,7 7 CEARÁ 51% 38% 36% -158 MARANHÃO 34% 28% 28% -5,8 8 SERGIPE 70% 60% 56% -13,69 ACRE 33% 28% 28% -5,7 9 BAHIA 64% 53% 52% -12,410 PARÁ 51% 47% 46% -5,0 10 RIO GRANDE DO NORTE 63% 52% 51% -12,311 TOCANTINS 35% 30% 31% -4,1 11 AMAPÁ 56% 45% 44% -12,212 PARANÁ 26% 24% 22% -3,9 12 AMAZONAS 65% 54% 53% -12,113 GOIÁS 36% 34% 32% -3,4 13 PARÁ 73% 64% 61% -12,114 MINAS GERAIS 32% 30% 29% -3,0 14 RIO DE JANEIRO 61% 52% 49% -12,115 SERGIPE 52% 51% 50% -2,6 15 GOIÁS 46% 38% 34% -11,916 AMAPÁ 35% 32% 33% -2,5 16 DISTRITO FEDERAL 46% 37% 36% -10,117 BAHIA 50% 49% 48% -2,3 17 ACRE 45% 38% 37% -7,618 SÃO PAULO 14% 13% 12% -2,1 18 RORAIMA 35% 26% 28% -6,819 RIO DE JANEIRO 49% 48% 47% -1,9 19 PARANÁ 32% 27% 25% -6,520 ESPÍRITO SANTO 31% 29% 29% -1,5 20 MATO GROSSO 44% 39% 38% -6,321 RORAIMA 33% 30% 32% -0,7 21 ESPÍRITO SANTO 36% 29% 30% -6,122 CEARÁ 35% 34% 35% -0,5 22 MINAS GERAIS 39% 34% 34% -4,823 RONDÔNIA 37% 35% 37% 0,1 23 RIO GRANDE DO SUL 37% 34% 33% -4,524 SANTA CATARINA 21% 22% 22% 0,3 24 SÃO PAULO 24% 20% 19% -4,325 RIO GRANDE DO SUL 31% 32% 32% 0,8 25 MATO GROSSO DO SUL 41% 37% 37% -3,926 RIO GRANDE DO NORTE 45% 47% 48% 2,9 26 RONDÔNIA 38% 32% 35% -3,527 MATO GROSSO DO SUL 38% 42% 43% 5,1 27 SANTA CATARINA 21% 19% 19% -1,6BRASIL 32% 29% 28% -4 BRASIL 47% 38% 37% -10,1Fonte: Inep, http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-matricula.Nota: O total de matrículas públicas inclui apenas as matrículas estaduais e municipais no ensino regular. A rede estadual inclui as demais escolas doestado que não pertencem às Secretarias de Educação.No Ensino Médio, a taxa dedistorção idade-série do Riode Janeiro está caindo maisrápido do que a do Brasil, masainda é muito alta!Nesse ritmo, o Rio de Janeirolevaria 20 anos para eliminar adistorção idade-série. No Brasil, a taxa caiu poucomais de 10 pontospercentuais. Já no Rio de Janeiro, 12pontos percentuais.ENSINOMÉDIO
  • 5. • No Médio, 30 mil alunos matriculados noregular têm 21 anos ou mais: 90% dessesalunos estão matriculados no noturno.• Nos Anos Finais, 16 mil alunos do regulartêm 18 anos e mais: 70% estão nonoturno.21 ANOSE MAISNO REGULAR MÉDIO
  • 6. 20.2 1.00.10.22.93.372.3EJA PROFISSIONAL ESPECIAL INTEGRADO NORMAL AUTONOMIA REGULARFonte: CONEXÃO - AGOSTO 2012EJA TOTAL: 191.446EJA PRESENCIAL:87.777EJA MÉDIOPRESENCIAL: 56.771EJA FUNDAMENTALPRESENCIAL: 31.006AUTONOMIA31.325TOTAL DE ALUNOS:949.760Apesar da distorção...Baixa proporção dematrícula na EJA e noAutonomia
  • 7. EJA Atual• Não é atrativa• Metodologia inadequada para a idade• Não há material específico• Pouca oferta: 26% das escolas• Baixo desempenho nas avaliações:proficiência é menor se comparada à doregular.POR QUE NÃOFREQUENTAM A EJA?
  • 8. NOVA EJAENSINO MÉDIOMETODOLOGIAESPECÍFICAROTEIROS DE AULAPARA PROFESSORFORMAÇÃOPROFESSORESMATERIAL DIDÁTICOPARA ALUNOSObrigatório para alunoscom 21 anos e mais - Travano Matrícula FácilAlunos com 18 anos emais podem sematricular na EJA - LDB
  • 9. MÓDULO 1CONCENTRAÇÃO EMHUMANASModelo geralHistóriaGeografiaFilosofiaSociologiaMÓDULO 2CONCENTRAÇÃO EMCIÊNCIAS DANATUREZAMÓDULO 3CONCENTRAÇÃO EMHUMANASPré-requisito: módulo 1MÓDULO 4CONCENTRAÇÃO EMCIÊNCIAS DANATUREZAPré-requisito: módulo 2BiologiaQuímicaFísicaBiologiaQuímicaFísica, Línguaestrangeira eArteHistóriaGeografiaFilosofiaSociologia Ed.FísicaLíngua Portuguesa e Matemática em todos os módulosTodos os alunos começarão pelo módulo de Humanas.Ensino religioso e língua estrangeira opcional: oferta no horário ampliado.PERMANECE ALÓGICA DE UMPROFESSOR PORDISCIPLINA
  • 10.  Duas etapas Moodle Conhecimentos específicos Abertas para todos os professores da rede Critérios de priorização para inscrição Professores atualmente em EJA Professores de escolas com elevada distorçãoCurso de formação continuada para professoresda rede
  • 11.  Aproximadamente 150.000alunos estarão matriculadosnos quatro módulos da NovaEJA ao final de dois anos. 503 escolas oferecerão NovaEJA.Ampliação da oferta de EJA
  • 12. Recursos e práticas educacionais abertas noensino superior: desafios e oportunidades Conceber propostas educacionais baseadasem objetos de aprendizagem; Produzir e/ou dispor desses objetos; Compartilhar esses objetos para uso e reusoem ambientes e portais apropriados; Disseminar informações, promoverdiscussões, divulgar fontes de recursos, queofereçam suporte para educadores fazeremuso consciente dos recursos disponíveis.
  • 13. SECRETARIA DE EDUCAÇÃOSECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIAObrigadacristine.barreto@cecierj.edu.br