Estudo de geografia 6º ano – 3º trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana Paula

5,517 views
5,209 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
5,517
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
64
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Estudo de geografia 6º ano – 3º trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana Paula

  1. 1. 1 Estudo de geografia - 6º ano – 3º Trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana Paula 6º ano – 3º Trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana Paula GUIA DE ESTUDOS 1. O que é tectonismo? É uma ação na parte interna da litosfera que forma os terremotos e orelevo (movimentos endógenos). Portanto, os movimentos ocorridos nalitosfera podem originar a ação de dois agentes internos: os terremotos(sismos), que são causados pelo deslocamento das placas litosféricas seencontrando a partir das correntes de convecção; e o vulcanismo, que resultana formação do relevo. 2. Explique o que é a teoria de placas tectônicas. A teoria das placas tectônicas afirma que a litosfera é fragmentada em várias placas tectônicas que se movimentam em diferentes direções, pois estão “flutuando” na astenosfera (magma). Ao se movimentarem, podem formar as montanhas mais recentes (dobramentos tectônicos, de placas), fossas oceânicas, atividade vulcânica, terremotos, tsunamis, falhas, deformações, grabons, etc. Isso ocorre por conta das elevadas temperaturas internas do manto que realizam o movimento de convecção. 3. Onde e como ocorrem os terremotos? Os terremotos ou ondas sísmicas são causados pelo deslocamento das placas litosféricas se encontrando a partir dos movimentos de convecção. Portanto, os terremotos ocorrem na astenosfera (onde estão as placas tectônicas) e são “sentidos” na litosfera (nos locais próximos do encontro de choque das placas). As ondas sísmicas se propagam no hipocentro e são “sentidas” no epicentro. Concluindo: os terremotos são tremores da Terra que nem sempre são sentidos, mas ocorrem a todo o momento. São captados pelos sismógrafos e marcados na escala Ritcher (que vai de 1 a 8). 4. Qual a relação do vulcanismo e tectonismo com a formação do relevo? A relação do vulcanismo e tectonismo com a formação do relevo é justamente por conta de que esses processos endógenos formam o relevo. Isso tudo a partir dos dobramentos de placas,
  2. 2. 2 Estudo de geografia - 6º ano – 3º Trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana Paula subducção (incorporação de uma placa ao magma ao manto), falhas, colisão de placas, deslizamento das placas, a ação dos vulcões também podem ser formadas montanhas. 5. Quais são as consequências dos terremotos e do vulcanismo para a sociedade? Além de alterar e moldar o relevo, os movimentos endógenos causam certas consequências desastrosas, especialmente nas áreas urbanas. Isso pode matar pessoas, feri-las, destruir construções, atrapalhar o trafego de certos transportes, etc. 6. Escreva o nome das placas tectônicas e as suas respectivas localizações.Placa de Nazca – oceano PacíficoPlaca Sul-Americana – América do Sul e Oceano Atlântico... 7. Explique como ocorrem os processos endógenos e os processos exógenos de formação do relevo. Os processos endógenos ocorrem de dentro para fora da Terra (modificação do relevo) são praticamente o tectonismo e o vulcanismo. Já os processos exógenos, são os processos que ocorrem de fora para dentro da Terra.
  3. 3. 3 Estudo de geografia - 6º ano – 3º Trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana Paula 8. O que é intemperismo? É o processo de meteorização das rochas, ou seja, desgaste, apodrecimento, fragmentação da rocha em sedimentos, por meios químicos, físicos e/ou biológicos.o Físico - a variação de temperatura faz com que as ligações entre os minerais que compõe as rochas se rompam e gerem sedimentos.o Químico - quando a rocha fica exposta ou em contato com a água, acorrem reações químicas que fazem com que os minerais mais solúveis se dissolvam rapidamente, isso contribui para a desagregação dos minerais da rocha.o Biológico - que ocorre com a ação de seres vivos que contribuem para a sedimentação das rochas. Exs.: Exemplo – Em um costão rochoso, existe bastante musgo, abaixo da rocha existe uma pequena quantidade de solo. Isso ocorre devido à ação de enzimas – muitas vezes ácidas – do musgo, que começam a desgastar a rocha, transformando-a em sedimentos. Exemplo em que ocorrem todos os tipos de intemperismoExemplo 2 – Em um solo, existem várias plantas, entre elas a seringueira. Aseringueira é uma planta com raízes grossas e grandes, e como qualquer outraplanta, necessita pegar os nutrientes do solo. Neste mesmo local, existemdiferentes tipos de rochas com diferentes minerais. Quando a seringueira,através das raízes, pega os nutrientes, ela pega os sais minerais da rocha efragmentando a rocha separando os minerais. 9. O que é erosão e quais são os diferentes processos erosivos? Erosão é o intemperismo + o transporte de sedimentos. A erosão pode acontecer a partir da água (neve, gelo, rios, mares, chuva) ou pelo vento. Os tipos de processos erosivos são a erosão eólica, marinha, fluvial, pluvial e glacial.
  4. 4. 4 Estudo de geografia - 6º ano – 3º Trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana Paula10. Os processos erosivos são naturais. No entanto o homem contribui muitas vezes para intensificá-lo. Você concorda com essa afirmação? Justifique a sua resposta citando um exemplo de como isso ocorre. Sim. O homem intensifica a erosão de forma desastrosa. Os fatores que contribuem para este cenário são os desmatamentos, queimadas, urbanização, impermeabilização do solo, drenagem de estradas, linhas de plantio, etc. Com isso, podem-se ocorrer deslizamentos, enchentes, assoreamentos de rios, perda de nutrientes do solo, redução da área de plantio, etc.11. Como ocorre o ciclo das rochas? Faça um desenho ou um esquema para ilustrar estes ciclo.12. O que são e como são formados: a. As cadeias (cordilheiras) de montanhas – são formações originadas pelo choque (encontro) entre placas tectônicas. Quando ocorre este choque na crosta terrestre, as camadas rochosas das regiões que sofrem o impacto acabam se elevando na superfície, formando assim as montanhas (dobramentos recentes, pois a maior parte das montanhas se formou no Terciário). Existem também, embora menos comum, as montanhas formadas por vulcões. As altitudes das montanhas são superiores as das regiões vizinhas. Um conjunto de montanhas é chamado de cordilheira. b. As planícies – forma de relevo caracterizada por uma superfície relativamente plana (pouca ou nenhuma variação de altitude) . São encontradas, na maioria das vezes, em regiões de baixa altitude, abaixo de 200m. As planícies são formadas por rochas sedimentares, nestas áreas, ocorre o acúmulo de sedimentos.
  5. 5. 5 Estudo de geografia - 6º ano – 3º Trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana Paula c. As depressões – regiões geográficas mais baixas do que as áreas em sua volta. Quando esta região situa-se uma altitude abaixo do nível do mar, é chamada de depressão absoluta. Quando são apenas mais baixas do que as áreas ao redor, são chamadas de depressões relativas. Crateras de vulcões desativados são consideradas depressões. É comum a formação de lagos nas depressões. d. Os vales – são formas de relevo que foram escavadas pela água dos rios ou pela água do desgelo. Os vales em V são formados a partir da erosão fluvial e os vales em U são formados a partir da erosão glacial. e. Os planaltos – ou platôs, terrenos “quase planos” a grande ou média altitude (entre 200 a 1000); são áreas de altitudes variadas e limitadas, em seus lados por superfícies rebaixadas. Os planaltos são originados das erosões. Os cumes dos planaltos são ligeiramente nivelados. A borda dos planaltos é chamada de ESCARPA. 13. Como são formadas as rochas ígneas, sedimentares e metamórficas?-Rochas ígneas/ magmáticas = formadas a partir da lava dos vulcões (magmada Astenosfera). Existem dois tipos: Rochas ígneas extrusivas ou vulcânicas -> formam-se a partir da expulsão do magma devido às erupções vulcânicas, tendo um rápido resfriamento ao atingir a superfície. Por terem um resfriamento muito rápido, as rochas ígneas vulcânicas/extrusivas, não tem cristais muito grandes e visíveis. Ex.: basalto, obsidiana. Rochas ígneas intrusivas/ plutônicas -> formam-se dentro dos vulcões nas câmaras magmáticas. Demoram muito para resfriar. Por terem um esfriamento lento, como os minerais têm mais tempo para resfriarem, os cristais que se formam são consequentemente maiores e mais fáceis de visualizá-los. Ex.: granito, diorito.
  6. 6. 6 Estudo de geografia - 6º ano – 3º Trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana Paula Rochas sedimentares= rochas formadas a partir de sedimentos, são APENAS nelas que encontramos água, fósseis e petróleo. Processo: 1. Processos intempéricos -> transformação da rocha-sã em sedimentos. 2. Transporte de sedimentos -> a partir da erosão. 3. Deposição de sedimentos -> depósito dos sedimentos nas partes mais baixas do relevo. Assim também se formam as planícies, por isso, em todas as planícies existem rochas sedimentares. 4. Processo de diagênese -> reação química que une sedimentos de diferentes rochas. É diferente da rocha metamórfica que com a temperatura e pressão ela funde diferentes rochas em uma só. O processo de diagênese é parecido com o de cimentação, que é a união química de certas matérias, só que o de diagênese é a união de sedimentos de várias rochas formando uma rocha sedimentar única.Rochas metamórficas = as que sofrem transformação quando ocorre amudança de pressão e/ou temperatura. Ex.: mármore (calcitametamorfizada). Ex.:PRÓXIMO AOS VULCÕES - Quando uma rocha entra em contato com o magma, ela ou pode se
  7. 7. 7 Estudo de geografia - 6º ano – 3º Trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana Paulaincorporar a astenosfera; ou QUASE derreter, que é o caso das rochasmetamórficas, pois a temperatura e pressão são altíssimas, o quetransforma a rocha, tanto na forma (dobramento das rochas) como na cor.A PARTIR DO AGRUPAMENTO DE SEDIMENTOS- Quando as rochas sedimentares se formam, sedimentos agrupam-se emdepressões, e a partir do vento, chuva, etc. mais sedimentos vão se unindo,a partir dos processos químicos, os sedimentos formam uma rochasedimentar, porém ao mesmo tempo mais sedimentos vão caindo, e amassa vai aumentando, portanto a pressão e a temperatura também,assim as rochas fundem-se, formando as rochas metamórficas.14. Escreva como ocorrem os diferentes tipos de processos erosivos e cite as formações de relevo relacionados a eles. a. Processo erosivo fluvial – causada pelo intemperismo e pelo transporte de sedimentos pela água dos rios. Forma vales em V. b. Processo erosivo glacial – causada com o transporte de sedimentos por grandes quantidades de neve ou gelo (avalanches), formam vales em U. c. Processo erosivo marinho – causada pelo impacto das águas nas rochas. Forma os costões rochosos e as falésias. d. Processo erosivo eólico – causada pela ação do vento que rebaixa o relevo erguendo os sedimentos e “esculpindo” as rochas. Também
  8. 8. 8 Estudo de geografia - 6º ano – 3º Trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana Paula carregam sedimentos do deserto, o que forma as dunas e feições em forma de taça. e. Processo erosivo pluvial – ação das chuvas molda o relevo, dependendo da quantidade de mata ciliar a erosão pluvial deixa o relevo arredondado. BONS ESTUDOS!!!

×