Your SlideShare is downloading. ×
1º estudo do solo nos ecossistemas   a crosta terrestre e os solos - 6º ano -2012 - ciências - 3º trimestre - setembro - profª.  cláudia ferreira domingues
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

1º estudo do solo nos ecossistemas a crosta terrestre e os solos - 6º ano -2012 - ciências - 3º trimestre - setembro - profª. cláudia ferreira domingues

15,054

Published on

Um estudo do solo, a parte interior da Terra e a formação do solo.

Um estudo do solo, a parte interior da Terra e a formação do solo.

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
15,054
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
265
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 1 1º Estudo do solo nos ecossistemas - A crosta Terrestre e os Solos - 6º ano -2012 - Ciências - 3º trimestre -setembro - Profª. Cláudia Ferreira Domingues A crosta Terrestre e os Solos6°ano– 2012 - 3°Trimestre – setembro– Ciências - Prof.ª Cláudia Ferreira DominguesCapítulo 13 - 1ª parte – interior da Terra  A Terra é dividida em três camadas internas (que são subdivididas), estas são: Crosta terrestre = camada superficial de rochas e solo. Manto = tem aproximadamente 2900km de espessura e é composta por rochas derretidas. O material que sai dos vulcões é o magma, que vem desta camada. No manto, expessificamente na astenosfera, estam as placas tectônicas, sempre em movimento. Núcleo = considerado a parte mais quente do planeta. O núcleo interno contém ferro sólido e o externo, ferro e níquel derretidos. Placas tectônicas = blocos rochosos que flutuam sobre a camada de rocha derretida (manto). Os vulcões nascem nos pontos onde essas placas se chocam ou se afastam, liberando o material incandescente (magma) do subterrâneo. Quando o magma sobe até a superfície, é chamado de lava, a qual pode se solidificar formando rochas.
  • 2. 2 1º Estudo do solo nos ecossistemas - A crosta Terrestre e os Solos - 6º ano -2012 - Ciências - 3º trimestre -setembro - Profª. Cláudia Ferreira Domingues PLACAS TECTÔNICASCapítulo 13 - 2ª parte - ROCHAS Muitas vezes, a lava (magma) que provem dos vulcões formam rochas, que são formadas por minerais, que contém cristais. Qual é a diferença entre MINERAIS e MINÉRIOS? Leia as definições para entender melhor.  Rochas = compostas por minerais isolados ou em grupos de dois ou mais tipos (compostos por um ou dois minerais). Ex.: granito.  Minerais = substâncias sólidas cristalinas. Ex.: calcita, quartzo, mica, feldspato, etc.  Cristais = minerais especiais, que apresentam formas geométricas bem definidas, brilho e várias cores (depois de polidas).  Minérios = todas as rochas que geram interesse econômico. Ex.: ferro, alumínio, carvão mineral, urânio, etc. RochasCristais Minerais Minérios
  • 3. 3 1º Estudo do solo nos ecossistemas - A crosta Terrestre e os Solos - 6º ano -2012 - Ciências - 3º trimestre -setembro - Profª. Cláudia Ferreira Domingues Existem diferentes tipos de rochas, classificadas a partir de onde elas vieram.  Rochas magmáticas = rochas formadas a partir do resfriamento do magma, muitas vezes a espuma do magma. Ex.: pedra-pomes, basalto e granito.  Rochas sedimentares = são derivadas das rochas magmáticas. Formadas por grãos ou sedimentos (partes da rocha-mãe) que se agrupam formando as rochas. São importantes, pois fornecem informações sobre variações ambientais ao longo do tempo, apresentam fósseis e reservas de petróleo, gás natural e carvão mineral. Ex.: arenito, calcário e argilas.  Rochas metamórficas = derivam das rochas magmáticas e sedimentares. Formadas pela ação das altas pressões e temperaturas. Ex.:ardósias e mármores.
  • 4. 4 1º Estudo do solo nos ecossistemas - A crosta Terrestre e os Solos - 6º ano -2012 - Ciências - 3º trimestre -setembro - Profª. Cláudia Ferreira DominguesFormação dos fósseis - Extra São nas rochas sedimentares que encontramos fósseis de animais. Imagine (por exemplo) que em um ambiente exista animais e rochas sedimentares. Quando destes animais morre, a rocha sedimentar agrupa-se com o animal, mais tarde, mais sedimentos chegam e se juntam com a rocha, envolvendo o animal. Ao mesmo tempo, a matéria orgânica deste animal (como os músculos e células) é decomposto pelos fungos e bactérias decompositores. De forma mais sofisticada: As rochas sedimentares podem conter fósseis. Quando os sedimentos são depositados, esses são acumulados sobre as camadas anteriores, formando estratificações. Rochas Sedimentares são também denominadas de rochas estratificadas. Por outro lado, quando os organismos morrem, decompõem- se muito rapidamente, sendo consumidos por organismos decompositores e pela ação bacteriana. Porém, se os restos orgânicos forem recobertos pelas partículas sedimentares antes da decomposição total, há possibilidade de serem preservados nos estratos de rochas, através do processo de fossilização. (http://www.ufrgs.br/paleodigital/Rochas_sedimentares.html)
  • 5. 5 1º Estudo do solo nos ecossistemas - A crosta Terrestre e os Solos - 6º ano -2012 - Ciências - 3º trimestre -setembro - Profª. Cláudia Ferreira Domingues Capítulo 13 - 3ª parte – Solo e perfil do solo  Solo – formados pela degradação das rochas. FORMAÇÃO DO SOLO O solo é formado a partir da degradação de rochas, a partir do intemperismo. Intemperismo – desgaste a partir do tempo, pelo ambiente (sol, chuva, micro-organismos...). Formação do solo. Para entendermos melhor este processo, acompanhe atentamente aseqüência abaixo:
  • 6. 6 1º Estudo do solo nos ecossistemas - A crosta Terrestre e os Solos - 6º ano -2012 - Ciências - 3º trimestre -setembro - Profª. Cláudia Ferreira Domingues1) Rocha matriz exposta.2) Chuva, vento e sol desgastam a rocha formando fendas e buracos. Com o tempo a rocha vaiesfarelando-se.3) Microrganismos como bactérias e algas se depositam nestes espaços, ajudando a decompor arocha através das substâncias produzidas.4) Ocorre acúmulo de água e restos dos microrganismos.5) Organismos um pouco maiores como fungos e musgos, começam a se desenvolver.6) O solo vai ficando mais espesso e outros vegetais vão surgindo, além de pequenos animais.7) Vegetais maiores colonizam o ambiente, protegidos pela sombra de outros.8) O processo continua até atingir o equilíbrio, determinando a paisagem de um local.Todo este processo leva muito tempo para ocorrer. Calcula-se que cada centímetro do solo seforma num intervalo de tempo de 100 a 400 anos! Os solos usados na agricultura demoramentre 3000 a 12000 anos para tornarem-se TIPOS DE SOLO Os tipos de solos diferenciados principalmente por conta de sua permeabilidade:  Arenoso = predomina a areia.  (Silte) = vem do solo arenoso, porém tem partículas um tanto menores.  Argiloso = predomina a areia.  (Humífero) = vem do solo argiloso, porém é mais rico em húmus.
  • 7. 7 1º Estudo do solo nos ecossistemas - A crosta Terrestre e os Solos - 6º ano -2012 - Ciências - 3º trimestre -setembro - Profª. Cláudia Ferreira DominguesPERMEABILIDADE DO SOLOPermeabilidade = capacidade de passagem de água.Experimente colocar água sobre um solo argiloso e arenoso, em qual dos solos apassagem da água irá ser maior?-Solo arenoso -> é mais permeável, pois possui grãos maiores que facilitam apassagem da água.-Solo argiloso -> é menos permeável, pois possui grãos menores, que secompactam, dificultando a passagem de água. Para não acumular água fora do solo, é necessário descompactar o solo, perfurando-o, para permitir a passagem de água e ar, que são importantíssimas para a planta, especialmente para a raiz. Mesmo que o solo argiloso e o humífero tenham partículas menores e sejam consequentemente menos permeáveis, este tipo de solo é muito fértil, e para descompactar o solo, perfure-o. Se utilizássemos apenas o solo arenoso, a passagem de água seria muito rápida, e certas plantas não teriam tempo de absorver a água, e iria morrer. Para o solo arenoso, existem plantas adaptadas a isso, como o coqueiro e cacto. Ao plantar algo no solo, nunca devemos “bater” na terra ao terminar, pois isso compacta o solo, o que não permite a passagem de água e ar na terra que são essenciais para a planta.
  • 8. 8 1º Estudo do solo nos ecossistemas - A crosta Terrestre e os Solos - 6º ano -2012 - Ciências - 3º trimestre -setembro - Profª. Cláudia Ferreira Domingues Para descompactar o solo, utilizamos o arado, ferramenta que consiste no afofamento da terra e a perfuração do solo.Perfil do solo . Solo – camada superficial, de pequena espessura, onde crescem as raízes de plantas. Subsolo – camada abaixo do solo, contém pedaços de rocha, que aumentam de tamanho de acordo com a profundidade. Onde extrai-se os minérios e também os depósitos subterrâneos de água. Rocha-mãe – camada que deu origem ao solo e subsolo.
  • 9. 9 1º Estudo do solo nos ecossistemas - A crosta Terrestre e os Solos - 6º ano -2012 - Ciências - 3º trimestre - setembro - Profª. Cláudia Ferreira Domingues Capítulo 13 – 4ª parte – Erosão Erosão – desgaste do solo (intemperismo) e o transporte de sedimentos. O desgaste do solo pode ocorrer por diversos fatores, podem ser as águas das chuvas que causam enxurradas, com deslizamento de encostas de morros; correntes de águas nos rios, que arrastam o solo de suas margens; o vento, transportando partículas que desgastam as rochas e arrastam os sedimentos resultantes. Nesses casos, as partículas são levadas para lugares mais baixos e aí se acumulam, cobrindo terras férteis, assoreando rios e lagos, arrastando agrotóxicos e outros poluentes para novas áreas; pelo mar, que ocorre pela ação das marés, correntes e ondas que batem nos costões rochosos, que formam falésias. Assoreamento – erosão acumula sedimentos no fundo de rios e lagos, reduzindo a sua profundidade e o volume das águas. -A erosão, além de acontecer por causas naturais, ocorre também pelo uso inadequado do ser humano do solo agriculturável, que leva a perda de sua fertilidade e consequentemente da cobertura vegetal que o protege. Voçoroca – erosão que ocorre em terrenos inclinados, e que a partir de enxurradas, formam-se pequenas rachaduras e fendas profundas do solo. Com o tempo, elas se ampliam irregularmente, arrastando e destruindo tudo em seu caminho, e podem se estender a centenas de metros.Para evitar a erosão e manter o solo fértil, deve-se manter a cobertura vegetal do solo evitando queimadas e após colheitas, sedeixe os restos sobre a terra. Nas áreas em declive, fazer o plantio em curvas de nível ou em terraços, o que diminui e evita asenxurradas, que empobrecem o solo. Plantar fileiras de árvores e arbustos em função de quebra-ventos e de fixação de solo pelasraízes.
  • 10. 10 1º Estudo do solo nos ecossistemas - A crosta Terrestre e os Solos - 6º ano -2012 - Ciências - 3º trimestre -setembro - Profª. Cláudia Ferreira Domingues

×