1 estudo de gramática – 7º ano - fevereiro e março

667 views

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
667
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
18
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

1 estudo de gramática – 7º ano - fevereiro e março

  1. 1. 1º Estudo de Gramática - Por Luiza Collet – 7º ano -2013 – 1º Trimestre – Fevereiro/Março – Prof.ª Vanessa Por Luiza Collet – 7º ano -2013 – 1º Trimestre – Fevereiro/Março – Prof.ª Vanessa 1 Encontro Vocálico (Agrupamento de vogais e semivogais) Ditongo Hiato Vogal+Semivogal Vogal+Vogal (Em uma única sílaba, emissão de voz). (Em mais de uma sílaba, emissão de voz). Crescente – SV+V. Ex.: Médio V+V = Pronunciadas em sílabas diferentes. Decrescente – V+SV . Ex.: Jornais Ex.: ciúme (ci-ú-me), ruim (ru-im) leem (le-em), caatinga (ca-a-tin-ga), saída (sa-í-da). Tritongo Semivogal+Vogal+Semivogal (Em uma única sílaba, emissão de voz). Ex.: Paraguai, Saguão, averiguam, enxaguem. Obs.: 1. As sílabas estão relacionadas aos fonemas das palavras. 2. Quando as letras AM (ao) e EM (~EI) estiverem no final da palavra, serão consideradas encontros vocálicos (ditongos e tritongos), uma vez que representam dois FONEMAS vocálicos. 3. Não existem duas vogais em uma mesma sílaba, apenas SV+V... (Semivogal+Vogal...).
  2. 2. 1º Estudo de Gramática - Por Luiza Collet – 7º ano -2013 – 1º Trimestre – Fevereiro/Março – Prof.ª Vanessa Encontro Consonantal (Agrupamento de consoantes, em uma mesma sílaba ou não) 2 Dígrafo Encontro consonantal Encontro de duas consoantes com diferentes fonemas, em uma sílaba ou em sílabas diferentes. Ex.: de-cep-ção co-bra mor-te bi-ceps Encontro de duas consoantes que formam um fonema. Ex.: ch, lh, nh, rr, qu, gu, sc, sç, xc... -As letras M e N não representam fonemas, apenas indicam que a vogal anterior tem som nasal, por isso, são consideradas dígrafos. Obs.: 1. QU e GU são dígrafos quando o U não é pronunciado (representando duas letras e um único som). Ex.: quero e águia. 2. Palavras como quando e água, o U é pronunciado. Nesse caso o U faz papel de semivogal e, ao lado do A, forma um ditongo. Não se trata de dígrafo,portanto.
  3. 3. 1º Estudo de Gramática - Por Luiza Collet – 7º ano -2013 – 1º Trimestre – Fevereiro/Março – Prof.ª Vanessa Divisão silábica -NÃO SEPARAMOS AS LETRAS...  Dos dígrafos CH, NH, CH, GU e QU. Ex.: que-rem, me-lhor, gor-du-cho.  Dos ditongos e tritongos. Ex.: coi-sas, dão, pais, a-cei-to, as-guões.  Dos encontros consonantais em que a segunda letra é L ou R. Ex.: pro-ble-mas, en-tre, blas-fe-mar. 3 - SEPARAMOS AS LETRAS...  Dos hiatos. Ex.: sa-ir, cri-a-tu-ra.  Dos dígrafos RR, SS, SC, SÇ e XC.  As consoantes que não são seguidas de vogal devem ficar na sílaba anterior. Ex.: de-sen-vol-tu-ra, ab-so-lu-to, ur-si-nhos. Obs.: 1. Lembre-se que grupos consonantais que iniciam as palavras não devem ficar separados. Ex.: pneu – má – ti – co, gnós – ti – co, ps-có-lo-go. 2. Ao passar de uma linha para outra, deve-se evitar deixar uma letra isolada ou no fim da linha: ameiqueles o 3. A partir do novo acordo ortográfico (1990), no caso das palavras compostas ou de uma combinação de palavra em que há hífen, é necessário repetir o hífen quando a divisão coincidir como o final de seus elementos: AguardáPréporta-adolescência -los -retrato
  4. 4. 1º Estudo de Gramática - Por Luiza Collet – 7º ano -2013 – 1º Trimestre – Fevereiro/Março – Prof.ª Vanessa Regra de acentuação dos hiatos São acentuados quando: - e/u em sílabas independentes ou seguidas de S. Ex.: ba-ú (ba-ús), I-ta-ú. PROBLEMAS: 4 Não é acentuada porque é terminada em dígrafo, não em hiato. Só é acentuada se depois de e/i for seguida de “S” ou nada. Fei-u-ra = ditongo seguido por um hiato, hiato não é acentuado.
  5. 5. 1º Estudo de Gramática - Por Luiza Collet – 7º ano -2013 – 1º Trimestre – Fevereiro/Março – Prof.ª Vanessa Atividade – Correção de Acentuação de palavras em placas _______________________________________ _______________________________________ 5 _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________
  6. 6. 1º Estudo de Gramática - Por Luiza Collet – 7º ano -2013 – 1º Trimestre – Fevereiro/Março – Prof.ª Vanessa _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ 6 _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________ _______________________________________
  7. 7. 1º Estudo de Gramática - Por Luiza Collet – 7º ano -2013 – 1º Trimestre – Fevereiro/Março – Prof.ª Vanessa Pronomes Introdução Pronome Substantivo Possessivo Indefinido (meu, seu) (tudo) Relativo 7 PRONOMES (que, ante) Demonstrativo Pronome Adjetivo Pessoais - caso reto (aquele, aquela, isto...) - caso oblíquo Função dos pronomes     Substituir palavras; Não deixar o texto repetitivo; Acompanhar o substantivo (pronomes adjetivos); Substituir o substantivo (pronomes substantivos). ... PRONOMES OBLÍQUOS Ex.: Eu vi ela => tem dois sujeitos, por isso, substituímos para “EU A VI”.
  8. 8. 1º Estudo de Gramática - Por Luiza Collet – 7º ano -2013 – 1º Trimestre – Fevereiro/Março – Prof.ª Vanessa LEMBRE-SE   Pronomes pessoais do caso reto – sujeito Pronomes pessoais do caso oblíquo – objetos (complementam o verbo) Tônico – sílaba com mais força, no caso, monossílabo forte. Átona – sílaba com menos força. No caso, monossílabo. 8  Regra do uso dos pronomes oblíquos  O, A, OS, AS (depois do verbo).  Verbos terminados em: r,s,z, os pronomes oblíquos O, A, OS, AS mudam para LO, LA, LOS, LAS. Ex.: amar o = amá-lo vender a = vende-la fiz a = fi-la pus a = pu-la   Uso dos pronomes oblíquos Em palavras fortes como: NÃO, NUNCA, JAMAIS o pronome oblíquo fica “na frente”. Ex.: - Não percebeu Leandro esse constrangimento - Não o percebeu Leandro. NÃO SE PODE INICIAR UMA FRASE COM PRONOMES OBLÍQUOS!  Uso dos pronomes oblíquos O, A, OS, AS - Verbos terminados em som nasal (m, ão, õe), os pronomes oblíquos A, O, OS, AS, mudam para NO, NA, NOS, NAS. Exemplos: Vocês esperam o lanche. = Vocês esperam-no. Ele põe o lanche na mesa. = Ele põe-no na mesa. Obs.: Ele põe sua caixa na mesa. = Ele põe-na na mesa.- É necessário o uso do hífen para diferenciar o pronome da preposição.
  9. 9. 1º Estudo de Gramática - Por Luiza Collet – 7º ano -2013 – 1º Trimestre – Fevereiro/Março – Prof.ª Vanessa PRONOMES POSSESSIVOS 9  Conceito - Os pronomes possessivos indicam a posse de algo em relação a uma pessoa do discurso (ou seja, aos pronomes pessoais 1ª, 2ª ou 3ª pessoa). - Os pronomes possessivos indicam a que pessoa do discurso pertence algo. Exemplo: A borracha é minha. Objeto Pronome possessivo indicando a posse da 1ª pessoa do singular (eu) - Os pronomes possessivos concordam em pessoa (1ª, 2ª...) com o possuidor. Concordam também em gênero e número com a coisa possuída. Exemplos: Guardei meu estojo no armário. (Concorda com a pessoa) 1 Guardei tua caneta no seu1 armário. Tudo têm que estar se referindo a 3ª pessoa, se fosse VOCÊ, teria que estar referido a 3ª pessoa. O seu não está se referindo a segunda pessoa neste contexto.
  10. 10. 1º Estudo de Gramática - Por Luiza Collet – 7º ano -2013 – 1º Trimestre – Fevereiro/Março – Prof.ª Vanessa  O VOCÊ pertence a segunda pessoa do discurso do singular, no entanto, as formas verbais, os pronomes possessivos e outros que estudaremos, se referirão à 3ª pessoa que se dirige a VOCÊ. Exemplo: 10 -Ambiguidade do pronome possessivo (seu(s), sua(s)). As vezes, os pronomes possessivos SEU,SUA, SEUS, SUAS podem causar ou provocar ambiguidade, para evitar isso, procure as seguintes expressões: dele(s)/dela(s). Exemplo: O pai repreendeu a fiha porque ela usou seu carro. CARRO DA FILHA OU PAI?? Para evitar isso escreva: O pai repreendeu a fiha porque ela usou o carro dele. O PRONOME POSSESSIVO SE REFERE BASICAMENTE: BOM ESTUDO!

×