• Like
Adepressao
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Adepressao

  • 7,345 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • sabemos de muitas historias como esta, devemos ajudar as pessoas que assim sofrem.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
7,345
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
50
Comments
1
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Quando se olha o mundo defora é muito fácil dizer o que se deve fazer, como e até quando.Achamos soluções para todo mundo, desde que não estejamos envolvidos. É fácil falar da dor que não sentimos, do amor que não perdemos, dos problemasque não temos e da vida que não vivemos. Somos assim muito sábios quando o espinho não está em nós!...
  • 2. Os altos e os baixos são comuns a todo mundo.Ninguém vive em linha reta.E há pessoas que suportammais facilmente as subidas edescidas da vida que outras, como umas pegam certas doenças e outras não. Há coisas que não secontrola, pois se tivéssemosescolha, optaríamos sempre por uma vida sã.
  • 3. A depressão é uma doença como uma outra, não um capricho de quem deseja mais do que a vida podeoferecer. Só quem passou ou passa por isso sabeentender o que é. E como toda doença, deve ser reconhecida, entendida e tratada como tal.Infelizmente todo mundo não está preparado para ajudar em casos assim e tentam resolver osproblemas mostrando quehá pessoas mais infelizes.
  • 4. Contudo, não é possível minimizar a dor de ninguém, fazendo-o comparar sua infelicidadecom as misérias do mundo. Ninguém pode se sentir melhor porque do lado de fora há mais sofrimento. Se fosse assim, seria fácil ir dormir feliz a cada dia, bastando assistir ou ler jornais.
  • 5. É claro que muitas vezes vemos uma coisa triste e pensamos no quanto somos abençoados por não vivermos aquilo. Isso é normal para todo mundo, nos faz refletir sobre a realidade da vida. Mas se passamos nossavida com comparações não vamos a lugar nenhum, pois sempre haverá parâmetros diferentes e acabaremos nos sentindo perdidos.
  • 6. Precisamos respeitar a dor e sentimento do outro, como respeitamos oslimites do seu jardim. Cada vida é única e própria. Podemos ajudar uma pessoa depressiva mostrando-lhe o lado belo da vida, dando-lhe razões para olhar além dohorizonte, criar objetivos e acreditar neles.
  • 7. Podemos tirá-la do isolamento em que se encontra dando-lhe palavras de reconforto e amizade, fazendo-a sentir-se amada e útil.Dizer a um depressivo que seus problemas sãomínimos porque há coisas piores na vida não o fará sentir-se melhor.
  • 8. Quando Jesus se referiu àpessoas com problemas e ansiedades, mandou que olhassem os lírios doscampos e as aves no céu ese repousassem, apontou para coisas bonitas ealegres, nunca disse para olharem os necessitados. E Ele teve, também, Seu momento de dor, tristeza e lágrima, como todo ser humano.
  • 9. As soluções para osproblemas começam com o reconhecimento deles. Ter amigos que possam compreender já é um passo na direção da cura. A compreensão da dor do outro leva-lhe segurança. E, segura, uma pessoa poderá se levantar e recomeçar seu caminho, com toda ajuda que ela deve ter.
  • 10. Depressão? Uma doença sim. E médicos são úteis.Amigos são preciosos. Orações são imprescindíveis.
  • 11. Créditos:Texto: Letícia Thompson – A depressão www.leticiathompson.net Imagens: Internet Música: Grupo Era – Yeses of eternity Formatação: Beth Norling E-mail: bethnorling@globo.com