Era uma vez uma cidade de pedra. Os montes, as ruas, as calçadas, as casas, tudoera de pedra. Que estranho... Os moradores...
Meu Deus, que cidade triste! Reparando bem, é tudo muito  triste. Os rostos, os olhares, a vida. Não sorriem, não         ...
Nessa cidade não se vê criança brincando na rua, jovens, casais e velhos passeando na praça. Aliás, não existem  praças ne...
Mas a cidade de pedra não para. Seus moradores estãosempre correndo, cada vez mais rápido de um lado para outro,  conquist...
Mas descobriu-se que estes seres estranhos quanto mais sedesenvolvem, mais endurecidos ficam os seus corações. Não sentem,...
Andando por essa cidade, em qualquer parte dela, se percebe sua agonia: drogas, violência, prostituição, tráfico,seqüestro...
Nesta cidade a vida grita e chora, mas ninguém ouve. São  de pedra. Ah! Mas nessa cidade há um grupo diferente,quer dizer,...
É gente que chora, que ri, que abraça, que partilha. É gente que reparte o seu pão, veste o nu, acode ao necessitado,abre ...
O grito de dor da cidade de pedra não passa desapercebidoaos ouvidos desse povo. É gente que não se omite, não se esconde ...
Dizem que foi um homem chamado JESUS que transformou seus corações, abriu os seus olhos e mudou o seu modo de  viver. Há a...
Eu descobri que entre os seres de coração de carne, tocadospor Jesus, há uma palavra que define suas vidas: é o amor. E aq...
Ele também disse que a cidade    continuaria de pedra, mas que     Ele daria a muitos um coração    de carne, que ama e ab...
Acidadedepedra
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Acidadedepedra

5,647

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
5,647
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
56
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Acidadedepedra

  1. 1. Era uma vez uma cidade de pedra. Os montes, as ruas, as calçadas, as casas, tudoera de pedra. Que estranho... Os moradores também são de pedra. Velhos, jovens, mulheres e crianças, até os animais são de pedra.
  2. 2. Meu Deus, que cidade triste! Reparando bem, é tudo muito triste. Os rostos, os olhares, a vida. Não sorriem, não abraçam, não se falam, não se percebem.
  3. 3. Nessa cidade não se vê criança brincando na rua, jovens, casais e velhos passeando na praça. Aliás, não existem praças nessa cidade. Foram substituídas por imensas colméias de pedra.
  4. 4. Mas a cidade de pedra não para. Seus moradores estãosempre correndo, cada vez mais rápido de um lado para outro, conquistando, descobrindo, superando, escalando a vida.
  5. 5. Mas descobriu-se que estes seres estranhos quanto mais sedesenvolvem, mais endurecidos ficam os seus corações. Não sentem, não choram, não se envolvem, não partilham, são indiferentes aos sentimentos alheios. São de pedra.
  6. 6. Andando por essa cidade, em qualquer parte dela, se percebe sua agonia: drogas, violência, prostituição, tráfico,seqüestro, delinqüência juvenil, injustiça social, fome quebra dos valores morais, divórcio e amaziamento e tantas outras misérias.
  7. 7. Nesta cidade a vida grita e chora, mas ninguém ouve. São de pedra. Ah! Mas nessa cidade há um grupo diferente,quer dizer, aparentemente igual aos demais, mas há algo na essência que faz toda a diferença: o coração é de carne.
  8. 8. É gente que chora, que ri, que abraça, que partilha. É gente que reparte o seu pão, veste o nu, acode ao necessitado,abre a porta ao forasteiro. É tudo fruto de um novo coração.Esse grupo especial é alegre, corajoso, confiante e cheio de esperança.
  9. 9. O grito de dor da cidade de pedra não passa desapercebidoaos ouvidos desse povo. É gente que não se omite, não se esconde do seu semelhante, ajuda. Costumam chamar a esse grupo de “Igreja”.
  10. 10. Dizem que foi um homem chamado JESUS que transformou seus corações, abriu os seus olhos e mudou o seu modo de viver. Há alguns moradores da cidade de pedra que dizem ser amigos de Jesus e que foram tocados por Ele, mas osseus corações continuam de pedra e as suas ações são iguais aos demais seres de pedra.
  11. 11. Eu descobri que entre os seres de coração de carne, tocadospor Jesus, há uma palavra que define suas vidas: é o amor. E aquele que odeia ao seu irmão, em essência é assassino, não é gente, é pedra.
  12. 12. Ele também disse que a cidade continuaria de pedra, mas que Ele daria a muitos um coração de carne, que ama e abençoa o seu semelhante. Seja você um desses!Autor: Pr. Itamar S. Bezerra Edição e Criação Gráfica: JaniceM. dos Santos
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×