Your SlideShare is downloading. ×
Nuvens híbridas:Conectando aplicações locais com a nuvem na plataforma Windows AzureCOS302
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Nuvens híbridas: Conectando aplicações locais com a nuvem na plataforma Windows Azure COS302

1,517
views

Published on

Published in: Technology

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,517
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
27
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • Slide objectives:Introduce three Service Bus Patterns.Speaking points:Now I’d like to take a little time to talk about some patterns that existing customers are using today.There are three patterns that I’d like to talk about today, and these are 1) Service Remoting, Eventing, and Protocol Tunneling.All of these patterns are able to leverage secure communication and benefit from NAT and firewall traversal that the Service Bus brings.Service RemotingExtend web services to the cloudBroad support for WS-* protocolsEventingEfficient pub/sub style messagingHigh performance one way broadcastSupports disconnected modes through the use of short-lived message buffersTunnelingTunnel TCP sockets or raw named pipes right over the InternetCan tunnel complex protocols over simple protocols (i.e. tunnel SQL Server named pipes when only outbound HTTP is available)
  • Transcript

    • 1. Nuvens híbridas:Conectando aplicações locais com anuvem na plataforma Windows AzureCOS302@daibertSolutions ArchitectHewlett-Packard Brasil
    • 2. Agenda Uma discussão sobre tipos de aplicações locais (on-premise) e assessment para a nuvem. Mecanismos para a integração entre aplicações locais (on-premise) e o Windows Azure.
    • 3. Plataforma Windows Azure Information Storage Reporting Management Billing & Payments Marketplac e Flexible Flexible Information & ReportingCompute Management Connectivity Access control APIs Marketplace Relational data Data Sync APIs BI
    • 4. Cenários de desenvolvimento para anuvem Três cenários possíveis de desenvolvimento: Vamos iniciar um novo projeto, pensado para a nuvem; Vamos estender uma aplicação existente (on- premise), que terá algumas funcionalidades na nuvem; Vamos mover uma aplicação existente (on-premise) para a nuvem.
    • 5. Escolhendo aplicações para a nuvem
    • 6. Uma lista geral sobre…TIPOS DE APLICAÇÕES ON-PREMISE
    • 7. Grupos & tipos de aplicações Business Management Application Aplicações para Gerenciamento de Negócios Business Productivity Application Aplicações para Produtividade Core Infrastructure Application Aplicações de Infraestrutura Web Applications Aplicações Web Outras Aplicações
    • 8. Business Productivity Business Intelligence (BI) Workspaces Colaborativo & Portais Enterprise Content Management Enterprise Search (Busca) Unified Communications (UC) e outras aplicações para produtividade do negócio…
    • 9. Business Management Channel integration Payroll Customer Relationship Project and Portfolio Management (CRM) Management E-commerce Sales / Marketing Tools Electronic payment Simulation / Analytics E-market platform Supply Chain Management Engineering (SCM) Enterprise Resource Other Business Management (ERM) Management Application Financial Office Suites Operations and Manufacturing
    • 10. Core Infrastructure Aplicações para desenvolvimento & teste Mobilidade Segurança Storage Software / Armazenamento Sistemas de gerenciamento de redes Sistemas de monitoração de ambiente e outras Core Infrastructure Application
    • 11. Web Application Blog Platform E-shopping Gaming Platform Real time media streaming Social networking Stored media streaming distribution Websites, Wikis, etc. entre outras aplicações para a Web…
    • 12. Aspectos importantes a considerarsobre…APLICAÇÕES PARA A NUVEM
    • 13. Considerações para aplicações na nuvem O estado deve ser replicado diretamente pela aplicação ouDados da aplicação através de um storage de dados.Instalação & Configuração de passo único, em cache ; sem passos deConfiguração da instalação de longa duração.ApplicaçãoEscalabilidade da A aplicação deve escalar horizontalmente (scale-out); nãoAplicação verticalmente (scale-up).Dependências da A aplicação deve rodar em plataforma de nuvem semAplicação necessidades especiais de hardware.Limites de Sistemas compartilhados na nuvem podem não garantirLatências latência baixa/uniforme entre os componentes da aplicação.Necessidade de Necessidades de conectividade Intra / Inter aplicaçõesConectividade devem estar claras.Sensibilidade dos Nuvens públicas podem exigir o uso de criptografiaDados de dados para cenários sensíveis.Regulamentos e Localização e tipos de preocupações com a nuvem.Conformidades
    • 14. ASSESSMENT GERAL DEAPLICAÇÕES
    • 15. Uma proposta de Assessment… Algumas perguntas importantes que permitem analisar o comportamento e necessidades de sua aplicação on- premise. Assessment de aplicações para o Windows Azure – 1/2 http://blogs.msdn.com/b/wcamb/archive/2011/05/12/assessment- de-aplica-231-245-es-para-o-windows-azure-parte-1-2.aspx Assessment de aplicações para o Windows Azure – 2/2 http://blogs.msdn.com/b/wcamb/archive/2011/05/13/assessment- de-aplica-231-245-es-para-o-windows-azure-parte-2-2.aspx Confira e faça seus comentários…
    • 16. Qual é a melhor forma de classificar suaaplicação quanto ao grupo de aplicação?1. Business Management Application Aplicações para Gerenciamento de Negócios2. Business Productivity Application Aplicações para Produtividade3. Core Infrastructure Application Aplicações de Infraestrutura4. Web Applications Aplicações Web5. Outras Aplicações
    • 17. Qual é a melhor forma de classificar suaaplicação quanto a tecnologia aplicada?1. Aplicação legada, baseada em tecnologias antigas ASP, VB6, COM+, C/S, etc2. Aplicação baseada em plataforma .NET .NET 2.0, 3.0, 3.5, 4.0, ASP.NET, WCF, WF, etc.3. Aplicação baseada em plataforma não-Microsoft Java, Delphi, PHP, Python, etc4. Aplicação baseada em solução de prateleira CRM, SCM, ERP, BI, Portal, etc.5. Novo desenvolvimento em plataforma .NET .NET 4.0, Visual Studio 2010
    • 18. Qual é a melhor forma de descrever otamanho de sua aplicação?1. Grande (>10 servidores / VMs)2. Médio (4 a 10 servidores / VMs)3. Pequeno (<4 servidores / VMs)Quanto à integração de sua aplicação com outrasaplicações locais ou na nuvem, qual é a melhordescrição?1. Altamente integrada (10 conexões ou mais)2. Moderadamente integrada (de 5 a 10 conexões)3. Levemente integrada (de 2 a 5 conexões)4. Não integrada (1 conexão)
    • 19. Qual é a melhor descrição para o crescimentoestimado de sua aplicação ao longo do tempo? “On / Off” “Crescimento Rápido” Computação Computação Período Inativo uso uso médio médio tempo tempo “Picos não previsíveis” “Picos previsíveis” Computação Computação Uso médio Uso médio tempo tempo
    • 20. Arquitetura de aplicações na nuvemhttp://wag.codeplex.com/
    • 21. Calculadora do Windows Azurehttp://www.microsoft.com/windowsazure/pricing-calculator/
    • 22. MECANISMOS DE INTEGRAÇÃOON-PREMISE / CLOUD
    • 23. Mecanismos de integração Mensageria/Conectividade na Aplicação
    • 24. Windows Azure Connect – O que é? Conectividade de rede segura entre on-premise e nuvem Suporta protocolos IP padrão Permite que aplicações híbridas acessem servidores on-premise. Oferece a administração remota de aplicações no Windows Azure. Setup e gerenciamento simplicado Integrado com o modelo do Windows Azure Services Suporte a Web, Worker e VM Roles Enterprise
    • 25. Casos de Uso Aplicações Windows Azure corporativas que exigem conectividade com o SQL Server local Migração de aplicações sem necessidade de mudanças ou realocação de recursos para acessibilidade via internet. Aplicações Windows Azure participantes de domínio de um AD on-premise Controle de Acesso para aplicações Windows Azure baseadas em contas e grupos existentes no AD local. Administração remota e troubleshooting de aplicações Windows Azure Acesso PowerShell remoto para instâncias de Azure roles.
    • 26. Casos de Uso
    • 27. Casos de Uso
    • 28. Como funciona? Políticas de rede gerenciadas através do portal do Windows Azure Role A Role B Controle granular da Role C conectividade entre WA Roles e (multiple VM’s) máquinas externas. Relay Configuração automática do IPsec Tunnel firewalls/NAT’s through hosted SSL-based relay Network policies enforced & traffic secured via end-to-end Máquinas Devs. certificate-based IPSec Databases DNS name resolution based on endpoint machine names Enterprise
    • 29. Como funciona?
    • 30. Roadmap Windows Azure Connect CTP 1 – Nov/2010 Agente on-premise para aplicações não- Windows Azure Suporte para Windows Server 2008, Windows 7, Windows Vista SP1, e superiores. Release futuros Permitir conectividade usando dispositivos VPN existentes no ambiente on-premise. Administração a partir do Windows Azure Management Portal.
    • 31. Para saber mais… Windows Azure Connect CTP http://www.microsoft.com/windowsazure/virtualnetwork/ Cloud Computing in PaaS with Windows Azure Connect (Part 1/2) – Yung Chou http://blogs.technet.com/b/yungchou/archive/2011/05/03/cloud- computing-of-paas-with-windows-azure-connect-1-2.aspx Cloud Computing in PaaS with Windows Azure Connect (Part 2/2) – Yung Chou http://blogs.technet.com/b/yungchou/archive/2011/05/09/cloud- computing-in-paas-with-windows-azure-connect-2-2.aspx
    • 32. Mecanismos de integração Mensageria/Conectividade na Aplicação
    • 33. Access Control Service – O que é? Um serviços para federação de identidades e controle de acesso. Windows Identity Foundation (WIF) WS-Federation, WS-Security, WS-Trust protocols. ADFS 2.0 Integração com diretórios corporativos, como o AD. Access Control Serviço de federação de identidades, integrando com Windows Live ID, Google, Yahoo! E Facebook.
    • 34. Access Control – O que é?
    • 35. Casos de Uso Criação de contas federadas, integrando com sistemas de identidades existentes on- premise, como Active Directory (AD). Usuários corporativos acessando aplicações e serviços no Windows Azure. Customização do controle de acesso sobre aplicações e serviços na nuvem, através de grupos de usuários e níveis de acesso para a aplicação. Controle de acesso e níveis de segurança para serviços e conexões publicadas no Service Bus.
    • 36. Como funciona? Access Control Service
    • 37. Para saber mais… Access Control http://www.microsoft.com/windowsazure/appfabric/accesscontrol/ Overview of AppFabric Access Control http://msdn.microsoft.com/en-us/library/dd582780.aspx Windows Identity Foundation SDK http://www.microsoft.com/downloads/en/details.aspx?FamilyID=c1 48b2df-c7af-46bb-9162-2c9422208504&displaylang=en Identity Developer Training Kit http://www.microsoft.com/downloads/en/details.aspx?FamilyID=C3 E315FA-94E2-4028-99CB-904369F177C0
    • 38. Mecanismos de integração Mensageria/Conectividade na Aplicação
    • 39. Service Bus – O que é? Serviço de mensageria e conexão segura entre Service Bus aplicações através da nuvem. Habilita a integração de aplicações multi-inquilino com usuário on-premise. Sen Receiv Receiv Sen d e e d Integra de forma segura parceiros de fora da org. App 1 App 2 on-premise Estende o alcance da camada de Web Services local.
    • 40. Service Bus – O que é?
    • 41. Casos de Uso Comunicação entre aplicações através de um barramento de serviços na nuvem. Publicação de web services para sistemas e clientes fora da organização, de forma segura. Comunicação entre sistemas através de diferentes protocolos e formatos de dados.
    • 42. Casos de UsoCustom E-Commerce (Elasticity Focus) Application Migration Scenariohttp://www.microsoft.com/windowsazure/Whitepapers/CustomECommerceMigration/default.aspx
    • 43. Como funciona? Conectividade – integração de aplicações Service Remoting estende serviços para a nuvem Cloud Eventing notificação de eventos distribuidos para listeners remotos, através da nuvem Protocol Tunneling aplicações distribuídas interconectadas que não são web services Mensageria – escalabilidade de aplicações Load Leveling fluxo de mensagens mediado entre componentes com diferentes taxas de envio/recepção (send/receive) Loosely Connected Clients buffer de mensanges para recuperação assíncrona de clientes remotos.
    • 44. Roadmap AppFabric Service Bus CTP 2 – Maio/2011 Buffer de mensagens durável e Listener Load Balancing Service Bus Queues CTP – Maio/2011 Novas funcionalidades chegando em 2011 Message Buffer Enhancements (Grouping, Batching, etc.) Topics (Publish/Subscribe) Router (Push Messaging) AppFabric Connect com o BizTalk Server 2010
    • 45. Para saber mais… Service Bus http://www.microsoft.com/windowsazure/appfabric/servicebus/ Windows Azure AppFabric CTP http://social.msdn.microsoft.com/Forums/en-US/appfabricctp/ An Introduction to Service Bus Queues http://daveingham.typepad.com/blog/2011/05/an-introduction-to- service-bus-queues.html
    • 46. Mecanismos de integração Mensageria/Conectividade na Aplicação
    • 47. SQL Azure Data Sync – O que é? Movimento de dados SQL Cloud  Cloud Azure On-premises  Cloud Syn c Obtendo dados onde você precisa Sync SQL Azure instances Sync SQL Server para o SQL Azure Sync offline apps para o SQL Azure Habilita a geo-replicação de dados.
    • 48. Casos de Uso Mover parte da aplicação e sincronizar seus dados Mover massas de dados em estágios, preservando infraestrutura existente Obedecer conformidades e regulações sobre os dados Controle de dados sincronizados off-premise Habilitar leitura ou leitura/escrita com scale-out Múltiplas bases sincronizadas para escalabilidade Preservar dados com geo-replicação Habilitar novos cenários Expansão da org., escritórios remotos, geo-distribuição…
    • 49. Como funciona? On Premises Windows Azure Local Agent Data Sync Service Sync Orchestrator Sync Orchestrator HTTPS SQL Server SQL Server SQL Server Sync Provider Proxy Provider Provider TDS SQL SQL Server Azure
    • 50. Roadmap SQL Azure Data Sync CTP 2 – no ar! SQL Azure DatabaseRetail Stores Data Sync Remote Offices Service For SQL Azure Sync On-Premises (Headquarters)
    • 51. Para saber mais… Microsoft® SQL Azure Data Sync http://www.microsoft.com/windowsazure/sqlazure/datasync/ SQL Azure Data Sync Overview http://social.technet.microsoft.com/wiki/contents/articles/sql-azure- data-sync-overview.aspx Microsoft Sync Framework 2.1 Software Development Kit (SDK) http://www.microsoft.com/downloads/en/details.aspx?FamilyID=ee 6af141-79d0-4351-a4a0-ea89bb29dcf5&displaylang=en
    • 52. RESUMO
    • 53. Nuvem Híbrida
    • 54. Windows Azure AppFabric My Solution Customer AppFabric Web Application Customer Dev Tools Customer Web Web workflows workflows Services ServicesComposition Model Middleware Services Service Access Caching Bus Control AppFabric App Manager Azure SQL Storage Azure
    • 55. Resumo Existem diferentes perfis de comportamento e necessidades para aplicações É importante classificar uma aplicação quanto ao seu perfil, antes de migrá-la para a nuvem. A plataforma Windows Azure oferece diversos mecanismos de integração entre aplicações on- premise e na nuvem: SQL Azure Data Sync Service Bus Service Access Control Service Windows Azure Connect
    • 56. Por onde começar? Primeiro, faça um assessment sobre suas aplicações on-premise; Se estiver compondo serviços de aplicações, avalie o Service Bus e o Access Control; Se estiver otimizando o acesso a dados SQL, avalie o SQL Data Sync; Se estiver criando conexões entre sistemas on- premise e a nuvem, avalie o Windows Azure Connect;
    • 57. Conteúdo Relacionado Breakout Sessions (session codes and titles) Interactive Sessions (session codes and titles) Hands-on Labs (session codes and titles) Product Demo Stations (demo station title and location) Related Certification Exam Find Me Later At…
    • 58. Palestras Relacionadas Resource 1 Resource 2 Resource 3 Resource 4
    • 59. Get the free mobile app for your phonehttp:/ / gettag.mobi http://technet.microsoft.com/pt-brGet the free mobile app for your phonehttp:/ / gettag.mobi http://msdn.microsoft.com/pt-br
    • 60. Não esqueça depreencher sua avaliação onlinewww.teched.com.br/avaliacao Get the free mobile app for your phone http:/ / gettag.mobi
    • 61. © 2011 Microsoft Corporation. All rights reserved. Microsoft, Windows, Windows Vista and other product names are or may be registered trademarks and/or trademarks in the U.S. and/or other countries. The information herein is for informational purposes only and represents the current view of Microsoft Corporation as of the date of this presentation. Because Microsoft must respond to changing marketconditions, it should not be interpreted to be a commitment on the part of Microsoft, and Microsoft cannot guarantee the accuracy of any information provided after the date of this presentation. MICROSOFT MAKES NO WARRANTIES, EXPRESS, IMPLIED OR STATUTORY, AS TO THE INFORMATION IN THIS PRESENTATION.