Your SlideShare is downloading. ×
Prefeito abandonou reforma do posto de saúde do Hernani Sá (1)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Prefeito abandonou reforma do posto de saúde do Hernani Sá (1)

564
views

Published on

Published in: News & Politics

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
564
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. PREFEITO ABANDONA REFORMA DO POSTO DE SAÚDE DO HERNANI SÁ Nessa terça-feira, 19 de agosto, o vereador Fabio Magal (PSC) apresentou requerimento à mesa diretora da Câmara de Vereadores de Ilhéus, com objetivo de cobrar explicações do prefeito Jabes Ribeiro (PP) sobre a requalificação do posto de saúde do bairro Hernani Sá (Centro de Saúde Avançado da Zona Sul). “O governo municipal abandonou a obra”, afirmou o parlamentar. O Fundo Nacional de Saúde financiou a reforma. Por meio do Programa de Recuperação de Unidades de Saúde do Governo Federal, a Prefeitura de Ilhéus recebeu R$ 135.730,00 (cento e trinta e cinco mil e setecentos e trinta reais) para recuperar a unidade de atendimento. “O prefeito assinou a ordem de serviço no dia 1 de julho de 2013. O prazo previsto para a conclusão acabou no final do ano passado. Lamentavelmente, a reforma e a ampliação do Centro de Saúde não foram concluídas”, reclama Magal. O vereador também cobrou explicações do secretário municipal de Saúde, Antonio Ocké, sobre o abandono da intervenção. No requerimento, Fabio Magal exige a apresentação de documentos e cobra respostas para os questionamentos abaixo. 1. Cópia de todo o processo licitatório. 2. Documentos que possam comprovar os serviços já realizados. 3. Por que o governo municipal paralisou a reforma? 4. Quanto a Prefeitura de Ilhéus investiu na reforma em 2013? 5. Quando a obra será reiniciada? 6. Qual a nova data prevista para a conclusão? 7. A verba prevista será suficiente para a realização do projeto inicial? Ascom Fabio Magal. 20/08/2014. Thiago Dias.