Your SlideShare is downloading. ×
Ilhéus   os urubus venceram
Ilhéus   os urubus venceram
Ilhéus   os urubus venceram
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Ilhéus os urubus venceram

578

Published on

Published in: News & Politics
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
578
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. ILHÉUS- NUMA LUTA SANGRENTA - Entre garças e urubus, e os urubus venceram – Continua a luta sangrenta, imperiosa, entre as garças e os urubus. Parece briga de criança mimada, onde eu “quelo isso”, senão dou um calundu. As garças mais imponentes desfilam todas satisfeitas e suspiram por não comer lixo e sim o que resulta dele. Já os urubus feitos loucos, ficam naquele velho ditado: “pirão pouco o meu primeiro”. Passados noventa dias, quando nos reportamos sobre este assunto, vínhamos acompanhando o que de poderia acontecer naquele espaço, sempre na esperança que o lógico, o racional, o bom senso e mais algumas coisas pudessem sensibilizar o poder público de uma vez por todas, e eliminasse aquela vergonha institucional dos urubus centrais. Mas, não foi nada disso que aconteceu, e os urubus pelo contrário, foram premiados com mais uma concha/caçamba/lixo e todas agora pintadinhas de verde, para alegria deles.
  • 2. Ora! O problema não está na quantidade de conchas, porque, além disso, estão impregnados ali um fedor e um foco de doenças, pois são conchas/caçambas com restos de alimentos apodrecidos que se misturam com as águas das chuvas e formam um chorume que escorre pelas redondezas. Nem a Vigilância Sanitária ousa passar por ali, senão já tinha multado ou interditado o que doeria na sua própria carne. Sem entender tal atitude, tomamos a iniciativa de fazer um levantamento, àqueles que tínhamos certeza que eram os mais prejudicados diretamente – Polícia Civil, Embasa, Caixa Econômica, boxes de alimentos ao lado do Santander e os guardadores de carro. A resposta foi uma só: não aguentamos mais com esta fedentina e os urubus e nem temos mais para quem apelar. (passe aqui num fim de tarde) Um Agente da Polícia Civil chegou a nos dizer, que já apelou pra tudo que foi santo, e inclusive para um vereador, que saiu com esta pérola: “Nada posso fazer, pois este lixo é NECESSÁRIO, para que eu possa ESCULHABAR com o prefeito”.
  • 3. Diante disso, só temos que lamentar que Ilhéus, na sua área central/turística, tenha que conviver com tamanha aberração. E deixar que as GARÇAS façam a festa e os URUBUS bestam que batam palmas. José Rezende Mendonça

×