Introdução ao Marketing Digital

556,392 views
557,674 views

Published on

Introdução ao marketing digital, ministrado no evento Digital Marketing 2.0 realizado na FAT Maceió.

Published in: Business, News & Politics
2 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Galera quem esta pensando em dar um presente ou se presentear não deixe de ver meus produtos no ML, os mais belos Brincos e Pingentes, “http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_62595278” totalmente seguro, pois você Utiliza o MP e minha qualificação é ótima, Desculpe o incômodo, mas só estou divulgando o meu trabalho, obrigado e uma boa tarde.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Sinceramente? Uma das melhores palestras que já vi na vida! Parabéns!
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
556,392
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
553,278
Actions
Shares
0
Downloads
136
Comments
2
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Banners e email marketing, voce acha que o marketing digital se resume a isto?
  • Introdução ao Marketing Digital

    1. 1. O digital está em todos os lugares
    2. 2. CURRÍCULO Mestrando em Ciência da Informação com ênfase em Marketing da Informação pela UNB, MBA em Marketing pela FGV, Especialista em Gestão Empresarial pela UFC, formado em Contabilidade, mais de 10 anos de experiência nas áreas Comerciais e de Marketing em empresas multinacionais e de grande porte. Planner da Onis Comunicação e Marketing com sede em Basília.
    3. 3. CURRÍCULO Mestrando em Ciência da Informação com ênfase em Marketing da Informação pela UNB, MBA em Marketing pela FGV, Especialista em Gestão Empresarial pela UFC, formado em Contabilidade, mais de 10 anos de experiência nas áreas Comerciais e de Marketing em empresas multinacionais e de grande porte. Planner da Onis Comunicação e Marketing com sede em Basília.
    4. 4. O que é marketing ? <ul><li>Criar e manter clientes </li></ul><ul><li>Marketing se baseia nas necessidades , desejos e demandas de um grupo de clientes escolhidos - concentrar-se em certos clientes em detrimento de outros </li></ul><ul><li>Marketing pressupõe uma troca de valor entre duas partes </li></ul><ul><li>Marketing fundamenta-se na satisfação do cliente em longo prazo </li></ul>
    5. 5. O que é relacionamento <ul><li>“ Modo de integrar o cliente à empresa , como forma de criar e manter uma relação entre a organização e o cliente” </li></ul><ul><li>(McKenna, 1993) </li></ul><ul><li>É um comportamento da empresa com o propósito de estabelecer, manter e desenvolver relacionamentos competitivos e lucrativos com clientes, visando benefício de ambas as partes ” </li></ul><ul><li>(Hougaard & Bjerre, 2002) </li></ul><ul><li>” Marketing de Relacionamento é estabelecer, manter e incrementar relacionamentos com clientes e parceiros , de maneira que os objetivos dos dois lados sejam alcançados . </li></ul><ul><li>> Isto é conquistado por meio de promessas cumpridas mutuamente ” (Grönroos, 1993) </li></ul>
    6. 6. Relacionamento
    7. 7. Marketing é marketing, seja offline, seja online. Mas algumas coisas andaram mudando no mundo do marketing. 76% dos consumidores não acreditam que as empresas dizem a verdade em seus anúncios. Fonte: Yankelowich, 2006, apud I am the media, Future Lab – www.slideshare.net/futurelab
    8. 8. A no vetor de marketing inversão
    9. 9. OLD MARKETING PRODUTO Fonte: What’s Next in Marketing and Advertising – Paul Isakson – http://www.slideshare.net/paulisakson/whats-next-in-marketing-advertising-318143 EMBALAGEM DISTRIBUIÇÃO PROPAGANDA CONSUMIDOR CRM
    10. 10. MODERN MARKETING PRODUTO EMBALAGEM DISTRIBUIÇÃO PROPAGANDA CONSUMIDOR CRM Fonte: What’s Next in Marketing and Advertising – Paul Isakson – http://www.slideshare.net/paulisakson/whats-next-in-marketing-advertising-318143
    11. 11. Fonte: O Estado de São Paulo
    12. 12. A INTERNET TEM 62 MILHÕES DE USUÁRIOS NO BRASIL. OU VOCÊ MUDA O SEU CONCEITO DE INTERNET, OU VOCÊ MUDA SEU CONCEITO DE MÍDIA DE MASSA. Internet é um meio de massa: O número de internautas do Brasil é duas vezes a população do Canadá. Você sabia que o número de internautas do Brasil é bem maior do que a população de muitas nações? São sessenta e dois milhões de pessoas, 33% da nossa população, que vivem em frente ao computador. Anuncie nesta verdadeira mídia de massa e fale com todos eles. Fonte: UOL – www.amidiaquemaiscresce.com.br
    13. 13. NO BRASIL, QUEM ACESSA A INTERNET PASSA 3 VEZES MAIS TEMPO ONLINE DO QUE VENDO TV. Os internautas também passam mais tempo online do que vendo TV nos EUA, Japão, Alemanha e Reino Unido. No Brasil os internautas passam três vezes mais tempo online do que vendo TV. Faça como as maiores empresas do mundo: anuncie na internet. Fonte: UOL – www.amidiaquemaiscresce.com.br
    14. 14. Fonte: F irst Impressions Marketing Brand and Participants 77% do nosso tempo online se concentra em comunicação / informação / diversão
    15. 17. O que é Marketing Digital?
    16. 18. Mobile E-commerce Buzz Marketing Viral Web site Internet MUNDO DIGITAL Advertainment Advergames O Mundo Digital possui diversos desdobramentos Marketing digital Search marketing SEO / SEM Redes sociais
    17. 19. <ul><li>Novo consumidor cada vez mais envolvido no mundo on-line; </li></ul><ul><li>Mídias tradicionais perdem espaço para a internet; </li></ul><ul><li>Relações de consumo são outras; </li></ul><ul><li>Até a política mudou. </li></ul>
    18. 20. Oportunidade <ul><li>Apenas 66% das empresas possuem website e somente 36% realizam negócios pela internet. </li></ul><ul><li>Ou seja, a grande maioria das empresas ainda não está efetivamente usufruindo dos benefícios da rede para obter novas receitas ou otimizar processos. </li></ul>Fonte: Associação Comercial de São Paulo - 2009
    19. 21. Dados da WEB e E-COMMERCE Internet e E-commerce
    20. 22. O QUE MUDOU? Poder de barganha do consumidor Acesso às informações Modelos de negócios Conteúdos Formatos Comportamento do consumidor
    21. 23. Aprox. 70 milhões de usuários em 2009, no Brasil. Estimativa: em 2010 o número se aproximará de 100 milhões – 49% da população INTERNET USUÁRIOS Usuários 49.757 69.660 97.524 33.146 Fonte: Ibope/Nielsen NetRatings, 2009 e DataFolha, 2008 2007 2008 2009 Estim. 2010
    22. 24. INTERNET X OUTRAS MÍDIAS TV por assinatura No Brasil a penetração de Internet é de 40%. É maior que TV por assinatura e igual a Revista Em 2007, pela primeira vez, foram vendidos mais computadores que televisores no Brasil Penetração por tipo de mídia TV Aberta Rádio Jornal Internet Revista 97% 87% 50% 40% 40% 12% Fonte (BrasilI: Comitê Gestor de Internet – Governo Federal, 2007 Fontes (Internacional): Internet World Stats, 2008 / Folha de São Paulo, 2009
    23. 25. INTERNET BRASIL LOCAIS DE ACESSO <ul><li>+ de 38 milhões acessam de suas casas </li></ul><ul><li>Banda larga é um fator determinante – 50% dos domicílios </li></ul>Fonte: Comitê Gestor de Internet – Governo Federal, 2007 % POR LOCAL DE ACESSO 24% 24% 16% 6% 50% 49% Escola Centro Público Outros 2% Residência Lan House Trabalho Residência terc.
    24. 26. INTERNET BRASIL LOCAIS DE ACESSO É importante notar o peso dos acessos a partir de lan-houses e cyber cafes – aprox. 50% Fonte: .comScore - 2009
    25. 27. INTERNET BRASIL ACESSO EMPRESAS 71% 19% 90% 10% MPEs Empresas de maior porte Tem acesso Não tem acesso Tem acesso Não tem acesso Fonte: Pesquisa TIC Empresas (Comitê Gestor da Internet no Brasil) – 2007 e 2008
    26. 28. INTERNET BRASIL ACESSO EMPRESAS 71% 19% 90% 10% MPEs Empresas de maior porte Tem acesso Não tem acesso Tem acesso Não tem acesso Fonte: Pesquisa TIC Empresas (Comitê Gestor da Internet no Brasil) – 2007 e 2008 / Observatório das MPEs do SEBRAE-SP. Percentual de MPEs por região que tem acesso à internet 68% 69% 71% 71% 78% NORTE NORDESTE SUDESTE SUL CENTRO-OESTE
    27. 29. POR QUE POR QUE E-COMMERCE ? <ul><li>Representa uma alternativa de receita. </li></ul><ul><li>Possibilita atrair novos clientes. </li></ul><ul><li>Possui menor custo que uma loja física. </li></ul><ul><li>Gera visibilidade para a marca. </li></ul>
    28. 30. VANTAGENS DO E-COMMERCE Não precisa ter atendentes ou vendedores na loja A loja funciona com baixo custo (sem aluguel) É 24h Investimento ZERO com gôndolas, prateleiras, balcão,etc. O seu mercado é o mundo, não se limitando aos clientes do seu bairro ou cidade Não tem horário de pico , dá para distribuir melhor as tarefas
    29. 31. Renda de até 3 mil reais representam 48% das compras = BAIXA RENDA 4% Classe D/E 9% Classe C 21% Classe C 52% Classe A
    30. 32. BUSCA DE PREÇOS LOJAS Uso dessas ferramentas no Brasil 72%, no mundo 52% Isso significa 20 milhões de pessoas mais preparadas para as compras 52% dos clientes no Brasil se decepcionam se sua loja não tem site de venda, e no mundo, apenas 30% <ul><li>O e-commerce só amadurece se houver mídia on-line e vice-versa </li></ul><ul><li>50% cons. brasileiros fizeram sua primeira compra nos últimos 3 anos </li></ul><ul><li>Quase 100% dos consumidores americanos estão online </li></ul>
    31. 33. TENDÊNCIAS As mulheres se manterão responsáveis por mais de 50% das compras pela Internet Mesmo com a crise econômica, as classes C e D também devem comprar mais O grande diferencial é o prazo mais longo do que nas lojas físicas Descentralização da oferta - entrada de mais redes varejistas, diversificação da oferta e queda nos preços – grandes players perderam 2,6 ptos perc. Em 2009. Utilização de novas formas de publicidade (integração com redes sociais)
    32. 34. MUITO ALÉM DE BANNERS E POP UP
    33. 35. &quot;Para uma geração de clientes acostumados a fazer suas pesquisas de compra por meio de sofwares de busca, a marca de uma empresa não é o que a empresa diz que é, mas o que o Google diz que é...&quot; Chris Anderson The Long Tail
    34. 37. O PODER DOS BUSCADORES OS SITES DE BUSCA (GOOGLE, BING E YAHOO..) SÃO AS ENTIDADES MAIS INFLUENTES DA REDE. O QUE NÃO É ENCONTRADO NÃO EXISTE! TAXONOMIA É HOJE UMA DAS TOP 10 TENDÊNCIAS APONTADAS PELA ZDNET.COM
    35. 38. <ul><ul><li>Resultados </li></ul></ul><ul><ul><li>Orgânicos são: </li></ul></ul><ul><ul><li>Baseados na </li></ul></ul><ul><ul><li>relevância e </li></ul></ul><ul><ul><li>popularidade de um </li></ul></ul><ul><ul><li>website para cada </li></ul></ul><ul><ul><li>palavra-chave. </li></ul></ul>
    36. 39. <ul><ul><li>Links </li></ul></ul><ul><ul><li>Patrocinados são: </li></ul></ul><ul><ul><li>Anúncios em sites de busca, pagos apenas quando um usuário clica no anúncio. Esse valor é chamado de custo por clique (CPC). </li></ul></ul>
    37. 40. <ul><li>SEO possui 75% do tráfego de busca </li></ul><ul><li>LP possui menos de 15% do tráfego de busca </li></ul>Busca Orgânica vs Links Patrocinados
    38. 41. Comece arrumando a Casa <ul><li>Títulos e Meta Tags </li></ul><ul><li>URLs </li></ul><ul><li>ALT Tags </li></ul><ul><li>HeadingTags </li></ul><ul><li>Arquitetura Interna </li></ul><ul><li>Conteúdo Duplicado </li></ul><ul><li>Texto âncora </li></ul><ul><li>Sitemap.xml e Robots.txt </li></ul>
    39. 43. Estudo iProspect: Comportamento de Usuários em Mecanismos de Busca iProspect Search Engine User Behavior Study 2006
    40. 44. Estudo Iprospect: 90% dos Internautas usam algum site de SEACH ENGINE; 87% desses encontraram o que estavam procurando; 68% abandonam a busca depois da 1ª PÁGINA; 90% não lêem a a partir da 3ª PÁGINA DE RESULTADO 39% acreditam que os primeiros no resultado de busca são LÍDERES DE MERCADO 90% dos cliques concentram-se nos 10 PRIMEIROS RESULTADOS
    41. 45. utilizam sites de busca 90% dos internautas
    42. 46. dos internautas não passam da 1ª página de resultados 68% 92% não passam da 3ª
    43. 47. 39% acreditam que os primeiros nas buscas são os líderes de mercado
    44. 48. De que adianta ter um bom site se ninguém consegue encontrá-lo?
    45. 49. Search Engine Marketing SEM Search Engine Optimization SEO Marketing de Busca Behavioral Targeting
    46. 50. Fonte: http://www.flickr.com/photos/caveman_92223/3173436256/
    47. 51. HOJE, SE A SUA EMPRESA NÃO FOR ENCONTRADA, ELA NÃO EXISTE!
    48. 52. Search Engine Marketing Sua marca colocada no lugar certo no momento em que o cliente resolve interagir com a marca, o produto ou o serviço. Capacidade de explorar o “momento de compra”.
    49. 53. SEM É o processo que usa sites de busca na WEB para promover um determinado SITE, aumentar o tráfego e/ ou fidelizar mais principlamente aumentar o ROI. SEM envolve todas ações internas (on-page) e externas (off-page) ao site com esse objetivo. SEM – Processo completo de otimização (on/off) SEO – Técnicas internas de otimização do site (on)
    50. 54. SEO – SEARCH ENGINE OPITIMIZATION PAGE RANK – É o critério usado pelo Google para representar a impotância de um site, é uma avaliação da relevância da página que vai de 0 a 10. LINK BUILDING – É o conjunto de técnicas de SEO que visam organizar arquitetura interna de um site e pela conquista de links externos. LINK JUICE - É a parcela de PAGERANK transmitida de uma página para outra através de seu link. BACKINLING – Relevância do seu Site para outros Sites relevantes
    51. 55. PageRank <ul><li>É um algoritmo de avaliação de páginas inter-linkadas, que tem como finalidade classificar as páginas por relevância perante a este conjunto de páginas. </li></ul><ul><li>A idéia básica por trás do PageRank é que cada link conta como se fosse um voto. Quanto mais votos (links) sua página recebe, maior a sua relevância. </li></ul>
    52. 56. MOBILE MARKETING
    53. 57. MOBILE MARKETING - A principal tendência é a convergência para aparelhos móveis. - 91% dos micro e pequenos empresários possuem acesso a celular. - O consumidor quer celular para ouvir música, fotografar, assistir TV, transferir arquivos, pagar, e até falar... - Segundo a MMA 74% das pessoas afirmam não se incomodar em receber msg publicitárias no celular.
    54. 58. INTERATIVIDADE OFFLINE CARTA SMS Custos SMS(R$0,31) SELO (R$ 0,63) imediato lento Todas as mídias offline podem passar a ser interativas através do celular
    55. 59. Pra não esquecer! <ul><li>1) Sempre, mas sempre mesmo, utilize os princípios do marketing de permissão. Respeito à privacidade, antes mesmo da questão mercadológica, está na pauta mais indissolúvel da ética empresarial; </li></ul><ul><li>2) Ainda não inventaram nenhuma mágica em marketing, ou seja, a relevância da interação/mensagem é fundamental. Aborde seu consumidor com algo que seja interessante para ele e que, logicamente, faça sentido aos objetivos táticos e/ou estratégicos do seu negócio; </li></ul><ul><li>3) A capacidade criativa é vital. De nada adianta a melhor proposta de valor se você pecar na “hora da verdade”! </li></ul>
    56. 60. Advertainment e Advergaming
    57. 61. Advertainment é o uso do entretenimento como forma de divulgação e criação de marca. Advergaming é o uso dos jogos como ferramenta de marketing.
    58. 62. INTERATIVIDADE E IMERSÃO
    59. 63. Mais práticos para inserir campanhas do que em CD´s e DVD´s, além de maior versatilidade e alcance. Facilita mensuração. JOGOS ON LINE
    60. 64. Marketing Viral
    61. 65. ''Marketing viral&quot; é uma forma utilizada por diversas empresas para tornar mais conhecida uma marca, tendo como nicho inicial as redes sociais. A idéia é fazer com que peças sejam reproduzidas como uma &quot;epidemia“.
    62. 66. <ul><li>O buzz é o resultado de uma ação de marketing viral bem sucedida. Para se fazer uma ação viral pela internet existem alguns pontos importantes a serem considerados: </li></ul><ul><li>Análise do público: saiba para quem a sua mensagem se destina, determine seu foco e estude o comportamento e características desse seu público. </li></ul><ul><li>Seja exclusivo: aqui entra a criatividade, um viral repetido simplesmente não funciona. </li></ul><ul><li>Crie um apelo: seu público deve sentir o apelo do seu viral, seja emocional, seja por ser engraçado, seja por ser importante, etc. </li></ul><ul><li>Conteúdo sempre: não se esqueça de criar o conteúdo do seu viral, de nada adiantará você criar um viral sem uma mensagem clara. </li></ul><ul><li>Divulgue e analise: use as redes sociais, emails, etc e analise os resultados. </li></ul>
    63. 67. <ul><li>Criar uma vaca preto e branca </li></ul><ul><li>Fingir que não está fazendo propaganda </li></ul><ul><li>Gastar uma fortuna na produção </li></ul><ul><li>Apenas comunicar ao invés de engajar </li></ul><ul><li>Fazer um concurso de vídeo só porque todos estão fazendo </li></ul><ul><li>Estabelecer metas irreais de conversão </li></ul><ul><li>Jogar a toalha e decidir só anunciar usando vídeo virais </li></ul>O QUE NÃO FAZER NO SEU VIRAL
    64. 68. Views: mais de 21 milhões. Pauta em várias mídias Views: mais de 6 milhões. Vencedor de Cannes Pauta em várias mídias Em 1996 o Hotmail usou pela primeira vez a assinatura de email dos seus usuários para divulgar a marca. Clássicos
    65. 69. iPod no Palito
    66. 70. Primeiro mês de promoção só seed em blogs Foi um dos 7 temas mais discutidos em blogs no mundo. Força da mensagem: inédita e relevante.
    67. 75. Dicas... <ul><li>Simplicidade: faça rápido e fácil; </li></ul><ul><li>Participação: envolva as pessoas; </li></ul><ul><li>Personalização: deixe as pessoas criarem “por elas mesmas”; </li></ul><ul><li>Inesperado: surpreenda as pessoas; </li></ul><ul><li>Humor/entretenimento: evoque uma emoção; </li></ul><ul><li>Distribuição: Use todas mídias para contar uma história; </li></ul><ul><li>Comunidade: faça do consumidor seu “marketeiro”; </li></ul><ul><li>Portabilidade: torne seu conteúdo disponível. </li></ul>
    68. 76. Fonte: http://www.flickr.com/photos/sonnykim/85186737 O pai do “viral”
    69. 77. E MAIL MARKETING
    70. 78. O QUE É? Ações e estratégias de Marketing através da Internet, utilizando como meio o correio electrónico. As estatísticas (tracking) são um elemento fundamental nesta estratégia.
    71. 79. <ul><li>VANTAGENS: </li></ul><ul><li>Baixo custo </li></ul><ul><li>Implementação rápida </li></ul><ul><li>Comunicação interactiva </li></ul><ul><li>Possibilidade de testes para maximizar a acção </li></ul><ul><li>O utilizador concentrado e atento. </li></ul><ul><li>Acções de resposta imediata - Visita a páginas; preenchimento de formulários; envio de e-mail; utilização de simuladores </li></ul>
    72. 80. TRACKING (MEDIÇÃO): Sistema que permite controlar as interacções dos utilizadores perante as mensagens: Aberturas do e-mail Hora de abertura Links carregados Tempo dispendido a ler a mensagem (por amostragem)
    73. 81. Categorização de resultados: Aberturas das mensagens Cliques Leads (contatos de pessoas interessadas) Vendas Clientes novos Facilidade de medição do sucesso de uma acção e o seu ROI (retorno do investimento)
    74. 82. CUIDAD0S: Ética . Atuar dentro do Código de Ética da ABEMD , Autorregulamentação de E-mail Marketing Atuar dentro do Código de Autorregulamentação para Prática de E-mail Marketing , Opt in. Opt out. Uso do endereço eletrônico. Tamanho dos arquivos. Auto-executáveis. Relevância. Freqüência. Política de relacionamento.
    75. 90. Fonte: http://www.flickr.com/photos/dullhunk/3389581452/ O que você faz quando o Google não abre? Pai de santo?
    76. 91. Google é mais que busca... Fonte: http://www.flickr.com/photos/dullhunk/3389581452/
    77. 92. Google Suggest
    78. 93. Google Webmasters
    79. 94. Google Analytics
    80. 95. Google Adwords
    81. 96. Google Docs
    82. 97. Google Apps
    83. 98. Google AdSense
    84. 99. Google Street View
    85. 100. Agora vamos conversar!

    ×