Apresentação teleconferência resultados 4 t10

483 views
431 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
483
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
95
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação teleconferência resultados 4 t10

  1. 1. Resultados de 2010
  2. 2. Aviso legalEssa apresentação faz referência aos termos “recursos potenciais” e “recursos contingentes” para descrever quantidades de óleo potencialmenterecuperáveis de acumulações a serem descobertas. Devido à incerteza de comercialidade e à ausência de atividades exploratórias de perfuração, osrecursos potenciais não devem ser classificados como reservas Recursos potenciais têm alto grau de incerteza em relação à sua existência Não há reservas. existência.certeza de que recursos potenciais serão descobertos e, se descobertos, se eles poderão ser desenvolvidos economicamente. Portanto, investidores sãoaconselhados a não assumir que a totalidade ou qualquer parte dos recursos potenciais da OGX exista, ou possa ser desenvolvida economicamente.Algumas informações e conclusões aqui disponibilizadas são baseadas em projeções. Estas projeções foram preparadas com o propósito único deanalisar os riscos e benefícios potenciais para um investimento em ativos, levando em consideração determinadas premissas. Além disso, devido ajulgamentos subjetivos incertezasj lgamentos s bjeti os e incerte as inerentes a essas projeções e de ido ao fato dessas projeções serem baseadas em hipóteses q e por s a vez estão devido hipóteses, que sua esujeitas a incertezas significativas e contingências que estão além do controle da OGX, não existe nenhuma garantia de que as projeções ou conclusõesdestacadas aqui serão realizadas. Sob nenhuma circunstancia essas projeções devem ser consideradas como uma representação, garantia ou previsãode que a OGX atingirá ou é susceptível a atingir um determinado resultado futuro. Não existe nenhuma garantia de que os resultados futuros da OGXou suas projeções não se diferenciarão significativamente daqueles apresentados aqui. Assim, investidores podem perder todos os seus investimentoscaso essas projeções e conclusões não se realizem.Esta apresentação também contém afirmações prospectivas, que podem ser identificadas por conter algumas palavras como "acreditar", "prever","esperar", "contemplar", "provavelmente resultará" ou outras palavras ou expressões de acepção semelhante. Tais afirmações estão sujeitas a umasérie de expressivos riscos, incertezas e premissas.Diversos fatores importantes podem fazer com que os resultados reais divirjam de maneira relevante dos planos, objetivos, expectativas, estimativas e p p q j p , j , p ,intenções expressos nesta apresentação. Em nenhuma hipótese a Companhia ou seus conselheiros, diretores, representantes ou empregados serãoresponsáveis perante quaisquer terceiros (inclusive investidores) por decisões ou atos de investimento ou negócios tomados com base nas informaçõese afirmações constantes desta apresentação, e tampouco por danos indiretos, lucros cessantes ou afins. A Companhia não tem intenção de fornecer aoseventuais detentores de ações uma revisão das afirmações ou análise das diferenças entre as afirmações e os resultados reais. É recomendado que osinvestidores analisem detalhadamente o prospecto da OGX, incluindo os fatores de risco identificados no mesmo. Esta apresentação não contém todasas informações necessárias a uma completa avaliação d investimento na Companhia. Cada investidor d f á l l de h d d deve f fazer sua própria avaliação, incluindo os ó l l driscos associados, pra tomada de decisão de investimento. 2
  3. 3. Destaques de 2010 e Eventos Subseqüentes Maior campanha exploratória privada em curso no Brasil Total de 43 poços perfurados em 18 meses com taxa de sucesso acima de 90% em águas rasas nas bacias de Campos e Santos e na b bacia terrestre d Parnaíba do íb 18 poços perfurados em 2010 na bacia de Campos com taxa de sucesso de 100% Abertura de nova fronteira exploratória terrestre na bacia do Parnaíba, com recursos potenciais estimados em 15 p , p trilhões de pés cúbicos (TCF) de gás Testes de formação confirmaram elevado potencial de produção de várias descobertas realizadas Início da produção em tempo recorde Início da produção previsto para 3T11 na acumulação de Waimea na bacia de Campos Perfurado e testado o 1º poço horizontal (OGX‐26) comprovando altíssima produtividade de nossos reservatórios carbonáticos de idade geológica albiana Todos equipamentos essenciais para o início de produção já assegurados Equipamentos Nove sondas contratadas (7 marítimas e 2 terrestres) Chegada do FPSO OSX‐1 prevista para meados de 2011 Portfólio Entrada em um novo ciclo exploratório com aquisição de 5 blocos em 3 bacias terrestres na Colômbia Processo de farm‐out na bacia de Campos em andamento 3
  4. 4. Resultados Financeiros
  5. 5. Resultados Financeiros 2010Resultado Financeiro Líquido: Impactado por rendimento de Principais Contas – em IFRSaplicações financeiras, financeiras perdas líquidas realizadas em DRE 2010 2009 Δ R$ (‘000)operações de hedge e efeito positivo do resultado do valor Resultado Financeiro Líquido 258.506 264.373 (5.867)justo em operações com derivativos ("marcação a mercado”) Receita Financeira 694.411 872.741 (178.330) Despesa Financeira Despesa Financeira (435.905) (435 905)        (608 368) (608.368) 172.463 172 463Despesas de Exploração: Referem‐se, principalmente, a Despesa com Exploração (97.841) (97.914) 73despesas relativas à aquisição de dados sísmicos nas bacias Despesa com G&A (319.072) (229.480) (89.592) G&A diversas (173.038) (108.396) (64.642)do Parnaíba e do Espírito Santo Plano de opções de ações ‐ Companhia (19.561)              (9.629) (9.932) Plano de opções de ações ‐ Acionista Controlador (126.473) (111.455) (15.018)Despesas Gerais e Administrativas: Aumento do quadro de IR e CSLL 22.882 (37.605) 60.487colaboradores de 147 para 213 pessoas entre 2009 e 2010 e Participação dos minoritários (12.048)                     ‐ (12.048)contabilização do plano de opção de ações do controlador. Resultado Liquido (123.477) (100.626) (22.851)Este ajuste não implica em diluição para os demais acionistasnem impacta a posição de caixa da empresa Balanço Patrimonial R$ (‘000) 2010 2009 ΔResultado Líquido: Resultado negativo superior a 2009 Intangível 4.589.418 2.099.559 2.489.859principalmente devido ao aumento de Despesas Gerais e Gastos com perfuração exploratória e estudos   2.948.754 469.474   2.479.280Administrativas Gastos com mobilização de sondas       148.941       138.362         10.579 Bonus de assinatura dos blocos exploratórios   1.491.723    1.491.723 ‐Ativo Intangível: Intensificação da campanha de perfuração e Disponibilidades 4.788.166 7.337.900 (2.549.734)mobilização de sondas utilizadas na campanha exploratória 5
  6. 6. Resultados Financeiros 2010 Evolução da posição de caixa R$ Bilhões $ US$ Bilhões $Sólida posição de caixa de aproximadamente R$4,8 bilhões,  6,0 4,0ou US$2,9 bilhões, para suportar os compromissos  5,0 3,5exploratórios e o início do desenvolvimento da produção 3,0 4,0 , 2,5Posição de hedge cambial de aproximadamente US$ 1,7  3,0 2,0bilhão, correspondendo a aproximadamente 14 meses de  2,0 1,5compromissos financeiros em dólares 1,0 1,0 3T10 Out Nov Dez Caixa em R$ Caixa em US$ Alocação da posição de caixa  ç p ç Safra; 5% BTG Pactual; 6% CS; 5% Santander;  11% Outros (*); 5%Taxa média bruta acumulada equivalente a aproximadamente 105% do CDI, gerando R$ 585,4 milhões de receita de aplicação 105% do CDI gerando R$ 585 4 milhões de receita de aplicação Votorantim;  ABC; 3% ABC; 3% 15%financeira no período Société; 3% Itau Unibanco; Caixa investido somente em ativos de renda fixa junto a  Bradesco; 22% 24%instituições financeiras de grande solidez no país (*) HSBC (1,8%), LFT (1,5%) e BNP (1,0%) 6
  7. 7. Campanha Exploratória – Destaques
  8. 8. Bacia de Campos Resumo7 blocos em águas rasas no sul de Campos (baixo custo & rápida Campos (baixo custo & rápidaexecução)31 poços perfurados: 28 concluídos e 3 em andamento100% de taxa de sucesso e descobertas em diferentes seções geológicasFoco na campanha de delimitação com perfurações horizontais e verticaisAlta produtividade dos reservatórios comprovada por vários testes de formaçãoInício de produção em Waimea(OGX‐26) Projeto WaimeaFPSO OSX‐1 e equipamentos submersíveis assegurados b í i d Poços OGX   P OGX •Poços perfurados anteriormente Descobertas de bilhões de barris e 100% de taxa de sucesso em águas rasas de Campos com  reservatórios de alta produtividade entre os melhores do Brasil (40k bbl/d/poço) 8
  9. 9. Bacia de Campos: OGX‐26 ‐ Primeiro Poço de Produção OGX iniciará produção em 3T11 através de um teste de longa duração (TLD) em Waimea (OGX‐26) com previsão de até 20.000 barris por dia O poço OGX‐26 está localizado em águas rasas da p ç g bacia de Campos (134m) a 84 km da costa Um dos melhores testes de formação já realizados no Brasil que confirmou excelente índice de Brasil, produtividade (IP) de 100 m3/dia/kgf/cm2 Potencial produtivo de 40.000 barris por dia em projeto de produção definitivo Óleo de 20⁰ API estado da arte : 1.000 Tecnologia “estado‐da‐arte”: 1 000 metros de extensão horizontal Os resultados obtidos na perfuração desse poço validam o modelo geológico e confirmam a  relevância da província carbonática descoberta pela OGX no sul da bacia de Campos 9
  10. 10. Bacia de Campos: OGX‐26 – Conceito de Produção  q p gDefinido e Equipamentos Assegurados Conceito de Produção Status de equipamentos e serviços críticos Poço horizontal (OGX‐26) já perfurado e testado Equipamentos Poço já completado (árvore de natal molhada já instalada) já l d (á d l lh d já i l d ) Árvore de natal molhada: já instalada Á d l lh d já i l d Sistema de ancoragem e instalação de linhas flexíveis já  Terminal de umbilical de controle: Contratado recebidos Unidade de força hidráulica: Contratada; recebimento  Teste de Longa de Duração (LDT) aprovado pela ANP  d d ã ( ) d l d b il d 2011 esperado para abril de 2011 Chegada do FPSO (OSX‐1) esperada para meados de 2011 Linhas flexíveis: Contratadas com a Wellstream Todos equipamentos e serviços essenciais já assegurados  Bomba elétrica submersível: Contratada com a Baker  Hughes h Serviços Embarcação de instalação – sistema de ancoragem, linhas  flexíveis e umbilicais: Contratados com WS e Aker Mud line e análise da subsuperfícies para ancoragem do  FPSO e  instalação de WHP: Contratados com FUGRO – já  i l ã d d á concluído Pesquisa da área de Waimea: Contratada com FUGRO  TLD terá árvore de natal molhada e linhas flexíveis diretamente conectadas ao FPSO OSX‐1 e  vazão de óleo de até 20.000 barris por dia 10
  11. 11. Bacia de Santos: Intensificação da Campanha de Perfuração Relevantes descobertas com a identificação de hidrocarbonetos líquidos e gásDescobertas relevantes em 3 poços perfurados emD b t l t f d2010: OGX-30 OGX‐11 (Natal): Net pay de 75m em reservatórios arenosos na  OGX-17A seção santoniana OGX-24 OGX-12 OGX‐17 (Belém): Net pay de 43m em reservatórios  carbonáticos na seção albiana OGX‐19 (Aracajú): Net pay de 40m em reservatórios arenosos  na seção santoniana OGX-11OGX‐30 (Salvador): Perfuração em andamento OGX-23 MRK-2BTaxa de sucesso de aproximadamente 60% OGX-19AAumento de participação para 100% no BM‐S‐29 (ex‐JVcom M Maersk) k) Poços perfurados pela OGXPlano de Avaliação da Descoberta (PAD) daacumulação de Belém submetido para a ANPInício do segundo período exploratório em 3 blocos(BM‐S‐57, BM‐S‐58 e BM‐S‐59) 11
  12. 12. Bacia do Parnaíba: Confirmação de Alto Potencial de Gás OGX-34 OGX-16 Destaques OGX-22 Mapeamento de 20 prospectos na região Aumento do número de poços a serem perfurados de 7 para 15  durante a campanha exploratória Volume de recursos potenciais estimados em aprox. 15 Tcf assim  como capacidade produtiva de aprox. 15 milhões de m³/dia Início da campanha de delimitação com o primeiro poço   p ç p p ç delimitatório já em progresso (3‐OGX‐38‐MA) Licença  para 1.863MW obtida pela MPX para comercialização de  parte das descobertas realizadas Poços perfurados pela OGX ç p p Descobertas e testes OGX‐16 (Califórnia): primeira descoberta de gás comercial  OGX‐16 OGX‐22 no Parnaíba. Teste de formação realizado constatou pressão  de 1.900 psi e chama em torno de 15 metros OGX‐22 (Fazenda São José): relevante descoberta de gás na  seção devoniana. Teste de formação realizado nesse poço  constatou pressão de 1.950 psi e chama em torno de 20  constatou pressão de 1 950 psi e chama em torno de 20 metros  Teste no OGX‐22 apresentou potencial de produção  Potencial de produção de  de até 3,4 milhões de m³/dia em AOF (Absolute Open  Vazão de 1.0M m3/dia 3.4M m3/dia em Absolute  / Pressão de 1 900 psi de 1.900 psi Flow) Chamas de aprox. 15m de  Open Flow Pressão de 1.950 psi altura OGX‐34 (Bom Jesus):  perfuração em andamento Chamas de aprox. 20m de  altura 12
  13. 13. Próximos Eventos ‐ 2011 Início da campanha exploratória de perfuração na bacia do Pará‐Maranhão no curto prazo Pará Maranhão Novo relatório da D&M para as bacias de Campos e Parnaíba, avaliando recursos contingentes e potenciais Primeiro óleo em Waimea em 3T11 Início da campanha exploratória de perfuração na bacia do Espírito Santo no 2S11 Aumento da campanha de delimitação nas bacias de Campos e Santos Intensa campanha exploratória na bacia do Parnaíba Início da campanha sísmica na Colômbia p 13
  14. 14. Apêndice
  15. 15. Balanço Patrimonial consolidado – R$´000De acordo com o IFRSAtivo 31/12/2010 31/12/2009 Passivo 31/12/2010 31/12/2009Ativo Circulante           5.083.508           7.564.267 Passivo Circulante               736.978               581.406Caixa e Equivalentes de Caixa           4.080.107           6.633.787 Fornecedores               446.907               151.262Títulos e Valores Mobiliários               708.059               704.113 Impostos e contribuições a recolher                 23.643                 40.116 p pImpostos a recuperar             279.334            209.076 Salários e encargos trabalhistas Salários e encargos trabalhistas               29 208 29.208               23 960 23.960Instrumentos financeiros  ‐                        ‐Outros                 16.008                 17.291 Instrumentos financeiros                225.794               300.757 derivativos Outras contas a pagar                 11.426                 65.311Ativo Não Circulante           4.905.026           2.205.830 Passivo não Circulante Passivo não Circulante              11 758 11.758                2 402 2.402 Partes relacionadas                 11.758                   2.402Estoques               223.793                 85.354Imposto a recuperar diferido                 45.640 ‐Partes relacionadas                 18.551 ‐Investimentos                      ‐                 1.000 Participação dos acionistas não  controladores                 24.653                        ‐Imobilizado                 27.624                 19.917Intangível           4.589.418           2.099.559 Patrimônio Líquido           9.215.145           9.186.289 Capital Social        8.806.451        8.799.004 Reserva de capital              224.256              250.569 Reservas de lucros              420.518              248.171 Ajustes acumulados de conversão                  (1.148)                        ‐ Lucros acumulados             (234.932)             (111.455)Ativo Total           9.988.534           9.770.097 Passivo Total           9.988.534           9.770.097 15
  16. 16. Demonstração de Resultado Consolidado – R$´000De acordo com o IFRS 2010 2009 Receitas (despesas) Operacionais R it (d )O i i Despesas com Exploração                     (97.841)                     (97.914) Despesas Gerais e Administrativas                    (319.072)                    (229.480) Receitas Financeiras                    694.411                    872.741 Despesas Financeiras Despesas Financeiras                 (435.905)                 (608.368) Lucro líquido antes do imposto de renda e  contribuição social                    (158.407)                     (63.021) (‐) Imposto de renda e contribuição social                       22.882                      (37.605) Lucro (prejuízo) líquido antes do imposto da  participação dos minoritários                 (135.525)                 (100.626) Participação de acionistas não controladores                      (12.048) ‐ Lucro (prejuízo) líquido do exercício                    (123.477)                    (100.626) Quantidade de ações ao final do exercício  Quantidade de ações ao final do exercício *         233 161 600       3 232 004 100 3.233.161.600 3 3.232.004.100 Lucro (prejuízo) por lote de mil ações ‐ em R$                    (0,03819)                    (0,03113) 16
  17. 17. Contatos RI OGX : ri@ogx.com.br + 55 21 2555 6237

×