Plano Anual 2013/2014
A nossa Missão…
Garantir o sucesso pessoal, social e académico de
todos e de cada um dos nossos alunos.
Tipos de
Aprendizagens
Fundamentais (*)
Modelo Educativo
- Pedagogia de
Escola Ativa -
Métodos
Pedagógicos
- Pedagogia Ati...
Ferramentas Pedagógicas
Ferramentas tradicionais:
 Manuais escolares;
 Visitas de estudo;
 Laboratórios experimentais d...
Currículo Informal
TEMA ÁREA DE PROJETO - “ Viver saudável e crescer com a arte ”
Projeto
Educativo
2011-2014
Educação
par...
Educação para a Saúde
“Viver saudável”
Educação para a Saúde “Viver saudável”
Objetivos Gerais:
 Promover, ao nível de toda a comunidade educativa (alunos, famí...
 Dar a conhecer alguns comportamentos nocivos à saúde;
 Prevenir problemas de saúde emergentes na infância (ex: obesidad...
Linhas Estratégicas:
Promoção de Workshops sobre a saúde física e mental, abertos a toda a
comunidade educativa;
Desenvo...
 Atividades de pesquisa com os alunos, a partir de diferentes tipos de
recursos, sobre os hábitos de consumo, assim como ...
Atividades no âmbito da Educação para a saúde…
Educação Física
 Constituição do grupo Cheerleaders do Falcão
 Comemoraçã...
Atividades no âmbito da Educação para a saúde…
Livro de receitas saudáveis para o jornal de parede e jornal digital (em c...
Educação para as Artes
“Crescer com Arte”
Objetivos Gerais:
 Desenvolver a sensibilidade artística, assim como o sentido estético e
crítico relativamente a diferen...
Linhas Estratégicas:
 Realização de trabalhos e atividades de expressão escrita, musical,
dramática e plástica, e respeti...
Atividades:
Português
 Início do Projeto “Escrita em vai e vem…” intercâmbio de turmas;
 Jornal do Falcão – jornal digit...
Atividades:
História
 Comemoração do dia Mundial dos Castelos – construção da muralha do Falcão e
atividade “Um dia no Ca...
Educação Ambiental
Objetivos Gerais:
 Desenvolver atitudes, valores e comportamentos para a preservação e
para a sustentabilidade ambiental;...
Linhas Estratégicas:
 Continuar a desenvolver atividades e a participar em projetos no âmbito
do Programa internacional E...
Atividades:
Projeto Escola
Atelier de jardinagem;
Projeto “Green Cork” e “Tampinhas”;
Constituição do conselho Eco-Esco...
Ciências
Comemoração do Dia internacional da Biodiversidade “O meu primeiro Herbário”;
Visita a um atelier do jardim Bot...
Educação para a
Cidadania
Objetivos Gerais:
 Promover o desenvolvimento ético-moral dos alunos, através de uma
escola que proporcione um ambiente s...
 Conselho de turma uma vez por semana: apresentação e discussão de
situações quotidianas concretas (do dia-a-dia dos alun...
 Leitura e debate dos direitos universais da criança, bem como dos direitos
e deveres do aluno do Colégio do Parque do Fa...
 Projeto “Eu, tu e os outros” - Desenvolver a inteligência emocional, aprender a desenvolver
atitudes e ações de cooperaç...
Atividades:
Projeto escola
Abertura do ano letivo com festa de despedida do verão;
Apadrinhamento dos alunos do colégio;...
Educação para as TIC
Objetivos Gerais:
 Desenvolver o interesse pelas novas tecnologias da informação e da
comunicação (TIC);
 Desenvolver co...
 Facilitar a compreensão das matérias curriculares, otimizando o processo
ensino-aprendizagem, através das diferentes abo...
 Utilização do quadro interativo na sala de aula, como recurso educativo de
apoio às aprendizagens e atividades pedagógic...
 Utilização de equipamentos audiovisuais para visionamento de
documentários com interesse pedagógico e relacionados com o...
Atividades:
Informática
 Aulas práticas de informática no centro de recursos;
 Criação de um email de turma;
 Iniciação...
Currículo Formal
Componentes do Currículo
Áreas Curriculares disciplinares Carga Horária
Línguas e Estudos Sociais:
Português …………………………………...
Planificação Anual
-Português-
Metas de
aprendizagem
Objetivos gerais
Conteúdos Estratégias Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos1.ºPeríodo–LínguaPortugue...
2.ºPeriodo-LínguaPortuguesa
do
2.ºPerío
- Escrita
Desenvolver o
conhecimento da
ortografia.
Planificar a
escrita de textos...
3.ºPeríodo-LínguaPortuguesa
Educação literária EL5
Ler e interpretar
textos literários.
Tomar
consciência do
modo como os
...
Metas de aprendizagem
Objetivos gerais
Conteúdos Estratégias1.ºPeríodo
Domínio:
Gramática 05
Explicitar aspetos fundamenta...
Planificação Anual
-Inglês-
1ºperíodo-Inglês
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
Desenvolver prátic...
2ºperíodo-Inglês Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
Desenvolver prátic...
3ºperíodo-Inglês Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
Desenvolver prátic...
Planificação Anual
-História e Geografia de Portugal-
Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
•Localizar a Península Ibérica na Eur...
Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
•Reconhecer as unidades fundamentais ...
Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
•Perceber o significado do conceito d...
Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
•Perceber o porquê do problema da suc...
Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recurso
s
Avaliação
Tipo Instrumentos
•Reconhecer as diferenças nos modos ...
Planificação Anual
-Matemática-
Domínio Subdomínio e conteúdos Objetivos gerais Estratégias Recursos Avaliação
Tipo Instrumento
s
GeometriaeMedida(GM5)
•S...
Domínio Subdomínio e conteúdos Objetivos
gerais
Estratégias Recursos Avaliação
Tipo InstrumentosNúmerosNaturais(N05)
Subdo...
Domínio Subdomínio e conteúdos Objetivos gerais Estratégias Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
TratamentodeDados(TD5)
Su...
Planificação Anual
-Ciências da Natureza-
Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
• Conhecer a diversidade de ambientes...
Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
•Relacionar a variedade morfológica d...
Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
• Reconhecer a importância da água pa...
Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
•Conhecer os constituintes do ar.
•Re...
Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação
Tipo Instrument
os
•Relacionar a alteração e a
erosão d...
Planificação Anual
-Educação Artística e Tecnológica
1ºperíodo–Ed.Tecnológica
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
•Entender ...
1ºperíodo–Ed.Tecnológica
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
- Distingu...
2ºperíodo-Ed.Tecnológica
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
- Conhecer...
3ºperíodo-Ed.Tecnológica
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
Entender a...
1ºperíodo–Ed.Visual
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
- conceber obje...
1ºperíodo–Ed.Visual
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
- relacionar as...
2ºperíodo-Ed.Visual
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
- compreender a...
2ºperíodo-Ed.Visual
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos
Avaliação
Tipo Instrumentos
- Explora criat...
3ºperíodo-Ed.Visual
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
- Entende o mód...
Planificação Anual
-Educação Musical-
1.ºPeríodoEd.Musical
-
Competências Especificas Conteúdos (Nível I e II) Estratégias/Metodologia
s
Recursos Avaliação
Tipo...
2.ºPeríodoEd.Musical
-
Competências Especificas Conteúdos (Nível III e IV) Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação
Tip...
3.ºPeríodo-Ed.Musical Competências Especificas Conteúdos (Nível V e VI) Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação
Tipo I...
Planificação Anual
-Educação Física-
1ºperíodo–Ed.Física
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
Resistência ger...
2ºperíodo-Ed.Física
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
Resistência ger...
3ºperíodo-Ed.Física
Competências Conteúdos Estratégias /
Metodologias
Recursos Avaliação
Tipo Instrumentos
Resistência ger...
Áreas curriculares não disciplinares
Projeto Escola Apoio ao Estudo
Áreas Temáticas do Projeto Educativo
Educação Ambienta...
Informática
- Planificação Anual 2013/2014-
Conteúdos e Competências
5ºAno
•Introdução às Tecnologias de Informação e
Comunicação
-Interiorizar as regras e comportame...
Conteúdos e Competências
5ºAno
•Exploração do Ambiente de Trabalho
-Exploração dos ícones do ambiente de trabalho; da barr...
Conteúdos e Competências
5ºAno
•Exploração de Jogos Educativos
-Jogos educativos de Matemática e Português
-Exploração do ...
Conteúdos e Competências
5ºAno
•Documento de apresentação -Powerpoint
-Exploração do documento do Powerpoint;
-Inserir e e...
Conteúdos e Competências
5ºAno
•Internet
-Conhecer e estar alerta para os perigos da internet e das redes sociais;
-Saber ...
 Plano de ação na Língua Portuguesa:
 Plano Nacional de Leitura:
 Projeto de Educação literária
 Constituição da Bibli...
Horário
Horas Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Quinta-Feira Sexta-Feira
9:10/10:00 Português HGP Matemática Ciências...
Avaliação
Formas de avaliação:
 Avaliação Diagnóstica
 Avaliação Formativa
 Avaliação Sumativa
A avaliação privilegiada no Ensino...
Critérios de avaliação:
Competências sócio-afetivas: associadas ao Saber Ser e
ao Saber Estar, são avaliadas a partir de ...
Instrumentos de Avaliação:
 Fichas de avaliação diagnóstica;
 Fichas de avaliação formativa;
 Fichas de avaliação sumat...
A avaliação de cada período engloba todos os instrumentos de
avaliação utilizados até ao momento e será feita de acordo
co...
Atividades de
Enriquecimento Curricular
 Música (Formação Musical e Tuna ou Coro)
 Projeto Escola
 Sala de Estudo
Atividades Extracurriculares
Atividades extracurriculares
Futebol
Dança Oriental
Karaté
Xadrez
Aulas de instrumento
Horário de atividades
extracurriculares
Ano Letivo 2013/2014
5º Ano
Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Quinta-Feira Se...
A equipa do Colégio Parque do
Falcão deseja a todos um excelente
Ano Letivo!
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

5º ano reuniao de pais definitivo reunião 13 setembro

1,168
-1

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,168
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

5º ano reuniao de pais definitivo reunião 13 setembro

  1. 1. Plano Anual 2013/2014
  2. 2. A nossa Missão… Garantir o sucesso pessoal, social e académico de todos e de cada um dos nossos alunos.
  3. 3. Tipos de Aprendizagens Fundamentais (*) Modelo Educativo - Pedagogia de Escola Ativa - Métodos Pedagógicos - Pedagogia Ativa - “Aprender a ser”; “Aprender a conhecer”; “Aprender a fazer e a participar”; “Aprender a conviver e a habitar o mundo”. “Aprender Fazendo” Experimentação Criação Exploração Exercício Treino -Aprendizagem por resolução de problemas; -Pedagogia de projeto; -Aprendizagem cooperativa. “Quatro Pilares da Educação”- Comissão Internacional sobre uma Educação para o século XXI
  4. 4. Ferramentas Pedagógicas Ferramentas tradicionais:  Manuais escolares;  Visitas de estudo;  Laboratórios experimentais de matemática e ciências;  Centro de recursos (biblioteca). Ferramentas tecnológicas: -(Tecnologias de informação e comunicação - TIC):  Quadro interativo na sala de aula;  Internet na sala de aula;  Programas educativos multimédia de apoio às áreas curriculares – escola virtual;  Plataforma moodle no Colégio;  Equipamentos audiovisuais.
  5. 5. Currículo Informal TEMA ÁREA DE PROJETO - “ Viver saudável e crescer com a arte ” Projeto Educativo 2011-2014 Educação para a saúde Educação para as artes Educação ambiental Educação para a cidadania Educação para as TIC
  6. 6. Educação para a Saúde “Viver saudável”
  7. 7. Educação para a Saúde “Viver saudável” Objetivos Gerais:  Promover, ao nível de toda a comunidade educativa (alunos, famílias e agentes educativos), a adoção e modificação de comportamentos que permitam um melhor nível de saúde física, social e mental;  Desenvolver nos alunos conhecimentos, atitudes e valores que orientem as suas ações e os ajudem a tomar as decisões mais adequadas à sua saúde e ao seu bem estar físico, social e mental;  Conhecer, adquirir e desenvolver hábitos de vida saudáveis – prática regular de exercício, seguir uma alimentação saudável; Prevenção primária
  8. 8.  Dar a conhecer alguns comportamentos nocivos à saúde;  Prevenir problemas de saúde emergentes na infância (ex: obesidade infantil, diabetes infantil, cárie dentária, hipertensão no adolescente);  Desenvolver o conhecimento dos factos e componentes que integram a sexualidade, contribuindo para uma vivência mais informada, mais gratificante, mais autónoma e mais responsável da mesma.
  9. 9. Linhas Estratégicas: Promoção de Workshops sobre a saúde física e mental, abertos a toda a comunidade educativa; Desenvolver políticas de promoção da saúde na escola (ex. praticar uma ementa variada e saudável; diminuir o consumo de doces e salgados na escola; privilegiar as atividades físicas ao ar livre, em detrimento das atividades sedentárias, durante os tempos de lazer; realização de exposições de trabalhos elaborados pelos alunos como forma de alerta dos diferentes temas…); Tornar a prática de exercício físico regular acessível a todos os alunos e implementá-la;
  10. 10.  Atividades de pesquisa com os alunos, a partir de diferentes tipos de recursos, sobre os hábitos de consumo, assim como dos seus efeitos na saúde e integridade física, seguida de uma avaliação e tomada de decisão relativamente aos comportamentos a manter ou a mudar. Exposição dos trabalhos dos alunos;  Convite a técnicos de saúde (ex. nutricionista, médico cardiologista, …) para virem informar e debater com os alunos, comportamentos de prevenção e hábitos saudáveis;  Ações de sensibilização desenvolvidas junto das famílias, sobre fatores de risco para a obesidade e diabetes infantil, bem como outras doenças emergentes, atualmente, na infância, fruto de uma alimentação e estilo de vida pouco saudáveis e sugestões para a sua prevenção;  Visitas de estudo a pontos de interesse relacionados com a temática;  Realização de rastreios (ex. Higiene oral, visão).
  11. 11. Atividades no âmbito da Educação para a saúde… Educação Física  Constituição do grupo Cheerleaders do Falcão  Comemoração do Dia do Futebol Profissional – visita ao centro de estágio do Benfica  Dia do Exercício físico Falcão – Gincana, jogos tradicionais, etc.  Caminhada pela marginal do Seixal e reportagem fotográfica sobre a vila (em colaboração com EVT) Ciências Feira da saúde •Convite a uma nutricionista; • Degustação de chás naturais ao lanche; •Degustação de prato vegetariano ao almoço; Convite a médico para vir fazer uma ação de formação sobre doenças infanto- juvenis a sua relação com o estilo de vida e cuidados para a sua prevenção Exposição de trabalhos “A saúde ontem e hoje” em colaboração com História) Exposição de trabalhos “Assim não” Convite a um técnico de saúde a falar sobre a sexualidade;
  12. 12. Atividades no âmbito da Educação para a saúde… Livro de receitas saudáveis para o jornal de parede e jornal digital (em colaboração com EVT) Concurso de Posters no colégio sobre a alimentação saudável; Português Outros Concurso “Qual é a turma mais viçosa?” – Heróis da fruta e Heróis da verdura EVT
  13. 13. Educação para as Artes “Crescer com Arte”
  14. 14. Objetivos Gerais:  Desenvolver a sensibilidade artística, assim como o sentido estético e crítico relativamente a diferentes formas de arte;  Conhecer trabalhos/obras de diferentes formas de arte e entendê-las como uma linguagem, um meio que o autor utilizou para comunicar as suas experiências, o seu mundo interior;  Adquirir hábitos de observação e análise visual e auditiva, bem como desenvolver a capacidade de opinar e formular juízos críticos, relativamente a diferentes produtos artísticos;  Desenvolver a capacidade de expressar sentimentos, ideias e vivências pessoais através de uma linguagem artística (ex. música, dramatização, desenho,).
  15. 15. Linhas Estratégicas:  Realização de trabalhos e atividades de expressão escrita, musical, dramática e plástica, e respetiva apresentação em exposições e eventos festivos do Colégio;  Visitas de estudo (físicas e virtuais) a locais de interesse artístico (ex: teatro, concertos, bailado, galerias, museus, exposições e oficinas de artesãos locais);  Convite a artesãos, ou artistas plásticos para virem ao Colégio ensinar aos alunos algumas técnicas plásticas (ex: trabalhar o barro; pintura em azulejo, pintura com aguarela);  Desenvolver “oficinas de arte e ambiente”, reutilizando materiais de uso corrente.
  16. 16. Atividades: Português  Início do Projeto “Escrita em vai e vem…” intercâmbio de turmas;  Jornal do Falcão – jornal digital e jornal de parede;  Participação no concurso do PNL para criação do livro Digital: exposição de histórias no colégio;  Festa de Natal com apresentação de peça de teatro;  Visita de estudo à exposição de Banda Desenhada;  Concurso de Banda Desenhada construída pelos alunos. Educação Musical  Convite a uma banda sinfónica militar para apresentação no colégio;  Apresentação de mini concertos com os alunos nas diferentes salas;  Workshop com músicos profissionais para dar a conhecer estilos musicais, diferentes instrumentos e técnicas de execução;  Visita de Estudo ao museu da Música;  Comemoração do Dia do Pai - atelier de construção de instrumentos musicais;  Festa de final de ano com música e teatro: “Músicos ao Palco”; Inglês  Convite à companhia de teatro em Inglês para vir ao colégio;  Revista de Inglês construída pelos alunos.
  17. 17. Atividades: História  Comemoração do dia Mundial dos Castelos – construção da muralha do Falcão e atividade “Um dia no Castelo…” ;  Feira Medieval com convite ao Art-Falco;  Visita de Estudo ao Palácio de Queluz – arte Barroca EVT  Concurso de Postais de Natal Bidimensionais e tridimensionais;  “A nossa galeria de arte” – exposição de trabalhos plásticos elaborados pelos alunos;  Visita de um artesão ao colégio (oleiro);  Festa de Natal com apresentação de peça de teatro ;  Festa de final de ano com música e teatro: “Músicos ao Palco”;  Comemoração do Dia da Mãe – atelier de construção de papagaios de papel . Outros  Teatro sobre os perigos e as ameaças da internet –Seguranet –Dia de abertura do ano letivo;  Tuna e do Coro do Falcão;  Comemoração do Dia Mundial da Dança com convite de professora de sevilhanas e bailarinos da escola de danças de salão;  Comemoração do Dia Mundial do Livro com a realização da Feira do Livro no átrio do colégio
  18. 18. Educação Ambiental
  19. 19. Objetivos Gerais:  Desenvolver atitudes, valores e comportamentos para a preservação e para a sustentabilidade ambiental;  Desenvolver a capacidade de organizar e implementar medidas preventivas e remediadoras que contribuam para a minimização de problemas ecológicos identificados a nível local/regional, nacional e mundial.
  20. 20. Linhas Estratégicas:  Continuar a desenvolver atividades e a participar em projetos no âmbito do Programa internacional Eco-Escolas, promovido pela Associação Bandeira Azul da Europa, bem como, no projeto desenvolvido pela Missão Up - Galp energia - através dos quais os alunos organizam e implementam medidas preventivas e remediadoras de alguns problemas ambientais do nosso tempo, assim como, procuram também soluções para alguns dos problemas emergentes verificados ao longo do ano;  Realização de atividades na quinta pedagógica – semear, plantar, regar, mondar, desenvolver o processo de compostagem, ajudar a tratar dos animais;  Visitas de estudo a pontos de interesse ambiental e enriquecedoras para a sua cultura geral e para o seu quotidiano.
  21. 21. Atividades: Projeto Escola Atelier de jardinagem; Projeto “Green Cork” e “Tampinhas”; Constituição do conselho Eco-Escolas; Comemoração do “Dia Mundial do Animal”: feira do Animal e campanha “Tráz o teu amiguinho ao colégio”; Projeto “Velas por óleo”; Comemoração do Dia da Agricultura com realização de Feira Bio; Comemoração do Dia Mundial da água e da Floresta: elaboração de trabalhos sobre a importância e preservação da água e da Floresta; Participação nos desafios da Missão Up Galp Energia; Comemoração do Dia Mundial da Energia: Realização de cartazes alusivos à poupança energética; Comemoração do Dia mundial do ambiente; Construção do Eco-Código; Comemoração do Dia mundial dos oceanos.
  22. 22. Ciências Comemoração do Dia internacional da Biodiversidade “O meu primeiro Herbário”; Visita a um atelier do jardim Botânico da Faculdade de Lisboa; Educação Musical Construção de instrumentos a partir de materiais reciclados; Construção da melodia para o Hino do Eco-Escolas; Educação Física Comemoração da Semana Eco-Escolas: dança coletiva com hino e figura humana alusivo ao ambiente; EVT Concurso de espantalhos para a quintinha; Construção de enfeites e prendinhas de Natal com materiais reciclados; Concurso de figuras de Natal com materiais reciclados; Desfile de carnaval sobre a Biodiversidade: Fauna e Flora; Comemoração do início da primavera com decoração do colégio Construção de vasos com flores de materiais reciclados e mensagens alusivas ao ambiente; Português Construção da letra para o Hino eco-Escolas.
  23. 23. Educação para a Cidadania
  24. 24. Objetivos Gerais:  Promover o desenvolvimento ético-moral dos alunos, através de uma escola que proporcione um ambiente social rico, com dilemas diversificados e acompanhamento para o debate, discussão e reflexão sobre esses dilemas e para a forma de melhor os resolver;  Desenvolver a autonomia e a capacidade de resolução de problemas sociais (em contexto escolar e extraescolar);  Conhecer e aprender a defender os seus direitos e deveres na família, no espaço escolar e na sociedade, bem como reconhecer e respeitar os direitos, deveres e liberdades dos outros;  Estimular o interesse pelas questões sociais da atualidade, desenvolvendo a capacidade de opinar, argumentar, debater, tomar uma posição e organizar formas de ajuda;
  25. 25.  Conselho de turma uma vez por semana: apresentação e discussão de situações quotidianas concretas (do dia-a-dia dos aluno na aula, ou no recreio). Utilização da técnica de “diálogo socrático” pelo professor, para estimular o raciocínio moral e a construção do conhecimento ético, bem como a resolução justa dos conflitos;  Correio da amizade: atividade de escrita de cartas/bilhetes para promoção dos valores da amizade e de companheirismo, para a expressividade de sentimentos e emoções que expressas em papel ganham outra dimensão para quem expressa e para quem recebe esse gesto de carinho e amizade, bem como, para o aumento da autoestima e do significado e valor da amizade;  Atividade coletiva “Caixinha de valores”: Estimular, através de leitura de uma frase, texto ou visualização de um vídeo situações de debate em grupo e reflexão individual acerca de um valor social . Construção de uma exposição de valores da turma. (ex: solidariedade, lealdade, amizade, etc.) Linhas Estratégicas:
  26. 26.  Leitura e debate dos direitos universais da criança, bem como dos direitos e deveres do aluno do Colégio do Parque do Falcão, a partir do seu regulamento interno;  Desenvolvimento de correspondência inter-institucional com alunos de outras escolas nacionais ou internacionais, por carta ou por email;  Envolvimento dos alunos e das famílias em ações de solidariedade e interesse comunitário (ex: colaboração com o Banco Alimentar, apadrinhamento, através da Helpo, de uma criança carenciada, de um país subdesenvolvido, com a qual possamos manter contacto por carta);  Realização de atividades pedagógicas, a pares ou em grupo, que possibilitem um trabalho cooperativo entre os alunos.
  27. 27.  Projeto “Eu, tu e os outros” - Desenvolver a inteligência emocional, aprender a desenvolver atitudes e ações de cooperação e solidariedade social, aprendendo a focar a atenção nos outros, para além de si próprio;  Projeto “Ser mais solidário” - Estimular o valor da solidariedade e a vontade de fazer algo por todos os seres humanos que se encontram numa posição de carência. Promover atitudes de afeto, respeito e vontade de dar o seu contributo para um mundo melhor. Organização de iniciativas de ajuda e angariação de bens essenciais;  Projeto “Viva a diferença” - Generalizar e otimizar o uso de regras de convivência social, por forma a diminuir os conflitos e os comportamentos sociais disruptivos e a otimizar o relacionamento interpessoal (em contexto escolar e extraescolar), bem como, estimular a aceitação das diferenças entre as pessoas e o respeito à individualidade;  Projeto “As cores do mundo” – Estimular e educar para a multiculturalidade, pelo conhecimento do mundo e pela diversidade; pelo respeito pelo próximo enquanto indivíduo detentor da sua própria cultura e crenças, dos seus próprios costumes e tradições. Valorizar a diversidade de culturas e línguas alertando para a igualdade social existente entre qualquer ser humano e para a necessidade de igualdade de oportunidades e atitudes anti discriminatórias.
  28. 28. Atividades: Projeto escola Abertura do ano letivo com festa de despedida do verão; Apadrinhamento dos alunos do colégio; Comemoração dos aniversários dos alunos; Projeto “Eu, tu e os outros”; Comemoração do Dia Mundial do Animal campanha de angariação de bens alimentares para o canil do Seixal; Recolha de bens alimentares para o Banco Alimentar; Realização da “Semana do Oriente”; Inglês  Comemoração do “Dia Europeu das Línguas” - “A Cup of Tea”;  “Me and my Bestfriend” – convite ao melhor amigo para vir o colégio;  Comemoração do Halloween com baile assombrado, lanche horripilante e exposição de trabalhos de Inglês; Português  Comemoração do Dia Nacional da LGP - “As mãos também falam” - workshop de LGP; Música  “As Sensações Musicais” – exploração de músicas indutoras do despertar de sensações;
  29. 29. Educação para as TIC
  30. 30. Objetivos Gerais:  Desenvolver o interesse pelas novas tecnologias da informação e da comunicação (TIC);  Desenvolver conhecimentos e competências na utilização das TIC;  Promover a utilização das TIC em contexto de sala de aula, espaço escolar e em casa, como recurso educativo de apoio à aprendizagem escolar;  Desenvolver o interesse e o gosto dos alunos pela aprendizagem escolar, através da utilização das TIC em contexto escolar;
  31. 31.  Facilitar a compreensão das matérias curriculares, otimizando o processo ensino-aprendizagem, através das diferentes abordagens cognitivas proporcionadas pelo recurso às TIC;  Promover a produtividade e eficácia académica dos alunos;  Permitir o acesso a grande quantidade de informação;  Permitir a utilização, pelos alunos, de recursos exteriores às escolas;  Compreender atividades tecnológicas simples e saberes técnicos, de acordo com a sua idade e maturidade.
  32. 32.  Utilização do quadro interativo na sala de aula, como recurso educativo de apoio às aprendizagens e atividades pedagógicas curriculares (no âmbito da Matemática, Língua Portuguesa e Estudo do Meio);  Utilização da internet na sala de aula como recurso educativo de apoio à atividade letiva – pesquisas temáticas para a realização de trabalhos; visitas virtuais a pontos de interesse histórico e cultural (ex. museus, monumentos, bibliotecas) e ambiental; contacto com outras instituições escolares e respetivos alunos;  Utilização da plataforma de e-learning do colégio como ferramenta pedagógica de apoio à atividade escolar;  Utilização do Centro de recursos para desenvolvimento de conhecimentos e competências informáticas na ótica do utilizador; Linhas Estratégicas:
  33. 33.  Utilização de equipamentos audiovisuais para visionamento de documentários com interesse pedagógico e relacionados com o projeto educativo;  Utilização de programas educativos informáticos, de apoio à consolidação de matérias curriculares (no âmbito da matemática, língua portuguesa e estudo do meio);  Exploração e utilização do Blogue de sala, bem como, do email de turma como forma de comunicação e participação ativa na atividade escolar;  Utilização de uma Wiki como ferramenta de consolidação de conhecimentos e exploração dos conhecimentos TIC.
  34. 34. Atividades: Informática  Aulas práticas de informática no centro de recursos;  Criação de um email de turma;  Iniciação ao projeto Etwinning;  Correspondência com escolas e alunos de outros pontos do país e de outros países;  Construção de uma Wiki por sala;  Exploração de Blogue de sala;  Jornal do Falcão;  Rádio Escola;  Canguru Matemático.
  35. 35. Currículo Formal
  36. 36. Componentes do Currículo Áreas Curriculares disciplinares Carga Horária Línguas e Estudos Sociais: Português ………………………………………………………………………………. Inglês……..…………………………………………………………….………………… História e Geografia de Portugal…………………………..………………… Matemática e Ciências: Matemática…………………………………………………………..……………….. Ciências Naturais…………………………………………………..……………….. Educação Artística e Tecnológica: Educação Visual…………………….………………………………………………… Educação Tecnológica…………………………………………………………….. Educação Musical…………………….…………………………………………….. Educação Física………………….………………………………………………….. 5º ano 6º ano 6x 50 min 3 x 45 min 3 x 50 min 6 x 50 min 3 x 50 min 2 x 45 min 2 x 45 min 2 x 50 min 3 x 50 min 6x 50 min 3 x 45 min 3 x 50 min 6 x 50 min 3 x 50 min 2 x 45 min 2 x 45 min 2 x 50 min 3 x 50 min Oferta Complementar Informática………………………………………………………………………………. 1x 50 min 1x 50 min Tempo a cumprir semanalmente 25 Horas Apoio ao Estudo (Matemática e Português) 4x50 min 4x50 min Atividades de Enriquecimento Curricular Coro ou Tuna………………………………………………………………………..…… Sala de Estudo………………………………………………………………………….. Projeto Escola ………………………………………………………………………….. 1 x 45 min 1 x 45 min 4 x 50 min 4 x 50 min 1 x 50 min 1 x 50 min Tempo a cumprir semanalmente 5 Horas
  37. 37. Planificação Anual -Português-
  38. 38. Metas de aprendizagem Objetivos gerais Conteúdos Estratégias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos1.ºPeríodo–LínguaPortuguesa Domínio: ORALIDADE O5 Interpretar discursos orais breves. Registar e reter a informação. Apresentar argumentos. Leitura e Escrita LE5 - Leitura Ler em voz alta palavras e textos. Ler textos diversos. Compreender o sentido dos textos. Fazer inferências a partir da informação contida no texto. Avaliar criticamente textos Oralidade Compreensão e expressão oral. Reconto. Princípios reguladores da interação discursiva. Formas de tratamento. Registo de língua formal e informal. Informação (registo e retenção: tomar notas). Planificação do discurso oral (tópicos). Descrição. Apresentação oral sobre um tema. Apresentação de argumentos. Facto e opinião. Leitura Leitura em voz alta Pesquisa e organização da informação: tema, hierarquização da informação, esquemas. Autor, obra, título, editor, data de edição, índice. Texto narrativo (Fábula, Romance tradicional, Conto popular, Mito, Lenda). Escrita Planificação, redação e revisão de textos. Coesão textual. Texto narrativo. Texto descritivo (descrição de pessoas e objetos). Diálogo. Legenda. Sinais de pontuação e sinais auxiliares de escrita. Parágrafo. Translineação. Escrever textos narrativos, informativos, descritivos, textos de opinião, textos diversos. Carta. Educação literária Texto narrativo Textos da tradição popular (Conto popular. Lenda. Fábula.) Elementos constitutivos do texto narrativo: personagens (principal e secundárias), narrador, contextos temporal espacial e ação. Estrutura do texto narrativo: introdução, desenvolvimento e conclusão. Recursos expressivos: comparação, personificação, enumeração, onomatopeia. - Exploração de textos e atividades do manual; - Diálogo; - Debates; - Exposição oral individual: Cada aluno tem de escolher um objeto pessoal e apresenta-lo à turma; - Caderno das palavras desconhecidas; -Atividades de produção textual e escrita criativa; - Leitura orientada; - Aulas: ALUNO- PROFESSOR - Caderno diário; - Manual adotado; - Gramática; - Dicionário; - Computador; - Quadro interativo. Avaliação de diagnóstico Autoavaliaçã o Heteroavalia ção Avaliação formativa. Avaliação sumativa. Ficha de avaliação de diagnóstico. Fichas de trabalho de consolidação de conteúdos. Testes de compreensão oral. Grelha da avaliação da leitura. Grelha de avaliação da exposição oral. Grelha dos TPC. Fichas de avaliação sumativa.
  39. 39. 2.ºPeriodo-LínguaPortuguesa do 2.ºPerío - Escrita Desenvolver o conhecimento da ortografia. Planificar a escrita de textos. Redigir corretamente. Escrever textos narrativos. Escrever textos informativos. Escrever textos descritivos. Escrever textos de opinião. Escrever textos diversos. Rever textos escritos. Conteúdos Estratégias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos Oralidade Compreensão expressão do oral Informação (registo e retenção: tomar notas). Princípios reguladores da interação discursiva. Intenção. Tema e assunto. Planificação do discurso. Expressão de pontos de vista. Apresentação de argumentos. Princípios reguladores da interação discursiva. Leitura Textos diversos. Textos narrativos. Banda desenhada. Diário e memórias. Relato histórico.) Informação essencial (tomar notas; articular os factos). Reconto, síntese. Inferências. Escrita Planificação, redação e revisão de textos. Recado. Retrato psicológico. Resumo. Aviso. Anúncio. Sinais de pontuação e sinais auxiliares de escrita. Regras de ortografia e acentuação. Educação Literária Texto narrativo. Elementos constitutivos do texto narrativo. Estrutura do texto narrativo. Recursos expressivos: enumeração, onomatopeia. Texto dramático (diálogo, indicações cénicas). Texto descritivo (descrição de personagem). Assunto. Inferências. Linguagem figurada. Expressão de sentimentos, ideias e pontos de vista - Exploração de textos e atividades do manual. - Diálogo. - Debates. - Exposição oral individual: tema livre. - Caderno das palavras desconhecidas. -Atividades de produção textual e escrita criativa. - Leitura orientada. - Aulas: ALUNO- PROFESSOR. - Pequenas dramatizações. - Caderno diário; - Manual adotado; - Gramática; - Dicionário; - Computador; - Quadro interativo. Avaliação de diagnóstico Autoavaliação Heteroavaliação Avaliação formativa. Avaliação sumativa. Ficha de avaliação de diagnóstico. Fichas de trabalho de consolidação de conteúdos. Testes de compreensão oral. Grelha da avaliação da leitura. Grelha de avaliação da exposição oral. Grelha dos TPC. Fichas de avaliação sumativa.
  40. 40. 3.ºPeríodo-LínguaPortuguesa Educação literária EL5 Ler e interpretar textos literários. Tomar consciência do modo como os temas, as experiências e os valores são representados nos textos literários. Ler e escrever para fruição estética. Conteúdos Estratégias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos Oralidade Compreensão e expressão do oral Informação (registo e retenção: tomar notas). Texto oral (exposição, compreender e dar instruções, emitir opiniões). Facto e opinião. Leitura Notícia. Entrevista. Texto publicitário. Textos de enciclopédias e de dicionários. Roteiro. Texto descritivo. Assunto. Inferências. Intenção comunicativa. Organização da informação. Escrita Planificação, redação e revisão de textos. Texto descritivo (descrição de pessoas e paisagens). Texto de opinião. Guião de uma entrevista. Texto informativo. Convite. Sinais de pontuação e sinais auxiliares de escrita. Educação Literária Texto poético. Verso. Estrofe (terceto, quadra, quintilha). Rima. Sílaba métrica. Tema. Recursos expressivos. Relações entre textos. Recitação. Expressão de sentimentos e pontos de vista. Relações entre textos. Redação de textos por imitação criativa. - Exploração de textos e atividades do manual. - Diálogo. - Debates. Exposição oral individual sobre um livro lido. - Caderno das palavras desconhecidas. -Atividades de produção textual e escrita criativa. - Leitura orientada. - Análise de notícias locais e publicidade. - Caderno diário; - Manual adotado; - Gramática; - Dicionário; -Computador; - Quadro interativo. Avaliação de diagnóstico Autoavaliação Heteroavaliação Avaliação formativa. Avaliação sumativa. Ficha de avaliação de diagnóstico. Fichas de trabalho de consolidação de conteúdos. Testes de compreensão oral. Grelha da avaliação da leitura. Grelha de avaliação da exposição oral. Grelha dos TPC. Fichas de avaliação sumativa.
  41. 41. Metas de aprendizagem Objetivos gerais Conteúdos Estratégias1.ºPeríodo Domínio: Gramática 05 Explicitar aspetos fundamentais da morfologia. Reconhecer e conhecer classes de palavras. Analisar e estruturar unidades sintáticas Reconhecer propriedades das palavras e formas de organização do léxico Gramática Monossílabo, dissílabo, trissílabo, polissílabo. Sílaba tónica e sílaba átona. Palavras agudas, graves e esdrúxulas. Nome: flexão; subclasses. Determinante: subclasses. Pronome. Adjetivo: flexão. Quantificador. Verbo: tempos e modos; conjugações. Verbo principal e verbo auxiliar (dos tempos compostos). Advérbio: subclasses. Tipos de frase. Discurso direto/indireto. Til. Hífen. Sinonímia. Homonímia, homofonia, homografia e paronímia. Exploração de textos e atividades do manual. - Exploração de exercícios da gramática adotada. - Laboratório gramatical: Quinzenalmente uma aula de 100minutos será destinada apenas para conteúdos gramaticais. - Aulas: Aluno-Professor. 2.ºPeríodo Formação de palavras: derivação. Família de palavras. Pronome: subclasses. Pronome pessoal em adjacência verbal. Preposição. Advérbio. Frase e constituintes da frase. Funções sintáticas: Sujeito, predicado, complemento direto, complemento indireto, vocativo. Apóstrofo. Sinonímia. 3.ºPeríodo Família de palavras. Formação de palavras. Classes de palavras. Funções sintáticas. Paronímia e homonímia. Apóstrofo. Conectores.
  42. 42. Planificação Anual -Inglês-
  43. 43. 1ºperíodo-Inglês Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos Desenvolver práticas de interação no contexto social da sala de aula; Atitudes em geral/funcionamento do aluno, do(s) grupo(s) par e organização do trabalho; Percepção do mundo da cultura alvo e aquisição de conhecimento sobre o funcionamento da língua alvo; • Adotar metodologias personalizadas de trabalho e de aprendizagem adequadas aos objectivos da disciplina; • Pesquisar, seleccionar e organizar informação para a transformar em conhecimento mobilizável; • Realizar actividades de forma autónoma, responsável e criativa. 1. Família: 1.1. Saber apresentar-se; 1.2. Pronomes pessoais; 1.3. Verbo to be – singular afirmativo; 1.4. Adjectivos possessivos. 2. Países e Nacionalidade: 2.1. “Where are you from?” – Saber explicar onde nasceu; 2.2. Pronomes pessoais; 2.3. Verbo to be – plural afirmativo; 2.4. Adjectivos possessivos. 3. Disciplinas 3.1. “Science, not geography.”; 3.2. O plural dos substantivos; 3.3. Verbo to be – negativa, questões e respostas breves. 4. Posses 4.1. Descrever objetos e preços; 4.2. Artigos a/an; 4.3. Demonstrativos. Metodologia Verbal: Exercícios orais; Trabalhar a apresentação; Questionar nomes, idades, etc; Descrever a família; Falar sobre posses; Aprender a descrever disciplinas e matérias. Metodologia Intuitiva: Leitura de textos; Audição de diálogos tidos por falantes nativos; Recurso a outros audiovisuais. Metodologia Ativa: Escrita ativa e de preparação para a oralidade; Exercícios escritos; Desenhar a sua família e escrever um texto a descrevê-la; Elaboração de glossários. Manual Caderno de Actividades Livro de jogos de palavras Textos e fichas de trabalho Powerpoints Revista digital de Inglês do segundo ciclo Dicionário Dicionário online Moodle Material de preparação para os testes Avaliação Diagnóstica Auto- avaliação Hetero- avaliação Avaliação formativa Avaliação sumativa Trabalhos de casa; Fichas de trabalho; Trabalhos individuais e/ou em grupo; Participação, empenho e comportame nto. Fichas de avaliação sumativa.
  44. 44. 2ºperíodo-Inglês Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos Desenvolver práticas de interação no contexto social da sala de aula; Atitudes em geral/funcionamento do aluno, do(s) grupo(s) par e organização do trabalho; Percepção do mundo da cultura alvo e aquisição de conhecimento sobre o funcionamento da língua alvo; • Adotar metodologias personalizadas de trabalho e de aprendizagem adequadas aos objectivos da disciplina; • Pesquisar, seleccionar e organizar informação para a transformar em conhecimento mobilizável; • Realizar actividades de forma autónoma, responsável e criativa; 1. Animais de estimação: 1.1. I have got a dog.; 1.2. Verbo to havegot – afirmativa e negativa; 1.3. Questionar e dar respostas breves; 1.4. O Possessivo: Mike‘s. 2. Divisões da casa e mobiliário: 2.1. Preposições de lugar; 2.2. My room… – Saber descrever o quarto; 2.3. Pedir desculpa; 2.4. There is/isn’t; 2.5. How many? 3. Rotina diária 3.1. Partes do dia; 3.2. Dias da semana; 3.3. O tempo; 3.4. O Presente afirmativo e as suas variações; 3.5. Advérbios de frequência; 3.6. Preposições de tempo; 4. Desportos, estações do ano e meses 4.1. I like…; 4.2. O Presente negativo, questionar e dar respostas breves; 4.3. Pronomes; 4.4. Question words. Metodologia Verbal: Falar sobre animais de estimação; Descrever a rotina diária; Saber nomear os desportos de que gosta. Metodologia Intuitiva: Leitura de textos; Audição de diálogos tidos por falantes nativos; Recurso a outros audiovisuais. Metodologia Ativa: Escrita ativa e de preparação para a oralidade; Trazer uma fotografia do seu animal de estimação e fazer a apresentação do mesmo à turma; Desenhar e descrever o seu quarto; Exercícios escritos; Teatro em Inglês; Elaboração de um glossário. Manual Caderno de Actividades Livro de jogos de palavras Textos e fichas de trabalho Powerpoints Revista digital de Inglês do segundo ciclo Dicionário Dicionário online Moodle Material de preparação para os testes Auto- avaliação Hetero- avaliação Avaliação formativa Avaliação sumativa Trabalhos de casa; Fichas de trabalho; Trabalhos individuais e/ou em grupo; Participação, empenho e comportament o. Fichas de avaliação sumativa.
  45. 45. 3ºperíodo-Inglês Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos Desenvolver práticas de interação no contexto social da sala de aula; Atitudes em geral/funcionamento do aluno, do(s) grupo(s) par e organização do trabalho; Percepção do mundo da cultura alvo e aquisição de conhecimento sobre o funcionamento da língua alvo; • Adotar metodologias personalizadas de trabalho e de aprendizagem adequadas aos objectivos da disciplina; • Pesquisar, seleccionar e organizar informação para a transformar em conhecimento mobilizável; • Realizar actividades de forma autónoma, responsável e criativa. Desenvolver atitudes reveladoras de crescente independência na sua aprendizagem. 1. Comida e bebidas: 1.1. What is your favorite food? – Saber descrever gostos pessoais; 1.2. Substantivos quantificáveis e não- quantificáveis; 1.3. Some/Any; 1.4. How much? How many? 2. Lugares na cidade: 2.1. Imperativos; 2.2. Let’s… – Sugerir algo; 3. Tempos-livres: 3.1. Descrever actividades; 3.2. can/can’t; 3.2. can you/can he, she, they?; 4. Roupa 4.1. Tell you classmate what are you wearing now – Saber descrever o que tem vestido; 4.2. O Presente contínuo: afirmativa, negativa, variações, questionar e dar respostas breves; 4.3. O presente progressivo e como formular questões; Metodologia Verbal: Falar sobre preferências e expressá- las; Saber nomear as diferentes comidas e bebidas; Conhecer os diferentes locais da sua cidade; Contar objetos; Descrever as roupas que está a usar. Metodologia Intuitiva: Leitura de textos; Audição de diálogos tidos por falantes nativos; Recurso a outros audiovisuais. Metodologia Ativa: Escrita ativa e de preparação para a oralidade; Desenhar e descrever as roupas que a sua representação está a usar; Exercícios escritos; Elaboração de um glossário. Manual Caderno de Atividades Livro de jogos de palavras Textos e fichas de trabalho Powerpoints Revista digital de Inglês do segundo ciclo Dicionário Dicionário online Moodle Material de preparação para os testes Auto- avaliação Hetero- avaliação Avaliação formativa Avaliação sumativa Trabalhos de casa; Fichas de trabalho; Trabalhos individuais e/ou em grupo; Participação, empenho e comportament o. Fichas de avaliação sumativa.
  46. 46. Planificação Anual -História e Geografia de Portugal-
  47. 47. Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos •Localizar a Península Ibérica na Europa e no mundo. •Reconhecer a importância da localização da Península Ibérica. •Conhecer as caraterísticas naturais da Península Ibérica: traços morfológicos, principais rios, clima e vegetação natural. •Reconhecer os contrastes na distribuição dos elementos naturais da península. •Distinguir península de ilha. •Reconhecer as diferenças entre os vários continentes e oceanos. •Compreender o conceito de escala através da observação e comparação de mapas de escalas diferentes. •Identificar os principais elementos para a compreensão de um mapa (Titulo, escala, legenda, orientação) •Conhecer a relação entre o clima e a vegetação por ação do homem, os principais recursos naturais das primeiras comunidades que se fixaram na Península Ibérica (alimentos, produção de vestuário e utensílios). •Reconhecer as diferenças entre as comunidades recolectoras e agro-pastoris. •Reconhecer mudanças operadas na P. Ibérica com a romanização. •Relacionar a conquista da P. Ibérica pelos romanos com os recursos naturais aí existentes. •Conhecer e localizar vestígios da presença romana em Portugal. •Identificar formas de resistência dos povos ibéricos ao domínio romano. I.A Península Ibérica- Lugar de passagem e de fixação. Ambiente natural e primeiros povos -A Península Ibérica na Europa e no mundo. -Caraterísticas naturais da península ibérica. Os Romanos na Península Ibérica: - A conquista romana e a resistência dos povos ibéricos -A Península Ibérica romanizada Os Muçulmanos na Península Ibérica -A ocupação muçulmana. -Cristãos e Muçulmanos no período da Reconquista. -A herança muçulmana. -Organização do atlas individual da aula; - Manuseamento de globos e mapas; - Análise de mapas; - Visionamento de apresentações em PPT sobre os conteúdos em estudo. - Construção de uma maquete sobre o relevo (poderá ser feita a ponte com a disciplina de EVT) - Construção de um friso cronológico (irá ser completado ao longo do ano). - Análise e comentário de vídeos e documentários históricos que evidenciem descobertas arqueológicas relacionadas com as comunidades em estudo; -Preencher legendas de mapas relativos aos aspetos naturais da Península Ibérica. - Analisar documentos e imagens de aspetos quotidianos das comunidades em estudo. -Exploração e análise de notícias “Ontem e hoje”. - Elaboração de esquemas- resumo. - Completar legendas. Caderno diário. Manual adotado. Computador. Quadro interativo. Avaliação diagnóstica Avaliação formativa Avaliação sumativa. Autoavaliaçã o. Heteroavalia ção. Fichas de consolidação de conteúdos Fichas de avaliação formativa Fichas de avaliação sumativa; Mini testes Grelhas de aula: comportame nto ,TPC e TG.
  48. 48. Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos •Reconhecer as unidades fundamentais de medida do tempo (ano, década, século e milénio). •Relacionar o nascimento de Jesus Cristo com a contagem do tempo na era Cristã (saber usar a.c. ou d.c). •Reconhecer/identificar as mudanças operadas na Península Ibérica com a permanência dos Muçulmanos. •Reconhecer as duas formas de ocupação muçulmana: a guerreira e a pacífica. •Reconhecer a possibilidade de coexistência, no mesmo espaço, de povos com culturas diferentes. •Compreender as relações de convivência e confronto entre os diferentes povos; •Relacionar a invasão muçulmana com as características atrativas da P.I. •Identificar vestígios histórico-culturais da herança muçulmana. - Analisar/identificar vestígios romanos na localidade. (estradas, edifícios, toponímia local.) -Visionamento de filmes e documentários históricos. - Análise de algumas caraterísticas da época romana: vestuário, objetos, divisões das casas, arquitetura… - Fazer uma breve referência à cidade de Roma. - Interpretação do filme: ”Asterix nos jogos olímpicos” (Guião de leitura (L.P.). - Exploração de uma lenda – “Lenda da Moura da Serra de Monchique”. - Fazer uma lista de vocabulário português de origem árabe. -Explorar os conteúdos através de dramatizações. - Construção do friso cronológico e atlas de aula.(continuação) - Elaboração de esquemas- resumo. - Completar legendas. Caderno diário. Manual adotado. Computador. Quadro interativo. Avaliação diagnóstica Avaliação formativa Avaliação sumativa. Autoavaliaçã o. Heteroavalia ção. Fichas de consolidação de conteúdos Fichas de avaliação formativa Fichas de avaliação sumativa; Mini testes Grelhas de aula: comportame nto ,TPC e TG.
  49. 49. Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos •Perceber o significado do conceito de condado. •Identificar acontecimentos que produziram mudanças significativas no território do condado Portucalense e do Reino de Portugal. •Reconhecer a importância de ações individuais e coletivas que possibilitaram a formação e independência de Portugal. •Conhecer o significado da independência de Portugal. •Identificar a importância da ação de D. Afonso Henriques na independência do Condado e a conquista e alargamento do território. •Reconhecer a importância do Acordo de Zamora e do acordo do Papa para Portugal. •Perceber a importância da data de 5 de Outubro de 1143. •Conhecer as razões da dificuldade em conquistar a linha do Tejo. •Identificar o reinado em que se consolida a conquista do Algarve. •Perceber as razões da distribuição das terras conquistadas. •Conhecer e localizar os traços morfológicos e os principais rios. •Conhecer as diferenças regionais quanto à temperatura e precipitação em Portugal e as caraterísticas da vegetação no séc. XIII. •Reconhecer a importância dos rios como meio de comunicação e o seu papel de barreira ou de ligação entre os lugares; •Caraterizar o comércio interno e externo. •Reconhecer e caraterizar a vida económica de cada grupo social. •Perceber a atividade religiosa do clero. •Reconhecer as grandes mudanças no país originárias da Revolução de 1383-1385. II. Portug al no passado -Um novo Reino chamado Portugal -Em busca da autonomia. -A conquista da linha do Tejo. -O reconhecimento do Reino. Portugal no século XIII -O reino de Portugal e do Algarve. -A vida quotidiana. 1383-1385- Um tempo de Revolução. -A morte de D. Fernando e o problema da sucessão. -As movimentações populares e os grupos de confronto. -A resistência à invasão castelhana. -A consolidação da independência. Portugal nos séculos XV e XVI -De Portugal às ilhas atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança. -A chegada à Índia e ao Brasil. Construção de mapas do condado Portucalense e do reino de Portugal, localizando as principais conquistas. -Exploração e análise de notícias “Ontem e hoje” (Manual da disciplina). -Elaborar uma pequena biografia de D. Afonso Henriques. -Análise do mapa do território português e 1143. -Análise do mapa hipsométrico de Portugal. - Comparar mapas de Portugal deste período com os anteriores. - Análise da pirâmide dos grupos sociais -Trabalho de grupo sobre os grupos sociais. -Leitura e análise de uma carta de foral. - Elaborar um esquema com o nome dos reis que governaram no século XIII. -Continuação da construção do friso cronológico e atlas de aula. - Elaboração de esquemas- resumo. Completar legendas. - Sistematizar os motivos que levaram o país a um período de crise. - Explorar árvores genealógicas para perceber o problema da sucessão. Caderno diário. Manual adotado. Computador. Quadro interativo. Avaliação diagnóstica Avaliação formativa Avaliação sumativa. Fichas de consolidação de conteúdos Fichas de avaliação formativa. Fichas de avaliação sumativa; Grelhas de aula: comportamento, TPC e TG.
  50. 50. Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos •Perceber o porquê do problema da sucessão ao trono. •Identificar a ação de indivíduos e de grupos no processo de revolução; •Identificar os motivos e figuras importantes na organização de movimentos revolucionários populares; •Compreender a importância das Cortes de Coimbra na legitimação do novo rei; •Compreender a importância da batalha de Aljubarrota para a resolução do conflito que se vivia na época. •Reconhecer a importância das viagens para Portugal e a atual situação económica. •Compreender a razão que levou os portugueses a iniciar a expansão marítima. •Conhecer os navegadores/figuras históricas mais importantes da época. •Conhecer as rotas das viagens e as especiarias oriundas das mesmas. •Identificar e reconhecer instrumentos utilizados durante as viagens na época. •Perceber o acordo feito no Tratado de Tordesilhas. -Análise de um mapa de Portugal que mostre a divisão dos Portugueses durante a revolução. - Elaborar uma lista com as 2 invasões castelhanas e as respetivas batalhas. -Traçar as invasões castelhanas no mapa -Relacionar a crise económica que se vivia na altura com a atual situação do país e o elevado número de pessoas que emigram. -Exploração da letra da música: “Conquistador”, dos Da Vinci. -Fazer referência aos Lusíadas -Destacar a relação entre os descobrimentos e o avanço da ciência. - Continuação da construção do friso cronológico e atlas de aula. - Elaboração de esquemas- resumo. Completar legendas. Caderno diário. Manual adotado. Computador. Quadro interativo. Avaliação diagnóstica Avaliação formativa Avaliação sumativa. Fichas de consolidação de conteúdos Fichas de avaliação formativa. Fichas de avaliação sumativa; Grelhas de aula: comportamento, TPC e TG.
  51. 51. Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recurso s Avaliação Tipo Instrumentos •Reconhecer as diferenças nos modos de vida, diferentes etnias, dos povos contactados pelos portugueses. •Identificar e reconhecer instrumentos utilizados durante as viagens na época. •Reconhecer o papel dos colonos, missionários e mercadores. •Reconhecer a importância da cidade de Lisboa, e o seu crescimento, em relação ao país no séc. XV •Reconhecer a importância do porto de Lisboa e o funcionamento do comércio. •Identificar alguns aspetos da arte manuelina. •Perceber a importância do porto da cidade de Lisboa. •Identificar/conhecer os acontecimentos que produziram alterações em Portugal neste período. •Perceber os acontecimentos políticos provenientes da morte de D. Sebastião. •Caraterizar a resistência do domínio filipino. •Reconhecer os motins populares, os seus motivos e os seus intervenientes. •Compreender a importância do dia 1 de Dezembro. •Perceber a guerra da Restauração. Portugal nos séculos XV e XVI (continuação) -O Império Português no século XVI -Os arquipélagos da Madeira e dos Açores -Os territórios na África, Ásia e América -A vida urbana no século XVI – Lisboa quinhentista -Da União Ibérica à Restauração. -A morte de D. Sebastião e a sucessão ao trono. -O domínio filipino e os levantamentos populares. -A revolta do 1.º de dezembro de 1640 e a guerra da Restauração. -Análise de imagens e episódios relativos a este período. -Análise da letra da música de José Cid: “ A lenda de El-Rei D. Sebastião” (Fazer referência à lenda do rei D. Sebastião). - Continuação da construção do friso cronológico e atlas de aula. - Elaboração de esquemas-resumo. Completar legendas. -Esquematizar as batalhas que aconteceram em determinado período. -Análise de árvores genealógicas simplificadas com a ascendência de Filipe II, de D. António Prior do Crato e de D. João IV. - Continuação da construção do friso cronológico e atlas de aula. - Elaboração de esquemas-resumo. - Completar legendas. Caderno diário. Manual adotado . Comput ador. Quadro interativ o. Rádio. Avaliação diagnóstica Auto- Avaliação Hetero- avaliação; Avaliação formativa; Avaliação sumativa; Fichas de consolidação de conteúdos; Fichas de avaliação formativa; Fichas de avaliação sumativa; Grelhas de aula: comportame nto ,TPC e TG.
  52. 52. Planificação Anual -Matemática-
  53. 53. Domínio Subdomínio e conteúdos Objetivos gerais Estratégias Recursos Avaliação Tipo Instrumento s GeometriaeMedida(GM5) •Subdomínio: Propriedades geométricas • Ângulos, paralelismo e perpendicularidade; • Ângulo igual à soma de outros dois; definição e construção com régua e compasso; • Bissetriz de um ângulo; construção com régua e compasso; • Ângulos complementares e suplementares; • Igualdade de ângulos verticalmente opostos; • Semirretas diretamente e inversamente paralelas; • Ângulos correspondentes e paralelismo; • Ângulos internos, externos e pares de ângulos alternos internos e alternos externos determinados por uma secante num par de retas concorrentes; relação com o paralelismo; • Ângulos de lados diretamente e inversamente paralelos; pares de ângulos de lados perpendiculares. - Reconhecer propriedades envolvendo ângulos, paralelismo e perpendicularidade. - Reconhecer propriedades de triângulos e paralelogramos. - Resolver problemas. - Medir ângulos. - Resolver problemas. - Exposição; - Explicação; - Diálogo; Utilizar exemplos do quotidiano dos alunos para explorar conteúdos. Criação de um cartaz para sala de aula sobre os ângulos. - Realização de mini testes. - Criação na sala de aula de um painel: Aqui há gato, com desafios quinzenalme nte Aulas: aluno- professor. - Exploração de atividades e textos do manual e do caderno de atividades. Caderno diário. Manual adotado e caderno de atividades. Régua, compasso e esquadro. Computado r; Quadro interativo Avaliação diagnóstica Avaliação formativa Avaliação sumativa. Fichas de consolidação de conteúdos Fichas de avaliação formativa. Fichas de avaliação sumativa; Mini testes Grelhas de aula: comportame nto e TPC •Subdomínio: Triângulos e quadriláteros • Ângulos internos, externos e adjacentes a um lado de um polígono; • Ângulos de um triângulo: soma dos ângulos internos, relação de um ângulo externo com os internos não adjacentes e soma de três ângulos externos com vértices distintos; • Triângulos acutângulos, obtusângulos e retângulos, hipotenusa e catetos de um triângulo retângulo; • Ângulos internos de triângulos obtusângulos e retângulos; • Paralelogramos; ângulos opostos e adjacentes de um paralelogramo; • Critérios de igualdade de triângulos: critérios LLL,LAL,ALA; construção de triângulos dados os comprimentos de lados e/ou amplitudes de ângulos internos; • Relações entre lados e ângulos num triângulo ou em triângulos iguais; • Igualdade dos lados opostos de um paralelogramo; •Medida • Amplitude de ângulos • Medidas de amplitudes de ângulos • O grau como unidade de medida de amplitude; minutos e segundos de grau; • Utilização do transferidor para medir amplitudes de ângulos e para construir ângulos de uma dada medida de amplitude. • Problemas envolvendo adições, subtrações e conversões de medidas de amplitude expressas em forma complexa e incomplexa.
  54. 54. Domínio Subdomínio e conteúdos Objetivos gerais Estratégias Recursos Avaliação Tipo InstrumentosNúmerosNaturais(N05) Subdomínio: Números Naturais • Critérios de divisibilidade por 3,4 e 9; • Determinação do máximo divisor comum de dois números naturais por inspeção dos divisores de cada um deles; • Algoritmo de Euclides; • Números primos entre si; números obtidos por divisão de dois dados números pelo respetivo máximo divisor comum; irredutibilidade das frações de termos primos entre si. • Determinação do mínimo múltiplo comum de dois números naturais por inspeção dos múltiplos de cada um deles; • Relação entre o máximo divisor comum e o mínimo múltiplo comum de dois números; • Problemas envolvendo o cálculo do mínimo múltiplo comum e do máximo divisor comum de dois números - Conhecer e aplicar propriedades dos divisores. - Resolver problemas. - Exposição; - Explicação; - Diálogo; Utilizar exemplos do quotidiano dos alunos para explorar conteúdos. Criação na sala de aula de um painel: Aqui há gato, com desafios quinzenalmente Caderno diário; Manual adotado e caderno de atividades. Computado r; Quadro interativo. Avaliação diagnóstic a. Avaliação formativa Avaliação sumativa. Fichas de consolidação Fichas de avaliação sumativa; Grelhas de aula: comportamen to e TPC NúmerosNaturais(N05)/Álgebra(ALG5) Subdomínio: Números racionais não negativos • Simplificação de frações; • Frações irredutíveis; • Redução de duas frações ao mesmo denominador; • Ordenação de números racionais representados por frações; • Adição, subtração, multiplicação e divisão de números racionais não negativos representados na forma de fração; • Representação de números racionais na forma de numerais mistos; adição e subtração de números racionais representados por numerais mistos; • Aproximação de vários passos envolvendo números racionais representados na forma de frações, dizimas, percentagens e numerais mistos. Expressões algébricas e propriedades das operações • Prioridades convencionadas das operações de adição, subtração, multiplicação e divisão; utilização de parêntesis; • Propriedades associativa e comutativa da adição e multiplicação e propriedades distributivas da multiplicação em relação à adição e subtração; - Efetuar operações com números racionais não negativos. - Conhecer e aplicar as propriedades das operações. Aulas: aluno- professor. - Exploração de atividades e textos do manual e do caderno de atividades. • Elementos neutros da adição e da multiplicação e elemento absorvente da multiplicação de números racionais não negativos; • Utilização de traço de fração com o significado de quociente de números racionais; • Inversos dos números racionais positivos; • Produto e quociente de quocientes de números racionais; inverso de um produto e de um quociente de números racionais; • Elementos neutros da adição e da multiplicação e elemento absorvente da multiplicação de números racionais não negativos; • Utilização de traço de fração com o significado de quociente.
  55. 55. Domínio Subdomínio e conteúdos Objetivos gerais Estratégias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos TratamentodeDados(TD5) Subdomínio: Gráficos cartesianos • Referenciais cartesianos, ortogonais e monométricos; • Abcissas, ordenadas e coordenadas; • Gráficos cartesianos; • Subdomínio: Representação e tratamento de dados • Tabelas de frequências absolutas e relativas; • Gráficos de barras e de linhas; • Média aritmética; - Construir gráficos cartesianos; -Organizar e representar dados. -Tratar conjuntos de dados; - Resolver problemas. - Medir áreas de figuras planas. - Resolver problemas. - Exposição; - Explicação; - Diálogo; Utilizar exemplos do quotidiano dos alunos para explorar conteúdos. - Trabalho de grupo: Tratamento de um conjunto de dados relativos ao colégio. - Aqui há gato. - Aluno: professor. Caderno diário; Manual adotado e caderno de atividades Computador; Quadro interativo. Avaliação diagnóstica Avaliação formativa Avaliação sumativa. Fichas de consolidação de conteúdos Fichas de avaliação Fichas de avaliação sumativa; Grelhas de aula: comportamento, TPC e TG. GeometriaeMedida (GM5) Subdomínio: Medida • Área • Área de retângulos de lados de medida racional; • Fórmula para a área de paralelogramos e triângulos; • Problemas envolvendo o cálculo de áreas de figuras planas. - Exploração de atividades e textos do manual e do caderno de atividades.
  56. 56. Planificação Anual -Ciências da Natureza-
  57. 57. Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos • Conhecer a diversidade de ambientes e de seres existentes na Biosfera. • Distinguir ser vivo de ser não vivo. • Relacionar os seres vivos com o seu habitat. • Utilizar corretamente, em situações concretas, os termos biosfera e habitat. • Compreender a importância da criação de áreas protegidas para a conservação da Natureza. • Conhecer a diversidade de formas do corpo dos animais. • Distinguir e reconhecer diferentes revestimentos dos animais relacionando-os com o seu habitat. • Compreender a importância do revestimento para a sobrevivência dos animais. • Conhecer a diversidade dos tipos de locomoção dos animais. • Compreender o papel dos músculos e dos ossos na locomoção. • Reconhecer que os animais se locomovem em diversos meios. • Relacionar os tipos de locomoção com as caraterísticas dos órgãos locomotores. • Reconhecer a importância das barbatanas relacionando-as com a deslocação no meio aquático. • Conhecer os diferentes regimes alimentares. • Relacionar os regimes alimentares dos animais com a variedade de comportamentos que apresentam. • Compreender a importância dos dentes dos mamíferos, do bico e das garras das aves na alimentação. (Relacionando-os com os regimes alimentares.) • Relacionar os regimes alimentares dos animais com a variedade de comportamentos que apresentam. • Compreender a importância da reprodução para a continuidade da espécie. • Reconhecer a diversidade de comportamentos dos animais relacionados com a reprodução. • Identificar mudanças de comportamento dos animais (hibernações, migrações.) resultantes de alterações do meio. I. Diversidade de seres vivos e suas interações com o meio. Nos animais: - Variedade de formas e revestimento do corpo. - Como se deslocam? - De que se alimentam? - Como se reproduzem? - Influência da variação dos fatores do meio no comportamento dos animais. - Brainstorming: Onde existe vida? - Propor aos alunos uma listagem de lugares incomuns onde existe vida. - Leitura de um mapa de Portugal relativamente às áreas protegidas. - Observação através de imagens de animais no seu habitat e o seu revestimento. - Atividade laboratorial: Quais as propriedades das penas? (AL1). - Atividade laboratorial: Como se desloca o caracol? (AL2). - Análise, com discussão, de várias imagens, proporcionando aos alunos a oportunidade de identificação de regimes alimentares distintos. -Elaboração de esquemas sobre os regimes alimentares. -Visionamento de vídeos sobre o comportamento dos animais na procura de alimento. - Exploração de textos, imagens e atividades do manual. Marcação de T.P.C. -Propor aos alunos no inicio do período a realização de um trabalho de grupo sobre um animal à escolha. Sobre esse animal têm que pesquisar o revestimento, o regime alimentar, a locomoção, a reprodução e o seu comportamento mediante as variações do meio. Manual adotado + caderno de atividades Caderno diário Caderno de laboratório Computador Quadro interativo Material de laboratório Avaliação diagnóstica Avaliação formativa Avaliação sumativa. Fichas de consolidação de conteúdos. Fichas de avaliação formativa. Fichas de avaliação sumativa. Mini testes. Grelhas de aula: comportamento , TPC e TG.
  58. 58. Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos •Relacionar a variedade morfológica das plantas com a diversidade de ambientes. •Identificar as diferentes partes de uma planta com flor. •Identificar os vários tipos de raízes quanto ao meio e à sua forma. •Identificar as diferentes partes do caule e da folha. •Compreender a importância da raiz. •Identificar as diferentes peças florais numa flor. •Conhecer funções das peças florais numa flor. •Explicar as funções das plantas sem flor. •Reconhecer que, dadas as dimensões das células há necessidade de utilizar o microscópio para a sua observação. Reconhecer a importância do trabalho dos cientistas na invenção e evolução do microscópio. •Reconhecer que a célula é a unidade na constituição dos seres vivos. •Identificar alguns constituintes da célula. •Distinguir seres unicelulares de seres pluricelulares. •Manusear corretamente o microscópio ótico. •Conhecer a organização dos seres pluricelulares. •Utilizar corretamente, em situações concretas, os termos célula, membrana celular, núcleo e citoplasma. •Reconhecer a importância de classificar os seres vivos. •Reconhecer a necessidade do uso de critérios nos sistemas de classificação. •Conhecer alguns grupos de classificação. •Conhecer os reinos dos seres vivos. •Utilizar chaves dicotómicas na identificação e classificação dos seres vivos. •Utilizar corretamente, em situações concretas, os termos protistas, vertebrados, peixes, anfíbios, répteis, aves, mamíferos, insetos, moluscos, espermatófitas, pteridófitas, briófitas e algas. Nas plantas: - Morfologia das plantas com flor. - Alguns aspetos da morfologia das plantas sem flor. - As plantas e o meio. II. Unidade na diversidade dos seres vivos - A invenção do microscópio. - A evolução do microscópio. - Microscópio ótico. - Morfologia e dimensões das células. - Constituintes da célula. - Seres unicelulares e seres pluricelulares. - Organização dos seres pluricelulares. - Classificação dos seres vivos. -Visualizar várias imagens de diferentes raízes. -Classificar os vários tipos de raízes através de chaves dicotómicas. -Mencionar algumas funções de plantas na medicina, fabrico de roupas… e alguns nomes de botânicos. - Construção de um herbário de turma. -Classificar os vários tipos de raízes, caules e folhas através de chaves dicotómicas. Introduzir o tema partindo de um Brainstorming: O que é a célula? - Fazer referência à evolução do microscópio ao nível da história (mencionando nomes e datas). -Legendar um microscópio ótico, mencionando as funções de cada peça. -Atividade Laboratorial (AL3): Observar seres unicelulares. -Atividade Laboratorial (AL4): Observar células animais e células vegetais. - Breve noção da evolução histórica na classificação dos seres vivos. - Completar esquemas mudos. - Classificação de animais através de chaves dicotómicas. - Exploração de textos, imagens e atividades do manual. Marcação de T.P.C Manual adotado + caderno de atividades; Caderno diário Caderno de laboratório Computador Quadro interativo Avaliação diagnóstica. Avaliação formativa Avaliação sumativa. Fichas de consolidação de conteúdos Fichas de avaliação formativa. Fichas de avaliação sumativa; Mini testes Grelhas de aula: comportament o e TPC.
  59. 59. Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos • Reconhecer a importância da água para os seres vivos. • Conhecer funções da água nos seres vivos. • Reconhecer a água como um bom solvente. • Conhecer os componentes de uma solução. • Interpretar a dissolução. • Utilizar corretamente, em situações concretas, os termos solução, soluto e solvente. • Compreender a importância da qualidade da água para o consumo humano. • Identificar algumas características da água potável. • Distinguir água potável de água salobra. • Reconhecer a importância do tratamento da água. • Conhecer alguns processos de tratamento da água. • Utilizar corretamente, em situações concretas, os termos água potável, água salobra, decantação e filtração. • Reconhecer a importância das estações de tratamento de água na garantia da qualidade da água para o consumo humano. • Distinguir os diferentes estados físicos da água na Natureza. • Reconhecer a distribuição da água na Natureza. • Reconhecer, no ciclo da água, a influência da temperatura nas mudanças de estado físico da água. • Reconhecer a importância dos reservatórios de água subterrânea. • Compreender os efeitos da utilização da água nas diversas atividades humanas. • Reconhecer modos de poluição da água. • Reconhecer a importância de tratar a água depois de utilizada. • Reconhecer a importância de utilizar os recursos hídricos de uma forma sustentável. • Utilizar, corretamente, em situações concretas, o termo poluição. • Manifestar uma atitude responsável face à preservação da água III. A água, o ar, as rochas e o solo- materiais terrestres suportes de vida. A água: - A importância da água para os seres vivos. - A água como solvente. -A qualidade da água. -Distribuição da água na Natureza. -A água e atividades humanas. -Ficha diagnóstica – A água. - Introdução ao tema partindo da interpretação da frase: ”Não há vida sem água. A água constitui um património comum, cujo valor deve ser reconhecido por todos. Cada um tem o dever de a utilizar com cuidado e não a desperdiçar” (Carta Europeia da Água, Estrasburgo,1968) - Interpretar gráficos sobre a quantidade de água existente nos seres vivos. - Fazer referência à constituição das moléculas de água. - Interpretar um rótulo de uma garrafa de água. - Atividade laboratorial (AL5): A dissolução do açúcar na água -Atividade Laboratorial (AL6) - Vamos observar a água do lago ao microscópio. - Elaborar um esquema sobre os processos de tratamento de água. - Analisar algumas imagens de locais de tratamento de águas. - Interpretar gráficos sobre a distribuição da água em diferentes reservatórios na Natureza. -Interpretar o ciclo da água. -Fazer um levantamento de atividades humanas que utilizem a água. -Interpretar noticias sobre a poluição da água. -Conhecer o funcionamento de uma ETAR. (Sugestão de visita de estudo à ETAR do Seixal) - Construção de cartazes de sensibilização para o uso consciente da água. - Experimentar algumas propriedades do ar. -Fazer uma breve referência à camada do ozono e a sua importância para a humanidade. -Atividade Laboratorial (AL7) -O que acontece ao ar numa combustão? - Esquematizar a importância dos gases para os seres vivos. - Interpretar notícias sobre a poluição do ar. - Fazer referência à energia eólica. -Realização de um debate sobre a poluição do ar e possíveis soluções. - Localizar no mapa de Portugal as rochas mais frequentes. -Fazer um levantamento das rochas existentes na zona. -Atividade experimental (AL8) - Propriedades das rochas. -Interpretação de um mapa de Portugal com a indicação das pedreiras existentes. -Completar esquemas mudos e legendas. -Elaborar um esquema de formação de um solo -Atividade Laboratorial (AL9) - Observar a permeabilidade dos solos. - Exploração de textos, imagens e atividades do manual. Marcação de T.P.C Manual adotado + caderno de atividades; Caderno diário Caderno de laboratório Computador Quadro interativo; Material de laboratório; Avaliação diagnóstica. Avaliação formativa Avaliação sumativa. Fichas de consolidação de conteúdos Fichas de avaliação formativa. Fichas de avaliação sumativa; Mini testes Grelhas de aula: comportament o e TPC
  60. 60. Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos •Conhecer os constituintes do ar. •Reconhecer a importância do ozono para os seres vivos. •Reconhecer as propriedades dos constituintes do ar. •Reconhecer a importância dos gases atmosféricos para os seres vivos. •Compreender a importância da qualidade do ar para o ser humano. •Identificar fatores que alteram a qualidade do ar. •Relacionar a qualidade do ar com a presença de diferentes líquenes. •Compreender que a alteração das rochas contribui para a formação do solo. •Compreender o conceito de rocha e mineral. •Identificar algumas propriedades das rochas. •Identificar propriedades das rochas através de chaves dicotómicas. •Compreender a aplicação de rochas e de minerais ao longo do tempo. •Reconhecer locais de exploração de rochas e minerais. •Relacionar os materiais usados na construção de casas ou em indústrias artesanais com as rochas mais frequentes na região. O ar: -Constituintes do ar- as suas propriedades. -Importância dos gases atmosféricos. -Fatores que alteram a qualidade do ar. As rochas, o solo e os seres vivos: -Rochas frequentes na região- Comparação com outras rochas relativamente a algumas propriedades. - Rochas, minerais e atividades humanas. - Alteração das rochas pelos agentes atmosféricos e - Experimentar algumas propriedades do ar. -Fazer uma breve referência à camada do ozono e a sua importância para a humanidade. -Atividade Laboratorial (AL7) -O que acontece ao ar numa combustão? - Esquematizar a importância dos gases para os seres vivos. - Interpretar notícias sobre a poluição do ar. - Fazer referência à energia eólica. -Realização de um debate sobre a poluição do ar e possíveis soluções. - Localizar no mapa de Portugal as rochas mais frequentes. -Fazer um levantamento das rochas existentes na zona. -Atividade experimental (AL8) - Propriedades das rochas. -Interpretação de um mapa de Portugal com a indicação das pedreiras existentes. -Completar esquemas mudos e legendas. -Elaborar um esquema de formação de um solo
  61. 61. Competências Conteúdos Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrument os •Relacionar a alteração e a erosão das rochas com a ação dos agentes atmosféricos e biológicos •Compreender a génese de um solo e a sua constituição. •Conhecer os constituintes do solo. •Reconhecer as diferentes camadas num solo. •Distinguir alguns tipos de solos. •Conhecer técnicas que aumentam a produtividade do solo. •Conhecer técnicas agrícolas de conservação do solo. •Compreender os efeitos da utilização do solo pelo ser humano. biológicos- génese dos solos. - Alguns tipos de solos e as suas propriedades - Conservação dos solos- novas tecnologias e as suas consequências . -Atividade Laboratorial (AL9) - Observar a permeabilidade dos solos. - Exploração de textos, imagens e atividades do manual. Marcação de T.P.
  62. 62. Planificação Anual -Educação Artística e Tecnológica
  63. 63. 1ºperíodo–Ed.Tecnológica Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos •Entender a evolução técnica e da tecnologia enquanto processo histórico e social: • conhecer a evolução histórica das técnicas e invenções; •relacionar a técnica com a evolução da humanidade. -Tecnologia e o objeto técnico - Teste diagnóstico. - Pesquisa individual orientada sobre o tema. - Trabalho de projeto realizado em grupo (3 alunos). - Método de resolução de problemas (situação, problema, investigação, projeto, realização e avaliação) na reprodução de objetos, bem como a sua evolução histórica. - Projetar e construir objetos. Testes - fotocópias Fichas informativas e formativas; - manuais; -consulta na Internet com supervisão. - Material específico da sala de aula e da disciplina de Educação Tecnológica; - TIC. Avaliação diagnóstica Avaliação formativa (observação das várias fases do processo) Autoavaliaçã o Hetero- avaliação Avaliação sumativa - grelhas de correção das fichas de avaliação (diagnóstico); - grelhas de registo de observação do empenho, interesse e participação dos alunos.; - registos de avaliação dos (trabalhos individuais ou de grupo); - lista de verificação dos comportamentos, dos trabalhos de casa e materiais; Educação Tecnológica
  64. 64. 1ºperíodo–Ed.Tecnológica Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos - Distinguir um objeto de produção artesanal de um objeto de produção industrial; - analisar o princípio de funcionamento de um objeto simples; - compreender a importância de materiais e processos utilizados no fabrico de objetos técnicos; Processo Tecnológico - Trabalho de projeto; - Pesquisar, projetar e construir objetos; - Método de resolução de problemas na reprodução de mobiles para decoração de Natal com materiais reciclados. -Trabalho de grupo. Fichas informativas e formativas; Material específico da sala de aula e da disciplina de Educação Tecnológica; Serão utilizados os materiais didáticos, informático, audiovisual e outros, disponíveis na escola e considerados necessários conforme os conteúdos a abordar por unidade de trabalho. Avaliação formativa Auto-avaliação Hetero- avaliação Avaliação sumativa - Grelhas de correção das fichas de avaliação (formativa); - grelhas de registo de observação ; - registos de avaliação dos trabalhos individuais ou de grupo; - lista de verificação de comportamento s, dos trabalhos de casa e materiais;
  65. 65. 2ºperíodo-Ed.Tecnológica Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos - Conhecer diferentes tipos de materiais cerâmico; - identificar as argilas e pastas cerâmicas; - identificar e distinguir os diferentes tipos de cozedura; - identificar e utilizar equipamento cerâmico. Matérias-primas Materiais Tecnologia dos ofícios Artísticos - Apresentação dos materiais e exemplificação das técnicas de trabalhar a argila. - Trabalho de projeto: Projetar e construir objetos tridimensionais; - Trabalho individual. Fichas informativas e formatIvas; Argila Teques (Serão utilizados os recursos e os materiais considerados necessários conforme os conteúdos a abordar por unidade de trabalho.) Avaliação formativa Auto- avaliação Hetero- avaliação Avaliação sumativa - grelhas de correção das fichas de avaliação; - grelhas de registo de observação; - registos de avaliação dos trabalhos individuais ou de grupo realizados pelos alunos; - lista de verificação de comportame ntos, dos trabalhos de casa e materiais;
  66. 66. 3ºperíodo-Ed.Tecnológica Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos Entender a importância e os efeitos (positivos e negativos) da disponibilidade de energia sobre a qualidade de vida das populações: - compreender que é necessária a existência de energia para produzir trabalho; - conhecer diferentes fontes de energia; - identificar diferentes formas de energia; - valorizar o uso de energias alternativas, nomeadamente, pela utilização de fontes energéticas renováveis. Fontes de Energia Produção, transformação e acumulação de energia - Método de resoluçao de problemas na reprodução das energias alternativas e construção de moinhos de vento em materiais reciclados; - Trabalho de projeto realizado em grupo de 3 alunos; - Projetar e construir objetos. Fichas informativas e formativas; Material específico e outros materiais e equipamentos disponíveis na escola e considerados necessários. Avaliação formativa Auto- avaliação Hetero- avaliação Avaliação sumativa - grelhas de correção das fichas de avaliação sumativa; - grelhas de registo de observação; - registos de avaliação dos trabalhos individuais ou de grupo; - lista de verificação de comportamentos , dos trabalhos de casa e dos materiais;
  67. 67. 1ºperíodo–Ed.Visual Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos - conceber objetos gráficos aplicando regras de comunicação visual – composição e relação forma fundo; - interpretar mensagens na leitura de formas visuais; - produzir objetos plásticos explorando temas, ideias e situações; - reconhecer processos de representação do espaço e a duas dimensões: sobreposição, tamanho relativo dos objetos, textura, luz/cor e perspetiva linear; - relaciona as partes de uma forma com o todo e entre si – proporções. - Comunicação Visual - Elementos da Foma - Geometria - Teste diagnóstico. - Método de resolução de problemas na realização da capa individual do aluno- técnica de meio-corte e corte, - Lettering; - utilização do método da quadrícula; - Técnica de pintura com lápis de cor. Testes - fotocópias Fichas informativas e formatvas; Material específico da disciplina de Educação Visual; Serão utilizados como recursos os material (didático, informático, audiovisual) disponíveis na escola e considerados necessários conforme os conteúdos a abordar por unidade de trabalho. Avaliação formativa Auto- avaliação Hetero- avaliação Avaliação sumativa - grelhas de correção das fichas de avaliação (diagnóstico); - grelhas de registo de observação; - registos de avaliação dos trabalhos; - lista de verificação de comportamentos, dos trabalhos de casa e materiais. Educação Visual
  68. 68. 1ºperíodo–Ed.Visual Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos - relacionar as formas naturais e/ou construídas com as respetivas funções, materiais que as constituem e técnicas; - aplicar o material tendo em conta as suas qualidades expressivas/estéticas; - criar composições bidimensionais e tridimensionais a partir da observação e da imaginação, utilizando expressivamente os elementos da forma. Material Trabalho Luz/cor Comunicação Visual Elementos da forma Espaço Estrutura - Método de resolução de problemas na criação de um mostruário com vários tipos de papel para completar ao longo do ano letivo; - Método de resolução de problemas no estudo da cor: Luz/cor (cores primárias, secundárias, cores quentes e frias); - Ténica de pintura a guache; - Método de resolução de problemas na realização de decorações de Natal. Fichas informativas e formatvas; Material específico da disciplina de Educação Tecnológica; Serão utilizados como recursos os materiais(didático, informático, audiovisual) e disponíveis na escola e considerados necessários conforme os conteúdos a abordar por unidade de trabalho. Avaliação formativa Auto- avaliação Hetero- avaliação Avaliação sumativa - grelhas de registo de observação; - registos de avaliação dos trabalhos; - lista de verificação de comportament os, dos trabalhos de casa e materiais;
  69. 69. 2ºperíodo-Ed.Visual Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos - compreender as posições relativas entre o observador e os objetos percepcionados; - utilizar elementos definidores da forma – ponto, linha, plano, volume, luz/cor, textura e estrutura, nas experimentações plásticas; - utilizar traçados geométricos simples na resolução de problemas práticos; - conhece as formas geométricas básicas; - identifica formas geométricas no envolvimento natural ou criadas pelo Homem; - entende que a geometria está presente no meio envolvente; - executa traçados geométricos simples com preocupações de rigor; - identificar os diferentes materiais básicos e algumas das suas principais aplicações; - aplica normas básicas de higiene e de segurança no trabalho. Geometria - Método expositivo com exemplificação dos exercícios: - posição das retas no espaço; - relação das retas entre si; -divisão do segmento de reta em partes iguais; - divisão da circunferência em 2, 3, 4 e 6 partes iguais e construção do polígono estrelado de 6 pontas. Fichas informativas e formatvas; Material específico da disciplina de Educação Tecnológica; Serão utilizados como recursos os materiais(didático, informático, audiovisual) e disponíveis na escola e considerados necessários conforme os conteúdos a abordar por unidade de trabalho. Avaliação formativa Auto- avaliação Hetero- avaliação Avaliação sumativa - grelhas de correção das fichas de avaliação (diagnóstico e sumativa); - grelhas de registo de observação; - registos de avaliação dos trabalhos; - lista de verificação de comportament os, dos trabalhos de casa e materiais;
  70. 70. 2ºperíodo-Ed.Visual Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos - Explora criativamente as possibilidades expressivas dos materiais e técnicas de expressão plástica; - regista graficamente as formas que observa, partido do entendimento das estruturas; - aplicar regras de representação gráfica convencional – identifica formas geométricas no envolvimento natural ou criadas pelo Homem; - regista graficamente as formas que observa, partido do entendimento das suas estruturas. Textura Estrutura Forma/Função - Método de resolução de problemas. - Pesquisa de texturas naturais e artificiais. - tipos de texturas – através de recolha de texturas pela técnica de decalque por fricção com vários riscadores. - Trabalho individual - Através da observação do meio envolvente verificar a relação entre forma/função e estrutura. Fichas informativas e formativas; Material específico da disciplina de Educação Tecnológica; Serão utilizados como recursos os materiais (didático, informático, audiovisual) disponíveis na escola e considerados necessários conforme os conteúdos a abordar por unidade de trabalho. Avaliação formativa Auto- avaliação Hetero- avaliação Avaliação sumativa - grelhas de correção das fichas de avaliação; - grelhas de registo de observação; - registos de avaliação dos trabalhos; - lista de verificação de comportamento s, dos trabalhos de casa e materiais.
  71. 71. 3ºperíodo-Ed.Visual Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos - Entende o módulo como elemento gerador de um padrão; - Explora criativamente as possibilidades expressivas dos materiais e técnicas de expressão plástica; - executa traçados geométricos simples com preocupações de rigor; - conceber objetos gráficos aplicando regras de comunicação visual – composição, relação forma-fundo, módulo-padrão. - identifica os elementos visuais que definem ou caracterizam uma forma. Módulo-Padrão Movimento Forma Espaço Comunicação Trabalho Material Comunicação Espaço Forma Movimento Trabalho. - manipulação de materiais para a criação de módulos e padrões. - Organização dos padrões (rotação, translação, simetria, …) - Método de resolução de problemas na criação de um módulo-padrão; - Trabalho individual. - Método de resolução de problemas na criação de uma banda desenhada; - Pesquisa de diferentes códigos de comunicação; - Lettering; - Trabalho de pares. Fichas informativas e formativas; Materiais manipuláveis; Material específico da disciplina de Educação Tecnológica; Serão utilizados como recursos os materiais (didático, informático, audiovisual) disponíveis na escola e considerados necessários conforme os conteúdos a abordar por unidade de trabalho. Avaliação formativa Auto- avaliação Hetero- avaliação Avaliação sumativa - grelhas de correção das fichas de avaliação; - grelhas de registo de observação; - registos de avaliação dos trabalhos; - lista de verificação de comportament os, dos trabalhos de casa e materiais;
  72. 72. Planificação Anual -Educação Musical-
  73. 73. 1.ºPeríodoEd.Musical - Competências Especificas Conteúdos (Nível I e II) Estratégias/Metodologia s Recursos Avaliação Tipo Instrumento s - Interpretação e Comunicação; - Criação e Experimentação; - Perceção Sonora e Musical; - Culturas Musicais nos Contextos. Ritmo: Pulsação; Som e silêncio organizados com a pulsação (semínima e pausa). Altura: Registos agudo, médio e grave; Linhas sonoras ascendentes e descendentes: ondulatórias, contínuas e descontínuas. Timbre: Fontes sonoras (convencionais e não convencionais). Dinâmica: Fortíssimo/pianíssimo crescendo/diminuendo. Forma: Organizações elementares. Execução Vocal/instrumental; - Audição; - Interpretação; - Composição/ Criação; - Exercícios rítmicos e melódicos; - Imitação /Repetição. Manual da disciplina adoptado/Caderno de Actividades/CD’s; . Quadro Pautado; . Cadernos de Música/folhas pautadas; . Grafite, esferográfica, borracha; . Audiovisuais para apoio; . Instrumental Orff (Altura definida e indefinida); . Flauta de bisel soprano; . Fichas de trabalho previamente elaboradas; . CD’s (previamente organizados); . Leitor de CD’s/MP3 e Colunas de saída. - Auto- avaliação; - Hetero- avaliação; - Avaliação formativa; - Avaliação sumativa Observação directa; - Ficha de Avaliação Diagnóstica; - Avaliação: . Teórica; . Prática; . Teórico- prática. - Exercícios práticos; - Trabalhos individuais/gr upo;
  74. 74. 2.ºPeríodoEd.Musical - Competências Especificas Conteúdos (Nível III e IV) Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos - Interpretação e Comunicação; - Criação e Experimentação; - Percepção Sonora e Musical; - Culturas Musicais nos Contextos. Ritmo: Sons e silêncios com duas e quatro pulsações (mínima, semibreve e respectivas pausas); Andamentos: rápido, moderado e lento - mudanças de andamento: ”accelerando” e “ritardando”. Altura: Definida e indefinida: duas ou três notas (em diferentes registos) A pauta, a clave de sol; Escala de dó maior. Timbre: Famílias de timbres (instrumentos da sala de aula – percussão Orff); Famílias de timbres (instrumentos da orquestra). Dinâmica: Forte, mezzo forte, piano; Organização de elementos dinâmicos. Forma: Elementos repetitivos; Ostinato; Imitação; Cânone. Execução Vocal/instrumental; - Audição; - Interpretação; - Composição/ Criação; - Exercícios rítmicos e melódicos; - Imitação /Repetição. Manual da disciplina adoptado/Caderno de Actividades/CD’s; .Quadro Pautado; .Cadernos de Música/folhas pautadas; .Grafite, esferográfica, borracha; Audiovisuais para apoio; Instrumental Orff (Altura definida e indefinida); Flauta de bisel soprano; Fichas de trabalho previamente elaboradas; CD’s (previamente organizados); . Leitor de CD’s/MP3 Auto- avaliação; - Hetero- avaliação; - Avaliação formativa; - Avaliação sumativa. Observação directa; - Ficha de Avaliação Diagnóstica; - Avaliação: . Teórica; . Prática; . Teórico- prática. - Exercícios práticos; - Trabalhos individuais/g rupo
  75. 75. 3.ºPeríodo-Ed.Musical Competências Especificas Conteúdos (Nível V e VI) Estratégias/Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumen tos - Interpretação e Comunicação; - Criação e Experimentação; - Perceção Sonora e Musical; - Culturas Musicais nos Contextos. Ritmo: Dois sons e silêncios de igual duração numa pulsação (colcheia e pausa); Padrões rítmicos; Sons e silêncios em três pulsações; Organização binária e ternária. Altura: Escala Pentatónica; Bordão. Timbre: Mistura e combinação tímbrica; Dinâmica: Organização de elementos dinâmicos. Forma: Motivo; Frase; Forma binária e ternária (AB e ABA). - Execução Vocal/instrumental; - Audição; - Interpretação; - Composição/ Criação; - Exercícios rítmicos e melódicos; - Imitação /Repetição. . Manual da disciplina adoptado/Caderno de Actividades/CD’s; . Quadro Pautado; . Cadernos de Música/folhas pautadas; . Grafite, esferográfica, borracha; . Audiovisuais para apoio; . Instrumental Orff (Altura definida e indefinida); . Flauta de bisel soprano; . Fichas de trabalho previamente elaboradas; . CD’s (previamente organizados); . Leitor de CD’s/MP3 e Colunas de saída. Auto- avaliação; - Hetero- avaliação; - Avaliação formativa; - Avaliação sumativa. - Observaçã o directa; - Ficha de Avaliação Diagnóstic a; - Avaliação: . Teórica; . Prática; . Teórico- prática. - Exercícios práticos; - Trabalhos individuais /grupo;
  76. 76. Planificação Anual -Educação Física-
  77. 77. 1ºperíodo–Ed.Física Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos Resistência geral; Força específica; Força rápida; Velocidade Reacção; Velocidade deslocamento; Destreza Geral; Destreza Especifica; Passe; Recepção; Drible; Finta. Capacidades Condicionais; Capacidades Coordenativas; Actividades Gimnicas; Basquetebol. Metodologia Ativa: Jogos Pré-desportivos; Formas Jogadas Pinos; Arcos; Colchões; Bolas; Cordas; Coletes; … - Avaliação Diagnóstica; - Avaliação Sumativa. -Observação das aulas; -Trabalho de grupo sobre a ginástica
  78. 78. 2ºperíodo-Ed.Física Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos Resistência geral; Força específica; Força rápida; Velocidade Reacção; Velocidade deslocamento; Destreza Geral; Destreza Especifica; Passe; Recepção; Drible; Finta. Capacidades Condicionais; Capacidades Coordenativas; História das Modalidades; Voleibol. Metodologia Ativa: Jogos Pré-desportivos; Formas Jogadas Pinos; Arcos; Colchões; Bolas; Cordas; Coletes … - Avaliação Sumativa -Observação das aulas; -Trabalho de grupo sobre o voleibol
  79. 79. 3ºperíodo-Ed.Física Competências Conteúdos Estratégias / Metodologias Recursos Avaliação Tipo Instrumentos Resistência geral; Força específica; Força rápida; Velocidade Reacção; Velocidade deslocamento; Saltos; Lançamentos; Passe; Recepção; Drible; Finta. Atletismo e as suas Especialidades; Futebol. Metodologia Ativa: Jogos Pré-desportivos; Formas Jogadas Pinos; Arcos; Pesos; Bolas; Cordas; Balizas; … - Avaliação Sumativa Observação das aulas; Trabalho de grupo sobre as modalidades
  80. 80. Áreas curriculares não disciplinares Projeto Escola Apoio ao Estudo Áreas Temáticas do Projeto Educativo Educação Ambiental Educação para a Cidadania Educação para as Artes Educação para a Saúde - Identificar estratégias de estudo; - Aprender a planificar o estudo e o trabalho; - organizar os instrumentos de trabalho e o local de estudo; - Identificar fatores perturbadores do estudo; - Desenvolver o gosto pelo trabalho e pelo estudo; - Desenvolver a iniciativa e a persistência; - Melhorar a atenção e a concentração; - Desenvolver as capacidades de memorização e raciocínio; - Exprimir dúvidas e dificuldades; -Aprender /estudar de forma mais autónoma; -Consolidar conteúdos e exercitar competências na área da Língua Portuguesa e da Matemática; -Desenvolver as capacidades de auto e hétero- avaliação.
  81. 81. Informática - Planificação Anual 2013/2014-
  82. 82. Conteúdos e Competências 5ºAno •Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação -Interiorizar as regras e comportamentos sobre os cuidados a ter com o uso e preservação do computador; -Familiarizar-se com o vocabulário inerente às TIC (hardware, software, Sistema Operativo); -Identificar os constituintes de cada um dos componentes do Computador e estabelecer associações. •Exploração do Rato e Teclado -Constituição de um teclado (principal e numérico); -Exploração das principais teclas Shift, Caps Lock, enter ,delete, control-c, control-v, esc) ; -Exploração de funções do rato (selecionar, arrastar, cortar, copiar) e scroll. Informática
  83. 83. Conteúdos e Competências 5ºAno •Exploração do Ambiente de Trabalho -Exploração dos ícones do ambiente de trabalho; da barra de tarefas e do menu iniciar; -Criação de pastas e partilha em rede; -Nomear e mover pastas; -Maximizar e minimizar janelas; -Colocar janelas em simultaneo para visualização de informação; -Alteração de fundos do ambiente de trabalho. •Desenho e ilustração -Exploração de potencialidades do Paint (identificação de cores, formas e pintura de desenhos on-line) -Exploração de imagens e de fotografia através do paint e do Picasa.
  84. 84. Conteúdos e Competências 5ºAno •Exploração de Jogos Educativos -Jogos educativos de Matemática e Português -Exploração do programa JotaClic •Exploração do programa Hagaqué para construção de bandas desenhadas; •Processador de texto - Word -Exploração do documento de Texto -Conhecer as ferramentas do documento de texto -Escrever textos (cópia, ditados ou textos livres) -Acentuar palavras -Aplicar alinhamento de texto -Aprender a paginar -Inserir Cabeçalhos e Rodapés -Inserir imagens -Inserir formas -Inserir caixas de texto -Alterar cor, forma e tamanho do tipo de letra.
  85. 85. Conteúdos e Competências 5ºAno •Documento de apresentação -Powerpoint -Exploração do documento do Powerpoint; -Inserir e explorar itens da Galeria; -Inserir Imagens; -Fazer Transições de diapositivos/objetos; -Gravar em CD ou Pen USB as histórias ou trabalhos criados em powerpoint; -Apresentação de trabalhos aos colegas. •Wikicreater -Construção de uma Wiki sobre conteúdos programáticos de Português, Matemática e Ciências da Natureza
  86. 86. Conteúdos e Competências 5ºAno •Internet -Conhecer e estar alerta para os perigos da internet e das redes sociais; -Saber selecionar a informação a ser visualizada; -Aprender a pesquisar através um motor de busca – Google; -Aprender a selecionar imagens retiradas da internet e a guardar em pastas; -Aprender a explorar o site da escola virtual www.escolavirtual.pt -Exploração do site Sítio dos Miúdos www.sitiodosmiudos.pt -Aprender a explorar a plataforma moodle do colégio; -Aprender a explorar o Blogue de sala; -Criação de uma conta de email.
  87. 87.  Plano de ação na Língua Portuguesa:  Plano Nacional de Leitura:  Projeto de Educação literária  Constituição da Biblioteca de turma;  Participação no concurso do plano nacional de leitura de construção do livro digital.  Oficina de leitura “Os caminhos da leitura”;  Oficina de escrita criativa: “Arca das histórias”;  Oficina gramatical: “Doutor das palavras” com o apoio do caderno das palavras difíceis, atividades de caça ao erro e exercícios específicos de gramática (…)  Plano de Ação para promover o sucesso na matemática : “Brincando com a matemática”  Projeto de Educação Sexual  Ensino experimental das Ciências no ensino básico “Cientistas de palmo e Meio” Outros projetos:
  88. 88. Horário Horas Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Quinta-Feira Sexta-Feira 9:10/10:00 Português HGP Matemática Ciências Português 10:00/10:50 Português HGP Matemática Ciências Português 10:50/11:10 Intervalo 11:10/12:00 Educação Física Matemática Português Educação Musical HGP 12:00/12:50 Educação Física Matemática Português Educação Musical Matemática 12:50/13:40 Informática Ciências Educação Física Apoio ao Estudo (Matemática) Matemática 13:40/15:00 Almoço + Brincadeira livre nos parques exteriores 15:00/15:45 Inglês Apoio ao Estudo (Português) Educação Tecnológica Educação Visual Inglês 15:45/16:30 Inglês Apoio ao Estudo (Português) Educação Tecnológica Educação Visual Apoio ao Estudo (Matemática) 16:30/16:40 Lanche 16:40/17:30 Sala de estudo Sala de estudo Projeto escola Sala de estudo Sala de estudo 17:30/18:30 Coro* (17h30-18:15) Brincadeira livre + Atividades de tempos livres ou Atividades Extracurriculares Brincadeira livre + Atividades de tempos livres ou Atividades Tuna* (17h30-18:15)
  89. 89. Avaliação
  90. 90. Formas de avaliação:  Avaliação Diagnóstica  Avaliação Formativa  Avaliação Sumativa A avaliação privilegiada no Ensino Básico é a formativa, a qual assume um carácter contínuo e sistemático. Nota: Penalização por erros ortográficos em todas as disciplinas. Avaliação
  91. 91. Critérios de avaliação: Competências sócio-afetivas: associadas ao Saber Ser e ao Saber Estar, são avaliadas a partir de parâmetros concretos (descritos no regulamento) e têm um peso de 30% na avaliação. Competências cognitivas e processuais: Associadas ao domínio dos conhecimentos e ao Saber Fazer, com um peso de 70%, implicam aspetos relativos à compreensão e interiorização do Saber, bem como a sua aplicação processual. Estão implicadas na aprendizagem dos conteúdos e competências previstos nas áreas disciplinares do 1º e 2º Ciclo.
  92. 92. Instrumentos de Avaliação:  Fichas de avaliação diagnóstica;  Fichas de avaliação formativa;  Fichas de avaliação sumativa;  Trabalhos escritos individuais e/ou de grupo;  Registos de observação na sala de aula;  Fichas de trabalho;  Trabalhos de casa;  Mini desafios de aula.
  93. 93. A avaliação de cada período engloba todos os instrumentos de avaliação utilizados até ao momento e será feita de acordo com a seguinte escala: Percentage m Nível 0-49 Insuficiente 50-69 Suficiente 70-84 Bom 85-94 Muito Bom 95-100 Excelente  ESCALA DE AVALIAÇÃO QUALITATIVA  ESCALA DE AVALIAÇÃO QUANTITATIVA Percentage m Nível 0-19 1 20-49 2 50-69 3 70-89 4 90-100 5
  94. 94. Atividades de Enriquecimento Curricular  Música (Formação Musical e Tuna ou Coro)  Projeto Escola  Sala de Estudo
  95. 95. Atividades Extracurriculares
  96. 96. Atividades extracurriculares Futebol Dança Oriental Karaté Xadrez Aulas de instrumento
  97. 97. Horário de atividades extracurriculares Ano Letivo 2013/2014 5º Ano Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Quinta-Feira Sexta-Feira Futebol 17:30-19:00 (Campo de jogos) Coro 17:30-18:15 Dança Oriental 17:30-18:15 (ginásio) Tuna 17:30-18:15 Dança Oriental 17:30-18:15 (ginásio) Xadrez Karaté 17:30-18:30 (ginásio)
  98. 98. A equipa do Colégio Parque do Falcão deseja a todos um excelente Ano Letivo!
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×