Apresentação Call 3T09
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Apresentação Call 3T09

on

  • 591 views

 

Statistics

Views

Total Views
591
Views on SlideShare
457
Embed Views
134

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

4 Embeds 134

http://www.ohlbrasil.com.br 70
http://ohlbrasil.riweb.com.br 38
http://arteris.riweb.com.br 24
http://arteris.com.br 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Apresentação Call 3T09 Apresentação Call 3T09 Presentation Transcript

  • Teleconferência Resultados do 3T09 13 de Novembro de 2009 1
  • Aviso Legal Esta apresentação poderá conter considerações referentes as perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e as perspectivas de crescimento da OHL Brasil, baseando-se exclusivamente nas expectativas da Administração p ç da OHL Brasil em relação ao futuro do negócio e seu contínuo acesso a capitais para financiar o plano de negócios da Companhia. Tais considerações futuras podem ser afetadas por mudanças nas condições de mercado mercado, regras governamentais, desempenho do setor, programa de privatização de novas rodovias, e economia brasileira, entre outros fatores, além dos riscos apresentados nos documentos de divulgação arquivados pela OHL Brasil e estão, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio. 2
  • Evolução do Tráfego e Tarifa Média – Concessões Estaduais Evolução do Tráfego (em Mil Veíc. Equiv.) Tarifa Média (R$) -1,7% +7,5% 37.713 37 084 37.084 34.501 7.821 7.580 +3,6% Evolução Tarifa Média (R$) 7.031 +3,2% 13.882 13 882 13.751 13 751 12.691 5.881 5.482 5.829 6,07 5,86 5 86 5,88 10.129 9.298 9.923 3T08 2T09 3T09 3T08 2T09 3T09 Autovias Centrovias Intervias Vianorte Reajuste Tarifário Contratual de 3,64% em 01/07/09 de acordo com a variação acumulada do IGP-M entre junho/2008 e maio/2009; i /2009 3
  • Praças de Pedágio – Concessões Federais Cronograma de abertura de praças: Praças abertas Praças abertas Praças abertas Praças abertas Praças abertas Praças abertas Praças abertas Praças em Concessionária em Dez/2008 em Jan/09 em Fev/09 em Mar/09 em Mai/09 em Jun/09 em Ago/09 operação Planalto Sul 1 1 3 5 Fluminense 3 1 1 5 Fernão Dias 2 1 1 3 7 Régis Bittencourt 2 1 2 1 6 Litoral Sul 2 1 2 5 Total 5 2 10 5 3 2 1 28 - Mês de Rejuste Tarifário Previsão de Abertura: Autopista Fernão Dias (P1) – 2º Tri. 2010 4
  • Tráfego e Tarifa – Concessões Federais Tráfego Pedagiado nas Concessionárias Federais no 3T09: Var% Veículos Equivalentes 3T09 2T09 3T09/2T09 Planalto Sul 6.265.555 5.959.259 5,1% Fluminense 8.311.200 5.774.000 43,9% Fernão Dias 25.123.637 23.039.090 9,0% Régis Bittencourt 31.927.999 25.308.667 26,2% Litoral Sul 23.629.091 14.053.636 68,1% Total Federais: 95.257.482 74.134.652 28,5% As tarifas ofertadas nos leilões em outubro de 2007 foram reajustadas com base na variação do IPCA acumulado de julho de 2007 até o mês anterior a abertura da primeira praça de pedágio em cada concessionária: Tarifa Média Var% 3T09 2T09 (em R$ / veic. Equiv.) 3T09/2T09 Planalto Sul 2,70 2,70 0,0% Fluminense 2,50 2,50 0,0% Fernão Dias 1,10 1,10 0,0% Régis Bittencourt 1,50 1,50 0,0% Litoral Sul 1,10 1,10 0,0% Total Federais: 1,46 1,47 -0,7% 5
  • Receita Líquida Potencial – Concessões Federais Receita Líquida Realizada e Potencial (R$ milhões) 127,6 127 6 127,5 119,0 134,5 126,8 117,5 121,1 100,2 47,8 1T09 2T09 3T09 4T09 (Revisado) Potencial 29 Praças Realizado Estimado No terceiro trimestre, entrou em operação a P4 da Autopista Fluminense (ultima praça de , p ç p ( p ç pedágio desta concessionária a entrar em operação). Somada as 27 que já estavam em operação no 2T09, até o final do 3T09 havia 28 praças de pedágio em operação; No 3T09 a cobrança parcial das praças de pedágio das concessionárias federais superou 3T09, ligeiramente o guidance estimado pela companhia no início do ano, totalizando uma receita líquida de R$127,6 milhões; Foi F i revisado o guidance d receita lí id para o 4T09 em f i d id de it líquida função (i) d mudança na ã da d estimativa de início de operação da P1 na Fernão Dias (de Nov/09 para o 2T10) e (ii) do volume de trafego pedagiado registrado pelas concessionárias ao longo do ano. 6
  • Receita Líquida – Evolução por concessionária Receita Líq. de Serviços Var% Var% 3T09 2T09 3T08 9M09 9M08 9M/9M (R$ mil) 3T09/2T09 3T09/3T08 Autovias 51.989 47.096 51.307 10,4% 1,3% 141.977 134.784 5,3% Centrovias 48.962 44.734 47.978 9,5% 2,1% 135.467 123.449 9,7% Intervias 59.910 53.369 58.186 12,3% 3,0% 161.103 151.675 6,2% Vianorte 46.843 41.941 46.163 11,7% 1,5% 126.411 121.179 4,3% Total Estaduais: 207.704 187.140 203.634 11,0% 2,0% 564.958 531.087 6,4% Planalto Sul 15.497 15 497 14.739 14 739 - 5,1% 5 1% n.d. nd 39.671 39 671 - n.d. nd Fluminense 18.805 13.179 - 42,7% n.d. 38.370 - n.d. Fernão Dias 25.390 23.244 - 9,2% n.d. 60.060 - n.d. Régis Bittencourt 43.700 34.678 - 26,0% n.d. 94.932 - n.d. Litoral Sul 24.206 24 206 14.329 14 329 - 68,9% 68 9% n.d. nd 42.539 42 539 - n.d. nd Total Federais: 127.598 100.169 - 27,4% n.d. 275.572 - n.d. Total: 335.302 287.309 203.634 16,7% 64,7% 840.530 531.087 58,3% Cobrança eletrônica de pedágios: Nas concessionárias estaduais a participação da receita através da cobrança eletrônica de pedágio foi de 53,7% no 3T09, contra 53,0% no 2T09 e 51,6% no 3T08; Nas concessionárias federais a cobrança eletrônica representou aproximadamente 29,6% do total de 29 6% d t t l d receita com pedágio, contra 27 5% no 2T09 it dá i t 27,5% 2T09. 7
  • EBITDA Ajustado e Margem - Consolidado Evolução EBITDA Ajustado (R$ milhões) 71,3% 69,1% 66,1% 63,6% 65,2% 62,7% 63,9% 59,8% 63,3% 58,5% 37,4% 50,4% 196,1 145,3 145 3 144,8 144 8 112,0 126,5 104,5 93,3 109,0 81,5 3T07 4T07 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09 2T09 3T09 EBITDA Ajustado Margem EBITDA Ajustado (%) Margem EBITDA Ajustado (%) – Ex-Federais Var% Var% Var% EBITDA e EBITDA Ajustado (R$ mil) 3T09 2T09 3T08 9M09 9M08 3T09/2T09 3T09/3T08 9M/9M Receita Líquida de Serviços 335.302 287.309 203.634 16,7% 64,7% 840.530 531.087 58,3% Custos e Despesas Operacionais (125.642) (129.427) (45.231) -2,9% 177,8% (378.372) (146.814) 157,7% EBITDA 209.660 157.882 158.403 32,8% 32,4% 462.158 384.273 20,3% % EBITDA S/ Rec. Líquida 62,5% 55,0% 77,8% 55,0% 72,4% (-) Ônus Fixo pago (Fluxo de Caixa) (13.595) (13.119) (13.118) 3,6% 3,6% (39.832) (36.641) 8,7% EBITDA Ajustado 196.065 144.763 145.285 35,4% 35,0% 422.326 347.632 21,5% % EBITDA Ajustado S/ Rec. Líquida 58,5% 50,4% 71,3% 50,2% 65,5% 8
  • EBITDA – Apenas Concessões Federais  EBITDA (R$ mil) - Concessões Federais 3T09 2T09 Var% 3T09/2T09 Receita Líquida de Serviços 127.598 100.169 27,4% Custos e Despesas Operacionais (75.112) (75.017) 0,1% Custos Operacionais (E A C t O i i (Ex. Amort. e D t Deprec.) ) (55.311) (55 311) (55.305) (55 305) 0,0% 0 0% Despesas com Poder Concedente (8.757) (8.558) 2,3% Despesas Gerais e Adm. (Ex. Amort.) (10.446) (10.292) 1,5% Remuneração Adm. (677) (680) -0,4% Tributárias (1) (219) -99,5% Outras Receitas/ Despesas Operacionais 80 37 116,2% EBITDA 52.486 25.152 108,7% q % EBITDA S/ Rec. Líquida 41,1% , 25,1% , Dois pontos explicam o crescimento do EBITDA nas concessionárias federais: Aumento na Receita Líquida do período em função da operação de 27 das 29 praças de pedágio durante todo o 3T09, além do início de cobrança P4 na Autopista Fluminense ao longo do trimestre; Manutenção dos Custos e Despesas Operacionais em relação ao 2T09 (+0,1%). Destacamos (+0 1%) que os custos e despesas relacionados a operação das concessionárias federais permanece- ram e tendem a permanecer abaixo dos custos previstos nas propostas entregues à ANTT em 2007. 9
  • Resultado Financeiro Var% Var% Var% Resultado Financeiro (R$ mil) 3T09 2T09 3T08 9M09 9M08 3T09/2T09 3T09/3T08 9M/9M Receitas Financeiras (2.027) 10.784 6.222 -118,8% -132,6% 22.736 12.080 88,2% Despesas Financeiras (53.966) (40.848) (60.696) 32,1% -11,1% (136.719) (136.724) 0,0% BNDES ( (12.573) ) ( (2.765) ) ( (3.748) ) 354,7% 235,5% ( (18.402) ) ( (18.139) ) 1,4% Outras Despesas Financeiras (37.915) (34.455) (46.446) 10,0% -18,4% (109.811) (72.175) 52,1% Atualização Monetária do Ônus Fixo (3.478) (3.628) (10.502) -4,1% -66,9% (8.506) (46.410) -81,7% Variação Cambial Líquida 37 112 (79) -67,0% -146,8% 178 (34) n.r. Resultado Financeiro Líquido (55.956) (29.952) (54.553) 86,8% 2,6% (113.805) (124.678) -8,7% % Receita Líquida -16,7% -10,4% -26,8% -13,5% -23,5% Composição das Despesas Financeiras (% sobre o total das despesas financeiras) IGP- M - T i Trimestral t l 1,5% 84,3% 76,5% 70,3% -0,3% 0 3% -0,4% Outras Despesas Financeiras 3T09 2T09 3T08 Taxa DI - Média Trimestral - 23,3% 12,8% 12 8% BNDES 17,3% 1 3% 8,9% 6,4% 10,3% Atualização Monetária do Ônus Fixo 8,7% 6,8% 6,2% 3T09 2T09 3T08 3T09 2T09 3T08 10
  • Lucro Líquido Evolução dos Resultados (R$ mil) 144.204 (12.536) (57.283) (8.928) (14.200) (14.067) (8.249) (8 249) 7.024 7 024 (10.630) (10 630) (178) 55.955 30.798 Lucro Receitas Deduções Custos Despesas Despesas Depreciações Receita Despesas Atualização IR/CS Lucro Líquido 3T08 Operacionais com Poder G&A e Financeira Financeiras Monetária do Líquido 3T09 Concedente Amortizações Ônus Fixo +81,7% 11
  • Endividamento Endividamento Bruto (R$ milhões) Grau de Alavancagem e Dívida Líquida (R$ milhões) Dívida Bruta (R$ Milhões) 1.936 1.657 Grau de Alavancagem e Dívida Líquida (R$ Milhões) 1.425 1 425 739 2,5x 2,6x 2 6x 2,4x 267 1,9x 1.012 1.037 922 1,3x 1,4x 1,1x 1,1x 1,0x 691 690 1.291 1.325 517 518 1.197 1 197 1.174 355 933 935 1.158 1 158 375 915 407 399 735 652 316 335 456 437 416 471 110 119 79 102 3T07 4T07 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09 2T09 3T09 3T07 4T07 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09 2T09 3T09 Longo Prazo g Curto Prazo Dívida Líquida Dívida Líquida/EBITDA Ajustado (ult. 12 Meses) Composição do custo da dívida Cronograma de Amortizações (R$ milhões) 88,5% Cronograma Financeiro de Amortização (R$ Milhões) 735,3 69,0% 695,5 52,7% CDI 30,7% 47,0%TJLP 192,9 11,1% 0,3% 0,3% Outros 22,0 11,7 0,4% 3T08 2T09 3T09 Out/09 à Out/10 à 2011 2012 2013 Set/10 Dez/10 12
  • Endividamento Empréstimo-Ponte BNDES (Concessionárias Federais): Linha de crédito de R$ 1,0 bi estruturado junto ao BNDES sob a forma de Empréstimo-Ponte para as concessionárias federais em junho de 2009; Até o final de Set/09 foram desembolsados R$ 668,8 milhões; BNDES Longo Prazo (Concessionárias Federais): Entrega dos materiais e início das análises; Expectativa dos primeiros desembolsos para o 2º Tri 2010. Captação de Longo Prazo (Concessionárias Estaduais): A Companhia esta em negociação com instituições financeiras para estruturar a rolagem do endividamento vincendo em janeiro de 2010 nas concessionárias estaduais. 13
  • Investimentos Investimentos 3T09 – R$ 172,6 milhões* 172 6 11,88% 9,30% 3,48% 15,41% 10,31% 5,33% 6,92% 22,19% 15,18% Estimativa de investimentos para os próximos 5 anos (de 2009 a 2013), conforme cronograma previsto nos contratos: Concessionárias Estaduais: R$470 milhões; ; Concessionárias Federais: R$4,3 bilhões. * Não considera investimentos em outras sociedades, holding e reversão de lucros não realizados nas construtoras. 14
  • Novos Negócios Rodovias Federais: 3ª Etapa / 1ª Fase: BR-040, BR-381 e BR-116 (Minas Gerais). 2,000 km com 3 lotes. Leilão esperado para ocorrer no 1º semestre de 2010; 3ª Etapa / 2ª Fase: BR-101/ES, BR-101/BA e BR-470/SC. 1,600 km com 3 lotes. Sem previsão de data para o leilão. Rodovias Estaduais: Minas Gerais: 16 lotes com 7.000 km. Concessões ou PPP’s. Esperado para ocorrer em 2010; São Paulo: 2 lotes com aprox. 386 km de rodovias no litoral paulista. Sem previsão de data para o leilão. Aeroportos: Concessão da gestão dos Aeroportos de Galeão (Rio de Janeiro) e Viracopos (Campinas-SP). Sem previsão de data para a licitação. PPP - Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante (Natal/RN). Previsão para o 1º semestre de 2010. 15