A euronews lança, a partir de brazzaville, o 1° canal de notícias multilíngue pan africano, africanews
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

A euronews lança, a partir de brazzaville, o 1° canal de notícias multilíngue pan africano, africanews

on

  • 2,494 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,494
Slideshare-icon Views on SlideShare
350
Embed Views
2,144

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

29 Embeds 2,144

http://novasdaguinebissau.blogspot.com 633
http://novasdaguinebissau.blogspot.pt 562
http://novasdaguinebissau.blogspot.fr 209
http://novasdaguinebissau.blogspot.com.br 167
http://novasdaguinebissau.blogspot.co.uk 141
http://novasdaguinebissau.blogspot.com.es 105
http://novasdaguinebissau.blogspot.de 44
http://novasdaguinebissau.blogspot.ch 41
http://novasdaguinebissau.blogspot.it 38
http://novasdaguinebissau.blogspot.ru 32
http://novasdaguinebissau.blogspot.be 27
http://novasdaguinebissau.blogspot.no 26
http://novasdaguinebissau.blogspot.se 19
http://novasdaguinebissau.blogspot.nl 16
http://www.novasdaguinebissau.blogspot.com 15
http://novasdaguinebissau.blogspot.dk 14
http://www.novasdaguinebissau.blogspot.pt 14
http://novasdaguinebissau.blogspot.ca 14
http://www.novasdaguinebissau.blogspot.com.br 5
http://novasdaguinebissau.blogspot.co.nz 4
http://www.novasdaguinebissau.blogspot.ch 4
http://translate.googleusercontent.com 3
https://www.google.pt 3
http://webcache.googleusercontent.com 2
http://novasdaguinebissau.blogspot.in 2
http://novasdaguinebissau.blogspot.jp 1
http://novasdaguinebissau.blogspot.gr 1
http://novasdaguinebissau.blogspot.co.at 1
http://www.novasdaguinebissau.blogspot.co.uk 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    A euronews lança, a partir de brazzaville, o 1° canal de notícias multilíngue pan africano, africanews A euronews lança, a partir de brazzaville, o 1° canal de notícias multilíngue pan africano, africanews Document Transcript

    • COMUNICADO DE IMPRENSA A Euronews lança, a partir de Brazzaville, o 1° canal de notícias multilíngue pan-africano, Africanews A Euronews vai conferir à África o seu know-how único enquanto canal de notícias plurilíngue e multicultural, transmitida 24h/24 LYON, France, January 27, 2014/ -- Dentro de 18 meses, a Euronews (http://www.euronews.com) terá uma irmã africana. Em parceria com a televisão nacional da República do Congo, a Euronews vai conferir à África o seu know-how único enquanto canal de notícias plurilíngue e multicultural, transmitida 24h/24. Primeiramente em inglês e em francês, seguidamente em outras línguas veiculares do continente, a Africanews ambiciona() ser o primeiro media pan-africano de notícias. Terá a sua sede em Brazzaville e escritórios regionais por todo o continente. Africanews partilhará com a Euronews a mesma carta editorial, garantindo assim a sua independência. Os dois média partilharão as (...) notícias. Esta sinergia vai parmitir a África alcançar o lugar que lhe e devido no mundo da informação, e ao mundo toda a atualidade do continente. Logo: http://www.photos.apoopa.com/plogcontent/images/apo/logos/euronews.jpg Photo: http://www.photos.apoopa.com/index.php?level=picture&id=79 7 (Michael Peters, Jean Obambi 25.01.2014 Brazzaville)
    • Photo 2: http://www.photos.apo-opa.com/index.php?level=picture&id=799 (Michael PETERS, CEO - Euronews) Photo 3: http://www.photos.apo-opa.com/index.php?level=picture&id=798 (Stephen Smith) Michael Peters, Presidente executivo da Euronews S.A., e Jean Obambi, Diretor Geral da TV Congo, assinaram, neste sábado dia 25 de janeiro, em Brazzaville, um acordo de cooperação para o lançamento de uma televisão pan-africana de informação contínua, Africanews. Sob a égide do Presidente da República do Congo, o sr. Denis Sassou Nguesso, foi celebrada uma parceira que, no verão de 2015, dará vida a um canal de notícias primeiramente em inglês e em francês, depois em outras línguas veiculares do continente (português, árabe, suaíli, etc.). Africanews terá a sede em Brazzaville e escritórios regionais por todo o continente. A Euronews, o número 1 no mercado das notícias na Europa, dispõe de um know-how único na difusão de informação de forma contínua. O canal emite em treze edições linguísticas diferentes, 24h/24, sete dias por semana. Os programas, produzidos por uma redação com mais de 400 jornalistas de 30 nacionalidades, chegam a 400 milhões de lares em 155 países. Aquando do lançamento da Africanews, Michael Peters declarou: "Pela primeira vez, 20 anos após o lançamento da Euronews, nós criamos um canal de notícias inédito. Desde 1993, a Euronews difunde a informação internacional com uma perspectiva europeia, no idioma dos seus telespetadores. Os acionistas multinacionais asseguram-lhe a independência e a capacidade de informar, sem privilegiar nenhum ponto de vista particular. O êxito da sua audiência mundial é a prova do seu profissionalismo e da sua capacidade em integrar a diversidade. A Euronews tem a experiência, a notoriedade e todos os recursos necessários para transmitir o seu modelo, respeitando os valores e as riquezas de diferentes culturas. Hoje, trata-se deste modelo de tolerância na diversidade que nós propomos partilhar com a África, através de Africanews, o primeiro canal de notícias pan-africano independente e multilíngue no continente.
    • Africanews é um projeto diferente dos atualmente existentes, dado que tem como objetivo dar a África o seu devido lugar no mundo da informação, e dar ao mundo toda a atualidade de um continente que é em si um mercado de notícias, com os mesmos critérios que o resto do planeta. A nossa escolha estratégica, extremamente ambiciosa, não é criar uma janela africana no interior da Euronews, à semelhança da maioria dos canais de notícias internacionais, mas propor um novo media pan-africano, livre das suas escolhas redacionais, feito por Africanos para uma audiência africana. Para acompanhar este projeto, nós temos a chance de termos a nosso lado Stephen Smith, grande especialista de África (ver, mais abaixo: Stephen Smith e Africanews). Stephen, que é o antigo responsável África de dois diários franceses, Libération e Le Monde, fornece-nos o seu conselho e acompanha-nos na reflexão editorial e estratégica de Africanews. O canal público TV Congo escolheu lançar-se nessa aventura ao nosso lado. As nossas equipas vão iniciar desde já a fase de estudo e de implementação, no intuito de lançar Africanews em 2015. Nós estamos particularmente orgulhosos em anunciar esta cooperação emblemática, e muito entusiastas em lançar um novo projeto na cena mediática mundial." acrescentou. Concretamente, como será Africanews? Africanews produzirá conteúdos de informação específica sobre a atualidade panafricana para a sua antena e todas as suas dimensões lineares e não-lineares (ver abaixo: a Oferta media de Africanews). Africanews basear-se-á numa equipe de cerca de quarenta profissionais, jornalistas e técnicos baseados em Brazzaville, e abarcará a atualidade de África subsa-ariana graças a escritórios regionais e a uma vasta rede de correspondentes em todo o continente.
    • Desde o seu lançamento, emissões principais e programas específicos darāo à Africanews a sua identidade africana. Africanews poderá escolher livremente, utilizar e adaptar o conteúdo internacional produzido pela Euronews no intuito de o propor aos seus telespetadores. Por sua vez, a Euronews recorrerá às produções da sua irmã africana para enriquecer a sua oferta no mundo inteiro. Graças a essa sinergia, a África beneficiará de uma presença internacional mais alargada estando no centro da agenda editorial da Euronews. De acordo com o modelo da Euronews, Africanews estará disponível desde o seu lançamento em inglês e em francês, tendo como objetivo alargar a sua oferta às outras principais línguas veiculares em África (português, árabe, suaíli, …). O objetivo é estar acessível ao maior número de telespetadores africanos. A redação de Africanews e as redações da Euronews na Europa, partilharão a mesma carta editorial. Para todas as suas redações, a Euronews é a única que garante a independência editorial dos jornalistas; zela pelo respeito escrupuloso da carta editorial. Como será modelada a oferta média de Africanews? Beneficiando de toda a gama do know-how da Euronews, o conteúdo de Africanews estará acessível ao maior número de pessoas possível e com a maior facilidade para os seus utilizadores. Primeiramente por uma oferta linear, propondo o direto 24/24 na TV, o streaming live – da antena - na internet, e depois nas aplicações móveis live ou ainda na rádio digital. A oferta não-linear estará disponível desde o lançamento no site web www.africanews.com e depois progressivamente em aplicações móveis específicas, em sintonia com as novas tendências de consumo do continente. A título de exemplo, a Euronews, na vanguarda ao nível das aplicações móveis, foi escolhida pela Nokia para integrar o seu novo sistema operativo batizado S40, brevemente disponível no continente africano, um dos mercados mais dinâmicos da telefonia móvel.
    • Africanews estará acessível ao maior número de pessoas em todo o continente por intermédio dos parceiros e operadores locais, com o apoio e a perícia das equipas internacionais da Euronews. Que modelo económico para a Africanews? Africanews estará baseada num modelo de financiamento pela publicidade e poderá integrar para o seu desenvolvimento parceiros privados ou públicos, nomeadamente para a instalação dos seus escritórios regionais em África e para a multiplicação da sua oferta linguística. A oferta publicitária da Africanews permitirá aos anunciadores africanos e internacionais alcançarem a audiência através de uma plataforma de comunicação completa: ecrãs de publicidade repartidos numa grelha de 24h abarcando os diferentes fusos horários, todos os formatos enriquecidos em Africanews.com e seguidamente nas aplicações móveis, oportunidades de patrocínio na TV e online dos programas emblemáticos (emissões sobre economia, reportagens, meteorologia…) e em torno de eventos business e culturais cobertos pela redação de Africanews. Stephen Smith e o projeto Africanews Reconhecido mundialmente pelos seus conhecimentos sobre África, Stephen Smith apoiou a Euronews desde o lançamento da reflexão em torno de um projeto de média emblemático para África. Stephen esteve envolvido ao lado da equipa de management da Euronews no conjunto das fases de desenvolvimento. O seu papel de conselheiro incide hoje quer no projeto editorial, quer ao nível da estratégia da Africanews. Em estreita coordenação com as equipas da Euronews, Stephen Smith participará na implementação do canal assim como no seu desenvolvimento futuro. Jornalista de nacionalidade americana, Stephen Smith foi nomeadamente responsável pelo serviço “Afrique d’abord” no jornal Libération (1988-2000) seguidamente no diário Le Monde (2000-2005) depois de ter sido correspondente em África para a Reuters e RFI. É o autor de cerca de quinze livros sobre a África e ensina, desde 2007, os Estudos Africanos na Duke University nos Estados Unidos.
    • Distribuído pela APO (African Press Organization) em nome da Euronews S.A. Para mais informações, contactar: Grégoire de Rubiana Diretor de Relações Externas tel. +33 (0)6 60 69 30 34 gregoire.derubiana@euronews.com Lydie Bonvallet Responsável do Serviço de Imprensa e Relações Públicas tel. +33 (0)4 72 18 80 56 lydie.bonvallet@euronews.com A Euronews Primeira cadeia internacional de informação na Europa, a Euronews (http://www.euronews.com) cobre a atualidade mundial continuamente. Com 400 jornalistas de mais de 30 nacionalidades, esta cadeia é difundida 24 horas por dia em 13 línguas (alemão, inglês, árabe, espanhol, francês, grego, húngaro, italiano, persa, português, russo, turco e ucraniano). Verdadeira plataforma multimedia independente, a Euronews propõe um olhar e uma análise únicos da informação. Fundada em 1993, em Lyon, na França, a cadeia chega a 400 milhões de lares em 155 países e propõe uma gama completa de produtos (sítios web, aplicações móveis, TV conectada, rádio, etc.). Siga as tendências e as equipas euronews no Twitter: @euronews_inside https://twitter.com/euronews_inside https://www.facebook.com/euronews.fans
    • http://www.youtube.com/user/euronewsfr Descarregue as nossas aplicações! https://itunes.apple.com/sn/app/euronews/id555667472?mt=8 https://play.google.com/store/apps/developer?id=euronews&hl=fr http://appworld.blackberry.com/webstore/vendor/76761/?lang=en&countrycode=FR SOURCE Euronews S.A Instruções de remetentes seguros ANULAR A SUBSCRIÇÃO image002.png