Your SlideShare is downloading. ×

Marketing verde x Greenwash

353

Published on

Diferenças entre o correto e bom marketing verde e o lado negro do marketing verde o "greenwash" que apenas pretende iludir com um roupagem verde mas que realmente não tem nenhum compromisso com o …

Diferenças entre o correto e bom marketing verde e o lado negro do marketing verde o "greenwash" que apenas pretende iludir com um roupagem verde mas que realmente não tem nenhum compromisso com o ambientalmente sustentável.

Published in: Marketing
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
353
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. MARKETINGVERDE X GREENWASH
  • 2. Selosverdesconfundemconsumidor Estudo indica que há 600 certificações com atributos de sustentabilidade no País; maioria é criada pela própria empresa que fabrica o produto SELOSVERDES Jornal o Estado de São Paulo de 14 de julho de 2010,A 18
  • 3. VARIEDADE DE SELOS
  • 4. • A diversidade e o número de selos verdes que certificam os mais variados produtos e alimentos pode confundir o consumidor.
  • 5. • A diversidade e o número de selos verdes que certificam os mais variados produtos e alimentos pode confundir o consumidor. • No Brasil levantamento recente realizado pela consultoria Unomarketing, Mog Consult e Ideia Sustentável indicou a existência de 600 selos verdes ou com atributos de sustentabilidade.
  • 6. • A diversidade e o número de selos verdes que certificam os mais variados produtos e alimentos pode confundir o consumidor. • No Brasil levantamento recente realizado pela consultoria Unomarketing, Mog Consult e Ideia Sustentável existência de 600 selos verdes ou com atributos de sustentabilidade. • A maioria dos selos colocados pelos próprios fabricantes, sem auditoria ou verificação independente.
  • 7. • A diversidade e o número de selos verdes que certificam os mais variados produtos e alimentos pode confundir o consumidor. • No Brasil levantamento recente realizado pela consultoria Unomarketing, Mog Consult e Ideia Sustentável existência de 600 selos verdes ou com atributos de sustentabilidade. • A maioria dos selos colocados pelos próprios fabricantes, sem auditoria ou verificação independente. • Este selos são uma das ferramentas de marketing para pratica do Greenwash.
  • 8. MARKETINGVERDE X GRENWASH
  • 9. MARKETINGVERDE X GRENWASH • Os termos “eco”,“orgânico” e “natural” tem sido utilizado pelas empresas apenas como mais uma ferramenta de marketing para vender.
  • 10. MARKETINGVERDE X GRENWASH • Os termos “eco”,“orgânico” e “natural” tem sido utilizado pelas empresas apenas como mais uma ferramenta de marketing para vender. • Confundindo e montando armadilhas para fisgar o consumidor.
  • 11. MARKETINGVERDE X GRENWASH • Os termos “eco”,“orgânico” e “natural” tem sido utilizado pelas empresas apenas como mais uma ferramenta de marketing para vender. • Confundindo e montando armadilhas para fisgar o consumidor. • A ABNT define certificação ambiental como atestado que produto ou serviço apresenta menor impacto ambiental em relação a outros disponíveis no mercado.
  • 12. 2010 GLOBAL ECOLABEL MONITOR • A World Resources Institute (WRI) com sede m Washington em seu relatório 2010 GLOBAL ECOLABEL MONITOR identificou em novembro de 2009, 341 selos socioambientais em 42 países sendo 10 na América latina.
  • 13. PESQUISA COM QUESTIONÁRIOS CONSTATOU
  • 14. PESQUISA COM QUESTIONÁRIOS CONSTATOU • 33% completaram o questionário, 42% não foram alcançados, 14% começaram mas não terminaram a pesquisa e 10% negaram responder.
  • 15. PESQUISA COM QUESTIONÁRIOS CONSTATOU • 33% completaram o questionário, 42% não foram alcançados, 14% começaram mas não terminaram a pesquisa e 10% negaram responder. • 92% fazem a certificação antes da utilização do selo, sendo que 66% utilizam uma terceira parte como certificadora.
  • 16. PESQUISA COM QUESTIONÁRIOS CONSTATOU • 33% completaram o questionário, 42% não foram alcançados, 14% começaram mas não terminaram a pesquisa e 10% negaram responder. • 92% fazem a certificação antes da utilização do selo, sendo que 66% utilizam uma terceira parte como certificadora. • 58% são de organizações não lucrativa 18% com fins lucrativas e 8% do governo.
  • 17. • 44% medem o impacto social e ambiental.
  • 18. • 4 • Período médio para obtenção da certificação foi de 4 meses (com ampla variação).
  • 19. • 4 • P fo • Duração média da certificação foi de 2 anos.
  • 20. • 4 • P fo • D • Selos sem fins lucrativos tendem a ser mais rigorosos nas avaliações.
  • 21. VALOR DE MERCADO DO SELO
  • 22. VALOR DE MERCADO DO SELO • Ainda é grande número de selos no Brasil não auditados, portanto, não confiáveis.
  • 23. VALOR DE MERCADO DO SELO • Ainda é portanto, não confiáveis. • O IMETRO E ABNT são responsáveis por alguns selos como o Procel (eficiência energética para eletrodomésticos).
  • 24. VALOR DE MERCADO DO SELO • Ainda é portanto, não confiáveis. • O IMETRO E ABNT são responsáveis por alguns selos como o Procel (eficiência energética para eletrodomésticos). • ISO – 9000: atendimento ao cliente.
  • 25. VALOR DE MERCADO DO SELO • Ainda é portanto, não confiáveis. • O IMETRO E ABNT são responsáveis por alguns selos como o Procel (eficiência energética para eletrodomésticos). • ISO – 9000: atendimento ao cliente. • ISO – 14000: qualidade ambiental e produto não transgênico.
  • 26. MERCADO PARA SELOS VERDES
  • 27. MERCADO PARA SELOS VERDES • Estudo feito pela ONU no âmbito do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) divulgado em 13 de julho de 2010 o mercado para produtos agrícolas certificados que em 2008 era de US$ 40 bilhões, alcançará US$ 210 bilhões em 2020.
  • 28. MERCADO PARA SELOS VERDES • Estudo feito pela ONU no âmbito do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) divulgado em 13 de julho de 2010 o mercado para produtos agrícolas certificados que em 2008 era de US$ 40 bilhões, alcançará US$ 210 bilhões em 2020. • Logicamente os empresários querem um naco deste mercado potencial, e setores como cosméticos, têxteis, siderurgia, pneus reformados, gráficas e até fraldas descartáveis e munições estão em busca de certificação ambiental.
  • 29. DIFERENÇAS DO GREENWASH Fonte: Manual do Marketing Verde.
  • 30. DIFERENÇAS DO GREENWASH Greenwash MarketingVerde Fonte: Manual do Marketing Verde.
  • 31. DIFERENÇAS DO GREENWASH Greenwash MarketingVerde Não utiliza terceira parte para certificar apenas coloca selos institucionais da própria empressa não auditados Trabalha com certificadoras confiáveis com alto padrão de confiabilidade e tradição no mercado Fonte: Manual do Marketing Verde.
  • 32. DIFERENÇAS DO GREENWASH Greenwash MarketingVerde Não utiliza terceira parte para certificar apenas coloca selos institucionais da própria empressa não auditados Trabalha com certificadoras confiáveis com alto padrão de confiabilidade e tradição no mercado O objetivo é vender por isso somente divulga coisas boas. Faz da honestidade a prioridade. É transparente divulgando nas peças de marketing coisas boas e ruins. Fonte: Manual do Marketing Verde.
  • 33. DIFERENÇAS DO GREENWASH Greenwash MarketingVerde Não utiliza terceira parte para certificar apenas coloca selos institucionais da própria empressa não auditados Trabalha com certificadoras confiáveis com alto padrão de confiabilidade e tradição no mercado O objetivo é vender por isso somente divulga coisas boas. Faz da honestidade a prioridade. É transparente divulgando nas peças de marketing coisas boas e ruins. Utiliza frases genéricas como “salve o planeta” ou “ajude a salvar aTerra”. Anuncia somente a verdade e nada mais. Fonte: Manual do Marketing Verde.
  • 34. DIFERENÇAS DO GREENWASH Greenwash MarketingVerde Não utiliza terceira parte para certificar apenas coloca selos institucionais da própria empressa não auditados Trabalha com certificadoras confiáveis com alto padrão de confiabilidade e tradição no mercado O objetivo é vender por isso somente divulga coisas boas. Faz da honestidade a prioridade. É transparente divulgando nas peças de marketing coisas boas e ruins. Utiliza frases genéricas como “salve o planeta” ou “ajude a salvar aTerra”. Anuncia somente a verdade e nada mais. Fala muito sobre ser verde mas não apresenta dados e locais para averiguações. Mostra que os produtos são sustentáveis com parâmetros tangíveis. Fonte: Manual do Marketing Verde.
  • 35. DIFERENÇAS DO GREENWASH Greenwash MarketingVerde Não utiliza terceira parte para certificar apenas coloca selos institucionais da própria empressa não auditados Trabalha com certificadoras confiáveis com alto padrão de confiabilidade e tradição no mercado O objetivo é vender por isso somente divulga coisas boas. Faz da honestidade a prioridade. É transparente divulgando nas peças de marketing coisas boas e ruins. Utiliza frases genéricas como “salve o planeta” ou “ajude a salvar aTerra”. Anuncia somente a verdade e nada mais. Fala muito sobre ser verde mas não apresenta dados e locais para averiguações. Mostra que os produtos são sustentáveis com parâmetros tangíveis. A marca fica na defensiva normalmente acusando o crítico e não respondendo ao erro. Quando erros acontecem devem ser considerados e retificados pela empresa. Fonte: Manual do Marketing Verde.
  • 36. USO DOS SELOS
  • 37. USO DOS SELOS • Finalidade é distinguir o produto frente à concorrência e justificar a conquista de um prêmio, um diferencial no preço do produto.
  • 38. USO DOS SELOS • Finalidade é distinguir o produto frente à concorrência e justificar a conquista de um prêmio, um diferencial no preço do produto. • Isso acontece porque um vinho tem certo valor no mercado, mas um vinho da região de Bordeaux tem valor maior.
  • 39. USO DOS SELOS • Finalidade é distinguir o produto frente à concorrência e justificar a conquista de um prêmio, um diferencial no preço do produto. • Isso acontece porque um vinho tem certo valor no mercado, mas um vinho da região de Bordeaux tem valor maior. • A distinção é assegurada nos certificados de origem comprovada estampados no rótulo, em forma de selo.
  • 40. • Do mesmo modo, um ovo tem um certo valor no mercado, mas o ovo dito orgânico (que não permitem o uso de agrotóxicos, hormônios, antibióticos e de produtos transgênicos) e que é proveniente de galinhas que têm acesso a pasto, que correm, se empoleiram para dormir, ciscam e comem minhocas, portanto, que não vivem confinadas em minúsculas gaiolas, entre outros princípios da agricultura orgânica, tem valor maior.

×