Your SlideShare is downloading. ×
Perdão
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Perdão

2,975

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,975
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
129
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Introdução Como costumamos estar próximos de outras pessoas, facilmente acontecem esbarrões e aborrecimentos involuntários. Nesses casos quem comete o erro costuma pedir desculpas e em geral é perdoado. Mas muitas ofensas são voluntárias. Nesses casos fica mais difícil perdoar.
  • 2. Jesus e o perdão Jesus foi admirável no perdoar. Perguntaram-lhe quantas vezes devemos perdoar aos que nos ofendem e ele disse: Setenta vezes sete. Mateus 18.22 (sete é o numero da perfeição na linguagem bíblica. Setenta vezes sete significa: sempre) Devemos perdoar todo e qualquer pecado.
  • 3. Porque devemos perdoar? “Pelo contrário, sejam bons e atenciosos uns para com os outros. E perdoem uns aos outros, assim como Deus, por meio de Cristo perdoou vocês.” Efésios 4.32 Todos somos pecadores. O perdão conquistado por Cristo na cruz foi completo. Ele nos perdoou de todos os pecados.
  • 4.  Quando pedimos perdão a Deus: 1) Nos sentimos aliviados: Mt 11.28: “Venham a mim todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso.” 2) Paz de Espírito, paz no coração: Jo 14.27: “Deixo com vocês a paz. É a minha paz que eu lhes dou; não lhes dou a paz como o mundo a dá. Não fiquem aflitos, nem tenham medo.” (ARA: “Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.”)
  • 5.  Mt 6.12: “Perdoa as nossas ofensas como também nós perdoamos as pessoas que nos ofenderam.” Mt 6.15: “Mas, se não perdoarem essas pessoas, o pai de vocês também não perdoará as ofensas de vocês.” O perdão ao próximo resulta do amor: Jo 15.12: “O meu mandamento é este: Amem uns aos outros como eu amo vocês.”
  • 6.  O verdadeiro perdão não é somente de palavras, mas deve brotar do coração. Jo 3.18: “Meus filhinhos, o nosso amor não deve ser somente de palavras e de conversa. Deve ser um amor verdadeiro, que se mostra por meio de ações.” Recusar em perdoar causa distúrbios entre irmãos, familiares, amigos, em todo e qualquer relacionamento, desperta o sentimento de culpa.
  • 7.  O cristão precisa estar sempre disposto a perdoar. O perdão engrandece quem perdoa. Perdoar não significa deixar-se pisotear pelos outros. Quem perdoa deve ajudar o ofensor a reconhecer o erro cometido, assim o perdão fica completo. Lc 17.3: “Se o seu irmão pecar, repreenda-o; se ele se arrepender, perdoe.”
  • 8. Porque, as vezes, é tão difícil perdoar? Quando o próximo insiste no erro. Quando somos humilhados. Sentimentos que ficam no coração: 1)Mágoa; 2)Rancor; etc.
  • 9. O que é mais difícil: Perdoar ou pedir perdão? Pedir perdão: você realmente reconhece que errou. Perdoar: você tem que reconhecer que o outro errou. Quando você aponta 1 dedo para o outro, tem outros 3 apontados para você.
  • 10. Fundamental: Pedir ajuda a Deus Arrependimento: grego metanóia = mudança de mentalidade ou de atitude. Tanto para admitir os erros. Se arrepender. Pedir perdão Como para reconhecer o arrependimento do outro. E perdoar.
  • 11. Conclusão Perdoar é valorizar a grandeza infinita do perdão divino. É o perdão de Deus que toca o nosso coração duro de pedra e o deixa disposto e motivado a amar o próximo, como a nós mesmos. Viver sem culpa diante de Deus, conosco mesmos e com o nosso próximo.

×