Your SlideShare is downloading. ×
Workshop De Grupo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Workshop De Grupo

193

Published on

Published in: Technology, Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
193
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Actividade 1- distinguir descrição de avaliação Ponto 1 - Dos seguintes Enunciados, indicar os que são Descritivos e os que são Avaliativos. 1- Foi recolhida informação dos Departamentos sobre a Colecção da B.E.; Descritivo 2- A B.E. promove sistematicamente mecanismos de avaliação cujos resultados são utilizados na planificação do trabalho; Avaliativo 3- Iniciativa de um projecto (parceria com a Câmara Municipal) de âmbito nacional; Descritivo 4- Aproximação estimulante às famílias e seu envolvimento no projecto da B.E., com o projecto “Leituras em família”; Descritivo 5- Horário da B.E. cobre todo o tempo de abertura da Escola; Descritivo 6- A actualização do material informático não corresponde às necessidades dos utilizadores (professores, alunos); Avaliativo 7- A B.E. disponibiliza guiões de pesquisa baseados no modelo Big6. Descritivo Melhorar os enunciados mais descritivos, transformando-os em enunciados avaliativos. Algumas hipóteses de melhoria (de todos os enunciados): 1 – Foi recolhida informação dos departamentos sobre a colecção da BE. Selecção das sugestões dos Departamentos e do Plano Nacional de Leitura na aquisição de documentos para enriquecimento da colecção da BE. 1 - A BE recolheu informação dos departamentos sobre a colecção e disponibiliza uma colecção variada e adequada aos gostos e interesses de informação dos utilizadores. 1 – A BE recolheu informação dos departamentos sobre a colecção, identificando novos públicos e adequando a colecção e as práticas às necessidades desses públicos (CEF, EFA, CNO, outros).
  • 2. 1 - A BE recolheu informação dos departamentos sobre a colecção, apoiando a comunidade educativa nas suas escolhas, conhecendo as novidades literárias e de divulgação que melhor se adeqúem aos seus gostos. 1 - A BE recolheu informação dos departamentos sobre a colecção, que responde muito bem às necessidades de informação da escola/agrupamento e é equilibrada no que se refere aos suportes (impresso e não impresso) e às diferentes áreas (recreativa e relacionada com o currículo). 1 - Foi recolhida informação actualizada dos departamentos sobre possíveis aquisições para ampliar a colecção da BE. 2- A BE promove sistematicamente mecanismos de avaliação cujos resultados são utilizados na planificação no trabalho 2 - A BE implementa um sistema de auto-avaliação sistemático que controla o processo de funcionamento, identificando pontos fracos e fortes e fomentando a melhoria da qualidade, através da análise e divulgação dos resultados e posterior planificação. 2 - A BE implementa um sistema de auto-avaliação contínuo, cuja informação recolhida é analisada e os resultados da análise/avaliação originam, quando necessário, a redefinição de estratégias, sendo integrados no processo de planeamento. 2 – Identificação e classificação dos pontos fortes e fracos através de inquéritos de satisfação, capazes de desencadear acções de melhoria. 2 - A BE produz materiais didácticos e fichas de suporte às tarefas aí realizadas cujos resultados influenciarão futuras planificações. 3 – Iniciativa de um projecto (Parceria com a Câmara Municipal) de âmbito nacional 3 – A BE apoia activamente a implementação de um projecto previamente seleccionado (parceria com a Câmara Municipal) na promoção da leitura, realizando um trabalho articulado, conforme consta nos respectivos Planos de Actividades. 3- A BE tem iniciativa ou é parceira da Câmara Municipal em projectos de âmbito Nacional que lhe permite o acesso a outro tipo de informação e encontra novos parceiros para novos projectos. 4. Aproximação estimulante às famílias e seu envolvimento no projecto da BE, com o projecto “Leituras em família”
  • 3. 4 - A BE desenvolve, de forma sistemática, actividades no âmbito da promoção da leitura, “Leituras em família”: sessões e clubes de leitura, fóruns, blogs ou outras que associem diferentes formas de leitura, de escrita ou de comunicação com o objectivo de promover o gosto pela leitura. 4 - A BE favorece a existência de ambientes de leitura ricos e diversificados, fornecendo livros e outros recursos a outros espaços de lazer, envolvendo-se no projecto”Leituras em família”. 4 - A BE envolve a família em projectos ou actividades na área da leitura, nomeadamente “Leituras em família” 4 - A BE está integrada no plano de desenvolvimento da leitura e da literacia constante do projecto educativo e curricular da escola/agrupamento e desenvolve estratégias e um leque muito diversificado de actividades com o exterior, nomeadamente no projecto “Leituras em família”. 4 - A BE envolve a família em projectos ou actividades na área da leitura, nomeadamente “Leituras em família”, dinamizando a iniciativa através do blog da BE. 4 - A BE está integrada no plano de desenvolvimento da leitura e da literacia constante do projecto educativo e curricular da escola/agrupamento e desenvolve estratégias e colabora com o PNL, nomeadamente no projecto “Leituras em família”. 4 – Colaboração em actividades de desenvolvimento da leitura e da literacia, no âmbito do PNL, envolvendo os encarregados de educação no projecto “Leituras em família”. 4- A BE desenvolve o projecto “Leituras em Família” promovendo e criando hábitos de leitura. Os enunciados continuam descritivos, mas julgo que não temos opção, pois só podemos avaliar a adesão ou aplicar um questionário aos intervenientes. 5 – Horário da Biblioteca cobre todo o tempo de abertura da escola 5 - A BE funciona num horário contínuo e alargado que possibilita o acesso dos utilizadores no horário lectivo e acompanha as necessidades de ocupação em horário extra lectivo. 5 - A BE está aberta em contínuo e num horário alargado e responde de forma eficaz às necessidades da escola e dos utilizadores. Faculta recursos e equipamentos e acompanhamento e formação aos utilizadores, assumindo-se como pólo cultural e pilar do funcionamento da escola/agrupamento.
  • 4. 5- O horário da BE cobre todo o tempo de abertura da escola, permitindo o acesso dos utilizadores aos recursos existentes. 6 – A Actualização do material informático não corresponde às necessidades dos utilizadores (Professores, alunos) 6 - A BE não promove suficientemente as TIC e a Internet como ferramentas de acesso, produção e comunicação de informação e como recurso de aprendizagem, devido à desactualização do material informático, que não corresponde às necessidades dos utilizadores (professores, alunos). 6. A BE tem um fraco impacto nas competências tecnológicas, digitais e de informação dos alunos, devido à falta de actualização do material informático não corresponder às necessidades dos utilizadores. 6. A BE tem um fraco desempenho nas competências tecnológicas, digitais e de informação dos alunos, uma vez que recorre pouco a ambientes digitais e ferramentas da Web (blog, plataforma, …) que facilitariam o trabalho colaborativo. 7- A BE disponibiliza guiões de pesquisa baseados no modelo BIG6 7 - A BE produz, em colaboração com os docentes, materiais informativos e de apoio à adequada utilização da Internet: guiões de pesquisa, baseados no modelo Big6, grelhas de avaliação de sites, listas de apontadores, guias de procedimentos, outros com vista a facilitar o trabalho dos utilizadores. 7 - A BE desenvolve um conjunto alargado de acções promotoras do uso das TIC e da Internet como ferramentas de acesso, produção e comunicação de informação e como recurso de aprendizagem, disponibilizando guiões de pesquisa baseados no modelo Big6. 7 - Os projectos escolares de iniciativa da BE ou apoiados por ela, incluem actividades de consulta e produção de informação e de intercâmbio e comunicação através das TIC: actividades de pesquisa (baseados no modelo BIG6), utilização de serviços web, recurso a utilitários, software educativo e outros objectos multimédia, manipulação de ferramentas de tratamento de dados, imagem, de apresentação, outros. 7 - A BE organiza e participa em actividades de formação para docentes e alunos no domínio da literacia tecnológica e digital, disponibilizando guiões de pesquisa baseados no modelo Big6. 7- A BE disponibiliza guiões de pesquisa baseados no modelo Big6, permitindo aos seus utilizadores a sistematização da informação
  • 5. Actividade 2 – distinguir enunciados gerais de específicos Apontar fragilidades dos enunciados 3 e 4 e transformá-los em enunciados específicos Os dois enunciados caracterizam – se por ser muito gerais e vagos, não contendo tarefas, estratégias específicas e linhas de acção a implementar nesse Domínio. Não contempla intervenientes, calendarização, métodos de trabalho e objectivos a alcançar Algumas hipóteses de melhoria: 3. Reforçar o trabalho articulado Fragilidades: • Que aspectos concretos de actuação se integram nesse termo • Apontar interlocutores privilegiados e estabelecer prioridades 3. Promover a articulação ao longo do ano com os diferentes domínios curriculares, com os docentes, com a Biblioteca pública ou com outras instituições, com vista a melhorar as literacias da informação. 3. Incentivar a leitura informativa, associando-se e articulando com os departamentos no desenvolvimento das actividades de ensino/aprendizagem ou projectos, promovendo acções formativas que ajudem a desenvolver as competências nessa área. 3. Promover o trabalho articulado e uma colaboração activa com departamentos e docentes através da concepção/participação em programas/projectos relacionados com a leitura: “Plano Nacional de Leitura” e “Leituras em Família” 3. Consolidar o trabalho articulado com departamentos, docentes e abertura a projectos externos (Biblioteca pública e Plano Nacional de Leitura) 3. Trabalhar articuladamente com docentes e departamentos na implementação de estratégias para promoção da leitura por prazer (ficção e não ficção): sessões e clubes de leitura, fóruns, blogs ou outras actividades que associem formas de leitura e de escrita. 3. Colaborar activamente com os docentes na construção de estratégias que melhorem as competências dos alunos a nível da leitura e das literacias
  • 6. 3. Promover a troca de experiências e de saberes entre as escolas (benchmarking) através da participação nas reuniões das redes concelhias em articulação com as BM e CM. 3. Promover reuniões de trabalho em equipa com o responsável do SABE e professores bibliotecários, em horário compatível, para o desenvolvimento de projectos em articulação. 4. Reforçar a produção de instrumentos de apoio a serem usados por professores e alunos Fragilidades: • Que instrumentos de apoio deverão ser produzidos pela BE a serem usados por professores e alunos 4. Criar contextos diversificados de leitura e de produção/comunicação da informação com recurso a suportes impressos e a ambientes digitais. 4. Promover e participar na criação de instrumentos de apoio a actividades de leitura e de escrita/produção de informação em diferentes ambientes: jornais, blogs, newletter, webquests, wikis, etc. 4. Difundir informação sobre livros e autores, organizar guiões de leitura, biografias e outros materiais de apoio relacionados com matérias de interesse curricular ou formativo. 4. Produzir instrumentos de apoio decorrentes dos projectos curriculares de turma, da Área de Projecto e do Projecto Educativo de Escola em cooperação com os docentes. 4. Desenvolver actividades de divulgação da leitura (Feira do Livro, Visita de um escritor/ilustrador, concursos, exposições) em suporte de papel ou digital (e-books, jornais, revistas,…) que promovam a discussão aumentando as competências de leitura.

×