A rizicultura
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

A rizicultura

on

  • 4,218 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,218
Views on SlideShare
4,218
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
45
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    A rizicultura A rizicultura Presentation Transcript

    • Trabalho realizado por: Aluno: Igor Lança Nº:10 Turma: 9ºF Ano letivo: 2012-2013 Disciplina: Geografia
    • A rizicultura  A rizicultura é a agricultura do arroz, alimento muito nutritivo e a base da gastronomia oriental. A nível mundial, 90% do arroz é produzido e consumido na Ásia. A seguir aos países asiáticos, fica o Brasil, um grande produtor de arroz.  Na Europa, é a Itália o principal produtor de arroz. A rizicultura é uma importante forma de agricultura, pois abrange 11% da terra arável no planeta. A rizicultura pratica-se há mais de 7000 anos! O arroz é a 3ª maior cultura cerealífera a seguir do milho e do trigo.
    • Os 10 maiores produtores de arroza nível mundial em 2005 7. Myanmar 1.China 4. Vietname 2. Índia 3. Bangladesh 10. Japão 9. Brasil 5. Tailândia 6. Indonésia 8. Filipinas
    •  O arroz foi introduzido em Rizicultura em Portugal Portugal nos séculos XI e XII, no reinado de D.Dinis, a partir de sementes provenientes da Andaluzia (sul de Espanha). Foi esse o rei responsável por tornar pântanos e outros terrenos próprios para a prática da rizicultura. Em Portugal, podemos encontrar campos de arroz principalmente nos vales dos rios Mondego, Tejo, Sorraia, Sado e Mira, e na zona da Ria de Aveiro. No Norte do país o cultivo do arroz é impedido pelas baixas temperaturas. Atualmente, a produção nacional ronda as 1 250 toneladas por ano. Os portugueses são o povo da Europa que mais
    • Rizicultura tradicional A rizicultura tradicional é praticada maioritariamente no continente asiático. No sudeste asiático pratica- se também rizicultura em socalcos. A China foi o primeiro país do mundo a praticar a rizicultura, devido à concentração de fatores favoráveis, como o clima húmido e a ocorrência de monções. A rizicultura tradicional exige numerosa mão-de-obra, usa adubos naturais e o arroz é colhido e ceifado manualmente. A produção é lenta e produz-se menos arroz que com a rizicultura moderna.
    • Rizicultura moderna A rizicultura moderna pratica-se essencialmente nos países desenvolvidos. Mais de 75% dos terrenos destinados à rizicultura são abastecidos com sistemas de irrigação, ou seja, essa rizicultura não «espera» pela água da chuva nem pelas cheias de um rio. A rizicultura moderna produz uma maior quantidade de arroz e mais rapidamente que a rizicultura tradicional, usando pesticidas e fertilizantes químicos. O arroz é ceifado por máquinas, os terrenos são preparados por tratores e a mão-de- obra é reduzida.
    • O ciclo do arroz: da preparação dos terrenos à sementeira O cultivo do arroz ocorre em várias etapas, apelidadas de «ciclo do arroz». Geralmente, é no Inverno (em Portugal) que os arrozais estão em repouso depois da última colheita. De seguida é a época das chuvas e os campos de arroz ficam inundados. Na Primavera começa um novo ciclo do arroz: as máquinas desentopem as valas para a drenagem e irrigação dos arrozais. Em meados de Abril, ocorre a gradagem (aplanagem dos terrenos) que permite retirar as ervas daninhas do solo. Através da gradagem forma- se uma lama que é adequada para o enraizamento do arroz pré- germinado. Agora, já se pode começar a sementeira e o arroz pode ser semeado com um trator ou com um avião; ou manualmente (o rizicultor divide, por meio de canas, os terrenos em lotes mais pequenos – balizar), a pé, numa bóia ou numa barca.
    • Preparação dos terrenos: drenagemArrozais no Inverno Sementeira Preparação dosDivisão dos terrenos: balizar terrenos: gradagem
    • O ciclo do arroz: da adubação à colheita No mês de Junho há a adubação (o arroz pode retirar os nutrientes do solo, ou então adicionam-se adubos), que pode ser a pé, de avião, ou de trator . Após a adubação, vem a monda (eliminação de ervas daninhas): antigamente esse trabalho era feito manualmente por mondadeiras, mas atualmente é de avião ou de trator, com produtos químicos que aceleram o crescimento do arroz. Com a colocação desses produtos químicos os arrozais têm de estar com pouca água, que é controlada através de comportas. Chegado o mês de Setembro, é época de ceifar o arroz: antigamente era feita à mão, mas hoje em dia essa prática limita-se ao corte do que a ceifeira mecânica não «apanha». Por fim o arroz é secado em secadores mecânicos ou em eiras, é descascado e, através de um aparelho de nome tarara, os grãos inteiros são separados da casca e dos grãos partidos (atualmente esse trabalho é feito em fábricas). Agora, o arroz está pronto para consumo. As palhas são retiradas dos arrozais e acaba assim o ciclo do arroz, que se reiniciará na seguinte Primavera.
    • Eliminação de ervas daninhas: mondaAdubação dos arrozais Limpeza dos campos Ceifa manual (ceifeira) (ou então) Ceifa mecânica
    • O arroz O arroz é um alimento nutricionalmente riquíssimo: possui fósforo, ferro, antioxidantes, vitamina E e vitaminas do complexo B e diminui a chance de contração de diabetes, cancros e doenças cardíacas. Existem inúmeras variedades de arroz(mais de 120 000!), como arroz vermelho e arroz preto. O arroz integral é mais nutritivo que o arroz branco. O arroz selvagem, apesar de ser chamado de arroz, é, na verdade, uma outra espécie de gramíneas. O arroz alimenta atualmente 2,4 biliões de pessoas e fornece cerca de 20% da energia e 15% das proteínas diárias necessárias ao ser humano.
    • Algumas variedades de arroz Arroz selvagem Arroz integral Arroz preto Arroz vermelho
    • Arte com arrozNo verão, as plantações de arroz noJapão adquirem diferentestonalidades, desde variações de verdeaté branco e preto. Na provínciajaponesa de Aomori, artistascombinaram diferentes mudas«coloridas» de arroz, que, vistas decima, são autênticas obras primas.
    • Bibliografia  http://pt.wikipedia.org/wiki/Arroz  http://pt.wikipedia.org/wiki/Rizicultura  http://www.tuasaude.com/beneficios-do-arroz/  http://bocaberta.org/2009/07/arte-nas-plantacoes-de-arroz-do- japao.html  http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Arroz/Ar rozIrrigadoBrasil/cap01.htm  http://bordadocampo.com/arroz/cultivo-arroz/  http://www.google.pt/imghp?hl=pt-PT&tab=wi