Modelos de negócios digitais

1,234 views
1,069 views

Published on

Published in: Education, Business, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,234
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
75
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Modelos de negócios digitais

  1. 1. MODELOS de NEGÓCIOS DIGITAIS<br />Gerold Pillekamp Natally Costa Nicholas Guzman<br />12.109.669-7 12.111.666-9 12.108.140-0<br />
  2. 2. História e evolução<br />E-business<br />E-commerce<br />Marketplace<br />Procurement<br />Estudo de Caso<br />Economia digital<br />Produtividade internet<br />
  3. 3. E o tempo levou……..<br />Para alcançar 50 milhões de usuários….<br />
  4. 4. Fotoatual<br />15 anos de internet comercial<br />Fonte:<br />www.internetworldstate.com<br />12ª edição da Pesquisa FGV-EAESP de Comercio Eletronico no mercado brasileiro<br />
  5. 5. Fotoatual<br />1.8 bilhões de usuários – 1 em cada 4 seres humano<br />Fonte:<br />www.internetworldstate.com<br />12ª edição da Pesquisa FGV-EAESP de Comercio Eletronico no mercado brasileiro<br />
  6. 6. Fotoatual<br /> Maiores usuários<br /><ul><li>1. China – 360 milhões
  7. 7. 2. EUA – 265 milhões
  8. 8. 3. Japão – 99 milhões
  9. 9. 4. Índia - 81 milhões
  10. 10. 5. Brasil – 72 milhões</li></ul>Fonte:<br />www.internetworldstate.com<br />12ª edição da Pesquisa FGV-EAESP de Comercio Eletronico no mercado brasileiro<br />
  11. 11. Publicidade online<br /><ul><li>Global US$ 55 bi – 12.6% do total
  12. 12. No EUA US$ 24.5 bi em2009
  13. 13. No Brasil US$ 588 mi – 4.3% do total (TV aberta 60% e jornal 14%)
  14. 14. Com Google e Yahoo, publicidade online tem faturamento de US$ 1 bi e representa 9% do total
  15. 15. 3° maiorinvestimentopublicitário
  16. 16. Rápidamigraçãopararedessociais (Twitter 105 mi de usuários e Facebook 500 milhões)</li></li></ul><li>NósBrasileiros<br /><ul><li>Horas navegadas: 71 horas/mês (1° do mundo)
  17. 17. Cada vez mais popular: mais de 51% são das classes C, D e E. Uma nova Internet vem ai!
  18. 18. 86% acessam as redes sociais: 34 vezes por mês (britânicos 26 vezes/mês, norte americanos 22 vezes/mês)
  19. 19. Orkut: 1° do mundo com 27 milhões de usuários
  20. 20. Facebook: 8 milhões de usuários
  21. 21. Twitter: 2° do mundo e o 3° idioma mais falado, 8.8 milhões de usuários
  22. 22. Linkedin: mais de 1 milhões de usuários
  23. 23. Celulares: quase 180 milhões de usuários – 17.4% pós pago</li></li></ul><li>Gerações<br /><ul><li>Baby Boomers (1947 – 1964)
  24. 24. Geração X (1965 – 1980)
  25. 25. Geração Y (1981 – 2000)
  26. 26. Geração Z (2001 em diante) </li></li></ul><li>Definições<br /> E-business (Electronic Business):<br /> negócio (contato com consumidores, fornecedores, colaboradores de uma rede de empresas, análises, busca de informações pesquisa, formação, treinamentos etc) efetuados por meio eletrônico, normalmente internet;<br /> E-Commerce <br />parte do e-Business, venda de produtos ou serviços através de canais eletrônicos<br />
  27. 27. Definições<br />E-business<br />Uso da informação eletrônica para melhorar o rendimento, criar valores e possibilitar novas relações<br />E-commerce<br />Marketing, venda e compra de produtos e serviçosatravés de meioseletrônicos (Internet)<br />Business to Business (B2B)<br />Relações comercias entre empresas<br />Business to Consumer (B2C)<br />Venda de produtos e serviços para o consumidor final<br />E-procurament<br />Automatização do processo de provisionamento de produtos e serviços<br />Sellside<br />Soluçõespara o marketing e venda de produtos e serviçosatravésda Internet<br />E-marketplace<br />Serviços de comércio eletrônico de compra e venda em comunidades comerciais<br />
  28. 28.
  29. 29.
  30. 30.
  31. 31.
  32. 32.
  33. 33.
  34. 34.
  35. 35.
  36. 36.
  37. 37. O que é Marketing B2B?<br />“O que diferencia o marketing B2B do B2C é o tipo de <br />cliente e a forma em que o cliente usa o produto”<br />Clientes: <br />empresas, <br />órgãos <br />governamentais,<br /> instituições <br />(hospitais)<br />Utilidade: <br />incorporação, <br />consumo, <br />uso, <br />revenda<br />Produtos <br />ou <br />Serviços<br />O que não é B2B: consumo pessoal (home banking)<br />
  38. 38. Portal da Audi – B2B <br />
  39. 39. Varejo Multicanal<br /><ul><li>Venda de Conceito e </li></ul> estilo de Vida<br /><ul><li>Portabilidade
  40. 40. Imagens de alta qualidade
  41. 41. Gratificação Imediata
  42. 42. Toque
  43. 43. Contato Humano</li></ul>Loja<br />Cliente<br />Catálogo<br />On-Line<br /><ul><li>Conveniência
  44. 44. Interatividade
  45. 45. Informação
  46. 46. Atualização</li></ul>Fonte: Multivarejo na Próxima Economia – Marcos Gouvêa de Souza e Alberto Serrentino<br />
  47. 47. Gerenciamentodaloja online<br />
  48. 48. PROCUREMENT<br />É o método eletrônico utilizado em todos os processos de compra tanto em empresas quanto usuários comuns<br />Predecessores do e-procurement<br />
  49. 49. PROCUREMENT<br />..... E se trocarmos uma pilha de catálogos por informação e comunicação em tempo real ?????<br />
  50. 50. PROCUREMENT B2B<br />O novo método:<br /><ul><li> As empresas estão integradas através de sistemas de ERP, banco de dados e WEB solutions
  51. 51. O fornecedor sabe que o que cliente precisa comprar
  52. 52. O cliente sabe o que o fornecedor tem disponível em estoque
  53. 53. As parcerias são firmadas
  54. 54. A concorrência acelera o mercado</li></ul>Fonte: Manutan<br />
  55. 55. Benefícios do e-procurement<br />Melhores produtos<br />Compra de uma só vez<br />Maior variedade<br />Redução da dependência<br />Mais opções de parceria<br />Baixo inventário<br />Mais velocidade para encontrar produtos<br />Redução do tempo de ciclo<br />Redução de custos com papéis<br />0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80%<br />Fonte: Jupiter Research survey of 76 purchasingagents<br />
  56. 56. PROCUREMENT B2C<br />
  57. 57. MARKETPLACE<br />É o local onde estão disponíveis serviços de comércio eletrônico de compra e venda.<br />Fonte:http://www.soumu.go.jp/menu_seisaku/ict/u-japan_en/new_r_i03m.html<br />
  58. 58. - MARKETPLACE<br />Fonte:http://www.ibm.com<br />
  59. 59. E quando pensamos em ir as compras...<br />
  60. 60. ... Temos o shopping em nossas mãos!<br />
  61. 61. Praça<br />Preço<br />Produto<br />Promoção<br />MARKETPLACE e os 4 P´s do MARKETING<br />
  62. 62. MARKETPLACE<br />As redes sociais ultrapassam o âmbito de relacionamento entre pessoas físicas e chegam até o ambiente corporativo. <br />Nasceu com ajuda da Procter&Gamble para conectar companhias com problemas de ciência e tecnologia a outras empresas, universidades, consultores, laboratórios de governos e privados, que podem desenvolver soluções. <br />Sua função é criar um relatório tecnológico sobre o assunto em questão e divulgar em sua rede de provedores de solução. A NineSigma recebe as propostas e encaminha para o contratante, se ele gostar, a NineSigma conecta a empresa que ofereceu a solução. <br />A Innocentive é similar a NineSigma, porém trabalha com problemas mais definidos e científicos.<br />Cerca de um terço dos problemas publicados na InnoCentive foram resolvidos. <br />A YourEncore conecta cerca de 800 cientistas e engenheiros aposentados (de desempenho superior) de 150 companhias com negócios de clientes. <br />O que faz esse modelo tão poderoso é que as empresas podem experimentar, com custo baixo e pouco risco, abordagens interdisciplinares na solução de problemas. <br />Fonte: http://www.financialweb.com.br/noticias<br />
  63. 63. BUSINESS E O GOVERNO<br />Provavelmente você irá se esforçar para lembrar como era feita a Declaração do Imposto de Renda...<br />Fonte: http://www.receitafederal.gov.br<br />
  64. 64. BUSINESS E O GOVERNO<br />
  65. 65. conomia Digital<br /><ul><li>Definição
  66. 66. Revolução Tecnológica
  67. 67. Tecnologia da Informação e Comunicação </li></ul>Fonte:<br />http://ebusiness.mit.edu/research/papers.html<br />
  68. 68. conomia Digital<br /><ul><li>Revolução Tecnológica
  69. 69. ENIAC / Chip Intel
  70. 70. Comunicação e Computação
  71. 71. Rede Digital</li></ul>Fonte:<br />http://www.business2.com/articles/1999/08/content/market_5.html<br />
  72. 72. conomia Digital<br />DOZE PILARES DA NOVA ECONOMIA<br />
  73. 73. conomia Digital<br /><ul><li>Convergência Digital</li></ul>COMUNICAÇÃO<br />CONHECIMENTO<br />COMPUTAÇÃO<br />Fonte:<br />DON TAPSCOT (1999) <br />
  74. 74. conomia Digital<br /><ul><li>Molecularização</li></ul>ORGANIZAÇÕES MOLECULARES<br /> VANTAGEM COLABORATIVA<br /> X<br /> VANTAGEM COMPETITIVA<br />Fonte:<br />Don Tapscot (1999) <br />
  75. 75. conomia Digital<br /><ul><li> Conhecimento</li></ul>FISICOS PARA HUMANOS<br /><ul><li>Digitalização</li></ul>INFORMAÇÃO DIGITAL<br />Fonte:<br />Don Tapscot (1999) <br />
  76. 76. conomia Digital<br /><ul><li>Virtualização
  77. 77. Integração/Redes</li></ul>FISICAS EM VIRTUAIS<br />TEIA DE RELACIONAMENTOS<br />Fonte:<br />Don Tapscot (1999) <br />
  78. 78. conomia Digital<br /><ul><li>Desintermediação
  79. 79. Inovação</li></ul>REDES DIGITAIS<br />PROPULSOR DA ECONOMIA DIGITAL<br />Fonte:<br />Don Tapscot (1999) <br />
  80. 80. conomia Digital<br /><ul><li>Produconsumo
  81. 81. Imediatismo</li></ul>CONSUMIDOR PRODUTOR<br />INFORMAÇOES EM TEMPO REAL<br />Fonte:<br />Don Tapscot (1999) <br />
  82. 82. conomia Digital<br /><ul><li>Globalização
  83. 83. Discordância</li></ul>ECONOMIA GLOBAL<br />DESCENTRALIZAÇÃO<br />Fonte:<br />Don Tapscot (1999) <br />
  84. 84. conomia Digital<br /><ul><li>Ecologia de redes</li></li></ul><li>conomia Digital<br />
  85. 85. conomia Digital<br />
  86. 86. conomia Digital<br />
  87. 87.
  88. 88. Produtividade e Internet<br /><ul><li> Erik Brynjolfsson </li></ul>Diretor do Centro de Negócios Digitais<br />Massachusetts InstituteofTechnology (MIT)<br />
  89. 89. Produtividade e Internet<br /><ul><li> Sete pilares da Produtividade </li></ul>“Sete práticas caracterizam empresas altamente produtivas e ajudam a transformá-las em"organizações digitais.” - ErikBrynjolfsson<br />Movimento do analógico para o digital<br />Acesso as informações<br />Capacitação dos funcionários<br />Mérito por iniciativa<br />Investimento em cultura corporativa<br />Recrutamento das pessoas certas<br />Investimento em capital humano<br />
  90. 90. E o tempo vailevar….<br /><ul><li>O podercomputacional e comunicacionalcresceu 1 bilhão de vezes entre 1965 e 2005. Vaicrescermais 1 bilhão de vezesnospróximos 20 anos
  91. 91. Em 5 anosseremos 3 bilhões com bandalargar – quasemetade do planeta
  92. 92. Em 15 anos, 1 trilhão de dispositivosconectado a Internet M2M (machine to machine)</li></li></ul><li>Fontes:http://www.financialweb.com.br/noticiashttps://www.ibm.comhttp://www.prosperaweb.com.br/estrategias-de-negocio/e-marketplacehttp://www.soumu.go.jp/menu_seisaku/ict/u-japan_en/new_r_i03m.htmlhttp://www.manutan.pt/http://www.ninesigma.com/http://www.innocentive.com/http://www.yourencore.com/http://www.receita.fazenda.gov.br/http://ebusiness.mit.edu/research/papers-author.htmlEric Brousseau et Nicolas Curien (ed.), "Internet and Digital Economics", Cambridge University Press, 2007. Pp. 1-57; 311-345http://www.digitaleconomy.gov<br />
  93. 93. DÚVIDAS??<br />

×