Loading…

Flash Player 9 (or above) is needed to view presentations.
We have detected that you do not have it on your computer. To install it, go here.

Like this presentation? Why not share!

Realidade aumentada: Origem, Funcionamento e Usos

on

  • 3,149 views

Trabalho apresentado no II Seminário Mídia e Cultura da FacomB - UFG.

Trabalho apresentado no II Seminário Mídia e Cultura da FacomB - UFG.
11 e 12 de novembro de 2010.

Statistics

Views

Total Views
3,149
Views on SlideShare
3,149
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
82
Comments
3

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Realidade aumentada: Origem, Funcionamento e Usos Realidade aumentada: Origem, Funcionamento e Usos Presentation Transcript

  • ORIGEM
    Azuma: Realidade Aumentada é uma variação do conceito de Realidade Virtual
  • ORIGEM
    Todo sistema de realidade aumentada possui necessariamente três características (Azuma):
    Combina real e virtual
    Possui interatividade em tempo real
    É registrada em três dimensões
  • ORIGEM
    Primeiro sistema funcional de realidade aumentada – Ivan Sutherland, 1968, Head-MountedDisplay
    Utopia: um dispositivo que pudesse imergir os humanos em um ambiente tridimensional de tal maneira que não se poderia distinguir o real do virtual
  • ORIGEM
    Subsídio das Forças Armadas dos EUA: pesquisas na geração de informações gráficas interativas e melhores sistemas de rastreamento
    Década de 90: surgimento do conceito atual de Realidade Aumentada
    Inclusão do GPS e do Wearable Computing
  • OPTICAL SEE-THROUGH
  • OPTICAL SEE-THROUGH
  • VIDEO SEE-THROUGH
  • VIDEO SEE-THROUGH
  • O PROBLEMA DO REGISTRO E RASTREAMENTO
    Registro: perfeito alinhamento entre mundo real e virtual
    Rastreamento: localização do usuário no espaço
    Método mais promissor atualmente: híbrido entre GPS e escaneamento visual
    24 satélites em órbita, 12 estações terrestres e as imagens obtidas pela câmera: imagem é relacionada a um modelo de computador previamente construído
  • REALIDADE AUMENTADA MÓVEL
    Celular: convergência de hardware, software e base de dados em um só aparelho
    Maior número de pessoas tendo acesso a máquinas móveis capacitadas a utilizar aplicativos de Realidade Aumentada.
    Cerca de 19 milhões de smartphonesteoricamente aptos a rodar aplicações de Realidade Aumentada no Brasil
    45 dias para viabilizar um projeto comercial
  • REALIDADE AUMENTADAMÓVEL
    Tecnologia necessária: tecnologias de rastreamento global, comunicação sem fio, computação baseada em localização, computação baseada em serviços e wearable computing.
  • REALIDADE AUMENTADAMÓVEL
    Rastreamento eficaz: Sistema de GPS, base de dados acessada por banda larga 3G, rastreamento de imagens do ambiente por uma câmera de resolução razoável
    2004: Rastreamento ótico leve
  • REALIDADE AUMENTADA MÓVEL
  • http://www.youtube.com/watch?v=NK59Beq0Sew
  • ERA DA CONEXÃO
    Nova fase da sociedade da informação: mudança na forma de consumir informação
    Era da Conexão (André Lemos): tecnologia baseada na mobilidade e na computação ubíqua
    A Realidade Aumentada adiciona mais uma camada de informação ao ambiente urbano, tomando o acesso à informação mais intuitivo e natural
    Sinergia entre espaço virtual, espaço urbano e mobilidade
  • http://www.youtube.com/watch?v=b64_16K2e08
  • USOS
    Medicina
  • USOS
    Manutenção de maquinários complexos
  • USOS
    Área militar
  • USOS
    Entretenimento
  • http://www.youtube.com/watch?v=cNu4CluFOcw
  • USOS
    Navegação
  • USOS
    Comunicação e marketing
    Três direções básicas:
    Aplicativos de geolocalização
    Interface com outros meios e ponto de venda
    Advertainment
  • USOS
    1 - Aplicativos de geolocalização
    Gratuitos
    Adquirir virtualmente a localidade da paisagem virtual
    Banners
  • USOS
    2 - Interface com outros meios e ponto de venda
    Complemento de campanhas publicitárias
  • http://www.youtube.com/watch?v=0ZO4mkTbaj0
  • USOS
    3 - Advertainment
  • http://www.youtube.com/watch?v=pzB4mIPdm9k
  • CONSIDERAÇÕES FINAIS
    Tendências: Aplicativos de navegação em dispositivos móveis
    Aproveitamento do código 2D com rastreamento leve para jogos e campanhas publicitárias (câmera do computador)
    Expansão das redes sem fio
    Barateamento de celulares mais potentes
    Pode trazer grandes mudanças no modo como encaramos as informações e sua relação com o espaço urbano
  • OBRIGADA 
    nelliesantee@gmail.com
    @NellieVoceSabia
  • REFERÊNCIAS
     
    AZUMA, Ronald T. A Survey of Augmented Reality. Presence:Teleoperators and Virtual Environments 6, 4, August, 1997. p. 355-385. Disponívelem <http://migre.me/1xAQg>. Acessoem 06/10/2010.
     
    AZUMA, Ronald T. Predictive Tracking for Augmented Reality. Dissertation (Doctor of Philosophy in the Department of Computer Science), University of North Carolina at Chapel Hill, 1995. Disponível em < http://migre.me/1xAQR >. Acesso em 06/10/2010.
     
    BERTELSEN, Olav; NIELSEN, Christina. Augmented reality as a design tool for mobile interfaces. Proceedings of the Third Conference on Designing Interactive Systems (DIS), 2000. p. 185-192. Disponível em <http://migre.me/1xARk>. Acesso em 06/10/2010.
     
    CAVALLINI, Ricardo; XAVIER, Léo; SOCHACZEWSKI, Alon. Mobilize. 1. ed. São Paulo: Ed. dos Autores, 2010. Disponível em <http://www.mobilizebook.com.br/>. Acesso em 01/10/2010.
     
    EKENGREN, Björn. Mobile Augmented Reality. Thesis (Master of Science in Computer Science), School of Electrical Engineering, Royal Institute of Technology, Stockholm, Sweden, 2009. Disponível em <http://migre.me/1xAS7>. Acesso em 04/10/2010.
     
    HÖLLERER, Tobias H.; FEINER, Steven K. MobileAugmented Reality. In: KARIMI, H.; HAMMAD, A. (org.) Telegeoinformatics: Location-Based Computing and Services. Boca Raton, London, New York, Washington: CRC Press, 2004. Disponívelem <http://migre.me/1xATf>. Acessoem 05/10/2010.
     
    ISMAR - INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON MIXED AND AUGMENTED REALITY 2009. Disponível em <http://www.ismar-society.org/ismar2009/>. Acesso em 01/10/2010.
     
    LECHNER, Marie. New York levirtuel à l’œuvre. Écrans. 11/10/2010. Disponível em < http://migre.me/1xBXU>. Acesso em 11/10/2010.
     
    MANTOVANI, Camila Maciel Campolina Alves. Info-entretenimento na telefonia celular: Informação, mobilidade e interação social em um novo espaço de fluxos. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, 2006. Disponível em <http://migre.me/1xAUf>. Acesso em 06/10/2010.
  • REFERÊNCIAS
    MEREL, Rafael. Uso de tecnologia, realidade aumentada e outras coisas do gênero. Blog Brainstorm #9. 28.set.2010. Disponível em <http://migre.me/1xC7x>. Acesso em 09/10/2010.
     
    MERIGO, Carlos. Transformers 2 | We Are Autobots. Blog Brainstorm #9. 16.jun.2009. Disponível em <http://migre.me/1xAVc>. Acesso em 09/10/2010.
     
    MIES, Ginny. Enhanced Advertising in Augmented Reality. Pcworld: San Francisco, CA, August, 2010. p. 26
     
    MÖHRING, Mathias; LESSIG, Christian; BIMBER, Oliver. Video See-Through AR on Consumer Cell-Phones. Proceedings of the Third IEEE and ACM ISMAR - International Symposium on Mixed and Augmented Reality, 2004. Disponívelem <http://migre.me/1xAW1> Acessoem 06/10/2010.
     
    SWAN II, J. Edward; GABBARD, Joseph L. Survey of User-Based Experimentation in Augmented Reality. Proceedings 1st International Conference on Virtual Reality, July 22–27, Las Vegas, Nevada, 2005. Disponível em <http://migre.me/1xAWW>. Acesso em 01/10/2010.
     
    TAKACS et al. Outdoors Augmented Reality on Mobile Phone using Loxel-Based Visual Feature Organization. Proceeding of the 1st ACM international conference on Multimedia information retrieval, Vancouver, Canada, 2008. Disponívelem <http://migre.me/1xAXs>. Acessoem 05/10/2010.