• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Vii dia mundial da sa   cópia
 

Vii dia mundial da sa cópia

on

  • 825 views

 

Statistics

Views

Total Views
825
Views on SlideShare
824
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 1

http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Vii dia mundial da sa   cópia Vii dia mundial da sa cópia Document Transcript

    • VII DIA MUNDIAL DA SAÚDE: PELO USO ADEQUADO DE MEDICAMENTOSSECRETARIA ESTUDANTIL DE RELAÇÕES NACIONAIS E INTERNACIONAIS IFMSA – BRAZIL Universidade Federal do Ceará Faculdade de MedicinaOrganização e Apoio: LIGA DE CIRURGIA CARDIOVASCULAR
    • Endocardite InfecciosaA endocardite infecciosa caracteriza-se por uma infecção do tecido interno do coração(endocárdio) ou das valvas desse órgão por bactérias ou fungos, podendo danificar ou, atémesmo, destruir essas valvas. Esses microorganismos, que habitam comumente boca, viasaéreas superiores, pele e outros órgãos, sem causar danos, podem, no entanto, atingir acorrente sanguínea em virtude de procedimentos invasivos (cirurgia, extração dentária)malconduzidos. Pessoas com histórico de cardiopatias, cirurgias prévias, extração de dentes,uso de drogas injetáveis representam os grupos com fatores de risco para a endocardite. Emrelação aos sintomas, podem ser citados: emagrecimento, fraqueza, suor noturno, febre,anemia, baço aumentado, dor nas articulações, sopro cardíaco, baqueteamento digital, entreoutros. A “American Heart Association” (AHA) recomenda como métodos importantes deprevenção da endocardite infecciosa adequada higienização bucal e corporal e visitasperiódicas ao dentista. PROJETO ACADÊMICO DE INTEGRAÇÃO E SAÚDE-PAISEndocardite Bacteriana1- Que doença é essa?Bactéria circula pelo sangue e pode se alojar no coração,provocando inflamação e destruição da camada interna do coração(endocárdio). Pode levar a morte.2- Quais os fatores que causam essa doença?Bactérias presentes na cavidade oral entram em contato com osangue por meio de algum trauma, afta ou fratura no dente,podendo chegar ao coração. Isso ocorre devido à má higienizaçãoda boca.3- Quais os sintomas?Sintomas Leves: • febre e cansaço; 2
    • Sintomas graves:• Perda de peso;• Transpiração noturna;• Dor nas articulações;• Falta de ar;• Tosse prolongada;• Sangue na urina;• Petéquias (pequenas manchas avermelhadas na pele);• Insuficiência cardíaca;• Inflamação em todo o organismo;• Embolia pulmonar4- Qual o modo de prevenção?• Higiene adequada da boca;• Visitas regulares ao dentista;• Uso de antibióticos com receita• médica (geralmente utilizados antes• de tratamentos cirúrgicos)• Acompanhamento médico para pessoas mais fáceis de desenvolver a endocardite (algum familiar ou você já• teve a doença, uso de alguma prótese• nos componentes do coração, etc)5- Qual o modo de tratamento?- Uso de antibióticos somente comreceita médica; - Acompanhamento médico. LIGA DE DOENÇAS INFECCIOSAS DO CEARÁUSO CORRETO DE ANTIBIÓTICOSAntibióticos são substâncias capazes de eliminar ouimpedir a multiplicação de bactérias, por isso sãousados no tratamento de infecções bacterianas. Sua descoberta revolucionou ahistória da medicina, pois anteriormente muitas pessoas morriam emdecorrência de diversos tipos de infecções. Atualmente, porém, o usoindiscriminado de antibióticos vem fazendo com que as bactérias se tornemresistentes aos tratamentos, gerando um grave problema no mundo todo. O usoindiscriminado ocorre quando os antibióticos são usados para tratar infecçõesque não são causadas por bactérias, como resfriados, por exemplo; quandotomados em doses incorretas e quando o tempo de tratamento é inadequado. 3
    • 1. Como o uso incorreto torna as bactérias resistentes?Quando se inicia o uso de um antibiótico o doente geralmente apresentasintomas como dor e febre. Com a tomada das primeiras doses as bactérias maisfrágeis começam a ser eliminadas e os sintomas melhoram. Se o pacientesuspende o uso neste momento, as bactérias mais fortes que continuam vivascomeçam a se multiplicar novamente e os sintomas vão reaparecer. Como asnovas bactérias são descendentes daquelas mais resistentes, é bem provável queo mesmo medicamento não cure mais esta infecção.2. Como evitar a resistência aos antibióticos?- nunca use antibióticos sem a indicação do médico ou dentista;- use a dose que foi prescrita e nos horários corretos (usar doses maiores nãoacelera a cura);- nunca pare o tratamento antes do prazo indicado, mesmo que os sintomastenham melhorado;- não use antibióticos fora do prazo de validade (podem não fazer efeito e causarresistência bacteriana);- evite guardar sobras de antibióticos em casa, pois a quantidade geralmente nãoé suficiente para um novo tratamento.Fonte: Centro Brasileiro de Informação sobre Medicamentos (CEBRIM). Usocorreto de antibióticos. (Folder). LIGA DE ANATOMIA A tuberculose é uma doença infecto-contagiosa,geralmente causada por Mycobacterium tuberculosis,transmitida por secreções respiratórias, que afetaprimariamente os pulmões, podendo atingir tambémoutros órgãos do corpo, como ossos, rins e meninges. As manifestaçõespatológicas da tuberculose, como os granulomas caseosos e a cavitação, são oresultado da hipersensibilidade que se desenvolve em conjunto com a respostaimune protetora do indivíduo. As manifestações clínicas mais frequentessão: tosse por mais de 3 semanas seguidas associadas ou não a escarrossanguinolentos, febre (mais comum ao entardecer), falta de apetite, suoresnoturnos, perda de peso e cansaço fácil. Estima-se que cerca de 50 milhões de pessoas estejam infectadas pelobacilo da tuberculose no Brasil, sendo a tuberculose um grave problema desaúde pública no Brasil. 4
    • O uso indiscriminado de antibióticos, resultante dafacilidade de acesso a tais fármacos nas últimas décadas,proporcionou a disseminação de microorganismosresistentes à terapêutica da tuberculose (isoniazida erifampicina), tornando as alterações anatômicas, decorrentesdas cavitações e dos outros fatores associados, mais danosase frequentes. LIGA DO CORAÇÃO O que é HIPERTENSÃO ARTERIAL?Hipertensão Arterial ou Pressão Alta é quando a pressão que o sangue faz naparede das artérias, para se movimentar, é muito forte, ficando acima dos limitesnormais.A pressão alta age silenciosamente. Normalmente os sintomas só aparecemquando a pressão alta já existe há algum tempo. As conseqüências podem serbem graves: derrame cerebral; diminuição da visão por lesões na retina;desgaste acelerado no coração por doenças no Coração (infarto, insuficiênciacardíaca e arritmias); danos sérios nos rins; lesão nas artérias; aumento damassa muscular do coração (isso é ruim!).TratamentoAlimentação: fuja do sal; reduza a ingestão de alimentos calóricos e diminua osalimentos ricos em gordura animal; prefira alimentos frescos.Alimentos recomendados: frutas frescas e sucos, verduras, aves, pescados, carnesmagras e cereais.Exercícios são importantes! Eles devem ser orientados pelo médico para quenão sejam prejudiciais. Exercícios que exijam grandes esforços físicos não sãorecomendados! Prefira exercícios ao ar livre e não exceda seus limites;caminhada pelo bairro é uma ótima opção.LEMBRE: Cada caso é um caso! Não tome remédios por conta própria!É fundamental seguir todas as orientações médicas e de toda equipe de saúdeenvolvida com o tratamento. Não perca as consultas agendadas. Nãointerrompa o tratamento e siga corretamente a orientação dos médicos. 5
    • Geta Uma pessoa hipocondríaca apresenta medos e preocupações fortes com aidéia de ter uma doença grave. As idéias surgem normalmente por algumasensação que a pessoa sente no organismo insignificativas. Essa pessoa entãopassa a procurar intensamente um médico e serviços de saúde para que possater certeza que de que não tem uma doença grave.Uma pessoa hipocondríaca mesmo fazendo exames e os mesmos dandoresultados negativos, acha que os mesmos podem estar errados e continuamnuma busca incessante para ter certeza de que não existe uma doença grave.Normalmente, uma pessoa hipocondríaca se sente incompreendida pelosfamiliares e principalmente pelo médico pelo fato de sempre achar que tem umadoença grave e que o médico não entende ou não acredita no que esta sentindo.Até os dias atuais não se conhece medicamentos capazes de ajudar uma pessoahipocondríaca até porque essa pessoa não se acha doente psicologicamente enão permite uma ajuda psiquiatra para que estude mais detalhadamente ascaracterísticas da doença. 6
    • LIGA ACADÊMICA DE DIABETES (LAD)Projeto de extensão fundado em 2003, através doDepartamento de Saúde Comunitária da Faculdade deMedicina da Universidade Federal do Ceará. É composta por estudantes deMedicina, Enfermagem, Fisioterapia e profissionais de saúde.A Liga é orientada pelo Dr. Renan Magalhães Montenegro Júnior e co-orientadapela Dra. Maria Helane Gurgel.Os objetivos gerais da LAD são:A Liga Acadêmica de Diabetes propõe o tema “Complicações do diabetes, comenfoque no pé diabético”. A escolha desse tema deveu-se ao fato de se enquadrarcom o tema proposto pela OMS “Resistência antimicrobiana e sua disseminaçãoglobal” e também a diabetes. O tema da OMS é abordado devido os pacientes quenão possuem o diabetes controlado apresentam uma redução na quantidade deleucócitos, estando mais sujeitos a infecções, dentre elas o pé diabético, uma dascomplicações mais devastadoras dessa doença.LIGA DE CIRURGIA PLÁSTICA E MICROCIRURGIARECONSTRUTIVA DR. GERMANO RIQUET ‘Queimaduras: Prevenção e Conduta’Queimadura é uma lesão em determinada parte do organismo desencadeada porum agente físico. Dependendo desse agente as queimaduras podem serclassificadas em queimaduras térmicas, elétricas e químicas. Queimadurastérmicas são aquelas causadas por calor e são as mais freqüentes.O que fazer no caso de queimadura:1. Extinguir a fonte de calor que provocou a queimadura. 7
    • 2. Resfriar a área queimada com água corrente àtemperatura ambiente.3. Procurar atendimento médico.Em caso de queimaduras extensas, é indispensável procurar atendimentomédico especializado. Em Fortaleza, deve-se dirigir ao Centro de Tratamento deQueimados (CTQ) no Hospital Instituto Dr. José Frota (IJF), localizado na RuaBarão do Rio Branco, 1816 – Centro. Esse centro funciona no 7º andar e contacom equipe especializada preparada para o atendimento apropriado ao pacientevítima de qualquer tipo de queimadura.O que não fazer em caso de queimadura:1. Não pôr manteiga ou outras substâncias gordurosas, pasta dedente, clara de ovo ou qualquer produto sobre a área queimadaque não seja água.2. Não fure as bolhas e evite tocar na área queimada.3. Não puxe as roupas que estiverem grudadas na vítima.4. Não colocar gelo ou qualquer outro líquido gelado sobrequeimadura.Evite o pior. Previna-se. NEUROLIGA- LIGA ACADÊMICA DE NEUROCIÊNCIAS Meningite BacterianaCoisas que você precisa saber sobre a meningite bacteriana: Oque é?É uma inflamação das meninges, que são membranas que protegem o cérebro e amedula espinhal. As bactérias podem atingir essas membranas através dacorrente sanguínea ou então por contato direto com as membranas, pelanasofaringe ou por fraturas de crânio. Ao entrarem em contato com as meningesas bactérias provocam uma reação inflamatória forte e é essa reação queprovoca os sintomas da meningite.Como é transmitida? 8
    • A transmissão é de pessoa a pessoa, através de secreções das vias respiratórias. Quais são os sintomas? Dor de cabeça muito forte é o sintoma mais comum.Depois surge a rigidez de nuca (a pessoa não consegue dobrar o pescoço parafrente) e febre alta. Também pode haver confusão mental e rebaixamento deconsciência. Algumas pessoas apresentam náuseas, vômitos, intolerância a luz,intolerância a barulho e dores pelo corpo. Bebês podem se mostrar apenasirritados, inquietos, recusando comida e chorando. É muito importante lembrarque idosos podem não ter febre, ou apenas ter uma febre baixa, junto com aconfusão mental e diminuição do nível de consciência. É importante prestaratenção nesses sintomas !O que causa a meningite bacteriana?Várias bactérias podem causar meningite. Nas crianças as mais comuns são oHaemophilus influenza, Streptococcuspneumoniae (pneumococo), e Neisseriameningites e Listeriamonocytogenes. Nos idosos, o pneumococo, a neisseria, alisteria e bacilos Gram negativos são os principais agentes causadores. Já osportadores de Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) são maissusceptíveis à Listeria, a bacilos Gram negativos, pneumococos e Neisseria.Quem são os mais susceptíveis a desenvolver a doença?Crianças menores de 5 anos de idade, idosos e portadores de Síndrome daImunodeficiência Adquirida (AIDS) (por isso é muito importante o uso daCAMISINHA!)Quais as consequências?Perda da audição, distúrbio de linguagem, retardo mental, anormalidade motorae distúrbios visuais são exemplos de consequências da meningite. Elas ocorremprincipalmente em crianças e levam a dificuldade de aprendizado. Se nãotratada, pode levar a morte.Como prevenir?A melhor forma de prevenção é a VACINAÇÃO. A vacinação contra meningitecausada por Haemophilus influenza, Streptococcuspneumoniae (pneumococo) eNeisseriameningitides está incluída no Calendário de Vacinação Infantil. A vacinacontra meningite pneumocócica é de suma importância para idosos acima de 60anos e para portadores de Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS). PROJETO DE APOIO À VIDA -PRAVIDAO Pravida é um projeto de extensão da Universidade Federal do Cearácoordenado pelo psiquiatra Dr. Fábio Gomes de Matos e Souza, tendo porobjetivo maior prestar um serviço de atenção especializada a pessoas quetentaram suicídio, bem como prevenção de novos casos.Considerando a primeira tentativa de suicídio como maior fator de risco paratentativas futuras, desta forma aumentando o risco de óbito, o Pravida 9
    • desenvolve as suas ações de prevenção em parceria com outras instituições,como o Centro de Assistência Toxicológica - Ceatox e o Centro de Valorização daVida - CVV. Formado por acadêmicos dos cursos de Medicina e de Psicologia da UFC, oserviço realiza visitas duas vezes por semana ao instituto Dr. José Frotaobjetivando captar pacientes lá atendidos e prosseguir com o acompanhamentono Hospital Universitário Walter Cantídio - HUWC.Em ressonância com o Dia Mundial da Saúde, visamos tornar a população deFortaleza ciente dos serviços prestados pelo projeto por meio deste ato público.O Pravida espera intensificar suas ações de prevenção, aliviando os onerososcustos que acarretam o suicídio e suas tentativas, em todos os hospitais dacidade, na economia, nos laços sociais e no sofrimento das famílias do estado edo país. LIGA DE PREVENÇAO DA DOENÇA RENAL VOCÊ JÁ TEVE INFECÇÃO URINÁRIA? Você já sentiu ardor ao urinar, vontade incontrolável de urinar, jato urináriofraco e/ou aumento do número de vezes que foi ao mictório durante o dia? O que você fez para ficar bom? Você sabia que você poderia estar com Infecção do Trato Urinário (ITU)?A ITU é na maioria das vezes não complicada e de fácil tratamento, mas deve sersempre diagnosticada e tratada por um médico.Fique atento e não se esqueça de falar ao seu médico se você estiver com essessintomas e for: • Mulher com dois ou mais episódios no mesmo ano; • Homem jovem; • Idoso; • Se você foi submetido a cateterismo vesical recentemente; • Diabético. HISTOLIGA 10
    • Definida como uma solução de continuidade na mucosa tanto gástrica quantoduodenal(mais frequente), a Doença Ulcerosa Péptica está, geralmente,associada ou à infecção pela bactéria Helycobacterpylori ou ao uso acentuado deantiinflamatórios. Mesmo nos países desenvolvidos, a taxa de mortalidade e decomplicações da Doença Ulcerosa Péptica vêm se mantendo constantes, e o sexomasculino e o tabagismo mostram-se como importantes fatores de risco. A dorabdominal no andar superior do abdome é sintoma sugestivo desta doença.Alguns pacientes referem a melhora da dor com a alimentação, o que tem maiorassociação com a úlcera do tipo duodenal. Erradicar a bactéria H. pylori é medidaimportante em muitos casos de Úlcera. Além disso, sabe-se que a infecçãocrônica por este microorganismo tem associação com algumas neoplasias(cânceres). Cultivar hábitos de vida saudáveis, como evitar o tabagismo, além deprocurar assistência médica com o surgimento precoce de sintomas são medidasbásicas de controle e manejo dessa afecção. LIGA DE PSIQUIATRIAComo a disseminação da resistência microbiana pode interferir nos sintomas do Transtorno Obsessivo–Compulsivo.O Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) é um transtornomental caracterizado pela presença de obsessões ecompulsões. Obsessões são idéias, pensamentos, imagens ouimpulsos repetitivos e persistentes que podem trazer grande sofrimento. Nãosão apenas preocupações excessivas em relação a problemas cotidianos. Oindivíduo– em vão – tenta ignorá-los, suprimi-los ou neutralizá-los com a razãoou ações, o que pode levar às chamadas Compulsões. Compulsões sãocomportamentos ou atos mentais repetitivos que visam a reduzir o sofrimento(Ansiedade) e afastar as obsessões. As obsessões mais comuns são: preocupaçãocom sujeira ou secreções corporais, medo de que algo terrível possa acontecer asi mesmo ou a alguém querido e preocupação com simetria; enquanto asprincipais compulsões são: lavagem de mãos, verificação de portas, ordenação earrumação excessivas.O Transtorno Obsessivo-Compulsivo pode ser um transtorno incapacitante, umavez que as obsessões podem consumir muito tempo diárias e interferirsignificativamente na rotina normal do indivíduo, no seu trabalho, atividadessociais habituais e relacionamentos com amigos e familiares. 11
    • O TOC se apresenta em 2 a 3% da população geral. Os sintomas do TOC começama surgir por volta dos 20 anos, mas podem ser detectados ainda na infância.Um dos sintomas mais comuns é a obsessão de contaminação, em que a pessoaacredita que a sua roupa, o ambiente ou objetos deste estão infectados comgermes.Para minorar o sofrimento destes pensamentos, a pessoa realizaexaustivas lavagens ou evita se aproximar do objeto supostamente contaminado,que é frequentemente difícil de ser evitado (por exemplo fezes, urina, ougermes). Tais pacientes podem, literalmente, esfolar a pele das mãos porexcessivas lavagens ou serem incapazes de saírem de casa em razão do temordesses germes, já que eles em geral acreditam que a contaminação é difundidade objeto para objeto ou de pessoa para pessoa através do mais leve contato.Essa obsessão por contaminação pode levar ao uso desnecessário e/ou incorretode antibióticos, uma vez que o indivíduo – em seus pensamentos decontaminação – pode julgar-se infectado e então recorrer ao uso repetido dessasmedicações, predispondo ao desenvolvimento de resistência bacteriana. Alémdisso, campanhas de higiene promovidas pela mídia, como a de prevenção doH1N1 podem fazer com que o indivíduo que apresenta TOC com obsessão porlimpeza reforce ainda mais o seu comportamento de repulsa a todo tipo deobjeto que ele julga contaminado. PROGRAMA DE EDUCAÇÃO E REANIMAÇÃO CARDIORRESPIRATÓRIAA hipertensão arterial ou pressão alta é uma doença que ataca os vasossangüíneos, coração, cérebro, olhos e pode causar paralisação dos rins. Ocorrequando a medida da pressão se mantém freqüentemente acima de 140 por 90mmHg. A pressão alta não tem cura, mas tem tratamento e pode ser controlada.Somente o médico poderá determinar o melhor método para cada paciente, masalém dos medicamentos disponíveis atualmente, é imprescindível adotar umestilo de vida saudável:- manter o peso adequado, se necessário, mudando hábitos alimentares;- não abusar do sal, utilizando outros temperos que ressaltam o sabor dosalimentos;- praticar atividade física regular;- aproveitar momentos de lazer; 12
    • - abandonar o fumo; - moderar o consumo de álcool; - evitar alimentos gordurosos; - controlar o diabetes. NÚCLEO DE ESTUDOS ACADÊMICOS EM NEUROCIRURGIA – NEAN A meningite bacteriana. O termo meningite expressa a ocorrência de um processo inflamatório das meninges, membranas que envolvem o cérebro. A meningite pode ser causada por diversos agentes infecciosos, como bactérias, vírus e fungos, dentre outros, e agentes não infecciosos (ex.: traumatismo). Os principais sintomas estão listados na tabela abaixo :Idade Sintomas Mais comunsAcima de febre alta, dor de cabeça muito forte e rigidez de • Em geral, a2 anos nuca (pescoço duro) transmissão é de pessoa a pessoa,Recém- Sinais e sintomas inespecíficos geralmente: através das viasnascidos respiratórias,ou baixa de atividade (a criança fica largadinha) ou por gotículas elactentes irritabilidade, choro intenso, vômitos secreções. • Todos podem contrair a doença, mas o grupo etário mais vulnerável são as crianças menores de 5 anos. Inúmeros antibióticos são usados com sucesso no tratamento das meningites bacterianas, que deve ser realizado em ambiente hospitalar. Ao menor sinal ou suspeita, deve-se procurar atendimento médico, pois meningite é, na maioria das vezes, uma doença grave. - Qual a relação da meningite com a resistência bacteriana e sua disseminação global? A meningite bacteriana é causada por diversos tipos de bactérias que podem acabar inflamando as membranas que cobrem o cérebro. Como é causada por bactérias, a meningite pode contribuir para a seleção e o aumento da resistência bacteriana. Uma bactéria resistente pode se disseminar para a população e tornar bastante mais complicado o tratamento. Concluindo  No início dos anos 40, iniciava-se a “era antibiótica”, que parecia destinada a vencer a grande batalha contra as infecções, como a meningite bacteriana, eliminando doenças e aumentando significativamente a 13
    • expectativa de vida. Médicos e usuários maravilham-se com o uso de antibióticos, mas diminuem sua eficácia com o uso indiscriminado. Nos primórdios do novo século, esses antibióticos estão no centro de uma guerra atual e futura - a da resistência microbiana- que será perdida, a não ser que haja conscientização global sobre a gravidade do problema e adoção de sérias estratégias para contê-lo. Mais um desafio mundial. LIGA ACADÊMICA DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA (LAGG) Orientações e Adesão ao Tratamento Medicamentoso Os antibióticos são frequentemente prescritos para pacientes idosos, umavez que infecções bacterianas são comuns nesses pacientes, em comparação coma população mais jovem. Isso pode ser explicado, principalmente, pela reduçãoda capacidade do sistema de defesa corporal de combater microorganismos queinvadem o corpo, fenômeno decorrente da idade. O uso simultâneo de muitos medicamentos napopulação idosa é muito comum, em função da altaprevalência de doenças crônicas (diabetes e hipertensão, porexemplo), o que pode facilitar o esquecimento de tomardeterminados medicamentos, incluindo antibióticos, quandoreceitados. É importante, portanto, manter visível uma listaque contenha o nome dos medicamentos e os horários e dias em que devem sertomados. Além disso, ter a lista em mãos nas consultas médicas pode ajudar osmédicos a analisarem quais são os melhores remédios para cada paciente,evitando a prescrição de remédios que podem interagir com outros e causarsintomas desagradáveis. LIGA DE PATOLOGIATuberculose é uma doença causada por uma bactéria chamada Mycobacteriumtuberculosis. Quando as defesas do corpo não são suficientes para nos protegerdas bactérias, podemos desenvolver a doença. 14
    • As bactérias entram em células de defesa do nosso corpo denominadasmacrófagos, onde passam a formar várias outras bactérias iguais. Essas célulasatacam as bactérias e, ao atacar, podem agredir os tecidos do nosso própriocorpo, causando a doença.A tuberculose não atinge somente os pulmões, mas também outros órgãos como ofígado e o baço. Podem formar, nos órgãos, estruturas denominadas granulomas(em que células do indivíduo doente tentam se organizar para isolar as bactérias dorestante do corpo) ou podem espalhar-se por todo o organismo.Tosse seca ou carregada por mais de três semanas, febre alta (principalmente no fimda tarde), tosse com sangue e suadeira noturna são sintomas de tuberculose. Otratamento e feito com uma combinação de antibióticos e dura em média 6 meses,devendo ser feito seguindo à risca as orientações do médico para evitar a seleção debactérias resistentes aos medicamentos habituais! LIGA DE COLOPROCTOLOGIA O câncer do Intestino Grosso pode matar, mas é facilmente evitado e curado através da prevenção!O que é Câncer de Intestino?É o câncer do intestino grosso, também chamado de colorretal. É um dostumores mais freqüentes entre homens e mulheres. Quando detectadoprecocemente, a possibilidade de sobrevida ultrapassa 90%. Quase semprecomeça com o surgimento de um pólipo (lesão benigna), que cresce na parede dointestino e pode se transformar em câncer, caso não seja diagnosticado eretirado a tempo, por meio de um exame chamado colonoscopia.Quais são os fatores do risco?Idade maior que 50 anos, historia pessoal ou de algum familiar dePólipos,Retocolite Ulcerativa ou Doença de Crohn; se um parente próximo já teveCâncer do Cólon ou do Reto, ou se você já teve Câncer de mama, ovário ou útero.Alimentação rica em gordura e pobre em fibras vegetais também contribui parao risco de Câncer de Intestino.Quais são os sintomas?Em geral, os sintomas só aparecem quando o tumor está mais desenvolvido. Éimportante consultar o médico sempre que notar sangramento anal, sangue nasfezes, alteração do hábito intestinal, ou seja, diarréia ou prisãode ventre alternados, vontade freqüente de ir ao banheiro com evacuaçãoincompleta, dor ou desconforto abdominal ou anal, fraqueza, anemia e perda de peso sem causa aparente. Como e quando se deve ser examinado? Se você não possui os antecedentes para câncer que já foram mencionados, deve ser examinado a partir dos 50 anos fazendo colonoscopia a cada 5 anos. Mas se você pertence ao grupo de 15
    • risco, com antecedente pessoal ou familiar de câncer deintestino, deve iniciar os exames a partir dos 40 anos, ouantes.Como se prevenir do Câncer Colorretal?Além dos exames mencionados acima nas idades adequadas,alimentação e estilo de vida saudáveis são muitoimportantes.PROJETO DE AÇÃO INTEGRADA EM MEDICINA DO ESPORTE - PRAIME A automedicação é um tema que vem preocupando bastante ascomunidades esportivas. Segundo a Abifarma (Associação Brasileira dasIndústrias Farmacêuticas), cerca de 20 mil pessoas morrem, no Brasil, por anoem decorrência de automedicação. Dentre as principais causas de óbito estãointoxicação e reações de hipersensibilidade ou alergias. No meio esportivo, avigilância se torna mais intensa, pois muitos atletas, buscando atingir uma formaideal e em menor tempo, automedicam-se. Os principais fármacos utilizados poresportistas são diuréticos, anti-inflamatórios, anabolizantes e antibióticos, osquais podem trazer graves consequências hepáticas, renais e levar inclusive aoóbito. Vale ressaltar que osfamosos “suplementos”também estão incluídos em talgrupo e por isso devem receber osmesmos cuidados que osmedicamentos acima citados. 16
    • Pratique uma vida saudável. Exercite-se e tenhauma dieta balanceada, e, se for necessário usar qualquermedicamento, procure assistência médica para receber asdevidas orientações. LIGA DE ESTUDOS EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA (LEGO) Doenças Sexualmente Transmissíveis As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) estão entre os problemas desaúde pública mais comuns em todo o mundo. Nos países industrializados,ocorre um novo caso de DST em cada 100 pessoas por ano, e nos países emdesenvolvimento as DSTs estão entre as 5 principais causas de procura porserviços de saúde. Nas ultimas décadas, provavelmente devido ao alastramentoda AIDS pelo mundo, o trabalho com as outras DSTs, doenças que facilitam atransmissão do HIV(vírus da AIDS), passou a ter redobrada importância. As DSTspodem ser do tipo que causam ulceras(feridas), como sífilis e herpes genital, quecausam corrimentos, como gonorreia, candidíase e vaginose bacteriana e quecausam verrugas, como o condiloma acuminado. Somado a isso, temos a AIDScomo a mais conhecida das DSTs, a qual é responsável pelo enfraquecimento dosistema de defesa do organismo. A forma mais segura e eficaz para prevenção dedoenças sexualmente transmissíveis (DST), incluindo a AIDS, é o uso dopreservativos ("camisinha") em todas as relações sexuais, sempre! Quer seja napenetração vaginal, anal ou no sexo oral. A redução do número de parceirossexuais pode também reduzir a chance de se contaminar com DSTs e AIDS, mascomo medida acessória, pois nunca se deve dispensar o uso da "camisinha". CEPE – CENTRO DE EXTENSÃO E PESQUISA EM ENDOCRINOLOGIAO que é o Diabetes e como se desenvolve?O diabetes é uma doença crônica em que há aumento da glicemia (quantidade deaçúcar no sangue). Ocorre porque o pâncreas, uma glândula produtora dehormônios, não produz o hormônio insulina em quantidade suficiente ou porquea insulina não age de forma adequada no organismo. A glicose (açúcar) vemprincipalmente dos alimentos, mas o corpo também a produz. Quando nosalimentamos, o pâncreas libera uma quantidade maior de insulina para permitirque a glicose que consumimos durante a refeição sirva como fonte de energiapara o organismo, mantendo normais os níveis de açúcar no sangue. A insulina éum hormônio que age transportando a glicose do sangue (absorvida naalimentação) para dentro da célula, para que sirva como fonte de energia. Trata- 17
    • se de um hormônio essencial para a sobrevivência e sua ausência ou quantidadeinsuficiente provoca um aumento da glicose no sangue, chamado dehiperglicemia.Quais são os principais sinais e sintomas do Diabetes e como eleé diagnosticado?Os principais sinais e sintomas são: urina em excesso, muita sede, fomeexcessiva, perda de peso sem explicação, feridas que demoram a cicatrizar,formigamento nas mãos e pés, dores nas pernas e cansaço inexplicável. Pode serdiagnosticado após os seguintes resultados em exames laboratoriais: glicemiaapós 8 horas de jejum com resultado maior ou igual a 126mg/dl; glicemia após 2horas de ingestão de 75g de glicose com resultado igual ou maior que 200mg/dl;glicemia em qualquer momento acima com resultado igual ou maior que 200mg/dl com sintomas do diabetes. Todo resultado deve ser avaliado por um médicopara sua interpretação correta. Se você apresenta alguns dos sintomas acimae/ou possui glicemia elevada, procure atendimento médico. O diagnósticoprecoce da doença traz muitas vantagens.Sou diabético, e agora?!Após ter o diagnóstico de diabetes confirmado por um médico, além dotratamento com remédios e/ou insulina, ter hábitos de vida mais saudáveis sãoindispensáveis para diminuir o nível ou variação da glicose no sangue, além deprevenir as complicações que a doença pode provocar. Procure praticarexercícios físicos regularmente e ter uma dieta saudável, sempre pedindoopinião do seu médico.O que é a Obesidade e quais problemas ela pode trazer para asaúde?A obesidade é uma doença crônica de difícil tratamento. É o excesso de gordurado corpo armazenada em função do desequilíbrio entre a ingestão de alimento (oque comemos) e o gasto energético (o que gastamos). Para uma pessoa serconsiderada obesa é necessário que haja um excesso de gordura no corpo acimade 30%, porém, acima de 25% já é considerada com sobrepeso (os riscoscomeçam a aparecer). A obesidade hoje em dia é considerada uma doençaporque pode causar complicações à saúde. Hábitos de vida não-saudáveis (faltade atividade física, alimentação errada e estresse), vêm aumentando o númerode pessoas obesas no mundo. Além dos hábitos de vida, problemas emocionais eherança familiar podem levar a obesidade. Os problemas de saúde mais comunsna obesidade são: infarto do coração, hipertensão arterial, aumento das gordurasno sangue, derrame cerebral, diabetes, artroses, varizes, gota e apneia do sono(ronco). Se você é obeso, cuide-se. Se não é obeso, previna-se. 18
    • LIGA DE DOR DO CEARÁ A liga de dor do Ceará, composta por estudantes deMedicina da Universidade Federal do Ceará e orientadapelo médico neurologista Osmar Aguiar, vem por meiodeste documento apresentar uma proposta de atividade aser realizada no Dia Mundial da Saúde, organizado pelaSERNI, o qual ocorrerá no dia 9 de abril de 2011, na Praça do Ferreira. Para tal atividade, necessita-se de uma barraca, aqual apresentará uma faixa ou um banner, a fim de serealizar a divulgação. Nela, alguns integrantes do grupoficarão tirando dúvidas e fazendo pequenas explanaçõesacerca do tema: Automedicação, de vital importância paraas discussões acerca dos riscos decorrentes daautomedicação. Nesse ínterim, outros integrantes do projeto ficarão no espaço a serrealizado (Praçado Ferreira), abordando pessoas e chamando-as para a barraca,local onde, além de se realizarem as explicações sobre o tema, aplicar-se-á umquestionário sobre automedicação. Como incentivo à participação, serãodistribuídos panfletos informativos. Automedicação A automedicação é uma prática comum, calcula-se que mais de 80 milhões debrasileiros são adeptos (ABIFARMA). Seja por conhecer a doença e a forma detratá-la ou para não engrossar as enormes filas dos hospitais brasileiros, amaioria da população recorre às terapias caseiras e ao breve conhecimentofarmacológico para tratar-se principalmente das infecções mais comuns. Osanalgésicos são os remédios mais utilizados na automedicação. Entretanto,precisamos ter a segurança de estarmos nos tratando da maneira correta antesde tomar algum medicamento. A automedicação pode ser benéfica se não vieracompanhada de falta de informação e imprudência. 19
    • LIGA DE GASTROENTEROLOGIA E EMERGÊNCIA Você Sabia...... que o Helicobacterpylorié uma bactéria que infecta a mucosa doestômago e está presente em cerca de 80% da população brasileira?... que a principal causa dos sintomas de gastrite é uma inflamação causadapor essa bactéria, e não a famosa “gastrite nervosa”?... que sua transmissão é fecal-oral e se inicia na infância?... que a maioria da população portadora de H. pylori não apresentaquaisquer sintomas?que em alguns casos, o H. pyloripode estar relacionado à úlcera péptica eao câncer de estômago?... que o H. pylorié fácil de ser detectado e tem tratamento?... que a maioria dos portadores de H. pylori nunca vai precisar detratamento?A principal causa de gastrite é oHelicobacterpylori!Para maiores informações sobre o Helicobacterpylori,PROCURE O SEU MÉDICO! 20