Anatomia e histologia dos tecidos

6,350 views
5,582 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,350
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
172
Actions
Shares
0
Downloads
90
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Anatomia e histologia dos tecidos

  1. 1. ANATOMIA E HISTOLOGIA DERMATOLOGICA
  2. 2.  Células Agrupadas TECIDOS
  3. 3.  Tecido é uma especialização físico-química e morfológica de células. (GRASSE)  Tecido é um conjunto de células da mesma natureza, diferenciadas em determinado sentido para poderem realizar a sua função própria. (SCHUMACHER)  Tecido é um grupo de células que apresentam a mesma função própria. (MENEGOTTO) TECIDOS
  4. 4.  2. Conjuntivo  4. Nervoso  1. Epitelial  3. Muscular TIPOS DE TECIDOS
  5. 5. TECIDO EPITELIAL
  6. 6. As células epiteliais estão sempre acompanhadas de tecido conjuntivo subjacente e ficam ligadas a ele por uma delgada camada. Membrana Basal
  7. 7. CATEGORIAS:  De Cobertura ou Revestimento;  Glandular. TECIDO EPITELIAL
  8. 8. TECIDO EPITELIAL DE “REVESTIMENTO”  Recobrem a superfície;  Revestem as cavidades do corpo;  Apresentam pouca substância intercelular;  Formam camadas celulares contínuas;  Avascular
  9. 9.  Avascular TECIDO EPITELIAL
  10. 10.  1. Epitélio Simples (Escamoso);  2. Epitélio Estratificado (Pavimentoso ou Cilíndrico);  3. Epitélio Pseudo-estratificado. CLASSIFICAÇÃO Quanto ao nº. de camadas:
  11. 11.  1. Epitélio Pavimentoso (simples ou estratificado), ex: endotélio;  2. Epitélio Cúbico (simples ou estratificado), ex: ductos e glândulas;  3. Epitélio Cilíndrico (simples, estratificado ou pseudo-estratificado), ex: intestino delgado. CLASSIFICAÇÃO Quanto a forma das células:
  12. 12.  Proteção (estratificados)  Revestimento (estratificados)  Secreção de substâncias (simples)  Absorção (simples)  Percepção Sensorial TECIDO EPITELIAL - FUNÇÕES
  13. 13. TECIDO CONJUNTIVO
  14. 14. CARACTERÍSTICAS GERAIS  Diversos tipos de células;  Vasto espaço extracelular;  Abundante Material Intercelular (fibras e SFA);  Fluido = Líquido Intersticial;  1/3 das proteínas do organismo → Tecido Conjuntivo
  15. 15. CÉLULAS DO CONJUNTIVO  Fibroblastos;  Macrófagos;  Células Mesenquimatosas;  Mastócitos;  Plasmócitos;  Leucócitos;  Células Adiposas.
  16. 16. SUBSTÂNCIA FUNDAMENTAL AMORFA  Viscosa;  Incolor;  Transparente;  Homogênea;  Proteção;  Efeito de esponja;  Formado por proteoglicanas, ácido hialurônico e glicoproteína.
  17. 17. FUNÇÕES DO CONJUNTIVO  Serve de arcabouço para as células epiteliais p/ formar órgãos;  Agrupar vários tecidos e órgãos sustentando-os;  Difusão e fluxo do metabolismo;  Serve de estoque para alimentos em excesso sob a forma de gordura;  Forma arcabouço esquelético do organismo.
  18. 18. FUNÇÕES DO CONJUNTIVO  SUSTENTAÇÃO;  PREENCHIMENTO;  DEFESA;  NUTRIÇÃO;  TRANSPORTE;  REPARAÇÃO.
  19. 19. • Tecidos Conjuntivos Propriamente Ditos • Tecidos Conjuntivos Especializados/ De Propriedades Especiais • Cartilaginoso • Ósseo • Sanguíneo Frouxo Denso Modelado Não modelado Elástico Reticular Mucoso Embrionário/ Mesenquimático Adiposo Unilocular Multilocular CLASSIFICAÇÃO
  20. 20. TECIDO CONJUNTIVO FROUXO  As células mais comuns são fibroblastos e macrófagos;  Apóia e nutre as células epiteliais (pele, mucosa e glândulas);  Consistência delicada, flexível e pouco resistente às trações;  Ex: Tecido Subcutâneo. Caracterização
  21. 21. TECIDO CONJUNTIVO FROUXO  Sob os epitélios;  Em torno de vasos sanguíneos;  Entre fibras e feixes musculares;  Circundando o parênquima das glândulas. Localização
  22. 22. TECIDO CONJUNTIVO DENSO  Possui mais fibras e menos células;  Predomínio por fibras colágenas;  Células mais comuns: Fibroblastos;  A orientação e arranjo dos feixes de fibras colágenas tornam-no resistente às trações. Caracterização
  23. 23. TECIDO CONJUNTIVO DENSO  Feixes de fibras colágenas paralelos entre si;  Resistente a trações exercidas numa só direção;  Encontrado em tendões e ligamentos. MODELADO, ORDENADO OU REGULAR
  24. 24. TECIDO CONJUNTIVO DENSO  Feixes de fibras colágenas em arranjo aleatório;  Resistente a trações em várias direções;  Encontrado na derme, bainha de nervos, cápsulas do baço, ovários, rins, linfonodos etc. NÃO MODELADO, DESORDENADO OU IRREGULAR
  25. 25. TECIDO CONJUNTIVO DENSO NÃO MODELADO
  26. 26. FIBRAS DO TECIDO CONJUNTIVO - + abundante, + freqüente; - Fortes e Resistentes; - Constituída por COLÁGENO; - Proporcionam força tensil dos ferimentos na fase de cicatrização; - DESEQUILÍBRIO (Biossíntese X Degradação) = Quelóides; - Direção da formação da fibra – tensão no tecido; - ↑ doses de cortisona por longos períodos → ↓ teor de colágeno nos tecidos. - Tipo I – sintetizado por fibroblastos, células do mm liso e osteoblastos; principal constituinte da PELE, tendão, osso e parede dos vasos; COLÁGENAS
  27. 27. FIBRAS DO TECIDO CONJUNTIVO - Constituída por ELASTINA + MICROFIBRILA ELÁSTICA; - + resistentes do organismo; - Cedem facilmente a trações mínimas; - Suportam grandes trações; - Encontrada em pequena quantidade na pele; - Sintetizadas por células musculares lisas, endoteliais, fibroblastos e condroblastos fibrocartilaginosos. ELÁSTICAS
  28. 28. - Abundantes formando feixes; - Os espaços entre as fibras elásticas é ocupado por fibras colágenas e fibroblastos achatados; - Localização: lig. amarelo da coluna vertebral / lig. suspensor do pênis / parede dos vasos de grande calibre. FIBRAS DO TECIDO CONJUNTIVO ELÁSTICAS
  29. 29. FIBRAS DO TECIDO CONJUNTIVO - Constituída por colágeno III = RETICULINA; - Fibras anastomosadas = rede; - Fibras curtas, finas e inelásticas; - Abundantes; - Produzidas por Fibroblastos; - Localizadas: Sinusóides hepáticos; tecido adiposo; medula óssea; músculo liso e glândulas endócrinas. RETICULARES
  30. 30. CÉLULAS ADIPOSAS Podem ficar isoladas ou em pequenos grupos no tecido conjuntivo comum; A maioria agrupam-se no tecido adiposo espalhado pelo corpo.
  31. 31. FUNÇÃO DOS ADIPOSITOS Armazenamento eficiente de energia; Modelamento da superfície do corpo; Formação de coxins absorventes de choques; Isolamento térmico do organismo; Preenchem espaços entre outros tecidos; Os adipócitos multiloculares são especializados em produzir calor, ajudando na termorregulação.
  32. 32. Mama ADIPOSITOS UNILOCULARES Formam o tecido adiposo unilocular (cor branca ou amarela), abundante no adulto; Células grandes, esféricas, mas que se tornam poliédricas quando se reúnem no conjuntivo; Acumulam gordura continuamente em uma única gotícula (sem membrana) que acaba preenchendo quase todo o citoplasma.
  33. 33. Mama ADIPOSITOS MULTILOCULARES Formam o tecido adiposo multilocular ou pardo, mais freqüente no feto e recém- nascido ; Células menores e mais poligonais, com núcleo esférico; Acumulam gordura em várias gotículas lipídicas.
  34. 34. TIPOS:  ADIPOSO UNILOCULAR (BRANCO)  ADIPOSO MULTILOCULAR (PARDO) Mama TECIDO ADIPOSO
  35. 35. Mama TECIDO ADIPOSO Unilocular Multilocular TIPOS

×