Faith H. Wallace - Fazendo conexões: Livros para fãs de Harry Potter
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Faith H. Wallace - Fazendo conexões: Livros para fãs de Harry Potter

on

  • 874 views

O artigo publicado aqui é uma tradução. Artigo original: "Making connections: Books for Harry Potter fans".

O artigo publicado aqui é uma tradução. Artigo original: "Making connections: Books for Harry Potter fans".
Minnesota English Journal.

Statistics

Views

Total Views
874
Views on SlideShare
766
Embed Views
108

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

4 Embeds 108

http://ofantasticomundodaleitura.blogspot.com 99
http://ofantasticomundodaleitura.blogspot.com.br 7
http://feeds.feedburner.com 1
http://ofantasticomundodaleitura.blogspot.pt 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Faith H. Wallace - Fazendo conexões: Livros para fãs de Harry Potter Document Transcript

  • 1. Fazendo conexões: livros para fãs de Harry PotterFantasias épicas não são novas. Observe a popularidade de The Lord of theRings de J.R.R. Tolkien ou The Chronicles of Narnia de C.S. Lewis. Até mesmoa idéia de um menino bruxo indo para uma escola de bruxaria aparece no épicode Ursula Le Guin, Earthsea. O fenômeno Harry Potter, entretanto, temrenovado tanto o gênero da fantasia para jovens adultos que novos títulosestão sendo produzidos muito rapidamente para serem contados. Enquantocada história tem seu próprio enredo ou jornada, às vezes elas partilham temasou características semelhantes (por exemplo, temas de escolhas e bem versusmal, a inclusão de criaturas mágicas e a habilidade de falar com várias delas),favorecendo a leitura estratégica: “strategic reading refers to thinking aboutreading in ways that enhance learning and understanding” como quandoleitores fazem conexões, extraem inferências e fazem questionamentos.(Harvey & Goudvis 16)Encorajando estudantes a ler amplamente o gênero da fantasia para jovensadultos, (enquanto muitos ainda estão estimulados pela série Harry Potter)talvez seja um jeito de encorajá-los a ler estrategicamente, aumentandoespecialmente suas habilidades em fazer conexões dentre os textos. Osleitores fazem conexões entre o que já sabem e o que aprendem (Braunger &Lewis 30). Assim como eles lêem “to better understand their reading”, elestalvez comparem eventos, lições, temas ou perspectivas da história (Harvey &Goudvis 80). Ler amplamente literatura fantástica para jovens adultos tambémpode fornecer aos leitores conhecimento básico sobre o gênero, incluindoestilo, formato, temas e características que irão apoiar a leitura estratégica.Nesse ensaio, eu ilustro duas conexões entre a nova fantasia para jovensadultos, particularmente considerando as criaturas mágicas e míticas da sérieHarry Potter e o papel dos membros da família enquanto vilões. Tambémmostro como essas conexões podem promover a leitura estratégica.I. Fazendo Conexões: Criaturas Mágicas e MíticasConhecemos criaturas míticas e mágicas em todos os livros de Harry Potterincluindo elfos domésticos, dragões, trolls, duendes, hipogrifos e centaurospara citar só alguns. Na verdade, J.K. Rowling publicou Fantastic beasts and
  • 2. Fazendo conexões: livros para fãs de Harry Potterwhere to find them como um compêndio das criaturas que Potter e seus amigosencontram. O que é interessante, porém, é que Rowling dá a cada espécieuma personalidade e condição distinta no mundo bruxo. Tomemos, porexemplo, os dragões. Estas criaturas são vistas como perigosas e proibidas,mas Harry deve roubar o ovo de um dragão durante o Torneio Tribruxo emHarry Potter and the Goblet of Fire, onde os dragões são usados no esporte.Esta representação dos dragões é semelhante à forma como eles são descritose utilizados no romance para jovens adultos The Shamer’s Daughters de LeneKaaberbol, o primeiro de uma série sobre uma jovem, Diana, que herdou umdom especial – a habilidade de ler a alma de uma pessoa, ver a verdade, efazê-la sentir vergonha por seus delitos. É este dom que coloca Diana em umasituação precária. Sua mãe (com o mesmo dom) deve declarar um meninoinocente, Nico, culpado de crimes terríveis. Quando se recusa a fazer isso, elaé presa e declarada uma bruxa. Diana enfrenta a mesma escolha, mas mesmosendo caçada como bruxa não pára de tentar encontrar e libertar sua mãe,escapar dos dragões venenosos, e achar um jeito de salvar Nico. Os dragõesno Dragon Pit são descritos mais como lagartos super crescidos e venenososque como criaturas mágicas, míticas. Os dragões são escravizados e usadoscomo uma forma de manter a lei a qual Diana e sua mãe devem escapar.Embora não tão sofisticada como os romances de Harry Potter, essa série parajovens adultos é imaginativa e tem uma protagonista feminina forte com umdom único.Por outro lado, os dragões em Eragon, de Christopher Paolini sãocompanheiros e amigos que possuem grande sabedoria e conhecimento.Quando Eragon encontra uma deslumbrante pedra azul no meio da floresta,sua vida rapidamente começa a mudar. Ao invés de viver sua vida como umgaroto de fazenda pobre, ele se torna um Cavaleiro de Dragão (o último deles),aprende a linguagem antiga da magia e salva uma elfa da tortura – tudo issoenquanto tenta achar os assassinos Ra’zac que destruíram sua casa emataram seu tio. A jornada de Eragon está cheia de magia, estranhas criaturase personagens inesquecíveis; os leitores serão levados a um mundo imaginárioenquanto também aprendem a nova linguagem da magia. Paolini, ele mesmoum adolescente, planeja a história de Eragon como parte da trilogia
  • 3. Fazendo conexões: livros para fãs de Harry PotterInheritance. Comparando e contrastando as formas como os dragões sãoretratados e utilizados entre os vários textos irá promover a leitura estratégicaem que os leitores devem considerar os temas e as finalidades dospersonagens particulares em cada livro. Uma vez que os dragões são umtópico popular nas fantasias épicas, não há escassez de textos para explorar.Por exemplo, Dragon Rider lida com temas semelhantes aos de Eragon, e porcausa da popularidade dos dragões como personagens na fantasia, também hátextos informativos não ficcionais para fornecer uma perspectiva histórica,aprofundando o conhecimento básico do leitor sobre o personagem dragãocomo o Dr. Ernest Drake’s Dragonology: The Complete Book of Dragons deDuguld Steer e Dragons: A Natural History de Karl Shuker.Fadas também são criaturas populares dentro das fantasias épicas. Comodragões, fadas são retratadas e utilizadas de variadas formas nos textos. Oselfos domésticos escravizados de Harry Potter soariam familiares aospersonagens de vários textos onde fadas são consideradas uma raça decriaturas mágicas ligadas a certas “casas” cumprindo as ordens dos donos dascasas. Em alguns casos, as fadas se rebelam como no sofisticado romancepara jovens adultos The Blue Girl de Charles de Lint e na alegre edescomplicada série The Spiderwick Chronicles de Holly Black e TonyDiTerlizzi, mas os elfos domésticos na série Harry Potter ainda tem que lutarcontra sua escravidão.Algumas fantasias modernas transformaram o folclore tradicional das fadas.Artemis, o menino gênio da série Artemis Fowl de Eoin Colfer, acredita quepode fazer qualquer coisa – incluindo uma coisa que ninguém mais tinha feito:roubar o ouro dos Leprechauns. O único problema é que os Leprechauns naverdade não são pequenos homens verdes. Leprechauns são, de fato,membros do L.E.P. Recon: Lower Elements Police, Reconnaissance Unit. Aoroubar esse ouro, Artemis tem que ser mais esperto que a tecnologia e magiadas fadas e que determinada fada valentona, Holly Short. Colfer incorporamitos e lendas tidos como certos e adiciona gosto e muita risada a eles. Asaventuras de Artemis e Holly continua em Artemis Fowl: The Artic Incident ondeo grupo deve impedir que os Lower Elements sejam tomados por uma ganguede duendes. Então, em Artemis Fowl: The Eternity Code, Artemis usa a
  • 4. Fazendo conexões: livros para fãs de Harry Pottertecnologia das fadas para fazer dinheiro no mercado de ações, mas o plano dáerrado e todos os Lower Elements podem estar em risco. Os fãs de ArtemisFowl também podem apreciar o compêndio The Artemis Fowl Files que contementrevistas e pequenas histórias. Enquanto esses livros parecem mais jogosdivertidos, Colfer usa o humor para fazer declarações sobre a sociedade. Porexemplo, Holly Short é a primeira fada do sexo feminino cuja entrada épermitida na L.E.P. Recon. Este é um tema recorrente em todos os textos,fazendo de Holly um alvo de duras críticas por seus superiores. Seuenvolvimento com Fowl só piora as coisas para ela.Descriminação e maus tratos dos outros, sejam mascarados com humor emArtemis Fowl ou abordados abertamente como em Harry Potter, é um temacomum nessas fantasias para jovens adultos. Os leitores são desafiados pelosautores a pensar sobre questões difíceis de uma forma que as torna maisacessíveis quando eles fazem conexões entre os textos. Como essas criaturasmágicas são semelhantes em várias histórias e como essas criaturas sãoutilizadas para fazer uma declaração sobre a sociedade e o tratamento dosoutros? Quais outras criaturas mágicas sofreram maus tratos nas fantasiaspara jovens adultos e por quê? Estas questões podem ser exploradas quandoestudantes fazem conexões entre os textos.II. Fazendo conexões: O Vilão na FamíliaFazer conexões entre textos também fornece aos leitores uma oportunidade defazerem previsões. Ainda se quer saber mais sobre Lord Voldemort, e sobre osComensais da Morte, mas talvez possamos usar nosso conhecimento básico(ou nossas conexões) sobre outras fantasias para jovens adultos para diminuiros possíveis resultados dos livros restantes de Harry Potter. Por exemplo, emmuitas fantasias para jovens adultos, o “vilão” principal muitas vezes acaba porser parente dos nossos heróis. Isso acontece em Pure Dead Magic, na sérieThe Children of the Red King, The Shamer’s Daughter, Eragon, nas séries HisDark Materials e The Old Kingdom dentre outras.Em Pure Dead Magic de Debi Gliori, o primeiro de três livros nesta sérieemotiva, não parece que mais alguma coisa poderia dar errada na casa dos
  • 5. Fazendo conexões: livros para fãs de Harry PotterStrega-Borgia. Primeiro, o Signor Luciano desapareceu. Isto significa que aSignora Bali deve contratar uma babá para seus três filhos (Titus, Pandora eDamp), uma vez que ela está ocupada estudando bruxaria avançada. Nessemeio tempo, Pandora, 10 anos, acidentalmente encolhe a irmã bebê, Damp,usando uma varinha descartável que roubou de sua mãe. Então Tito, dozeanos, envia Damp para a Internet. Enquanto eles tentam salvar sua irmã bebê,um grupo de vilões com uma missão terrível invade a casa. Esse malfeito foiorquestrado pelo irmão do Signor Luciano, Lúcifer, ávido por uma grandeherança. Com um pouco de intervenção mágica da babá e de alguma ajuda docrocodilo Tock, o clã Strega-Borgia sobrevive à provação e espera nunca maisouvir falar de Lúcifer. A série continua com Pure Dead Wicked, onde os Strega-Borgias devem lidar com as ramificações da experiência científica das criançasna clonagem, um exército escocês mágico e um dragão grávido enquantotentam salvar seu castelo da ruína. Pure Dead Brilhant é a terceira e maiscomplexa, envolvente e divertida aventura. Todos os Strega-Borgias estão devolta – incluindo o tio mau Lúcifer sedento por vingança. Mas um pacto delonga data com um demônio talvez possa interromper o plano do tio Lúcifer.A série The Children of the Red King de Jenny Nimmo segue Charlie Boneenquanto aprende que ele, como Harry Potter, tem uma capacidade única. Elepode ouvir o que as pessoas estão dizendo nas fotografias. Esta habilidadeúnica o marca como dotado e inicia uma série de eventos que podem levar àsua morte. Ele descobre que é na verdade um descendente do Red King, queera muito poderoso. Mas os descendentes estão todos em guerra, e Charliedeve escolher um lado. Os perversos Bloors, incluindo as três tias de Charlie,usam seus dons para forçar os acontecimentos a se desdobrarem em seu favore destruir aqueles que ficam em seu caminho, inclusive matar o pai de Charliee manter uma jovem longe de sua família por mais de uma década. Se Charlieficar ao lado dos Bloors, sua vida poderia ser mais fácil, mas ele e seus amigoslevantam-se contra os Bloors e enfrentam as conseqüências juntos. Os filhosdo Red King ainda estão divididos entre o bem e o mal e torna-se mais difícilpara Charlie e seus amigos permanecer do lado do bem. As tias de Charlieparecem não parar por nada para que as coisas sejam do seu jeito – incluindo
  • 6. Fazendo conexões: livros para fãs de Harry Pottertentativas de homicídio. Esta série é uma leitura rápida e satisfatória parajovens adultos com personagens realistas que fundamentam a fantasia.Sabriel de Garth Nix começa uma aventura fantástica de três partes tambémconhecida como a série The Old Kingdom. O pai de Sabriel tem um trabalhoperigoso, trabalho que Sabriel herda cedo demais para seu gosto. Sabriel e seupai são necromantes. Eles garantem que as almas dos mortos cheguem efiquem onde pertencem. Com o desaparecimento de seu pai, porém, oequilíbrio dos vivos e dos mortos torna-se instável, e criaturas poderosas e hámuito tempo mortas estão andando no mundo dos vivos. Sabriel e Touchstonetentam resolver o que está acontecendo no antigo país e descobrem que opríncipe, primo de Touchstone, está por trás da ascensão dos mortos. Kerrigorvem ganhando força na terra dos mortos e planeja submeter os vivos. Asequência de Sabriel, Lirael, acontece quando Sabriel é rainha do antigo país euma Abhorsen por direito. Numa estranha reviravolta do destino, Lirael deveajudar o príncipe Sameth, filho de Sabriel, a descobrir porque tantos seresmágicos livres estão causando estragos em todo o país. A conclusão destasaga é contada em um terceiro livro intitulado Abhorsen.Com tantos membros da própria família voltando-se para o lado negro, o queisso sugere para Harry Potter? Ele e Lord Voldemort poderiam ser parentes?Talvez isso explicasse os olhos verdes de Harry. Quando os leitores fazemconexões entre textos, elas podem ajudar os alunos a pensar maisprofundamente sobre os acontecimentos dentro da leitura (sobretudo na sériePotter) que, por sua vez, podem levar a fazer predições sobre o que está porvir nas últimas partes da série.Concluindo pensamentosMuitos dos nossos alunos estão encantados com a história de Potter e estãolendo e relendo os livros. A releitura tem muito valor, especialmente para osnossos jovens leitores. Mas podemos expandir seus horizontes,proporcionando-lhes outras fantasias para jovens adultos com temassemelhantes e características para atrair todos os estudantes,independentemente de sua capacidade, para o próximo nível de leitura
  • 7. Fazendo conexões: livros para fãs de Harry Potterestratégica. Devido à variedade de publicações dessas fantasias adolescentes,podemos apoiar nossos esforçados leitores e incitar leitores avançados. Porexemplo, The Spiderwick Chronicles acompanha as aventuras das criançasGrace enquanto elas aprendem sobre fadas e magia. Cada aventura é contadaem um livro diferente, de modo que os livros são mais como histórias curtascom poucos personagens principais e cenários para evitar que os leitoresesforçados sobrecarreguem-se. Por outro lado, um leitor mais sofisticado serádesafiado a ler a série His Dark Materials de Philip Pullman, que inclui umahistória complexa em cada um dos três livros com diferentes personagens, umanova linguagem, e conexões com ciência e magia. Além disso, como leitoresde um boa série tendem a devorá-la até que esteja completa, nossosestudantes podem ler mais amplamente do que nunca, enquantopacientemente esperam pelo próximo e último Harry Potter (Tunnell & Jacobs228). Por exemplo, os fãs de Artemis Fowl tem quatro livros para entretê-los eEragon é um livro de uma trilogia como é Lionboy de Zizou Corder. Aoproporcionar aos alunos a oportunidade de explorar temas e personagenssemelhantes os empurramos para a leitura estratégica em fazer conexõesdentre textos.Trabalhos citadosBraunger, Jane, & Jan Lewis. Building a Knowledge Base in Reading. 2nd ed.Newark, NJ: International Reading Association, 1998.Colfer, Eoin. Artemis Fowl. New York: Scholastic, 2001.---. Artemis Fowl: The Arctic Incident. New York: Hyperion, 2002.---. Artemis Fowl: The Eternity Code. New York: Hyperion, 2003.---. The Artemis Fowl Files. New York: Miramax, 2004.Corder, Zizou. Lionboy. New York: Dial Books, 2004.
  • 8. Fazendo conexões: livros para fãs de Harry Potterde Lint, Charles. The Blue Girl. New York: Viking, 2004.DiTerlizzi, Tony and Holly Black. The Spiderwick Chronicles: The Field Guide.New York: Scholastic, Inc, 2003.Funke, Cornelia. Dragon Rider. New York: The Chicken House, 2004.Gliori, Debi. Pure Dead Brilliant. New York: Alfred A. Knopf, 2003.---. Pure Dead Magic. New York: Dell Yearling Books, 2001.---. Pure Dead Wicked. New York: Dell Yearling Books, 2002.Harvey, Stephanie & Anne Goudvis. Strategies That Work: TeachingComprehension to Enhance Understanding. York, ME: Stenhouse Publishers,2000.Kaaberbol, Lene. The Shamer’s Daughter. New York: Henry Holt andCompany, 2000.LeGuin, Ursula K. A Wizard of Earthsea. New York: Spectra, 1984.Lewis, C. S. The Chronicles of Narnia. New York: HarperTrophy, 1994.Nimmo, Jenny. Midnight for Charlie Bone: Children of the Red King Book 1.New York: Orchard Books, 2002.Nix, Garth. Sabriel. New York: HarperTrophy, 1995.---. Lirael: Daughter of the Clayr. New York: HarperTrophy, 2001.---. Abhorsen. New York: Eos, 2003.
  • 9. Fazendo conexões: livros para fãs de Harry PotterPaolini, Christopher. Eragon. New York: Alfred A. Knopf, 2003.Pullman, Phillip. His Dark Materials: The Amber Spyglass. New York: BallantineBooks, 2000.---. His Dark Materials: The Golden Compass. New York: Ballantine Books,1995.---. His Dark Materials: The Subtle Knife. New York: Ballantine Books, 1997.Rowling, J.K. Fantastic Beasts & Where to Find Them. London: ScholasticPress, 2001.Shuker, Karl. Dragons: A Natural History. New York: Simon & Schuster, 2003.Steer, Duguld. A., ed. Dr. Ernest Drake’s Dragonology: The Complete Book ofDragons. Cambridge, MA: Candlewick Press, 2003.Tolkien, J. R. R. The Lord of the Rings. New York: Houghton Mifflin, 1955.Tunnell, Michael O. and James Jacobs. Children’s Literature, Briefly. 2nd ed.Upper Saddle River, NJ: Prentice Hall, 1999.REFERÊNCIA:WALLACE, Faith H. Making connections: books for Harry Potter fans.Disponível em: <http://www.mcte.org/journal/mej05/79_88connections.pdf>